Nossa rede

Brasília

Após decreto, MPDFT pede retorno das aulas presenciais na rede pública

Publicado

dia

A Promotoria de Justiça de Defesa da Educação (Proeduc) sugeriu que o retorno das aulas presenciais na rede pública seja feito de forma escalonada. Estudantes de 0 a 17 anos seria assistidos pela possível decisão

O órgão acredita que a volta às aulas presencial é necessária após um ano de escolas fechadas – (crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press )

Nesta terça-feira (2/3), o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), por meio da Promotoria de Justiça de Defesa da Educação (Proeduc), anunciou o pedido de suspensão imediata dos efeitos do Decreto nº 41.849, publicado no sábado (27/3), que impõe restrições a aulas presenciais. Além disso, pede que o Governo do Distrito Federal (GDF) dê prioridade absoluta ao retorno das atividades presenciais na rede pública de ensino e conveniada, a crianças de 0 a 3 anos e, na educação básica, obrigatória e gratuita, dos 4 aos 17 anos.

A sugestão da Promotoria é de que ocorra o retorno das aulas de forma escalonada, progressiva e facultativa aos pais e responsáveis, sendo respeitados todos os protocolos de segurança sanitária nos ambientes escolares para impedir a propagação da covid-19.

Na segunda-feira (1º/3), foi peticionada à Vara da Infância e da Juventude do DF um novo pedido de tutela de urgência contra o GDF para a retomada das aulas presenciais na rede pública de ensino. No documento, o Ministério Público defende a educação como atividade essencial e que deve ter seu retorno definido com prioridade pelo governo local, antes de outras atividades não essenciais.

No pedido, as promotoras de Justiça destacam que “o que mais chama a atenção nesse novo decreto é que, sem sequer apresentar a motivação de seus atos, de forma clara e objetiva, como exigem os princípios da motivação e da publicidade dos atos administrativos, notadamente com o enfrentamento do princípio da proteção integral das crianças e adolescentes e de que a educação é atividade essencial, o Governador do DF deixou mais uma vez crianças e adolescentes em último plano nas suas políticas públicas de enfrentamento à pandemia, autorizando o funcionamento de atividades que de longe são essenciais comparadas à educação”, diz o texto da Proeduc.

O documento foi juntado a uma ação civil pública que obteve decisão judicial favorável, em outubro de 2020, para apresentação de plano de retorno às aulas nas creches e escolas de ensino infantil, fundamental e médio da rede pública de ensino, de forma escalonada. À época, o GDF apresentou recurso, que postergou a apresentação do planejamento, depois anunciou a retomada das atividades presenciais educacionais

Para a Promotoria, após vários meses, houve tempo suficiente para a estruturação das escolas públicas para a implementação dos protocolos sanitários. Diante disso, requer a derrubada da suspensão das aulas no decreto atual, e pede que a administração da educação passe a ser entendida como atividade prioritária para o retorno.

Estudos aulas presenciais

Segundo a Proeduc, as escolas públicas do DF estão fechadas há um ano, um dos períodos mais longos em comparação a outros países, o que vai de encontro ao posicionamento de organismos internacionais de proteção da infância. As promotoras de Justiça entendem que é preciso “priorizar as políticas públicas de proteção integral, assegurando o acesso à educação a crianças e adolescentes que dependem da rede pública de ensino e estão, flagrantemente, sendo violadas em seus direitos com o fechamento prolongado e indefinido das escolas públicas”.

Além disso, no entendimento da Proeduc, o fechamento prolongado das escolas pode causar impactos negativos como prejuízos na saúde mental e na aprendizagem dos estudantes, além de evasão escolar, gravidez na adolescência, trabalho infantil, abuso sexual, violência intrafamiliar, drogadição, insegurança alimentar e agravamento da desigualdade social. “Os danos ocasionados pelo fechamento prolongado de escolas são muitas vezes irreversíveis e podem refletir por toda a vida, em especial em crianças com maior vulnerabilidade social”, destaca a Proeduc no documento.

No pedido, o Ministério Público reuniu levantamentos internacionais e estudos sobre perda de aprendizagem. Na maioria dos 21 países pesquisados pela consultoria Vozes da Educação, com o apoio da Fundação Lemann e Imaginable Futures, o retorno às aulas presenciais não impactou a tendência da curva de contaminação pelo novo coronavírus.

“Essa constatação se alinha com o estudo realizado pelo Centro Europeu para Prevenção e Controle de Doenças, publicado em dezembro de 2020. O documento ressalta que o aumento de casos identificados na Europa a partir da abertura das escolas se deu por causa do relaxamento de outras medidas de distanciamento, mas os focos de transmissão não foram os espaços escolares. Além disso, ressalta que o fechamento das escolas deve ser utilizado como último recurso de contenção da pandemia”.

Segundo a fundadora do Vozes da Educação, Carolina Campos, responsável pela pesquisa, as análises mostram que outros locais abertos, como bares, restaurantes e comércio, influenciaram muito mais na subida da curva de casos do que nas escolas. O estudo também indica que os países que ficaram menos tempo com a educação fechada também tiveram uma reabertura de sucesso. “Entre os fatores em comum estão uma comunicação transparente com a sociedade, monitoramento dos casos de covid e uma coordenação nacional da abertura, pontos também deficientes no Brasil”, argumenta a Promotoria.

*Com informações do MPDFT

 

Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Comentar

Brasília

Comandante Golpista

Publicado

dia

Os candidatos devem tomar cuidado com um comandante de guarda-mirim, atuante em Samambaia, que se juntou a uma influenciadora digital cadeiruda para enganar candidatos nas eleições deste ano no Distrito Federal.

Os relatos é que ambos pegam dinheiro de todos e não trabalham para ninguém.

Ver mais

Brasília

Paulo Otávio e os demais Candidatos ao governo do Distrito Federal em 2022: veja lista

Publicado

dia

Por

Partidos tiveram até 5 de agosto para realizar convenções, deliberar sobre formação de coligações e escolher candidatos que vão disputar eleições. Pedido de registro da candidatura deve ser feito até 15 de agosto.

Os partidos confirmaram os nomes de seus candidatos ao governo do Distrito Federal, após o início das convenções, em 20 de julho.

As siglas tiveram até o dia 5 de agosto para deliberar sobre a formação de coligações e escolher candidatas e candidatos que vão disputar as eleições. O pedido de registro da candidatura deve ser feito até 15 de agosto.

O primeiro turno da eleição para presidente, governador, senador, e deputados federais e distritais está marcado para 2 de outubro de 2022, e, eventual segundo turno, no dia 30 do mesmo mês. Veja quem são os candidatos:

  1. Ibaneis Rocha (MDB)
  2. Izalci (PSDB)
  3. Keka Bagno (PSOL)
  4. Leandro Grass (PV)
  5. Leila Barros (PDT)
  6. Lucas Salles (DC)
  7. Paulo Octávio (PSD)
  8. Rafael Parente (PSB)
  9. Robson da Silva (PSTU)

Ibaneis Rocha (MDB)

 

Convenção que confirmou candidatura de Ibaneis Rocha (MDB) para reeleição ao GDF — Foto: TV Globo/Reprodução

Convenção que confirmou candidatura de Ibaneis Rocha (MDB) para reeleição ao GDF — Foto: TV Globo/Reprodução

A candidatura do governador Ibaneis Rocha à reeleição foi confirmada durante a convenção conjunta realizada por MDB, PP e PL no DF, no dia 31 de julho. A vice da chapa será a deputada federal Celina Leão (PP).

Ibaneis Rocha, de 51 anos, é natural de Brasília e foi o primeiro governador nascido na capital. Advogado formado em direito pelo UniCeub em 1993, atuou na advocacia por 25 anos. Entre 2013 e 2015, foi presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF). Em 2018, concorreu pela primeira vez em eleições, e foi eleito governador do DF, com 69,79% dos votos válidos.

Izalci (PSDB)

 

Deputado federal Izalci (PSDB-DF) em discurso na Câmara dos Deputados — Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados/Divulgação

Deputado federal Izalci (PSDB-DF) em discurso na Câmara dos Deputados — Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados/Divulgação

A federação PSDB/Cidadania oficializou a candidatura do senador Izalci Lucas (PSDB) ao governo do Distrito Federal. A decisão foi tomada durante convenção partidária online, no dia 5 de agosto. O nome do candidato a vice na chapa não foi anunciado.

Izalci é natural de Araújos (MG). Em 2002, foi eleito pela primeira vez, para deputado distrital, e passou por secretarias do GDF. Em 2010 e 2014, foi eleito e reeleito deputado federal e, em 2018, ganhou a cadeira de senador por oito anos.

Keka Bagno (PSOL)

 

Keka Bagno e Toni de Castro formam chapa que concorre ao GDF — Foto: TV Globo/Reprodução

Keka Bagno e Toni de Castro formam chapa que concorre ao GDF — Foto: TV Globo/Reprodução

A candidatura de Keka Bagno foi confirmada durante a convenção da federação entre o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e a Rede Sustentabilidade, no domingo (24). O vice da chapa será Toni de Castro (PSOL).

Keka começou a carreira política há 15 anos, atuando em movimentos sociais. Nas eleições de 2018, ela concorreu como vice-governadora pelo PSOL. Conselheira tutelar, diz ser a primeira mulher negra a concorrer ao Palácio do Buriti, e pretende priorizar o combate à fome e desigualdade social.

Leandro Grass (PV)

 

Leandro Grass é candidato ao GDF pela federação PV, PT e PC do B — Foto: TV Globo/Reprodução

Leandro Grass é candidato ao GDF pela federação PV, PT e PC do B — Foto: TV Globo/Reprodução

A federação formada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Verde (PV) e Partido Comunista do Brasil (PC do B) oficializou, no domingo (24), o nome de Leandro Grass para candidato ao governo do DF. A professora Olgamir Amancia (PC do B) será vice.

Leandro Grass foi eleito deputado distrital em 2018 pela Rede Sustentabilidade com 6.578 votos, mas migrou para o Partido Verde (PV) para concorrer ao GDF. Professor, sociólogo, mestre em Desenvolvimento sustentável, ele pretende reestruturar o modelo de educação, e, na saúde, promete zerar a fila das cirurgias eletivas, exames e tratamentos de alta complexidade.

Leila Barros (PDT)

Candidata ao GDF, Leila Barros (PDT), em convenção partidária, em Brasília — Foto: Gustavo Garcia/g1

Candidata ao GDF, Leila Barros (PDT), em convenção partidária, em Brasília — Foto: Gustavo Garcia/g1

A candidatura da senadora Leila Barros (PDT) ao Buriti foi anunciada pelo partido, no dia 4 de julho. O ex-deputado distrital Joe Valle (PDT) será o candidato a vice-governador, segundo anúncio feito durante a convenção partidária.

Aos 50 anos, a ex-jogadora de vôlei nascida em Taguatinga está no primeiro mandato como senadora, e foi secretária de Esporte e Lazer do DF na gestão do ex-governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Em 2018, pelo PSB, Leila foi eleita senadora com mais de 467 mil votos, ficando em primeiro lugar na disputa.

Lucas Salles (DC)

 

Lucas Salles é oficializado como candidato ao governo do DF pelo Democracia Cristã — Foto: Facebook/Reprodução

Lucas Salles é oficializado como candidato ao governo do DF pelo Democracia Cristã — Foto: Facebook/Reprodução

A candidatura de Lucas Salles ao governo do DF foi confirmada na convenção do partido Democracia Cristã (DC), no dia 31 de julho. A vice da chapa é a pastora Suelene Balduíno (DC).

Publicitário, jornalista e professor universitário desde 2001, nas áreas de marketing e gestão pública, Lucas Salles é natural de Campina Grande (PB). Já foi candidato a vereador na cidade natal, em 1992, e também atuou como secretário municipal de Turismo.

Paulo Octávio (PSD)

Paulo Octávio, vice-governador do DF — Foto: Reprodução/TV Globo

Paulo Octávio, vice-governador do DF — Foto: Reprodução/TV Globo

A candidatura de Paulo Octávio ao governo do DF foi confirmada na convenção do Partido Social Democrático (PSD), no dia 5 de agosto. O vice na chapa é Felipe Belmonte, presidente do Partido Social Cristão (PSC).

Paulo Octávio, de 72 anos, é advogado e empresário responsável por um grupo com cerca de 20 empresas, em diversas áreas. Ele começou a carreira política em 1990 e já foi eleito deputado federal e senador, além de ser vice-governador na chapa de José Roberto Arruda.

Rafael Parente (PSB)

 

PSB oficializa candidatura de Rafael Parente ao governo do DF — Foto: TV Globo/Reprodução

PSB oficializa candidatura de Rafael Parente ao governo do DF — Foto: TV Globo/Reprodução

A candidatura de Rafael Parente ao governo do DF foi confirmada na convenção do Partido Socialista Brasileiro (PSB), no dia 31 de julho. A vice na chapa é Janaína Almeida (PSB).

Rafael Parente é professor e doutor em educação pela Universidade de Nova York. Foi o primeiro secretário de Educação do governo Ibaneis Rocha, em 2019. No entanto, deixou o cargo após divergências com o governador envolvendo o projeto de escolas com gestão compartilhada com militares

Robson da Silva (PSTU)

 

Robson da Silva e Eduardo Zanata, candidatos ao governo e a vice no DF, respectivamente — Foto: PSTU/Divulgação

Robson da Silva e Eduardo Zanata, candidatos ao governo e a vice no DF, respectivamente — Foto: PSTU/Divulgação

A candidatura de Robson da Silva ao governo do DF foi confirmada na convenção do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), no dia 30 de julho. O vice na chapa é Eduardo Zanata.

Robson da Silva é professor de escola pública e ativista do movimento negro. Ele já foi candidato ao Senado pelo PSTU em três eleições e, agora, concorre ao GDF.

Ver mais

Brasília

Saiba onde se vacinar contra Covid e gripe neste sábado (6), no DF

Publicado

dia

Por

São 9 postos abertos das 9h às 17h; ‘carro da vacina’ percorre 7 regiões. Imunização contra gripe está aberta para todos; confira endereços.

Profissional da saúde prepara vacina contra a gripe, no DF — Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

A vacinação contra Covid-19 e gripe continua neste sábado (6), no Distrito Federal. Nove postos ficam abertos das 9h às 17h.

Além disso, o “carro da vacina” da Secretaria de Saúde percorre sete regiões do DF para fazer uma busca ativa por pessoas que ainda não foram imunizadas ou que não completaram o ciclo vacinal contra Covid-19 . A vacina contra a gripe também está disponível para todos os moradores de Brasília (veja endereços mais abaixo).

No domingo (7), não haverá vacinação.

Reforço e imunização das crianças

Quem tem 35 anos, ou mais, pode tomar a quarta dose da vacina contra o coronavírus. Os imunizantes usados são Pfizer, AstraZeneca ou Janssen, de acordo com a escolha do usuário.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) suspendeu, na quarta-feira (3), a aplicação da primeira dose contra Covid-19 para crianças de 3 e 4 anos. O motivo é a falta de doses de CoronaVac, único imunizante autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso nessa faixa etária.

A primeira dose “será interrompida temporariamente até o envio de novo lote do imunizante pelo Ministério da Saúde”, disse a secretaria.

Onde se vacinar contra Covid neste sábado (6)

 

Vacina contra a Covid-19 é aplicada em crianças — Foto: Prefeitura de Caruaru/Divulgação

Vacina contra a Covid-19 é aplicada em crianças — Foto: Prefeitura de Caruaru/Divulgação

Pontos fixos de vacinação

UBS 5 Gama

  • Endereço: Quadra 38 Área Especial
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos. Também estarão disponíveis os imunizantes do calendário de vacinação.

UBS 2 Ceilândia

  • Endereço: QNN 15 lote F
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos.

UBS 5 Taguatinga

  • Endereço: Setor D Sul – Área Especial 23
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos.

UBS 1 Asa Sul

  • Endereço: SGAS 612
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos.

Condomínio Nova Petrópolis – Córrego do Arrozal – Sobradinho

  • Endereço: Quadra 1 Conjunto E Lote 11 – Córrego do Arrozal
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos

Condomínio Entrelagos – Itapoã

  • Endereço: Rodovia DF 250 Km 2,7
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos.

Condomínio Brasil – Sol Nascente

  • Endereço: Condomínio Brasil – Chácara 89 Conjunto G Casa 22 – Trecho 2, Sol Nascente
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos.

QSC 19 Taguating

  • Endereço: QSC 19 – Chácara 28A – Conjunto 5, casa 16
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos.

Supermercado Armazém do Geraldo – Vila Planalto

  • Endereço: Acampamento Rabelo, Praça Nelson Corso Nº 07
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos.

Vacinação Itinerante: ‘Carro da Vacina’

 

Vacinação itinerante no Sol Nascente, no DF, em janeiro de 2022 — Foto: Sandro Araújo/Agência Saúde do DF

Vacinação itinerante no Sol Nascente, no DF, em janeiro de 2022 — Foto: Sandro Araújo/Agência Saúde do DF

Carro da Vacina 1 – Sobradinho

  • Rota: Córrego do Arrozal
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos

Carro da Vacina 2 – Gama

Rota: Ponte Alta Sul do Gama

  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos

Carro da Vacina 3 – Itapoã

  • Rota: Área Rural do Itapoã. Igreja Evangélica do Jailton, Beraca, Distribuidora DF330, Igreja Católica e Capão da Erva (Recanto Nordestino)
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos

Carro da Vacina 4 – Itapoã

  • Rota: Condomínio Entrelagos (manhã) e condomínios Euler Paranhos e Novo Horizonte (tarde)
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos

Carro da Vacina 5 – Sol Nascente

  • Rota: Cachoeirinha, Chácra Cascalheira, Chácara 105, Chácara 202 e Condomínio Giliard
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos

Carro da Vacina 6 – Núcleo Bandeirante

  • Rota: Avenida, CEF Metropolitana e SIBS
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 12 anos, adolescentes, adultos e idosos

Carro da Vacina 7 – Núcleo Bandeirante e Vila Cauhy

  • Rota: 3º Avenida, Vila Cauhy, estacionamento da Igreja São José e Setor de Oficinas
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 12 anos, adolescentes, adultos e idosos

Carro da Vacina 8 – Taguatinga

  • Rota: Colégio Anchieta, academia Espaço e Saúde, farmácia Descontão e panificadora Everest
  • Horário: das 9h às 17 horas
  • Disponíveis imunizantes contra influenza para todas as pessoas com mais de 6 meses e de Covid-19 para crianças acima de 12 anos, adolescentes, adultos e idosos

Carro da Vacina 9 – Vila Planalto

Ver mais

Brasília

STF libera candidatura de Arruda

Publicado

dia

Por

O ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), deferiu nesta tarde (05) liminar que garante a elegibilidade do ex-governador José Roberto Arruda (PL) e o libera para disputar as eleições.

 

Crédito: Breno Fortes/CB.

Nunes Marques acatou argumentos dos advogados de Arruda e restabeleceu os direitos políticos do ex-governador que vai concorrer a um mandato de deputado federal.

Para o ministro, há possibilidade de o STF considerar a retroatividade da nova Lei de Improbidade Administrativa, o que pode resultar na anulação das condenações impostas a Arruda pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). Assim, negar a elegibilidade a Arruda agora causaria um dano irreparável, já que o prazo para registro de candidaturas se encerra em 15 de agosto.

O julgamento sobre a nova Lei de Improbidade Administrativa foi iniciado quarta-feira (03) e suspenso ontem com um placar empatado em 1 x 1. A discussão deve ser retomada na próxima semana.

(CB)

Ver mais

Brasília

União Brasil desiste de lançar Reguffe ao GDF: “Sem comprometimento”

Publicado

dia

Por

Após indefinições, partido ressaltou que vai apoiar o governador Ibaneis Rocha como candidato à reeleição ao GDF

O partido União Brasil desistiu de vez da candidatura de José Antônio Reguffe ao GDF. Após novo recuo do senador para confirmar a candidatura, o presidente regional da sigla, Manoel Arruda, afirmou que o senador “não tem mais comprometimento” com a campanha.

Segundo disse Manoel em coletiva de imprensa na convenção do Republicanos-DF, nesta sexta-feira (5/8), a hora da confirmação era na noite dessa quinta-feira (4/8). “O Reguffe sabia que o limite era esse. Diante da não confirmação, decidimos como partido apoiar Ibaneis (Rocha, governador do DF), mas nossa base está liberada para apoiar qualquer candidato”, afirmou o presidente regional da sigla, durante o lançamento da candidatura da ex-ministra Damares Alves ao Senado.

“Republicanos e União Brasil agora são um só. Não é justo o que estão fazendo com o Manoel [Arruda, presidente do União]. Tínhamos um acordo de apoiá-lo, mas, diante do não lançamento de Reguffe, nos reunimos ontem e decidimos apoiar a reeleição (de Ibaneis)”, disse Tavares.

“Partido não tem dono”

Mais cedo, o União Brasil divulgou nota se posicionando sobre o assunto. No texto, assinado pelo presidente Manoel Arruda, a sigla disse que confiava a Reguffe a posição de candidato ao Buriti, mas ressaltou que “nenhuma campanha ou partido são feitos de uma única pessoa ou liderança”.

A manifestação do partido ocorreu após o senador informar à coluna Janela Indiscreta, do Metrópoles, que, se não tiver total controle sobre sua candidatura, não disputaria a eleição. “Sem autonomia total, não vou. A qualquer preço, não serei candidato.”

O partido União Brasil sempre teve o objetivo de ter um nome próprio para concorrer ao governo, e nós vimos em Reguffe uma alternativa real e viável para investir no crescimento do DF.

Os compromissos feitos com ele durante a filiação foram cumpridos da nossa parte. Confiamos a Reguffe a posição de candidato ao Governo do DF pelo União Brasil e demos a ele a opção de indicar e auxiliar o partido na escolha de alguns membros da chapa e alianças. Porém, nenhuma campanha ou partido são feitos de uma única pessoa ou liderança. Um partido não tem dono; ele é resultado da união de pessoas que acreditam no mesmo ideal. A união não é feita apenas de um lado.

Defendemos a diversidade e uma gestão participativa, e vamos continuar lutando por uma política que não busca interesses isolados. Queremos uma campanha transparente e que une diferentes vozes, pessoas e projetos.”

Ver mais

Brasília

UnB diz que não autoriza suspensão de aulas por conta de monkeypox

Publicado

dia

Por

Na quinta-feira (4/8), alunos da Faculdade de Comunicação receberam comunicado via e-mail sobre as aulas a distância

Após a coordenação da Faculdade de Comunicação (FAC), da Universidade de Brasília (UnB), passar algumas disciplinas para o modelo remoto, a Administração Superior da instituição ressaltou ao Metrópoles que não está autorizada a suspensão de atividades acadêmicas ou administrativas em decorrência da varíola dos macacos, também conhecida como monkeypox.

O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (5/8). Na quinta-feira (4/8), alunos da Faculdade de Comunicação receberam comunicado via e-mail sobre as aulas a distância, além de recomendações de prevenção da doença.

A decisão ocorreu após a universidade ser notificada de que dois alunos que tiveram contato com pessoas infectadas pela varíola dos macacos. Agora, a UnB destacou que casos suspeitos devem permanecer afastados de suas atividades e seguir rigorosamente as orientações dadas pela Secretaria de Saúde do DF.

“A orientação para as pessoas da comunidade que estiveram em contato próximo com alguém que possa ter a doença é ficarem atentas ao aparecimento de sintomas como febre, mal-estar ou qualquer lesão dermatológica. Na ausência de sintomas, as atividades continuam normalmente”.A universidade pediu que os alunos usem máscaras, cuidem da higiene das mãos e fique em espaços arejados. “A Universidade de Brasília informa que segue as orientações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal”.

Metrópoles

 

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?