Nossa rede

É Destaque

GDF recolhe 400 toneladas de lixo de obras

Publicado

dia

Limpeza desta vez foi feita em Sobradinho, Santa Maria e Paranoá. Em média, equipes retiram 15 toneladas diárias em cada cidade

O Polo Leste do GDF Presente passou a semana passada toda no Paranoá. As equipes recolheram uma média de 15 toneladas de entulho por dia das áreas públicas vazias das ruas. Foto: Divulgação/GDF Presente

O descarte irregular de restos de construção civil é um problema diário nas 33 regiões administrativas do DF. E manter as cidades limpas é uma tarefa árdua para o governo e faz parte das ações diárias do GDF Presente. Em uma semana de trabalho debaixo do sol e do calor, as equipes do programa recolheram quase 400 toneladas de resíduos de obra e inservíveis em Santa Maria, Paranoá e Sobradinho.

O Polo Leste do GDF Presente passou a semana passada toda no Paranoá. As equipes recolheram uma média de 15 toneladas de entulho por dia das áreas públicas vazias das ruas, especialmente na Avenida Transversal. Os caminhões também retiraram restos de material de construção atrás do estádio Juscelino Kubitschek.

Segundo a administração regional, com o processo de urbanização crescente na cidade, o número de obras e do lixo gerado por elas também aumenta. “A gente limpa as ruas toda semana, mas não adianta. O povo vai lá e suja de novo” afirma o diretor de Obras da administração, Gerson Valença. “Eles jogam à noite para a gente não ver. Estamos até tendo ajuda do DF Legal para flagrar o despejo irregular e multar essas pessoas”, completa.

No Paranoá, além de entulho, a população também descarta irregularmente móveis velhos, como sofás, colchões, camas e geladeiras que não funcionam mais, chamados de inservíveis, e até lixo orgânico. O recolhimento dos dejetos visa combater as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti (dengue, zika e chikungunya), já que o período de chuvas se aproxima.

Em Santa Maria, as equipes recolheram cerca de 40 toneladas de entulho das ruas. Além da limpeza, a equipe fez operações tapa-buraco em toda a cidade, utilizando 14 toneladas de massa asfáltica durante a semana. O Polo Sul também está fazendo terraplanagem nas estradas de terra da Ponte Alta Norte, no Gama.

Sobradinho

As equipes recolheram 250 toneladas de entulhos de uma área de transbordo irregular na DF-429, atrás do Home Center Rezende. Eles também lavaram pontos de ônibus na BR 020, em frente a Sobradinho, e fizeram o patrolamento e ajustes de vias sem pavimentação na DF-247, na parte da Rota do Cavalo que fica na cidade, atendendo a uma demanda dos chacareiros da região.

O GDF Presente também finalizou um trabalho em Planaltina: o reposicionamento de canaletas e manilhas que as chuvas anteriores estragaram na rua da Igrejinha, no Núcleo Rural Córrego do Arrozal, uma ação importante para preservar a estrada no período de chuvas.

Na semana passada, equipes do Polo Área Norte também ajudou na operação tapa-buracos em Sobradinho 2, arrumou as manilhas da drenagem em Planaltina, retirou entulhos, patrolou estradas rurais e retirou inservíveis em Sobradinho e revitalizou o asfalto na Fercal, ações simultâneas nas quatro cidades atendidas pelos polos.

Iluminação das praças

Foto: Divulgação/GDF Presente

Depois de uma semana de trabalho e uma força-tarefa caprichada, as cinco praças da Vila Planalto estão de cara nova. Foto: Divulgação/GDF Presente

Depois de uma semana de trabalho, as cinco praças da Vila Planalto estão de cara nova. As equipes do Polo Central Adjacente I, apoiados por outros órgãos do GDF, fizeram uma força-tarefa para a manutenção e limpeza das praças Defelê, Nelson Corso, Zé Ramalho e praças da “igrejinha de madeira” e da creche.

Foi feita a poda de árvores, conserto e pintura de meios-fios, recolhimento de lixo e entulho, varrição e roçagem, além da lavagem de bancos e mesas. A Companhia Energética de Brasília (CEB) reativou a iluminação dos locais com a troca de lâmpadas queimadas. Segundo os moradores, havia três anos que os locais sofriam com a escuridão. “Agora está uma maravilha, antes era muito escuro. Agora as pessoas ficam mais seguras de passar aqui”, afirma Francisco França, 30 anos, garçom de um restaurante na praça Defelê.

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

É Destaque

Mais de 60% das crianças ainda não foram vacinadas contra a pólio

Publicado

dia

Por

Campanha termina no dia 30 de outubro

Crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 são vacinadas no posto de saúde Heitor Beltrão, na Tijuca, zona norte do Rio, para receber a dose contra a pólio e contra o sarampo.

Desde o início da Campanha Nacional de Vacinação, no dia 5 de outubro até hoje (26), apenas 35% das crianças (4 milhões) foram vacinadas contra a poliomielite. A campanha irá até o próximo dia 30 e 7,3 milhões de crianças ainda precisam ser levadas pelos pais ou responsáveis até os postos de saúde para vacinar. O público-alvo estimado é de 11,2 milhões das crianças de 1 a menores de 5 anos.

O estado que mais vacinou as crianças até agora foi o Amapá (62,59%), seguido do estado da Paraíba (50,11%). Rondônia foi o estado que menos vacinou, tendo atendido apenas 11,76% do público-alvo. A recomendação aos estados que não atingirem a meta é continuar com a vacinação de rotina, oferecida durante todo o ano nos mais de 40 mil postos de saúde distribuídos pelo país.

A campanha nacional ocorre junto com a campanha de multivacinação, que visa atualizar a situação vacinal de crianças e adolescentes menores de 15 anos. Nesta última são ofertadas todas as vacinas do calendário nacional de vacinação.

A poliomielite, também chamada de pólio ou paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda causada pelo poliovírus, que pode infectar crianças e adultos e, em casos graves, pode levar a paralisias musculares, em geral nos membros inferiores, ou até mesmo à morte. A vacinação é a única forma de prevenção.

Agência Brasil

Ver mais

É Destaque

Bolsonaro coordena hoje 38ª Reunião do Conselho de Governo

Publicado

dia

Por

Encontro é realizado no Palácio da Alvorada

O presidente Jair Bolsonaro coordena hoje (27), no Palácio da Alvorada, em Brasília, a 38ª Reunião do Conselho de Governo. Periodicamente, o alto escalão se reúne para avaliar as ações desenvolvidas e discutir as prioridades da agenda do governo federal.

O encontro começou às 8h15 e deve se estender por toda a manhã. Antes, Bolsonaro e os ministros presentes participaram da cerimônia de hasteamento da bandeira, na área externa do Alvorada. Desde o início do mandato, periodicamente, o presidente reúne o grupo para o momento cívico na entrada da residência oficial.

A agenda de Bolsonaro segue no Palácio do Planalto, à tarde, quando ele se reunirá com ministros, parlamentares e líderes religiosos.

À noite, na Base Aérea de Brasília, o presidente da República participa de um wokshop sobre o caça F-39 Gripen, aeronave produzida pela empresa sueca Saab e que terá a tecnologia transferida para o Brasil.

Ver mais

É Destaque

Sesc e Senac oferecem serviços gratuitos para trabalhadores do comércio

Publicado

dia

Por

Evento vai até 30 de outubro e ocorre no Guará

rabalhadores poderão escolher até dois serviços – (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press – 5/3/13)

O Sesc-DF e o Senac-DF trazem diversas atividades que serão oferecidas apenas para os trabalhadores do comércio e dependentes para comemorar o dia do comerciário, em 30 de outubro. Os serviços de cabeleireiro, barbeiro, sobrancelha, esmaltação, maquiagem, massoterapia e podologia poderão ser realizados gratuitamente até sexta-feira (30/10), na unidade do Guará.

Além disso, nesta semana, todos os restaurantes da instituição vão comercializar as refeições com 50% de desconto e as academias oferecerão, para a matrícula dos novos alunos que aderirem ao plano anual, o valor de R$ 9,90 (nos primeiros três meses do plano citado). A promoção nas refeições irá funcionar nos restaurantes do Guará, Taguatinga Norte, Ceilândia e Gama. Já o plano para malhar nas academias valerá nas unidades da 504 Sul, de Taguatinga Norte, Taguatinga Sul, do Setor Comercial Sul (Edifício Presidente Dutra), Guará, Gama e de Ceilândia.

A diretora de Programas Sociais do Sesc-DF, Nina Fontes, explica que a programação foi criada para proporcionar mais qualidade de vida para população comerciária. “O Sesc surgiu para atender as demandas dos trabalhadores do comércio e por isso não poderíamos deixar de prestar essa homenagem trazendo duas semanas de atividades especiais para eles e seus dependentes. Sabemos da importância desse público para o fortalecimento da instituição e o Mês do Comerciário será uma oportunidade para usufruir de novos benefícios”, afirmou.

Os serviços realizados pelo Senac dentro das unidades do Sesc devem ser agendados por meio do Whatsapp da instituição no telefone (61) 8625-3721. Apenas comerciários e dependentes poderão usufruir, sendo que, cada um pode escolher até dois serviços. Ao longo da programação também haverá atividades de educação em saúde, alongamento e avaliação física.

Veja a programação:

Sesc Guará

26/10

9h às 13h – cabeleireiro, barbeiro e design de sobrancelha
14h às 18h – auriculoterapia, quick massagem e reflexologia podal

27/10

9h às 13h – quick massagem e reflexologia podal
14h às 18h – barbeiro e design de sobrancelha

28/10

9h às 13h – maquiagem e esmaltação

16h às 20h – cabeleireiro, barbeiro, design de sobrancelha

29/10

9h às 13h – barbeiro e design de sobrancelha
16 às 20h – maquiagem e esmaltação

30/10

9h às 18h – maquiagem e esmaltação
9h às 13h – quick massagem e reflexologia podal
14h às 18h – barbeiro e design de sobrancelha

Ver mais

É Destaque

Não pode um juiz decidir se você toma ou não a vacina”, diz Bolsonaro

Publicado

dia

Por

Plenário do STF vai analisar três ações que pedem que vacina contra a covid-19 seja obrigatória. Bolsonaro é contra a medida:”isso não existe”. Presidente disse que iria tratar da questão com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que está com covid

Bolsonaro disse que se encontrará com Pazuello para discutir sobre judicialização da vacina – (crédito: Evaristo Sá/AFP)

O presidente Jair Bolsonaro disse, na manhã desta segunda-feira (26/10), que a Justiça não pode obrigar os brasileiros a se vacinarem contra a covid-19. De acordo com o Bolsonaro, isso é uma questão de saúde e não deveria ter sido judicializada.

Na semana passada, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o plenário da Corte julgue três ações sobre a obrigatoriedade da imunização. Os pedidos foram apresentados ao Tribunal pelos partidos PDT, Rede e PTB. Ainda não há uma data definida para a análise.

“Hoje, vou estar com o ministro (da Saúde) Pazuello para tratar desse assunto e temos uma jornada pela frente, onde parece que foi judicializada essa questão, e entendo que isso não é uma questão de Justiça, mas de saúde. Não pode um juiz decidir se você vai ou não tomar uma vacina. Isso não existe”, opinou o presidente, ao falar com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

Na semana passada, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o plenário da Corte julgue três ações sobre a obrigatoriedade da imunização. Os pedidos foram apresentados ao Tribunal pelos partidos PDT, Rede e PTB. Ainda não há uma data definida para a análise.

“Hoje, vou estar com o ministro (da Saúde) Pazuello para tratar desse assunto e temos uma jornada pela frente, onde parece que foi judicializada essa questão, e entendo que isso não é uma questão de Justiça, mas de saúde. Não pode um juiz decidir se você vai ou não tomar uma vacina. Isso não existe”, opinou o presidente, ao falar com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

Investimento na cura

Apesar dos esforços da comunidade científica em produzir a vacina, Bolsonaro disse que seria mais fácil e barato investir na cura do novo coronavírus.

Além disso, mais uma vez, o presidente defendeu a utilização da hidroxicloroquina no combate à doença, apesar de não haver comprovação da ciência sobre a eficácia do remédio.

“Eu dou minha opinião pessoal: não é mais barato e fácil investir na cura que na vacina? Ou jogar nas duas mas também não esquecer a cura? Eu sou um exemplo. Eu tomei cloroquina, outros tomaram ivermectina outros tomaram Annita. E pelo que tudo indica todo mundo que tomou precocemente uma das três alternativas aí foi curado”, observou.

 

 

 

Ver mais

É Destaque

DF registra 45,4 mil casos de Dengue; Ceilândia tem maior número de infectados

Publicado

dia

Por

Como prevenir

Para evitar a reprodução do Aedes aegypti e, consequentemente, reduzir os ataques do mosquito, o Ministério da Saúde reuniu uma série de orientações. Confira abaixo:

  • Utilize telas de proteção com buracos de, no máximo, 1,5 milímetros nas janelas da casa;
  • Deixe as portas e janelas fechadas, principalmente nos períodos do nascer e do pôr do sol;
  • Mantenha o terreno de casa sempre limpo e livre de materiais ou entulhos que possam ser criadouros;
  • Tampe os tonéis e caixas d’água;
  • Mantenha as calhas sempre limpas;
  • Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
  • Mantenha lixeiras bem tampadas;
  • Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
  • Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
  • Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
  • Limpe todos os acessórios de decoração que ficam fora de casa e evite o acúmulo de água em pneus e calhas sujas, por exemplo;
  • Deixe portas e janelas fechadas, principalmente nos períodos do nascer e do pôr do sol;
  • Coloque repelentes elétricos próximos às janelas – o uso é contraindicado para pessoas alérgicas;
  • Velas ou difusores de essência de citronela também podem ser usados;
  • Evite produtos de higiene com perfume, pois podem atrair insetos;
  • Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa;
  • Coloque areia nos vasos de plantas.
Ver mais

É Destaque

Obrigatoriedade de vacina contra covid-19 vai ao plenário do STF

Publicado

dia

Por

Ministro Ricardo Lewandowski pediu explicações ao Planalto e adiantou que não irá decidir sozinho sobre os pedidos de partidos

Vacina: sete partidos protocolarem no Supremo Tribunal Federal (STF) ações sobre vacinação nesta sexta-feira, 23 (Governo de São Paulo/Divulgação)

Ver mais

Hoje é

quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Publicidade

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?