Nossa rede

Aconteceu

Acusado de matar motorista de aplicativo é preso um ano após o crime

Publicado

dia

Alessandro Guerreira Barros estava foragido e foi encontrado no Riacho Fundo. No ano passado, após um acidente de trânsito sem gravidade no Itapoã, ele matou Felype de Sousa com quatro tiros

(crédito: Divulgação/PCDF)

Um ano após o assassinato do motorista de aplicativo, Felype de Sousa, 22 anos, a Polícia Civil prendeu preventivamente Alessandro Guerreira Barros, 28, acusado do crime. Ele foi encontrado no Riacho Fundo na noite do último domingo (11/10). Os agentes de tocaia o avistaram no momento em que ele deixou a casa para ir a um comércio de rua, e o abordaram. Segundo a delegada Jane Klébia, da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), ele não resistiu à prisão, mas ficou surpreso.

“Ele se gabava, mandou esse recadinho para a polícia, de que ele não seria encontrado porque não tínhamos imagens dele recentes. As fotos que tinham no sistema eram muito antigas”, explicou a delegada. Contudo, os investigadores reconstituíram a imagem e produziram um laudo que ajudou na identificação do suspeito. Além disso, foram feitas diligências em vários endereços.

A delegada Jane Klébia conta que, ao longo do último ano, a irmã da vítima entrava em contato com ela sempre que havia prisões no Paranoá, ansiosa pela notícia de que Alessandro teria sido detido, o que só se concretizou agora. “Cada investigação segue um ritmo, depende das circunstâncias”, disse.

O homicídio ocorreu no Itapoã em 2019 e gerou revolta à época, tanto pela idade da vítima, como pelo motivo. Um acidente de trânsito sem gravidade gerou uma discussão entre os envolvidos. Felype iria se casar em quatro dias, e a noiva, que estava ao seu lado, presenciou toda a cena.

Felype Anderson de Sousa, 22 anos, foi baleado pelas costas

Felype Anderson de Sousa, 22 anos, foi baleado pelas costas (foto: Reprodução

A discussão começou após Alessandro Barros bater na lateral do carro de Felype Souza, enquanto ele fazia uma manobra para estacionar o veículo na avenida principal da cidade. No meio da briga, Alessandro disparou quatro vezes contra Felype, que estava de costas, e fugiu do local. O episódio foi registrado por câmeras de segurança. De acordo com a delegada Jane, ao ser preso Alessandro alegou que supôs que a vítima teria se virado para pegar uma arma.

“Mas isso é defesa, ele pode dizer o que quiser, mas contra a imagem o argumento fica difícil”, ponderou a delegada. Na data do crime, o acusado já cumpria pena por ter tentado matar com um tiro, em 2013, um outro homem, que ele suspeitava ser amante da namorada. Após passar cinco anos no Complexo Penitenciário da Papuda, Alessandro foi beneficiado com a flexibilização do regime e passou para a prisão domiciliar.

Como a prisão não foi em flagrante, Alessandro não terá direito à audiência de custódia e permanece preso enquanto os recursos do processo são julgados. Se for condenado por homicídio qualificado neste caso, quando o crime é cometido em circunstâncias que o tornam ainda mais grave, Alessandro Barros pode passar até 30 anos preso.

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Aconteceu

Agente penitenciário morre após tiro acidental de colega de trabalho

Publicado

dia

Por

Ele e outro agente faziam uma manutenção no percursor da arma. O tiro atingiu as costas. O caso aconteceu em Santo Antônio do Descoberto (GO)

O disparo acidental aconteceu quando os agentes limpavam a arma – (crédito: Redes sociais)

O policial penal Jailton Barbo Ferreira, 44 anos, morreu após ser atingindo por um tiro nas costas, disparado acidentalmente por um colega de trabalho, nesta quinta-feira (29/10). Ele trabalhava na Unidade Prisional Regional (UPR) de Santo Antônio do Descoberto (GO). Jailton atuava no sistema prisional goiano desde 2003, mas somente há 40 dias havia sido transferido para esta unidade.

Ao Correio, o presidente do Sindicato dos Servidores do Sistema de Execução Penal do Estado de Goiás (SINSEP-GO), Maxsuell Miranda das Neves, afirmou que Jailton e outro agente faziam a manutenção no percursor da arma e não perceberam que havia uma munição dentro dela. Ele chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas quando a equipe chegou já estava morto.

Ainda de acordo com Maxsuell, o policial penal que disparou a arma se apresentou à delegacia e foi liberado. “Ele está em estado de choque, nós iremos apoiar a família de Jailton e daremos apoio psicológico ao servidor envolvido. Também será instaurado um processo administrativo para investigar o caso”, explica.

Jailton deixou a esposa e uma filha de oito anos.”A equipe está muito abalada, ele era um servidor extraordinário, muito competente. Tinha muitos amigos e era uma pessoa muito amada e alegre”, lamenta Maxsuell.

Por meio de nota, a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) confirmou o falecimento do policial e prestou solidariedade aos familiares. “A instituição informa que foram tomadas as devidas providências para as apurações necessárias”.

 

Ver mais

Aconteceu

Homens em moto atiram contra carro na EPTG e deixam motorista morto e passageiro ferido, no DF

Publicado

dia

Por

Quatro pessoas estavam no veículo; crime aconteceu na manhã desta sexta-feira (30). Vítima que sobreviveu foi levada pelo Corpo de Bombeiros a Hospital de Taguatinga.

Tiroteio na EPTG deixa um homem morto e outro ferido, no DF — Foto: CBMDF/Divulgação

Um homem morreu e outro ficou ferido após o carro em que estavam ser atingido por tiros, na manhã desta sexta-feira (30). O veículo trafegava na Estrada Parque Taguatinga (EPTG), por volta de 8h30, próximo ao último acesso a Vicente Pires, no Distrito Federal.

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) atendeu a ocorrência e constatou o óbito do motorista no local. A segunda vítima, um passageiro de 34 anos, foi transportada em estado grave para o Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Os disparos atingiram a cabeça, a região do tórax e braço.

De acordo a Polícia Militar, dois homens que passavam de moto atiraram contra o automóvel. Os suspeitos não haviam sido identificados até a publicação desta reportagem.

Outras duas pessoas estavam no veículo. Segundo a Polícia Civil, elas correram e não foram atingidas.

O caso é investigado pela 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires) como homicídio e tentativa de homicídio. A motivação para o crime ainda está em apuração.

Ver mais

Aconteceu

Carreta tomba sobre defensa metálica na Rodovia dos Bandeirantes, em Campinas

Publicado

dia

Por

Acidente foi na altura do km 94 da pista sentido capital. Ninguém ficou ferido.

Apesar dos danos, motorista não se feriu — Foto: Mariane Claudino/Arquivo Pessoal

Uma carreta tombou sobre uma defensa metálica na altura do km 94 da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), em Campinas (SP), na tarde desta quinta-feira (29), em Campinas (SP). Segundo a concessionária AutoBAn, responsável pelo trecho, ninguém ficou ferido.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, o acidente foi na pista sentido interior. O motorista realizou o teste do bafômetro e foi constatado que não havia sinais de embriaguez. A suspeita da corporação é de que ele tenha dormido ao volante antes de perder controle sobre o veículo.

A polícia informou ainda que a carreta transportava cerca de 3 toneladas de embalagens plásticas para freezer, mas ela ficou preservada. Não foram registrados reflexos no trânsito da região.

Ver mais

Aconteceu

PRF recupera em Petrolina carro que havia sido levado de uma locadora em Natal, RN

Publicado

dia

Por

O motorista, de 22 anos, foi detido. Ele disse que não sabia da irregularidade do veículo.

Veículo recuperado em Petrolina havia sido levado de uma locadora de Natal, RN — Foto: Divulgação / PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou na terça-feira (27), em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, um carro que havia sido levado de uma locadora de Natal, no Rio Grande do Norte. O motorista do veículo, de 22 anos, foi detido.

Segundo a PRF, durante a abordagem no Km 129 da rodovia, policiais realizaram uma verificação no carro e descobriram um registro de apropriação indébita. O veículo havia sido alugado por uma mulher e não foi devolvido no prazo acordado.

O motorista declarou que havia pego o carro em setembro com um homem em Juazeiro, na Bahia, para prestar serviços a ele e não sabia da irregularidade. O condutor foi encaminhado junto com o veículo à delegacia de Polícia Civil de Petrolina, para a adoção dos procedimentos legais.

Ver mais

Aconteceu

Durante assalto, homem aplica mata-leão e acaba preso

Publicado

dia

Por

O crime aconteceu em Sobradinho II e autor possui passagens criminais pelos crimes de homicídio qualificado, roubo circunstanciado, ameaça, posse de drogas para consumo pessoal e lesão corporal

O homem foi preso após ser identificado pela vítima – (crédito: Divulgação/PCDF)

Na tarde desta terça-feira (27/10), a equipe da Polícia Civil da 35ª delegacia, em Sobradinho II, deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra um homem de 37 anos, suspeito de roubo no Setor Habitacional Contagem, na região administrativa. A operação foi denominada Vitium – vício, em latim.

Na última quarta-feira (21/10), o homem aplicou contra a vítima um golpe conhecido como mata-leão. Segundo informações da PCDF, ao surpreender a vítima, ele tentou roubar os pertences, entre os quais o par de tênis. Apesar de imobilizada, a vítima reagiu e entrou em luta corporal com o suspeito, que não conseguiu levar o par de tênis, mas levou a quantia de R$70 reais em espécie e fugiu.

A vítima procurou a 35ª DP e informou o ocorrido. Aos policiais, ela contou que o autor seria um conhecido usuário de drogas da região que tinha o costume de praticar delitos patrimoniais contra passageiros. Os agentes conseguiram identificar o suspeito e a vítima o reconheceu por fotografias. A prisão preventiva foi decretada para evitar que ele voltasse a assaltar os moradores da região.

O autor possui passagens criminais pelos crimes de homicídio qualificado, roubo circunstanciado, ameaça, posse de drogas para consumo pessoal e lesão corporal.

 

Ver mais

Aconteceu

Idoso morre após bater em caminhão parado na DF-290

Publicado

dia

Por

A pista não tinha acostamento e o caminhão parou porque estava com pneu furado

O idoso ficou preso às ferragens da caminhonete – (crédito: CBMDF)

Na manhã desta quarta-feira (28/10), às 5h40, um motorista morreu após bater em um caminhão que estava com o pneu furado e parado em uma das faixas na via DF-290, sentindo Gama. O condutor ainda não tinha sido identificado, mas aparentava ter entre 60 e 65 anos. Ele ficou preso às ferragens.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), uma caminhonete Ford Ranger prata bateu na traseira do caminhão VW 13-180 branco, conduzido por Leandro Lima Rocha, de 35 anos, que estava com o pneu furado e parado na faixa da direita da pista, pois a via não possui acostamento.

A via nessa região é de mão dupla, compostas por três faixas, uma sentido BR-060 e outras duas sentido Gama. O local foi sinalizado, tendo uma das duas faixas sentido Gama liberada, causando pequena lentidão no trânsito.

O Corpo de Bombeiros atendeu a esta ocorrência empregando três viaturas, compostas por treze bombeiros da Unidade do Gama.

Ver mais

Hoje é

sábado, 31 de outubro de 2020

Publicidade

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?