Nossa rede

Tecnologia

Por que a Samsung criou um refrigerador bivolt só para o Brasil

Publicado

dia

Com tecnologias que ficam nos bastidores, o dispositivo chamado Evolution RT46 pode ajudar a multinacional a dobrar sua participação em pontos de venda brasileiros

Evolution RT46: Novo refrigerador da Samsung funciona em redes elétricas 110v e 220v (Samsung/Divulgação)

A multinacional de origem sul-coreana Samsung tem presença forte em setores como celulares e TVs no mundo, sendo líder em ambas categorias no ano de 2020, segundo as consultorias de mercado Counterpoint Research e Omdia, respectivamente. Em sua estratégia de casa conectada, a empresa tem criado aparelhos compatíveis com aplicativos para celular, como a lavadora QDrive, a geladeira Family Hub, o ar condicionado WindFree, o aspirador-robô PowerBot e o notebook Galaxy Book S. A plataforma que integra todos os dispositivos é chamada SmartThings e está disponível para smartphones com sistemas operacionais Android e iOS. Por que, então, a Samsung resolveu lançar um refrigerador desenvolvido para o Brasil que vem sem conectividade integrada?

Vendido a 3.999 reais, o produto em questão é chamado Evolution RT46. Além de tamanho generoso em relação a geladeiras de entrada, o aparelho possui funções como o resfriamento rápido no congelador para deixar bebidas, sorvetes e carnes resfriadas rapidamente. Apesar de bastante útil no dia a dia, a função não é o principal diferencial do produto no mercado.

A Evolution é uma geladeira compatível tanto com tomadas 100V quanto 200V, e isso muda o jogo para a fabricante e para o setor no Brasil. Segundo Helbert Oliveira, diretor da divisão de eletrodomésticos para a Samsung no Brasil, esse ponto é crucial para a estratégia da empresa: dobrar a presença nos pontos de venda brasileiros em 2021. Na faixa de preço do produto, por volta de 3.500 reais, concorrentes, como Brastemp e Consul, não vendem refrigeradores bivolt no Brasil.

A vantagem do aparelho ser bivolt pode não ser tão óbvia, mas vai além da possibilidade de plugar o produto em qualquer tomada brasileira. O produto tem uma tecnologia chamada Powervolt, que o torna mais resistente a picos de energia que podem acontecer nas redes elétricas de casas e apartamentos brasileiros, especialmente durante tempestades. Mas o benefício para os negócios não é apenas esse. As varejistas saem ganhando também. Com a presença de tomadas de voltagens distintas em diferentes regiões do Brasil, o custo operacional logístico das empresas pode ser reduzido com um produto bivolt, o que é especialmente importante em um país com dimensões continentais.

O mercado de refrigeradores no Brasil em 2020 teve um crescimento de 27% em faturamento, 16% em unidades e 10% de preços em relação ao ano de 2019. Ou seja, a quarentena ajudou a impulsionar o mercado, mesmo em um ano de home office e fechamentos em escolas e estabelecimentos comerciais.

Confira, abaixo, a entrevista na íntegra com Helbert Oliveira, da Samsung.

Helbert Oliveira, diretor de eletrodomésticos da Samsung Brasil

Helbert Oliveira, diretor de eletrodomésticos da Samsung Brasil (Samsung/Divulgação)

Por que a Samsung criou um produto exclusivo para o mercado brasileiro?

Helbert Oliveira: O mercado brasileiro é um dos cinco maiores do mundo para dispositivos para casa. Estudamos as necessidades dos consumidores e os desafios enfrentados no país e criamos o produto para o Brasil.

O lançamento ocorre em meio a uma alta no mercado de geladeiras no Brasil. A ideia é aproveitar esse movimento de mercado para impulsionar o novo produto?

O mercado de refrigeradores cresceu quase 20% no Brasil no ano passado. A Samsung cresceu 50% mais do que o mercado, segundo dados da GFK. A linha Evolution ajudará a manter o mercado aquecido tanto para o consumidor quanto para o varejo. Com as pessoas mais tempo em casa, há um aumento de procura por dispositivos para casa. Estamos em um novo ciclo de linha branca após dez anos, que é o ciclo de vida aproximado desses aparelhos. O parque instalado começará a ser renovado. A Eletros prevê a recuperação do mercado, voltando ao patamar de 2019.

Quais são os principais diferenciais do refrigerador Evolution?

A linha Evolution traz a tecnologia chamada Powervolt, que torna o produto mais resistente a picos de energia, como pode acontecer em caso de raios. O consumidor não precisa ficar preocupado com essas adversidades. A tecnologia também permite que as geladeiras funcionem automaticamente em tomadas 110 ou 220V. Isso traz mais segurança ao consumidor. Por ser bivolt, o ganho logístico operacional para o varejo é grande. As varejistas podem tornar suas operações muito mais fáceis no Brasil. Com isso, temos a ambição de dobrar a nossa presença em pontos de vendas no Brasil neste ano.

A economia de energia é um fator de compra muito importante para o consumidor brasileiro. E a nossa tecnologia de compressão chamada digital inverter proporciona essa redução do gasto de energia em relação a produtos que não têm essa tecnologia. O design também tem peso no lançamento por ser o primeiro a vir na versão preta no nosso portfólio de produtos à venda. Vale notar que o consumidor que compra um produto que dura, em média, 10 anos quer fazer uma compra certeira. Para garantir isso, temos garantia de 10 anos no motor digital inverter.

O novo refrigerador não tem conectividade, presente em diversos outros produtos. Ela pode ser conectada ao aplicativo Smart Things de alguma forma?

Não. O negócio de refrigeradores nos permite uma ampla atuação de mercado, de produtos conectados aos mais simples e comuns no mercado brasileiro. A linha Evolution vem para dar acesso à tecnologia em um segmento de mercado que tem pouca inovação. O produto traz atributos de tecnologias de outras linhas, como o Power Cooling, que permite a refrigeração rápida para comidas e bebidas no congelador. Temos objetivos audaciosos que estão ligados ao desenvolvimento da linha Evolution no mercado brasileiro. Essa será a área que mais irá crescer na divisão de Consumer Electronics no Brasil em 2021.

A geladeira é montada no Brasil?

Apesar de ter sido criado no Brasil, ela é montada na Ásia e trazida para o Brasil.

 Qual é a expectativa de aceitação da linha Evolution no mercado brasileiro?

As expectativas são bem altas. Vivemos um novo ciclo de consumo e trazemos um produto mais completo que, tradicionalmente, é uma categoria simples no Brasil. Os produtos têm a tecnologia Powervolt, que é exclusivo no Brasil, e, devido às suas inovações e às facilidades que traz ao varejo, esperamos levar o negócio de refrigeradores a um novo patamar.

Review – Evolution RT46 e suas tecnologias porta a dentro
Muito se engana que a Evolution não tem tecnologias só por não estar conectada ao celular. A RT46 tem como tecnologia mais visível o recurso de resfriamento rápido do congelador. Em um painel discreto posicionado na porta do freezer, é possível ajustar facilmente a temperatura e acionar a função que é chamada de Power Cooling.

Samsung Evolution RT46

Evolution RT46: recurso acelera resfriamento do freezer (Samsung/Divulgação)

Por dentro, a Evolution RT46 tem o motor digital inverter, usado em outros produtos de linha branca da marca. Seu diferencial é evitar o liga/desliga do motor que pode causar picos de energia e barulhos. Com isso, a RT46 é consideravelmente silenciosa.

Na esteira das tecnologias voltadas ao consumo moderado de energia elétrica, a RT46 utiliza luzes LED para iluminação interna, como fazem muitos produtos sofisticados do mercado. Segundo o InMetro, o consumo mensal da RT46 é de 41,6 kWh ao mês, abaixo da média dos concorrentes da mesma categoria, como o Consul CRM55A (56) e o Brastemp BRM56AK (56).

Uma tecnologia invisível é o filtro desodorizador, que permite o armazenamento de alimentos de odor tipicamente forte, como peixes, em um compartimento dedicado. Com ele, o cheiro do alimento não se espalha pela geladeira, apesar de o produto possuir uma tecnologia de distribuição de fluxo de ar em todos os seus níveis. No ponto design, além do refinamento visual externo do aparelho, que tem versão em branco, preto e inox, o RT46 conta com prateleiras de vidro temperado que podem suportar o peso típico de alimentos do dia a dia, com limite de 150 kgs cada. A primeira prateleira desliza para fora para ajudar a aproveitar todo o espaço sem sufoco, o que é bastante útil. No total, o produto tem capacidade de armazenamento de 460 litros. O Moveable Ice Maker ajuda a fazer e tirar facilmente cubos de gelo das formas com apenas um giro. No entanto, ele ocupa um espaço considerável no freezer de 112 litros e o consumidor pode precisar retirá-lo para usar o congelador em sua totalidade para armazenar alimentos.

Considerando todos os pontos, a Evolution RT46 é um refrigerador espaçoso e refinado, e é especialmente interessante para quem mora de aluguel e faz mudanças constantes ao longo da vida. Fora isso, a resistência extra a picos de energia é um ponto de segurança interessante para quem mora em regiões com muitas chuvas com raios, principalmente por funcionar entre 90V e 310V. O refrigerador pode não ser conectado, ao menos por enquanto, mas oferece uma experiência de uso com tecnologias que ficam nos bastidores e funcionam como a internet ou a eletricidade: você não necessariamente precisa vê-las para aproveitar seus benefícios no dia a dia.

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Tecnologia

Amazon: Golpe de avaliações falsas pode envolver até 200 mil pessoas

Publicado

dia

Por

Grupo de cibersegurança encontrou mais de 13 milhões de registros em servidor; vendedor oferecia o produto gratuito em troca de avaliações

Amazon: a estimativa é que 200.000 usuários participaram do golpe (Aytac Unal/Anadolu Agency/Getty Images)

O grupo encontrou um servidor dentro do banco de dados ElasticSearch. No servidor, foram encontradas mensagens entre fornecedores e clientes que estavam dispostos a fazer avaliações falsas em troca de produtos gratuitos, além de informações como endereço de e-mail e números de telefone de ambos.

O site afirma que mais de 232.664 contas de e-mail foram expostas pelo servidor, mas algumas eram duplicadas. Ao todo, havia 13.124.962 registros no sevidor, o equivalente a 7 gigabytes de dados. A equipe do Safety acredita que mais de 200.000 usuários podem estar envolvidos.

Como funciona o golpe?

Quem vende o produto envia uma lista com os itens que devem receber uma avaliação de 5 estrelas para a pessoa disposta a fornecer a crítica falsa. Quem aceita participar do esquema compra o produto e deixa a avaliação positiva alguns dias depois, após receber o item.

Depois, o provedor da avaliação falsa envia uma mensagem ao fornecedor com um link para seu perfil na Amazon e detalhes da sua conta no PayPal, aplicativo de pagamentos online. A equipe encontrou mais de 75.000 links para perfis da Amazon no servidor.

Assim que tudo é confirmado, quem fez a avaliação recebe um reembolso e continua com os itens comprados como forma de pagamento. “Como o reembolso é através do PayPal, e não pela plataforma da Amazon, a avaliação aparenta ser legítima e não levanta suspeitas dos moderadores da Amazon”, explica a equipe do Safety em publicação.

Quem está por trás?

Por enquanto, a única coisa que se sabe é que o servidor está localizado na China. Não se sabe se quem está por trás do servidor são os próprios fornecedores da Amazon que executam o golpe ou uma empresa com várias subsidiárias, o que explicaria a presença de vários fornecedores.

O Safety também alerta que, apesar de existirem usuários cientes do golpe, os fornecedores também enganavam alguns clientes ao se apresentar como um comércio legítimo. Com uma “linguagem profissional”, os vendedores ofereciam uma “avaliação gratuita” do produto e os usuários, sem conhecimento de que era uma atividade ilegal, colaboravam com o golpe.

De acordo com os termos de serviço da Amazon, a gigante do comércio eletrônico tem direito de entrar com uma ação judicial com a empresa envolvida, caso haja uma.

Ver mais

Tecnologia

Justiça multa ViaQuatro em R$ 100 mil por coleta indevida de dados faciais

Publicado

dia

Por

O recurso que permitia coletar informações biométricas dos passageiros para publicidade foi usado em 2018, no metrô de SP

Trem da concessionária ViaQuatro: Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo já funciona sem o auxílio de condutores (ViaQuatro/Divulgação)

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo multou em 100 mil reais a ViaQuatro, concessionária da linha 4 – Amarela do Metrô de São Paulo. A decisão anunciada na sexta-feira, 7, é referente ao sistema de reconhecimento facial que empresa testou nas estações de trem em 2018.

“Os usuários não foram advertidos ou comunicados prévia ou posteriormente acerca da utilização ou captação de sua imagem pelos totens instalados nas plataformas, ou seja, os usuários nem mesmo tem conhecimento da prática realizada”, destacou a juíza Patrícia Martins Conceição que também proibiu a empresa de usar a tecnologia novamente. Segundo o parecer, ficou provado que ViaQuatro não pediu consentimento de passageiros para obter dados biométricos nas estações Luz, Paulista e Pinheiros.

A inserção da tecnologia foi realizada em 2018, quando a concessionária notificou anunciantes de que eles poderiam ter dados mostrando se os usuários prestaram atenção em uma publicidade e até mesmo se gostaram ou não da propaganda.

Usando “portas interativas” nas áreas de embarque e desembarque, o recurso usava câmeras que podem identificar as expressões dos usuários e captar a audiência em tempo real para mensurar resultados. Após a coleta, um estudo das emoções do passageiro, a partir de expressões faciais, seria realizado, aproveitado pela própria concessionária e repassado para anunciantes.

Mas, mal a ViaQuatro começou a testar a tecnologia, e o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) Idec entrou com ação civil pública e, um mês depois, a Justiça concedeu liminar obrigando a ViaQuatro a desativar a coleta de informações dos passageiros.

Com decisão recente, reconhecimento facial é um assunto morto para a ViaQuatro.

 

Ver mais

Tecnologia

KaBuM! lança cartão de crédito gamer com parcelamento em 24 vezes

Publicado

dia

Por

Os clientes que solicitarem o Cartão KaBuM! também terão cashback de 10% na primeira compra no e-commerce e anuidade grátis

Cartão gamer: parcelamento é atrativo para facilitar a compra de peças de computador (Kabum/Reprodução).

Computadores e periféricos são um dos setores de produtos mais afetados pelas variações do dólar e da alta demanda por componentes eletrônicos. Não é difícil ver peças essenciais para rodar jogos de última geração, como a placa de vídeo Nvidia rtx 2060, que em dezembro do ano passado custava 2700 reais, passar de 6500 reais em abril de 2021. Mirando no público que enfrenta essas variações intensas de preço, a KaBuM! anunciou na segunda-feira, 10, um cartão de crédito gamer que traz vários benefícios para compras na loja da varejista.

Entre as vantagens oferecidas, estão a aprovação rápida e a possibilidade de parcelamento em até 24 vezes — importante para quem quer investir numa compra de valor alto —, anuidade gratuita para quem gastar pelo menos 100 reais por mês. Mas se o valor mínimo da fatura não for atingido, há cobrança de uma taxa de 10 reais, segundo a empresa. O cartão que tem integração com o app do Banco do Brasil e também via WhatsApp, oferece ainda 10% de cashback na primeira compra no KaBuM!, para as transações a partir de 100 reais realizadas por clientes Prime entre os dias 10 de maio e 10 de junho.

A solicitação do cartão KaBuM! pode ser feita no site da empresa, mas os pedidos estão sujeitos à análise de crédito.

Ver mais

Tecnologia

Morre Aleksandar Mandic, um dos pioneiros da internet no Brasil

Publicado

dia

Por

Empresário havia descoberto câncer na medula recentemente

Aleksandar Mandić (Instagram/Reprodução)

Pioneiro da internet no Brasil, Alexander Mandic morreu nesta quinta-feira (6), aos 66 anos. O empresário fazia tratamento contra leucemia. É considerado “o pai” da internet no Brasil por ter sido uma uma das primeiras pessoas a ganhar dinheiro com o segmento, ainda nos anos 1990.

O anúncio da morte foi feito nas redes sociais pelo filho do empresário, Axel Mandic.

Demi Geschko, outro pioneiro na internet no Brasil, também comentou a morte do empresário:

 

Foi o fundador do portal iG e da Mandic BBS. BBS é a sigla para Bulletin Board System, uma das primeiras formas de comunicação na internet. Personalidades como Jô Soares e Roger, do Ultraje a Rigor, estavam presentes no chat.

Em 1999, a Mandic foi vendida para o grupo argentino Impsat e, posteriormente, foi comprada pelo fundo de investimento Riverwood Capital.

Em 2013, Mandic lançou o primeiro aplicativo brasileiro de compartilhamento de senhas de wi-fi, chamado de WiFi Magic. Em entrevista , ele contou como surgiu a ideia para o app.

“Eu comecei a anotar as senhas de redes públicas, já que viajo muito. Queria fazer um programinha, mas não achei ninguém para programar para mim. Um dia, um amigo meu, o Eduardo Mauro, disse que programaria. Ele fez um programinha e no primeiro dia foram dois downloads, um dele e um meu. Depois de alguns dias, durante a manhã, o Eduardo disse que o app havia sido baixado 40 vezes. No final do dia eram mil downloads. Fomos a um hotel beber champanhe para comemorar. Quando acabamos o Eduardo checou e o dia ia fechar com três mil downloads”, disse.

Filho de imigrantes da Sérvia e da Bielorrúsia, ele fez carreira na Siemens antes de decidir empreender no segmento de tecnologia, com o qual ficou maravilhado ainda na época em que trabalhava na multinacional.

Além da carreira em tecnologia, Mandic também fez uma tentativa na política. Nas eleições de 2010, lançou sua candidatura a deputado federal pleo DEM e fez uma campanha direcionada aos canais digitais

 

Ver mais

Tecnologia

Twitter anuncia função “gorjeta”, para enviar e receber dinheiro

Publicado

dia

Por

Anúncio acompanha outras novidades que tentam tornar o Twitter um canal de divulgação de conteúdo mais completo

Twitter: rede social passa permitir pagamentos para algumas contas na plataforma (Leon Neal/Getty Images).

O Twitter anunciou nesta quinta-feira, 6, no perfil oficial da empresa que iniciará testes para uma função de envio e recebimento de dinheiro de seguidores na rede social.

O nome da funcionalidade é “tip jar”, ou jarro de gorjetas, em bom português.

Segundo Esther Crawford, gerente de produto sênior na rede social, a partir de hoje, uma pequena quantidade de pessoas utilizando o Twitter em inglês, poderá habilitar a função de receber dinheiro na versão mobile do app, tanto no Android como no iOS.

“Este grupo incluem jornalistas, criadores de conteúdo, experts e organizações sem fins lucrativos. Em breve, mais pessoas poderão adicionar o Jarro de Gorjetas aos seus perfis e vamos expandir para outros idiomas”, afirmou.

Em uma publicação no blog da empresa, Crawford afirma que a função pretende auxiliar as pessoas que pedem ajuda no Twitter — um fenômeno cada vez mais comum — ou mesmo que compartilham o link para uma carteira digital quando viralizam na plataforma.

“Nós vemo$ vocês — compartilhando seu link do PayPal depois que seu tuíte viraliza, adicionando sua $cachtag ao seu perfil para que as pessoas possam apoiar o seu trabalho, divulgando sua conta no Venmo no seu aniversário”, escreveu.

Segundo ela, os serviços de pagamentos que podem ser ligados às contas do Twitter variam de região para região.

O anúncio é em linha com diversos outros feitos pelo Twitter recentemente, em que a plataforma cada vez mais se coloca como uma rede que pode ser utilizada por criadores de conteúdo e outros criativos para interação com audiências e também publicação de conteúdo.

O plano parece ser aproximar o Twitter do funcionamento de outros sites que têm explodido em audiência — e faturamento — nos últimos meses, como Patreon e Only Fans. A rede também tem incorporado de áudios, como salas de bate-papo, ao estilo do Clubhouse.

Na terça-feira, a empresa anunciou a aquisição de um streaming de notícias chamado Scroll. Em janeiro, a empresa comprou a Revue, uma startup de newsletters e boletins informativos no mês passado, como parte da tendência das empresas de tecnologia de prover ferramentas para criadores de conteúdo.

Ver mais

Tecnologia

Sem explosão: SpaceX realiza 1° pouso de sucesso com foguete Starship

Publicado

dia

Por

A empresa de Elon Musk realizou seu primeiro pouso de sucesso com protótipo de foguete da Starship, nave que fará parte de programa da Nasa; veja vídeo da aterrissagem

SpaceX: a empresa espacial fechou contrato milionário com a Nasa para o uso da nave Starship no programa Artemis (Paul Hennessy / SOPA Images/Getty Images).

Depois de nem um, nem dois, mas três protótipos de foguetes da SpaceX explodirem durante testes, a empresa espacial do bilionário Elon Musk conseguiu fazer com que o SN15, protótipo de foguete da Starship, pousasse suavemente nesta quarta-feira, 5.

O protótipo voou a uma altitude de cerca de 10 quilômetros, fez um rápido sobrevoo e depois virou na horizontal para viajar em direção à plataforma de pouso. Ao acender o foguete novamente, ele virou para a posição vertical e pousou suavemente, salve uma queima de um dos motores.

Anteriormente, as versões SN8, SN9 e SN10 foram testadas, mas sem sucesso. Nos três, um erro técnico afetou uma parte do combustível do foguete, que acabou sendo deslocada internamente, levando a combustão. A empresa ignorou as versões SN12, SN13 e SN14, que nunca foram totalmente montadas.

De acordo com Musk, o SN15 “tem centenas de melhorias”, incluindo atualizações para cobrir alguns dos problemas iniciais.

As últimas semanas foram cheias de realizações para a equipe SpaceX”, disse o engenheiro e comentarista da SpaceX, John Insprucker, durante transmissão ao vivo do pouso. “Um período excepcional enquanto trabalhamos para possibilitar o futuro do voo espacial humano.”

Após fechar contrato de 135 milhões de dólares com a Nasa, a espaçonave Starship será parte do programa Artemis, que quer levar astronautas à Lua pela primeira vez em quatro décadas. A companhia de Musk sugeriu uma nave espacial reutilizável, projetada para levar um alto número de pessoas, pousar em corpos celestes e eventualmente voltar à Terra.

Veja o vídeo:

Ver mais

Hoje é

quinta-feira, 13 de maio de 2021

Publicidade

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?