Nossa rede

Tecnologia

Brasil ocupa colocação ruim em ranking de qualidade de chamada de voz

Publicado

dia

Apesar de estar bem colocado na América do Sul, País é apenas o 39º colocado na lista geral

Chamadas de voz: índice de satisfação dos consumidores é considerado “aceitável” no Brasil (Phongthorn Hiranlikhit / EyeEm/Getty Images)

São Paulo – Uma pesquisa realizada pela OpenSignal em 80 países classificou o Brasil apenas como 39º colocado em um ranking a satisfação dos usuários com chamadas de voz realizadas por aplicativos de mensagens. A colocação é pior que a de países como Uruguai e Porto Rico.

O estudo considerou a experiência dos consumidores em chamadas de voz nos aplicativos WhatsApp, Skype e Facebook Messenger. Foram avaliados 23,8 milhões de celulares entre os meses de junho e agosto deste ano.

Apesar da situação ruim no ranking geral, o País está bem colocado em uma análise continental. A experiência brasileira foi considerada “aceitável”. Para efeito de comparação, dois terços dos países da América do Sul tiveram como resposta dos consumidores a avaliação “ruim” ou “muito ruim”. Vale lembrar ainda que o Brasil terminou a pesquisa ligeiramente na frente dos Estados Unidos.

Usuários da Bélgica, Holanda e Dinamarca se mostraram como os mais contentes. Mesmo assim, nenhum deles obteve notas como “muito bom” ou “excelente”.

Já países como Quênia, Líbia e Uzbequistão ficaram na ponta oposta da tabela. As chamadas de voz por aplicativo nestas regiões foram classificadas como “muito ruins” ou “ininteligíveis”.

 

Comentário

Tecnologia

Ataques hackers com lasers colocam assistentes virtuais em risco

Publicado

dia

Cientistas demonstram como enganar dispositivos usando a luz, em vez do som

Alexa: vulnerabilidade está nos microfones (Yagi Studio/Getty Images)

Rio — Os assistentes virtuais oferecem comodidade e facilidade para o dia a dia, pelo acionamento por voz para a realização de tarefas. Mas esse tipo de tecnologia, que ganha cada vez mais espaço entre os usuários de tablets, smartphones e alto-falantes inteligentes, pode estar na mira de hackers.

Em trabalho recente, pesquisadores da Universidade de Michigan e da Universidade de Eletrocomunicações, em Tóquio, demonstraram que dispositivos acionados por voz podem ser acionados a distância, com o uso de lasers.

A vulnerabilidade está nos microfones. Para captar os comandos de voz, eles possuem uma membrana interna, chamada diafragma, que vibra com as ondas sonoras. As vibrações são transformadas em sinais elétricos, que são interpretados pelo sistema. O problema é que a luz também é capaz de provocar essas vibrações.

“Nós mudamos a intensidade da luz modulando os comandos de voz, como em ‘Hey, Alexa’”, explica Sara Rampazzi, da Universidade de Michigan e coautora da pesquisa. “Basicamente, quando a luz bate na membrana, ela vibra e reproduz o mesmo movimento das ondas sonoras. Então, no fim, nós criamos o mesmo sinal elétrico e o microfone não sabe que ele foi produzido pela luz, em vez do som.”

No entanto, esta técnica de ataque não é simples. Não basta comprar um apontador laser e mirá-lo para microfones em alto-falantes e smartphones. O experimento durou sete meses, para que os pesquisadores pudessem realizar ajustes finos na modulação.

“Você precisa comprar um equipamento para alterar a corrente elétrica do laser e ter informações sobre como funciona a modulação”, contou Sara. “Definitivamente, não é algo simples, mas nós demonstramos que é possível.”

O foco dos testes eram os alto-falantes inteligentes, do Google, do Facebook e da Amazon, mas o experimento também foi realizado com a assistente Siri, da Apple, no iPhone XR e no iPad de sexta geração. Os smartphones Samsung Galaxy S9 e Google Pixel 2, como o Google Assistent, também foram testados.

O Google Home e o Echo Plus de 1ª geração se mostraram mais vulneráveis, sendo acionados a distâncias superiores a 110 metros. Segundo Sara, como o objetivo era demonstrar o problema em alto-falantes, não foram realizados muitos testes com tablets e smartphones. Mesmo assim, os cientistas conseguiram acionar os assistentes, mas com o uso de mais potência e a distâncias menores.

Trata-se de uma consequência do próprio design dos aparelhos. Os alto-falantes foram desenvolvidos para serem colocados nos ambientes das casas, sendo acionados à distância. Por isso, seus microfones são mais sensíveis. Já os tablets e smartphones ficam nas mãos dos usuários.

Como os assistentes virtuais estão conectados a outros serviços e dispositivos, operam como centrais de comando em casas inteligentes, vulnerabilidades são particularmente graves. É possível, por exemplo, fazer compras on-line. E em casos extremos, é possível até mesmo abrir portas de casas, de carros e de garagens.

“As capacidades de ataque dependem dos dispositivos que estão conectados ao alto-falante”, avaliou Sara.

Os pesquisadores estão cooperando com as fabricantes, buscando alterações no design para corrigir a vulnerabilidade. E, até o momento, não há indícios de que a técnica já tenha sido utilizada por criminosos. Entre as recomendações estão a criação de uma camada adicional de autenticação, como uma senha; o acionamento apenas quando o som for detectado por mais de um microfone; e alteração no design, com barreiras físicas para bloquear a luz.

Para os donos de alto-falantes inteligentes, a dica é posicionar o aparelho fora do campo de visão das janelas. Nos experimentos, os cientistas conseguiram acionar um dispositivo e acionar o portão da garagem de uma casa com um laser disparado a mais de cem metros de distância, passando por uma janela. Outra recomendação é gerenciar com cuidado quais dispositivos serão conectados ao assistente.

“Se for algo que você não quer que outras pessoas controlem, não conecte”, recomendou a pesquisadora.

Ver mais

Tecnologia

Google divulga lista dos termos mais procurados no Brasil em 2019; confira

Publicado

dia

A Copa América liderou a busca, superando inclusive o Flamengo, que conquistou o Brasileirão e a Libertadores. E há outras curiosidades

(foto: Alain Jocard/AFP)

O Google anunciou, na manhã desta quarta-feira (11/12), os resultados das buscas de 2019 no Brasil. As listas oferecem uma perspectiva única das tendências e principais destaques do ano baseado nas pesquisas e apresentam os termos que mais cresceram nas buscas, em comparação com o ano anterior.

O termo mais buscado, entre todos, em 2019 foi Copa América. Mas há resultados interessantes por segmentos. Na lista de por que, uma expressão frequente no site, venceu “Por que o WhatsApp parou de funcionar hoje?”. Outra lista bem comum é a de como fazer. Este ano, a maior busca foi por “Como fazer a inscrição para o Enem 2019”

E na lista o que é, ganhou a energia da vida: “O que é libido?” Entre as séries, venceu a saga de George RR Martin, Game of Thrones. Nos filmes, claro, “Vingadores: Ultimato“, episódio final da luta dos super heróis contra Thanos. O falecimento trágico e prematuro do apresentador Gugu Liberato foi o mais procurado na busca por morte.

A turnê nostálgica de Sandy e Junior foi a mais procurada pelo termo show. Entre as personalidades, MC Gui liderou, mas não por um motivo nobre. O artista riu de uma menina em um ônibus na Disney e foi criticado nas redes sociais.

E no campo Tecnologia, o termo líder de buscas foi o lançamento mais recente da Apple, o iPhone 11. Nos memes, o playboy Riquinho foi o campeão. O reality show da Globo BBB venceu mais uma vez na categoria Programas de TV/Novelas com o termo BBB19. Como não poderia deixar de ser, o Flamengo, fenômeno do ano no futebol, liderou também na busca por times. Nas receitas, a Chicha Morada, um suco peruano feito de milho roxo, bombou.

Confira as listas:

Buscas do Ano

  1. Copa América
  2. Tabela do Brasileirão
  3. Gugu Liberato
  4. Vagas de emprego
  5. Gabriel Diniz
  6. Thanos
  7. Flamengo X Vasco da Gama
  8. Ricardo Boechat
  9. Copa do Mundo de Futebol Feminino
  10. Caio Junqueira

Por quê?

  1. Por que o WhatsApp parou de funcionar hoje?
  2. Por que são 21 tiros de canhão?
  3. Por que o Japão está na Copa América?
  4. Por que Carlinhos Brown saiu do The Voice?
  5. Por que não comer carne na Sexta-Feira Santa?
  6. Por que Lula foi solto?
  7. Por que ou porque?
  8. Por que Fábio Assunção virou meme?
  9. Por que o Instagram vai tirar as curtidas?
  10. Por que Lula foi preso?

Como fazer?

  1. Como fazer a inscrição para o Enem 2019
  2. Como fazer ovo de páscoa caseiro
  3. Como fazer que as pessoas gostem de mim
  4. Como fazer ovo de colher
  5. Como fazer figurinhas no WhatsApp
  6. Como fazer uma redação do Enem
  7. Como fazer meu quiz no Instagram
  8. Como fazer geladinho gourmet
  9. Como fazer convite virtual grátis para WhatsApp
  10. Continua depois da publicidade
  11. Como fazer chocolate quente

O que é?

  1. O que é libido?
  2. O que é cagarra?
  3. O que é democratização?
  4. O que é golden shower?
  5. O que é Shallow Now?
  6. O que é yuzu?
  7. O que é AI-5?
  8. O que é diverticulite?
  9. O que é Corpus Christi?
  10. O que é um contratorpedeiro?

Séries

  1. Game of Thrones
  2. Stranger Things
  3. Chernobyl
  4. Vis a Vis
  5. Manifest
  6. Sintonia
  7. Sex Education
  8. One Punch Man (Temporada 2)
  9. The Umbrella Academy
  10. The Good Doctor

Filmes

  1. Vingadores: Ultimato
  2. Coringa
  3. Capitã Marvel
  4. Toy Story 4
  5. O Rei Leão
  6. Aquaman
  7. Shazam
  8. Minha Vida em Marte
  9. Bird Box
  10. Bacurau

Acontecimentos

  1. Copa América
  2. Copa do Mundo de Futebol Feminino
  3. Libertadores
  4. Brumadinho
  5. Dia dos Professores
  6. Suzano
  7. Caso Neymar
  8. Greve Geral junho 2019
  9. Amazônia
  10. Reforma da Previdência

Mortes

  1. Gugu Liberato
  2. Gabriel Diniz
  3. Ricardo Boechat
  4. Caio Junqueira
  5. Fernanda Young
  6. Paulo Henrique Amorim
  7. Caroline Bittencourt
  8. Cameron Boyce
  9. Rafael Miguel
  10. Yasmin Gabrielle

Shows

  1. Sandy e Júnior
  2. Ed Sheeran
  3. BTS
  4. Anitta (Rock in Rio)
  5. Marília Mendonça
  6. Paul McCartney
  7. Bon Jovi
  8. P!nk
  9. Iron Maiden
  10. Los Hermanos (São Paulo)

Personalidades

  1. Mc Gui
  2. Jair Bolsonaro
  3. Danilo Gentili
  4. Najila
  5. Neymar
  6. Mauro Naves
  7. Luisa Sonza
  8. José Loreto
  9. Sérgio Moro
  10. Flordelis

Tecnologia

  1. iPhone 11
  2. Moto G7
  3. Amazon Prime
  4. Faceapp
  5. Dollify
  6. Xiaomi Mi 9
  7. Moto G7 Plus
  8. Galaxy S10
  9. Moto G6 Plus
  10. Moto G6

Virou Meme

  1. Meme do Riquinho
  2. O nome dela é Jenifer
  3. Caneta Azul
  4. Tô nem aí
  5. Juntos e Shallow Now
  6. Vem tranquilo
  7. Meme do Curso
  8. Fabio Assunção
  9. Joelma
  10. 3 reais

Programas de TV/Novelas

  1. BBB19
  2. A Dona Do Pedaço
  3. Espelho Da Vida
  4. Bom Sucesso
  5. Power Couple
  6. A Fazenda 2019
  7. O Sétimo Guardião
  8. Verão 90
  9. Orfãos Da Terra
  10. O Tempo Não Pára

Times de Futebol

  1. Flamengo
  2. Palmeiras
  3. São Paulo
  4. Grêmio
  5. Vasco da Gama
  6. Santos
  7. Cruzeiro
  8. Sport
  9. Atlético Mineiro
  10. Fluminense

Receitas

  1. Chicha morada
  2. Fricassê de frango
  3. Bacalhau no forno
  4. Geladinho gourmet
  5. Bolo de laranja
  6. Capuccino caseiro
  7. Panqueca
  8. Canja de galinha
  9. Bolo de caneca
  10. Bolo de pote
Ver mais

Tecnologia

Review: Echo Show 5 leva assistente voz Alexa para sua casa com tela

Publicado

dia

Aparelho da Amazon atende a comandos de voz, controla dispositivos conectados e reproduz vídeos; leia análise

Echo Show 5: dispositivo da Amazon tem tela de 5,5 polegadas e assistente de voz Alexa (Amazon/Divulgação)

São Paulo – O Echo Show 5 é um aparelho da Amazon que traz a assistente de voz Alexa. Enquanto os demais produtos da linha Echo são caixas de som, esse dispositivo se diferencia por contar com uma tela para exibição de conteúdo. O preço sugerido do aparelho é de 599 reais. Confira o review a seguir.

Design e usabilidade

Com tela de 5,5 polegadas, Echo Show 5 pode ser usado para ver vídeos do YouTube ou do Amazon Prime Video, serviço concorrente da Netflix. O display também pode ser usado para acompanhar a letra de uma música que o usuário pedir para a Alexa reproduzir. As canções podem ser tocadas a partir do serviço Prime Music ou Music Unlimited, rivais do Spotify.

Uma das funções mais interessantes e alinhadas ao negócio primário da Amazon, a venda de livros via internet, é a possibilidade de reproduzir livros digitais comprados no aplicativo para celular do Kindle. Os livros são lidos pela Alexa em voz alta, como se fossem audiolivros. Isso atende a um setor que a Amazon não entrou oficialmente no Brasil. Nos Estados Unidos e em outros países, a companhia oferece a assinatura do serviço chamado Audible, que dá acesso a um acervo de audiolivros. Os brasileiros podem até assinar tal serviço, mas precisam pagar pela assinatura em dólar.

Os comandos de voz que você pode dar para a Alexa são variados. É possível programar alarmes, aumentar ou reduzir o volume, iniciar a reprodução de vídeos e músicas, pedir para ouvir as notícias do dia ou fazer perguntas genéricas, como qual é a artista favorita da Alexa. Essencialmente, ela funciona como o Google Assistente nesse ponto de usabilidade. Um fato interessante é que a Alexa pode compreender comandos de voz que você der a ela sussurrando, o que pode ser útil para não acordar outras pessoas na casa.

Conectividade

A Alexa que vem no Echo Show 5 é capaz de controlar outros eletrônicos conectados, desde que eles estejam devidamente pareados. Um exemplo é a lâmpada conectada, vendida por marcas como Philips e Positivo. Com isso, a proposta da Alexa é ser uma assistente de voz que compreende comandos dados em linguagem natural – como falamos normalmente – e que pode controlar aparelhos de uma casa high-tech. Quanto mais produtos compatíveis, maior será o poder da Alexa. Quando você estiver fora, é possível usar o aplicativo da Alexa para celular Android ou iPhone para dar comandos aos seus dispositivos em casa.

Conclusão

O Echo Show 5, equipado com a Alexa, é o dispositivo mais completo da Amazon vendido no mercado brasileiro. O Echo Dot e o Echo 2019 são produtos voltados exclusivamente para áudio, enquanto o Show 5 tem a tela que lhe dá maior versatilidade. Com isso, o produto pode ser a melhor escolha para quem deseja ter uma experiência de uso completa com a assistente de voz da Amazon. O produto se diferencia não só entre os produtos da linha Echo, mas no mercado de assistentes como um todo no mercado brasileiro. O rival Google Nest Mini, vendido oficialmente no Brasil, não tem tela e seria mais comparável ao Echo Dot. Com isso, no contexto atual do mercado, o Echo Show 5 é a opção mais completa do mercado nacional. Com bom funcionamento, o produto pode ser uma boa escolha como primeiro dispositivo dedicado a uma assistente de voz para a sua casa.

 

Ver mais

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade