Nossa rede

É Destaque

Vacinação contra sarampo: DF prorroga campanha para pessoas de 20 a 49 anos pela segunda vez

Publicado

dia

Pacientes podem procurar postos até 27 de novembro. Cobertura da imunização na faixa etária é de apenas 7,7%.

Doses de vacina contra o sarampo — Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Arquivo/Secom/Divulgação

A campanha de vacinação contra o sarampo, para pessoas de 20 a 49 anos, foi prorrogada pela segunda vez no Distrito Federal. O prazo final, que seria nesta sexta-feira (30), foi prorrogado para 27 de novembro.

A baixa adesão ocorreu em todas as regiões do país, segundo o Ministério da Saúde. A taxa de imunização nacional nesta faixa etária ficou em 13%.

Após o encerramento da campanha nacional no fim de outubro, as vacinas continuarão acessíveis nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Há contraindicação apenas para gestantes e imunodeprimidos.

Quem precisa vacinar?
Segundo a Secretaria de Saúde, a vacinação das pessoas de 20 a 49 anos, é recomendada “independentemente de quantas doses tenham sido registradas na caderneta de vacinação”. Trata-se de uma dose extra para garantir a proteção contra a doença.

“Todos indivíduos de 12 meses a 29 anos de idade precisam ter duas doses da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola. Os de 30 a 59 anos devem ter pelo menos uma dose”, diz a Secretaria de Saúde do DF.

Na capital federal, dos cinco casos positivos da doença registrados em 2020, quatro pessoas têm entre 20 a 49 anos, faixa etária da campanha.

O cenário no DF se assemelha ao nacional. De acordo com o último Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado no dia 3 de outubro, houve 8.180 casos da doença em todo o país.

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

É Destaque

Bolsonaro pode revogar decreto para atender aplicativos de ônibus

Publicado

dia

Presidente se reuniu com empresas de transporte e prometeu rever decreto da ANTT que regulamenta o setor de transporte interestadual

(crédito: Reprodução).

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu nesta quarta-feira (2/12) com representantes de empresas de ônibus que oferecem transporte por aplicativo para tratar da regulamentação do setor. Na ocasião, o chefe do Executivo prometeu rever um decreto da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

“Não posso ter um decreto que está extrapolando a norma legal. Se o decreto estiver irregular eu revogo hoje ainda”, afirmou Bolsonaro.

O grupo de empresários reivindicou a revogação do decreto 2521/1998, que determina o chamado “circuito fechado”. A norma trata da obrigatoriedade de venda de viagens de ida e volta para o mesmo grupo de passageiros. Os empresários realizam nesta manhã um ato em frente ao Congresso Nacional para pressionar contra a norma.

Segundo Salomão de Souza Fernandes, um dos organizadores da manifestação e representante do sindicatos de pequenos e médios fretadores do Pará, as regras atuais beneficiam as empresas tradicionais de ônibus e impõem restrições contra o sistema de fretamento. “Somos profissionais, cumprimos todas as exigências legais e tributárias e geramos milhares de empregos diretos e indiretos. Não aceitamos que a ANTT coloque sobre o nosso esforço e dedicação a imagem de piratas ou irregulares. O país precisa modernizar a regulação e oferecer opções mais baratas e seguras aos passageiros”, afirma Fernandes.

Ao Correio, a ANTT afirmou que suas ações e fiscalizações ocorrem de acordo a legislação. Além disso, alegou que mudanças nas normas atuais dependem do Congresso Nacional. “Até que isso ocorra, a ANTT tem o dever legal de cumprir a legislação e continuar a fiscalizar o serviço e as empresas de fretamento autorizadas, como sempre foi feito, antes e depois do surgimento da Buser”, alegou.

 

Ver mais

É Destaque

Agências do trabalhador estão com 379 vagas de emprego

Publicado

dia

Há vagas para ensino médio e superior, além de outras profissões como vendedor, serralheiro, pedagogo, garçom, consultor de vendas e atendente de central de telemarketing. Os salários variam entre R$ 22,72 a diária e R$ 2,5 mil mensais, mais benefícios

crédito: Cícero/CB/D.A Press – 21/5/13)

As agências do trabalhador do Distrito Federal estão com 379 vagas de emprego abertas. São oito vagas para analista de marketing; duas para gerente de comunicação social; 11 para preparador físico; quatro para publicitários; oito para secretário-executivo; duas para tecnólogos, sendo uma em gestão financeira e outra em gastronomia; e 21 para técnicos de arquivo (museologia), de contabilidade, de desenvolvimento de sistemas, de manutenção eletrônica, de suporte de TI, em administração e em secretariado.

Estudantes do ensino médio e do ensino superior de 12 áreas diferentes poderão se candidatar a uma das 58 vagas oferecidas. Todas elas pagam remuneração por dia trabalhado, variando entre R$ 22,72 para graduandos de educação física e R$ 49,90, oferecidos para estagiário de publicidade.

As profissões que estão com mais oportunidades em aberto são vendedor (29), serralheiro (22), pedagogo (23), garçom (20), consultor de vendas (25) e atendente de central de telemarketing (15). Os salários variam entre R$ 22,72 a diária e R$ 2,5 mil mensais, mais benefícios, sendo a menor remuneração paga a pedagogos e a maior, a vendedor de consórcio.

Setor de beleza

Onze vagas atendem, exclusivamente, pessoas com alguma deficiência. São cinco para auxiliar de limpeza, três para auxiliar nos serviços de alimentação e três para repositor de mercadoria. Os contratados poderão receber salários de R$ 1.231,82 e R$ 1.237, mais benefícios. Para concorrer, exige-se, apenas, nível fundamental de escolaridade.

Vagas para o setor de beleza, que há tempos não apareciam, também são ofertadas. Cabeleireiro, escovista, esteticista e manicure têm uma oportunidade cada, com remunerações de R$ 1.045 e R$ 1,2 mil, mais benefícios. Nenhuma delas exige que o candidato tenha experiência.

Como se candidatar

Os interessados em concorrer a qualquer uma das vagas devem ir a uma das 15 agências do trabalhador em funcionamento no DF, ou baixar o aplicativo Sine Fácil que, em virtude da pandemia de covid-19, também disponibiliza o serviço.

Empreendedores que desejam buscar profissionais também podem utilizar os serviços das agências do trabalhador. Além do cadastro de vagas, é possível usar os espaços físicos para seleção dos candidatos encaminhados. Para isso, basta acessar o site da Secretaria do Trabalho e preencher o formulário na aba empregador.

*Com informações da Agência Brasília

Ver mais

Aconteceu

Procon lacra estabelecimento por venda de produtos vencidos em Planaltina

Publicado

dia

Durante operação em conjunto com a Polícia Civil, também foi desarticulada a venda ilegal de cigarros em Sobradinho, Ceilândia, Planaltina e Santa Maria. Cinco pessoas foram presas

(crédito: Divulgação )

Uma operação da Polícia Civil, em conjunto com o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon), interditou uma loja de bebidas em Planaltina na tarde desta terça-feira (1ª/12). Na ação, fiscais do Procon encontraram vários de produtos vencidos colocados à venda, como bebidas e alimentos em geral.

A comercialização de produtos com prazo de validade vencido, portanto, impróprios ao consumo, é uma irregularidade tipificada como crime contra as relações de consumo por causar danos e lesão à saúde dos consumidores. O estabelecimento foi fechado por tempo indeterminado.

Durante a operação Bronquíolo, que visa coibir a venda ilegal de cigarros não permitidos, investigadores da fiscalizaram 20 estabelecimentos comerciais em Sobradinho, Ceilândia, Planaltina e Santa Maria. A ação resultou na prisão em flagrante de cinco pessoas pelo crime de contrabando, cuja pena é de reclusão de 2 a 5 anos.

Os autuados foram recolhidos à carceragem da PCDF, já que o crime de contrabando não é afiançável na esfera policial.

Ver mais

É Destaque

Ibaneis decreta fechamento de bares e restaurantes às 23h no DF

Publicado

dia

Por

A partir desta terça-feira (1º), estabelecimentos devem encerrar atividades às 23h. Anúncio foi feito um dia após Secretaria de Saúde fazer alerta sobre possível 2ª onda do novo coronavírus.

Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), em imagem de arquivo — Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O governador Ibaneis Rocha (MDB) publicou, nesta terça-feira (1°), um decreto que restringe o horário de funcionamento de bares e restaurantes do Distrito Federal. Agora, os estabelecimentos devem encerrar as atividades às 23h.

Após flexibilizar as medidas de prevenção do novo coronavírus, essa é a primeira ação do Executivo que retoma restrições. O anúncio foi feito um dia após a Secretaria de Saúde fazer alerta sobre uma possível segunda onda de Covid-19.

“Temos que manter a atenção e evitar o pior”, disse Ibaneis.

Horas antes da publicação do novo decreto, o governador afirmou que as medidas restritivas são necessárias, principalmente, em bares, “onde temos visto uma aglomeração muito grande”. A declaração foi dada durante a assinatura do texto que aprova o projeto urbanístico de regularização da URB 5 do Setor Habitacional Arniqueira.

“Esse final de semana coloquei as equipes do DF Legal para visitarem vários locais e vimos um número elevado de autuações nesses locais [bares]”, disse Ibaneis.

“Ou eles [empresários] partem para nos ajudar nesse trabalho de conscientização, ou, infelizmente ou felizmente, porque tenho que cuidar da saúde da população, vou ter que encerrar o expediente desses locais mais cedo e implementar restrições à quantidade de pessoas.”

 

Okumoto atribui o aumento da taxa de reprodução, que estava abaixo de um, em outubro, ao descumprimento das medidas sanitárias por parte da população, “principalmente dos jovens”.

Ver mais

É Destaque

GDF prevê regularização de 1,4 mil lotes em Arniqueira

Publicado

dia

Por

Projeto urbanístico de parte da região foi aprovado nesta terça-feira (1º). Inicialmente, serão priorizados imóveis da área URB 005.

Setor Habitacional Arniqueiras é a 33ª Região Administrativa do Distrito Federal — Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O governador Ibaneis Rocha (MDB) assinou, nesta terça-feira (1º), o decreto que aprova o projeto urbanístico de uma parte da região Arniqueira. Na primeira fase, a Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap) prevê regularizar 1.457 lotes por meio de venda direta.

A regularização atende, primeiramente, uma das nove áreas da região, a URB 005. Não há data prevista para o início do processo.

“Damos hoje o primeiro passo da regularização efetiva. Daqui para frente, pela Terracap, vamos fazer licitação das obras necessárias e entregar as escrituras da população”, disse Ibaneis.

A segunda fase deve atender a URB 001, também com data a definir. “Vamos chegar ao final de 2022 com mais da metade dessa cidade regularizada e com equipamentos públicos”, afirmou o governador do DF.

Estrutura

Arniqueira foi oficializada como uma região administrativa em outubro de 2019, e abriga mais de 46 mil moradores. Até então, a área estava integrada a Águas Claras.

Durante a cerimônia de assinatura do decreto, o governador Ibaneis afirmou que estão previstas obras que garantem o acesso aos serviços públicos essenciais na região, entre elas a construção de um restaurante comunitário e uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

Segundo Ibaneis, o GDF conta com emendas parlamentares para custear as obras. A estimativa da Terracap é investir R$ 160 milhões em infraestrutura.

Ver mais

É Destaque

Coronavírus: com 976 novos infectados, DF tem maior número de casos em 24 horas desde setembro

Publicado

dia

Por

O Distrito Federal registrou, nesta terça-feira (1º), 976 novos infectados pelo novo coronavírus. Este é o maior número de diagnósticos no intervalo de 24 horas desde 28 de setembro, quando houve 992 contaminados. O total de casos chega a 230.122. Os dados são da Secretaria de Saúde.

De acordo com a pasta, mais nove mortes por Covid-19 foram confirmadas nesta terça. O número é quase o dobro que o registrado na segunda (30), quando houve cinco óbitos. Ao todo, são 3.939 vítimas.

Confira o mapa do coronavírus no DF
Veja o números da pandemia no Brasil
Já o número de diagnósticos nas últimas 24 horas representa alta de 119% comparado ao dia anterior. Na segunda, a pasta confirmou 444 casos.

Segundo a Secretaria de Saúde, desde o início da pandemia, 219.081 pessoas que contraíram o vírus se recuperaram. O número equivale a 95,2% do total de infectados.

Vidas perdidas

Entre as vítimas, 3.620 eram moradores do Distrito Federal. As 319 restantes vieram de outras unidades da federação para buscar atendimento, principalmente do Entorno do DF.

De acordo com a Secretaria de Saúde, nenhum dos óbitos confirmados nesta terça ocorreu na mesma data. As vítimas faleceram nos seguintes dias:

  • 21 de outubro: 1
  • 1 de novembro: 1
  • 14 de novembro: 1
  • 23 de novembro: 1
  • 26 de novembro: 2
  • 28 de novembro: 1
  • 29 de novembro: 1
  • 30 de novembro: 1

Veja perfil das vítimas confirmadas nesta terça:

Faixa etária

  • 60 a 69: 3
  • 70 a 79: 1
  • 80 ou mais: 5

Residência

  • Águas Claras: 1
  • Planaltina: 1
  • Plano Piloto: 1
  • Sol Nascente: 2
  • Taguatinga: 2
  • Vicente Pires: 1
  • Entorno do DF: 1

Casos por região

Ceilândia é a região com maior número de casos e mortes pela Covid-19 no DF. Até esta terça, eram 27.427 infectados e 714 óbitos.

Em seguida, aparece Taguatinga, que soma 18.935 notificações da doença e 406 mortes. O terceiro lugar no total de registros é ocupado pelo Plano Piloto, com 19.456 infectados e 274 óbitos.

Casos da Covid-19 no Distrito Federal em 1º de dezembro  — Foto: SES-DF/Reprodução

Casos da Covid-19 no Distrito Federal em 1º de dezembro — Foto: SES-DF/Reprodução

 

Ver mais

Hoje é

quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

Publicidade

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?