Nossa rede

Notícias DF

Em protesto,medicos do DF param atendimento

Publicado

dia

Medicos da rede privada de saúde do Distrito Federal suspenderam nesta quinta-feira (25) os atendimentos eletivos a pacientes de planos de saúde. A ação faz parte do movimento nacional Saúde sem Exploração, que protesta contra valores defasados pagos pelas operadoras de convênios médicos por consultas e procedimentos. Os médicos pleiteiam um reajuste de 100%, sem repasse aos usuários dos planos.

Nem as associações de médicos, nem a entidade que representa as empresas de planos de sáude fizeram estimativa de adesão dos profissionais ao protesto.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Médicos, Gutemberg Fialho, as operadoras remuneram mal e por isso os médicos não têm interesse em atender pelo plano de saúde. “Os médicos acabam se descredenciando e o consultório de quem atende plano fica lotado, com vaga só para daqui a três, quatro meses”, diz.A Fenasaúde, entidade que representa planos de saúde no país, afirma que os reajustes dos valores pagos por consultas médicas têm sido aplicados com base em índices acima da inflação e, muitas vezes, superiores ao teto fixado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).A entidade informou ainda que de julho de 2011 a junho de 2012 as operadoras filiadas concederam reajustes de quase 14% no valor das consultas, e que um reajuste maior acabaria recaindo necessariamente sobre o consumidor.Segundo o sindicato, os planos de saúde pagam R$ 50 por consulta aos médicos. Fialho diz que com impostos, aluguel e funcionários, esse valor chega a R$ 10 a consulta. “Com esses honorários baixos, é preciso fazer no mínimo 20 consultas por dia para conseguir manter o consultório e ter lucro.”

O movimento também protesta contra a interferência dos planos de saúde no atendimento a pacientes, como a não autorização da realização de exames e cirurgias.É o terceiro ano que o movimento paralisa o atendimento a usuários de plano de saúde. De acordo com o presidente do Conselho Regional de Medicina, Iran Cardoso, alguns planos reajustaram valores irrisórios nos últimos anos.

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Notícias DF

Aulas a distância na rede pública do DF deixam 120 mil estudantes sem acesso ao conteúdo, diz Sinpro

Publicado

dia

Sindicato dos Professores afirma que 23% dos professores também não têm dispositivos móveis. Aulas voltaram nesta segunda-feira (22), em fase de testes; a partir da próxima semana, presença será obrigatória.

Estudante tem aula a distância durante pandemia do coronavírus, em imagem de arquivo — Foto: TV Globo/ Reprodução

Com o retorno do ano letivo a distância na rede pública do Distrito Federal, na última segunda-feira (22), cerca de 120 mil estudantes estão sem acesso ao conteúdo porque não possuem dispositivos móveis. O levantamento é do Sindicato dos Professores do DF (Sinpro).

De acordo com o Sinpro, 23% dos professores também não dispõem de computadores, tablets ou celulares com conectividade adequada para preparar os conteúdos e ministrar as aulas. Os encontros remotos foram a forma encontrada pelo GDF para continuar o ano letivo durante a pandemia do novo coronavírus.

A Secretaria de Educação afirma que os estudantes sem acesso às aulas, por falta de equipamento ou de sinal de internet, receberão material impresso, a ser entregue nas escolas. Segundo a pasta, desde segunda-feira, de um total de 630 mil estudantes e professores da rede, 525 mil estão conectados.

A pasta afirma também que as escolas estão preparadas para auxiliar os alunos, “tirando dúvidas quanto ao acesso da plataforma e à distribuição dos materiais impressos e teleaulas”. As aulas presenciais foram suspensas no dia 11 de março e retomadas nesta semana, em fase de testes.

No dia 29 de junho, as atividades na rede pública passam a valer presença obrigatória e terão conteúdos de acordo com o plano de ensino para cada série. A frequência e a avaliação dos alunos serão responsabilidade dos professores, com a realização de atividades.

Já a implementação das atividades, vai ocorrer por meio de comitês regionais e locais, além de um grupo central. “Eles vão fazer reuniões remotas para operacionalizar as aulas”, diz a Secretaria de Educação.

Conforme a secretaria, o programa “Escola em Casa” abrange cerca de 460 mil estudantes da rede pública do Distrito Federal. As aulas ocorrem pela plataforma Google Sala de Aula e por transmissão pela televisão.

A secretaria diz ainda que os estudantes que tiverem algum problema devem procurar, primeiramente, a unidade escolar na qual estão matriculados.

Campanha de doação de equipamentos

Estudante no computador em aula online, em imagem de arquivo — Foto: Annie Spratt/Unsplash

Estudante no computador em aula online, em imagem de arquivo — Foto: Annie Spratt/Unsplash

Para ajudar os alunos que não têm um computador ou celular em casa, uma escola particular do Distrito Federal decidiu arrecadar doações de equipamentos eletrônicos. O projeto do colégio Marista, foi montado em parceria com a Secretaria de Educação, que ficará responsável pela formatação dos equipamentos e pela gestão da entrega aos estudantes beneficiados.

Os interessados em ajudar podem doar nos pontos de entrega dos colégios, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h (veja endereço ao final da reportagem).

Família com quatro filhos em idade escolar ganha computador

Charlene recebe orientações para uso de computador doado para volta às aulas dos filhos; durante pandemia de coronavírus ensino será a distância  — Foto: Arquivo pessoal

Charlene recebe orientações para uso de computador doado para volta às aulas dos filhos; durante pandemia de coronavírus ensino será a distância — Foto: Arquivo pessoal

Depois de uma doação, Charlene Marques, de 30 anos, conseguiu, pela primeira vez, colocar um computador dentro de casa. Ela e os quatro filhos moram na Chácara Santa Luzia, uma região de invasão, na Estrutural.

O computador foi arrecadado em uma campanha organizada pela Escola Classe 01 da Estrutural e entregue na quinta-feira (18). Segundo Marques, todos da família, inclusive o marido, só acessavam a internet por meio de um único celular.

“Ainda estamos aprendendo a mexer.”

O objetivo da diretoria do colégio da Estrutural – uma das regiões mais pobres de Brasília – é proporcionar meios de acesso às aulas. Cerca de 200 famílias que têm filhos na escola procuraram a direção do colégio para dizer que não tinham equipamentos adequados para a nova forma de estudo

O total de aparelhos arrecadados pela escola, no entanto, está longe de atender a todos os que precisam. A expectativa dos diretores é ajudar 15, das duas centenas de famílias.

Escolas que recebem doações de equipamentos

Colégio Marista João Paulo II

  • Endereço: SGAN 702 (entrada lateral) – Asa Norte

Colégio Marista Champagnat Taguatinga

  • Endereço: QSD AE nº 1 – Taguatinga Sul

Colégio Marista Águas Claras

  • Endereço: Rua Tamboril, Lote 01 – Águas Claras

Colégio Marista Asa Sul

  • Endereço: SGAS 615, módulo C – Asa Sul

Escola Classe 01: Praça Central da Estrutural

  • Endereço: Regional de Ensino – QE 38
  • Contato: (61) 9 8181-8562

Ver mais

Brasil

CLDF lancará debate virtual entre base e oposição com participação do internauta

Publicado

dia

A proposta do programa é criar um ambiente inclusivo, onde a população do DF poderá participar ativamente das principais pautas do legislativo.

O debate ocorrerá semanalmente e contará com a participação dos parlamentares do DF, membros do poder executivo e internautas.

O formato será semelhante ao programa: O grande debate, trasmitido na TV CNN.

Em sessão extraordinária dessa quarta-feira (17), o deputado Rodrigo Delmasso (Republicanos), Vice-Presidente da CLDF, anunciou entre linhas que lançará o programa LIVE CLDF no dia 2 de julho de 2020 (Quinta-Feira).

A transmissão será realizada pelas redes sociais da CLDF, o apresentador(a) do programa será um jornalista, servidor(a) efetivo da CLDF. O horário será amplamente divulgado nas redes sociais, acompanhe.

Delmasso enfatizou que o lançamento do programa LIVE CLDF é fruto de esforço e união da mesa diretora, que tem como meta ampliar a participação popular nas pautas da CLDF.

Ver mais

Notícias DF

Senac oferece 4,3 mil vagas em cursos gratuitos no DF

Publicado

dia

São 71 oportunidades de capacitação nas áreas de alimentação, saúde, administração, eventos, informática e logística. Inscrições terminam domingo (21); veja como participar.

Prédio do Senac em Taguatinga, no Distrito Federal — Foto: Senac / Divulgação

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) do Distrito Federal abriu 4.357 vagas em 71 cursos por meio do Programa Senac de Gratuidade (PSG). O prazo para se inscrever vai até domingo (21).

Os interessados em participar devem preencher os dados por meio do site do Senac-DF. As aulas terão início de acordo com o curso escolhido (veja detalhes abaixo).

As unidades que participam do programa são as seguintes:

  1. Taguatinga
  2. Sobradinho
  3. Setor Comercial Sul (Jessé Freire)
  4. Plano Piloto (903 Sul)
  5. Gastronomia
  6. Gama
  7. Ceilândia
  8. Ações Móveis

De acordo com o Senac, as aulas são, normalmente, presenciais. No entanto, enquanto durar a suspensão das atividades, por causa da pandemia do novo coronavírus os encontros serão realizadas a distância. Por isso, conforme os professores, para participar o aluno precisa observar alguns pré-requisitos:

  • Ter acesso às plataformas digitais
  • Ter conhecimentos em navegação na internet
  • Ter acesso a computador com internet banda larga
  • Ter um e-mail válido

O que é preciso para se inscrever?

  • Ter renda familiar per capita de até dois salários mínimos
  • Ter idade igual ou superior à idade mínima exigida em cada curso (veja edital)
  • Ter a escolaridade exigida para o curso escolhido (veja edital)
  • Não ter evadido ou desistido de outro curso PSG no último ano

De acordo com o Senac, serão permitidas até duas matrículas, em diferentes modalidades, desde que os turnos dos cursos sejam diferentes.

A classificação dos inscritos será de acordo com o atendimento aos requisitos de acesso e a quantidade de vagas oferecidas. O resultado será divulgado no dia 29 de junho por meio do site.

Quais são os cursos disponíveis?

Unidade Jessé Freire

  • Administrador de Banco de Banco de Dados: 25 vagas
  • Assistente Administrativo: 40 vagas
  • Assistente de Pessoal: 20 vagas
  • Assistente de Recursos Humanos: 20 vagas
  • Assistente Financeiro: 20 vagas
  • Educação Empreendedora e Financeira: 20 vagas
  • Operador de Computador: 20 vagas
  • Técnicas Avançadas de Word, Excel e Powerpoint: 40 vagas
  • Técnico em Design de Interiores: 20 vagas
  • Técnico em Informática: 20 vagas
  • Técnico em Secretariado: 20 vagas

Unidade Ceilândia

  • Administração em Serviços Hospitalares: 25 vagas
  • Administrador de Banco de Dados: 25 vagas
  • Análise de Faturamento de Serviços de Saúde: 25 vagas
  • Assistente Administrativo: 50 vagas
  • Assistente de Crédito e Cobrança: 25 vagas
  • Assistente de Logística: 25 vagas
  • Assistente de Pessoal: 25 vagas
  • Assistente de Recursos Humanos: 25 vagas
  • Assistente de Secretaria Escolar: 25 vagas
  • Assistente Financeiro: 25 vagas
  • Estamparia: design de superfície: 25 vagas
  • Faturamento em Serviços de Saúde: 25 vagas
  • Operador de Computador: 50 vagas
  • PHP com MYSQL: 25 vagas
  • Recepção em Serviços de Saúde: 25 vagas
  • Técnicas Avançadas de Word, Excel e Power Point: 50 vagas

Unidade Plano Piloto (903 Sul)

  • Administração de Serviços Hospitalares: 40 vagas
  • Análise de Faturamento de Serviços de Saúde: 40 vagas
  • Atualização no Tratamento de Feridas e Curativos: 80 vagas
  • Cálculos Aplicados a Administração de Medicamentos na Enfermagem: 80 vagas
  • Liderança Coach: 80 vagas
  • Noções de Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais: 40 vagas

Unidade do Gama

  • Administração de Serviços Hospitalares: 30 vagas
  • Assistente Administrativo: 60 vagas
  • Assistente de Logística: 30 vagas
  • Assistente de Recursos Humanos: 30 vagas
  • Recepção em Serviços de Saúde: 30 vagas
  • Técnico em Secretariado: 30 vagas

Taguatinga

  • A Arte de se Comunicar e Vender Mais: 20 vagas
  • Administração de contas a pagar, contas a receber e tesouraria: 30 vagas
  • Administrador de Banco de Dados: 30 vagas
  • Aspectos Legais do Atendimento ao Cliente: 30 vagas
  • Assistente de Pessoal: 30 vagas
  • Assistente de Recursos Humanos: 30 vagas
  • Assistente Financeiro: 30 vagas
  • AutoCAD – desenho de ambientes em 2D: 25 vagas
  • Cálculo e inventário de estoques: 30 vagas
  • Captação de Crédito para o Comércio: 30 vagas
  • Construção de Websites com PHP e MySQL: 30 vagas
  • E-commerce: vendendo no comércio eletrônico: 30 vagas
  • Excel com VBA e Dashboard: 30 vagas
  • Faturamento dos Serviços de Saúde: 30 vagas
  • Gastronomia para Pessoas com Restrições Alimentares: 20 vagas
  • Gestão e Práticas Logística no E-Commerce: 30 vagas
  • Inteligência Emocional e Vendas: 30 vagas
  • Liderança Coach: 30 vagas
  • Logística de devolução nas empresas do comércio: 30 vagas
  • Microsoft Power BI Avançado: 30 vagas
  • Microsoft Power BI Básico: 30 vagas
  • Operador de Computador: 40 vagas
  • Pizzaiolo: 03 vagas
  • Planejamento e implantação de loja virtual: 30 vagas
  • Preparo de Alimentos Congelados: 20 vagas
  • Processos logísticos de armazenagem e movimentação de materiais: 30 vagas
  • Recursos de Glosas em Processo Organizacionais: 30 vagas
  • Renderização para Sketchup – Kerkytea: 25 vagas
  • Sketchup – desenho de ambientes e objetos em 3D: 25 vagas
  • Técnicas Avançadas de Word, Excel e Powerpoint: 30 vagas
  • Técnico em Contabilidade: 35 vagas
  • Técnico em Informática: 30 vagas

Unidade de Sobradinho

  • Administração em Serviços Hospitalares: 20 vagas
  • Análise de Faturamento de Serviços de Saúde: 20 vagas
  • Assistente Administrativo: 30 vagas
  • Assistente de Logística: 30 vagas
  • Assistente de Pessoal: 30 vagas
  • Assistente de Recursos Humanos: 30 vagas
  • Assistente de Secretaria Escolar: 30 vagas
  • Assistente Financeiro: 30 vagas
  • Consultoria de Estilo: 20 vagas
  • Faturamento de Serviços de Saúde: 40 vagas
  • Operador de Computador: 20 vagas
  • Organizador de Eventos: 30 vagas
  • Recepção em Serviços de Saúde: 20 vagas
  • Recepcionista: 30 vagas
  • Recrutamento e Seleção de Pessoas: 30 vagas
  • Recursos de Glosas em Processo Organizacionais: 20 vagas
  • Técnicas Avançadas de Word, Excel e Power Point: 20 vagas
  • Técnico em Contabilidade: 30 vagas
  • Técnico em Logística: 30 vagas

Unidade Gastronomia – Setor Comercial Sul

  • Bares e Restaurantes: Gestão Operacional: 20 vagas
  • Boas Práticas na Manipulação de Alimentos: 60 vagas
  • Camareiro (a) em Meios de Hospedagem: 8 vagas
  • Cozinheiro: 2 vagas
  • Elaboração de Cardápios / Planejamento e Precificação: 20 vagas
  • Elaboração de Carta de Bebidas/ Planejamento e Precificação: 20 vagas
  • Liderança: 20 vagas
  • Organização de estoques para bares e restaurantes: 20 vagas
  • Organizador de Eventos: 34 vagas
  • Padeiro: 5 vagas
  • Pizzaiolo: 5 vagas
  • Qualidade no Atendimento: 20 vagas
  • Recepcionista de Eventos: 30 vagas
  • Recepcionista em Meios de Hospedagem: 34 vagas
  • Sushiman: 6 vagas
  • Sustentabilidade Aplicada à Cozinha: 20 vagas

Administração Regional de Santa Maria

  • Estamparia/ design de superfície: 40 vagas
  • Confeiteiro: 40 vagas
  • Assistente de Recursos Humanos: 20 vagas

Administração Regional do Paranoá

  • Cabeleireiro: 40 vagas
  • Salgadeiro: 20 vagas

Administração Regional de São Sebastião

  • Confeiteiro: 40 vagas
  • Maquiador: 40 vagas
  • Pizzaiolo: 20 vagas
  • Cabeleireiro: 40 vagas
  • Operador de Computador: 40 vagas
  • Assistente de Recursos Humanos: 20 vagas
  • Assistente de Pessoal: 20 vagas

Recanto das Artes – quadra 102, Área Especial

  • Confeiteiro: 60 vagas
  • Salgadeiro: 20 vagas
  • Agente de Alimentação Escolar: 20 vagas
  • Assistente de Pessoal: 40 vagas
  • Cabeleireiro: 20 vagas
  • Assistente de Recursos Humanos: 40 vagas
  • Assistente Administrativo: 40 vagas

CAPEMI – Estrada Vale do Amanhecer DF 10

  • Assistente Administrativo: 80 vagas
  • Assistente de Recursos Humanos: 40 vagas
  • Estamparia/ Design de Superfície: 40 vagas
  • Confeiteiro: 40 vagas

Museu de Brazlândia

  • Operador de Computador: 40 vagas
  • Confeiteiro: 20 vagas
  • Assistente Administrativo: 20 vagas
  • Assistente de Recursos Humanos: 20 vagas

Casa Azul – Samambaia

  • Assistente de Recursos Humanos: 40 vagas
  • Assistente Administrativo: 40 vagas
  • Confeiteiro: 40 vagas
  • Operador de Computador: 40 vagas
  • Padeiro: 20 vagas

Igreja Comunidade Santo Antônio Sol Nascente

  • Padeiro: 20 vagas

Igreja Evangélica Semear Expansão Ceilândia Norte

  • Confeiteiro: 20 vagas

Administração Regional de Samambaia

  • Assistente Administrativo: 20 vagas
  • Assistente de Recursos Humanos: 20 vagas

SIA trecho 3 Lotes 625/695

  • Técnicas Avançadas de Word, Excel e Power Point: 100 vagas
Ver mais

Notícias DF

Decreto libera comércio geral em feiras no DF a partir de 17 de junho; veja o que muda

Publicado

dia

Norma anterior permitia funcionamento apenas de lojas voltadas para produtos alimentícios ou orgânicos. Consumo de alimentos no local permanece proibido.

 

Feiras permanentes voltam a funcionar no DF — Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

O governador Ibaneis Rocha (MDB) publicou, neste domingo (14), um decreto que autoriza a reabertura do comércio em geral nas feiras do Distrito Federal. O consumo de alimentos no local permanece proibido. A liberação vale a partir da próxima quarta-feira (17).

Desde o dia 2 de abril, apenas feiras permanentes e exclusivas de produtos orgânicos estavam autorizadas a funcionar no DF. Com a publicação do novo decreto, lojas de todas as outras modalidades como roupas, utensílios domésticos e calçados também podem funcionar. Veja o que muda:

  • Feiras permitidas

Diferentemente do último decreto, que listou quais estabelecimentos poderiam funcionar, o norma que vale a partir do dia 17 de junho libera todas as feiras, sejam elas populares, permanentes ou livres. Segundo o GDF, “estandes que não são de gêneros alimentícios estão liberados para funcionar”.

  • Horário de funcionamento

A norma também muda o horário de funcionamento nas feiras. A regra em vigor determinava que as lojas abrissem as portas das 11h às 19h. Agora, o horário será de 9h às 17h.

  • Consumo

O decreto proíbe o funcionamento das praças de alimentação nas feiras ou “qualquer tipo de consumo nestes locais”. Na prática, os estabelecimentos podem apenas entregar a mercadoria embalada aos clientes. Restaurantes podem fazer marmitas.

  • Fiscalização

A norma estabelece que a fiscalização do cumprimento das regras deve ocorrer pelos órgãos oficiais do GDF, que incluem a Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF) e o DF Legal, além de “associações legalmente constituídas que deverão comunicar às autoridades competentes em casos de irregularidades”.

Flexibilização

Parque da Cidade, no Distrito Federal — Foto: TV Globo/Reprodução

Parque da Cidade, no Distrito Federal — Foto: TV Globo/Reprodução

Nas últimas semanas, Ibaneis divulgou uma série de medidas que flexibilizam o isolamento social no Distrito Federal. A mais recente delas autorizou a retomada do Eixão do Lazer, na Asa Norte. Além disso, a norma ampliou a iniciativa para a W3 Sul.

No dia 3 de junho, parte dos parques foram reabertos, com exceção de áreas de uso coletivo como campos de futebol e vôlei. No mesmo decreto, Ibaneis autorizou o funcionamento de igrejas de grande porte, com exigência de medidas contra o isolamento social.

Outras flexibilizações são a reabertura de shoppings, que voltaram a funcionar no dia 27 de maio, além de teatros e cinemas em esquema drive-thru.

Ver mais

Notícias DF

Parque Nacional de Brasília reabre na próxima segunda-feira, sem cobrança de ingresso

Publicado

dia

Visitantes poderão acessar apenas trilha; piscinas continuarão fechadas. Público será limitado e terá que seguir protocolo de segurança contra coronavírus.

Trilha do Parque Nacional de Brasília — Foto: Acervo ICMBio

Após três meses fechado, o público poderá voltar a visitar o Parque Nacional de Brasília na próxima segunda-feira (15). A autorização de reabertura foi publicada nesta sexta-feira (12) no Diário Oficial da União (DOU).

A visitação estava suspensa desde o dia 15 de março por conta da pandemia do novo coronavírus. Segundo a portaria, nos 30 primeiros dias após a reabertura, não haverá cobrança de ingresso.

Apenas uma trilha estará disponível. Já as piscinas e a trilha da Capivara continuarão fechadas. O número de visitantes por dia e os horários de funcionamento serão reduzidos. Além disso, o público terá de seguir protocolos de segurança contra a Covid-19

De acordo com a publicação, a reabertura acontecerá de forma gradual e monitorada. Nos primeiros 30 dias, serão recebidas apenas 300 pessoas por dia, sendo:

  • Até 150 pessoas com entrada permitida entre 8h e 12h, permanência até 17h. Atrativo: trilha Cristal Água (5km) e seu acesso até a bilheteria pela trilha asfaltada. Podendo entrar na Trilha Cristal Água até as 15h.
  • Até 150 pessoas com entrada permitida entre 12h e 15h, permanência até 17h. Atrativo: trilha Cristal Água (5km) e seu acesso até a bilheteria pela trilha asfaltada. Podendo entrar na Trilha Cristal Água até as 15h

Ainda segundo a portaria, entre o 31º e o 60º dia após a reabertura, o parque vai receber até 400 pessoas por dia, que poderão ter acesso ao local entre 8h e 16h. A previsão é que, após dois meses, a visitação volte ao esquema normal.

Protocolo de segurança

Para ter acesso ao parque, os visitantes terão que usar máscaras faciais. Já o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra a unidade, vai ter que adotar as seguintes medidas contra o coronavírus:

  • Promover com frequência a limpeza e desinfecção dos ambientes, pisos, corrimãos, lixeiras, balcões, maçanetas, tomadas, torneiras, além de outros objetos de uso coletivo, como bancos;
  • Remover jornais, revistas, panfletos e livros dos locais de comum acesso para evitar a transmissão indireta;
  • Possibilitar e priorizar a venda on-line de ingressos, serviços e/ou agendamentos, e organizar o atendimento em filas para evitar aglomerações, considerando a marcação no piso com distanciamento de 2 metros, a partir do balcão e entre os clientes;
  • Possibilitar a utilização de máquinas de débito e crédito, que devem estar fixas ou envelopadas com filme plástico e desinfetadas após cada uso;
  • Manter o distanciamento mínimo de 2 metros entre bancos. Espaços comuns devem ser interditados;
  • Os prestadores de serviço deverão observar as normas e protocolos de conduta encaminhados pela unidade de conservação.

O ICMBio também terá que orientar os visitantes sobre as novas medidas de segurança e sobre os atrativos que estão disponíveis no parque durante esse período de pandemia.

Ver mais

Notícias DF

DF tem recorde de 20 mortes em um dia por Covid-19; total de óbitos chega a 256

Publicado

dia

Do total, 24 vítimas eram moradoras de outros estados que buscaram atendimento e morreram na capital. Número de infectados pelo novo coronavírus na capital chegou a 19.433.

Testes para Covid-19 no Distrito Federal — Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) confirmou 20 mortes pelo novo coronavírus nesta quarta-feira (10). Trata-se de um recorde em apenas um dia. Com os casos, o total de óbitos chega a 256 (veja detalhes abaixo).

Segundo a SES-DF, 24 vítimas eram moradores de outros estados que buscaram atendimento e morreram na capital. Nesta quarta, um morador do Entorno morreu pela Covid-19 em um hospital do DF.

Em 24 horas, o número de infectados pela doença também subiu e chegou a 19.433. São 1.343 a mais que o total contabilizado até a noite de terça-feira (9), valor também recorde.

Perfil das vítimas

Das 20 mortes confirmadas nesta quarta, 13 são homens e sete são mulheres. As vítimas estavam nas seguintes faixas etárias:

  • 30 a 39 anos: 3 casos
  • 40 a 49 anos: 2 casos
  • 50 a 59 anos: 1 caso
  • 60 a 69 anos: 4 casos
  • 70 a 79 anos: 2 casos
  • 80 e mais: 8 casos

Os óbitos ocorreram nos seguintes hospitais:

  • Hospitais particulares: 7
  • Hospital das Forças Armadas: 1
  • Hospital Regional Asa Norte: 3
  • Hospital Regional de Santa Maria: 3
  • Hospital Regional do Gama: 2
  • Hospital Regional Leste: 1
  • UPA Ceilândia:

Do total, 19 pacientes tinham comorbidades – doenças relacionadas capazes de agravar o quadro – e um, não. Os distúrbios registrados são:

  • Doença Cardiovascular: 11 pacientes
  • Obesidade: 6 pacientes
  • Distúrbios Metabólicos: 4 pacientes
  • Nefropatia: 3 pacientes
  • Pneumopatias: 1 paciente
  • Imunosupressão: 2 pacientes

As vítimas confirmadas nesta quarta viviam nas seguintes regiões:

  • Brazlândia: 1
  • Ceilândia: 6
  • Gama: 2
  • Itapoã: 1
  • Lago Sul: 1
  • Planaltina: 1
  • Plano Piloto: 1
  • Samambaia: 2
  • São Sebastião: 1
  • Sudoeste/Octogonal: 1
  • Taguatinga: 1
  • Vicente Pires: 1

Perfil de infectados

Segundo boletim do governo do DF, pela primeira vez, a maioria dos infectados passou a ser mulher. Elas representam 50,1% do total. Já com relação à idade, a maioria dos pacientes tem entre 30 e 39 anos. Veja abaixo os casos por faixa etária:

  • Menor de 19 anos: 1,27 mil
  • De 20 a 29 anos: 3,49 mil
  • De 30 a 39 anos: 5,38 mil
  • De 40 a 49 anos: 4,38 mil
  • De 50 a 59 anos: 2,71 mil
  • Mais de 60 anos: 2,21 mil

Dados por região

Ceilândia é a região administrativa que tem liderado o número de ocorrências em relação à Covid-19, com 2.470 casos confirmados e 53 óbitos. Veja abaixo dados por região:

Casos de coronavírus por região do DF, em 10 de junho  — Foto: SES-DF/Reprodução

Casos de coronavírus por região do DF, em 10 de junho — Foto: SES-DF/Reprodução

Ver mais

Hoje é

terça-feira, 14 de julho de 2020

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?