Nossa rede

Brasil

Vacinação com Butanvac pode começar ainda neste ano, diz Dimas Covas

Publicado

dia

“É possível que tenhamos ainda neste ano a utilização desta vacina”, afirmou o diretor da instituição.

(crédito: Divulgação/Instituto Butantan)

O Instituto Butantan planeja o início da vacinação contra a covid-19 com a Butanvac ainda para este ano. Em entrevista à Rádio Eldorado nesta sexta-feira, 16, o diretor da instituição, Dimas Covas, afirmou ainda que a previsão é que o pedido de uso emergencial seja enviado à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em outubro. “Esperamos que a Anvisa seja rápida nessa análise”, destacou Covas. “É possível que tenhamos ainda neste ano a utilização desta vacina.”
A Butanvac é uma das novas candidatas à vacina contra o coronavírus que poderão ser fabricadas com insumos nacionais, com um custo mais baixo de produção em comparação às aplicadas hoje no País. O Butantan tem 10 milhões de doses prontas em estoque.
Como noticiou o Estadão, o instituto deve pedir o uso emergencial do imunizante sem os resultados clássicos de eficácia – obtidos na fase 3 da pesquisa, com base em dados de infecções e hospitalizações de participantes do estudo. O formato alternativo de testes, porém, ainda não tem consenso entre os cientistas.
Na atual etapa de testes, iniciada neste mês, os voluntários estão divididos em quatro grupos. O grupo 1 será vacinado com um micrograma; três microgramas serão aplicados no grupo 2. Já o grupo 3 vai receber 10 microgramas. O quarto grupo é vacinado com placebo.
Os voluntários não ficam sabendo em que grupo estão. A partir daí, passam a ser avaliadas a segurança da vacina e qual a dosagem do imunizante será incorporada à vacina definitiva. Nas etapas seguintes, a Butanvac será avaliada em relação à resposta imune que produz.
Após se obter, na fase A, definição da dose adequada, passam a ser vacinados 5 mil voluntários na fase B. Essa segunda fase vai ocorrer em Ribeirão Preto, no interior paulista, e em São Paulo, selecionando pessoas entre as mais de 90 mil que se inscreveram para participar. A segunda fase será um estudo cego envolvendo pessoas que já receberam outras vacinas, pessoas que já foram contaminadas e pessoas não vacinadas.
Se a exigência da fase 3 for mantida pela Anvisa, é possível que os estudos demorem mais do que gostaria o Butantan. Inicialmente, em março, o governo João Doria (PSDB) previa iniciar a aplicação da Butanvac em julho – prazo já considerado muito curto pelos cientistas, e que não se cumpriu.
Outros institutos brasileiros que desenvolvem vacinas próprias – como a Universidade Federal de Minas (UFMG) – preveem concluir os testes dos imunizantes na metade de 2022.

Brasil

Com o frio, SP amplia estrutura para acolher quem vive nas ruas

Publicado

dia

Previsão é que temperaturas cheguem a 3ºC

© Rovena Rosa/Agência Brasil

Com previsão da chegada de mais uma frente fria, São Paulo deve ter novos recordes de baixa temperatura nos próximos dias, conforme alerta do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE). A previsão é que, na madrugada de sexta-feira (30), a mínima fique em torno de 3º graus Celsius (ºC). 

Uma grande preocupação na cidade é o acolhimento das quase 25 mil pessoas em situação de rua na capital, segundo censo de 2019. Levantamento do Movimento Nacional da População de Rua indica que pelo menos 14 pessoas morreram em decorrência do frio neste ano.

A prefeitura informou que fará uma força-tarefa para reforçar a rede de apoio a essa população. A partir desta quarta-feira (28) serão montadas cinco tendas em pontos estratégicos, nas quais serão distribuídos cobertores, sopa, agasalhos e kits de higiene.

Os locais de funcionamento das tendas são: Praça da Sé e Praça Princesa Isabel, na região central; Praça Barão de Tietê, na Mooca; Praça Salim Farah Maluf, em Santo Amaro; e Praça Miguel Dell’erba, na Lapa.

Nas tendas, as equipes do Programa Consultório na Rua, uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde, vão estar disponíveis para eventuais atendimentos médicos. Além disso, haverá transporte para levar os que quiserem pernoitar nos centros oferecidos pela prefeitura.

Foram criadas ainda 817 vagas emergenciais em abrigos, que estarão disponíveis a partir de amanhã. Essas vagas se somam às 340 já existentes por meio da Operação Baixas Temperaturas. Parte das novas ofertas (237) está em leitos de hotéis do centro da cidade, uma reivindicação de organizações que acompanham a população em situação de rua.

A prefeitura destaca que a população pode solicitar uma abordagem social pela Central 156 (ligação gratuita nas opções 0 e em seguida 3). O pedido pode ser anônimo e é necessário informar o endereço onde a pessoa em situação de rua está, citar características físicas e detalhes da vestimenta.

O Plano de Contingência para Situações de Baixas Temperaturas segue vigente até 30 de setembro deste ano. A medida é acionada quando a temperatura atinge patamar igual ou inferior a 13ºC ou sensação térmica equivalente. Segundo a prefeitura, foram acolhidas 5,3 mil pessoas nas madrugadas em maio, 5,4 mil em junho e 4,7 mil até 25 de julho.

Condições climáticas

As temperaturas caem a partir de amanhã em decorrência da chegada de uma frente fria que vai causar nebulosidade e chuva já na madrugada desta quarta-feira. Há previsão para raios e rajadas de vento, o que aumenta a possibilidade de alagamento e quedas de árvores. A máxima não passará de 16ºC e a mínima 10ºC.

O dia também deve ficar nublado na quinta-feira (29), quando chega uma forte massa de ar polar, a qual também provocará chuva. Os termômetros variam entre 6°C e 12ºC. As simulações do CGE indicam que a temperatura mínima será de 3º C na madrugada de sexta-feira (30). A máxima nesse dia será de 13ºC. Agência Brasil

Ver mais

Brasil

Covid-19: Brasil tem 19,7 milhões de casos e 551,8 mil mortes

Publicado

dia

Foram 41 mil diagnósticos e 1.333 mortes em 24 horas

© Rovena Rosa/Agência Brasil

O total de pessoas infectadas desde o início da pandemia de covid-19 chegou hoje (27) a 19.749.073. Entre ontem e hoje, as autoridades de saúde confirmaram 41.411 diagnósticos positivos de covid-19. 

Boletim mostra a evolução dos números da pandemia de covid-19 no Brasil.
Boletim mostra a evolução dos números da pandemia de covid-19 no Brasil. – Ministério da Saúde

Ainda há 730.416 casos em acompanhamento, situação em que o paciente tem a condição clínica observada por equipes de saúde e que ainda pode evoluir para diferentes quadros, inclusive graves.

A quantidade de vidas perdidas para a pandemia alcançou 551.835. Em 24 horas, as autoridades de saúde confirmaram 1.333 novas mortes por covid-19.

As autoridades de saúde ainda investigam 3.424 falecimentos que podem ter sido causados pela covid-19.

As informações foram divulgadas na noite desta terça-feira (27) pelo Ministério da Saúde em sua atualização diária. A pasta consolida dados enviados pelas secretarias estaduais de saúde sobre casos e mortes relacionados à covid-19.

O número de pessoas que se recuperaram da covid-19 somou 18.466.822.Os dados em geral são menores aos domingos e segundas-feiras em razão da dificuldade de alimentação do sistema pelas secretarias estaduais. Já às terças-feiras os resultados tendem a ser maiores pela regularização dos registros acumulados durante o fim-de-semana.

Estados

No topo do ranking de mortes por estado estão São Paulo (137.740), Rio de Janeiro (58.612), Minas Gerais (49.901), Paraná (34.695) e Rio Grande do Sul (33.147). No topo de baixo da lista estão Acre (1.797), Roraima (1.831), Amapá (1.898), Tocantins (3.477) e Alagoas (5.759).

Vacinação

Até hoje, foram distribuídas pelo ministério da Saúde 175.869.358 doses de vacinas contra a covid-19. Desse total, 134,6 milhões de doses foram aplicadas, 96,5 milhões como primeira dose e 38 milhões como segunda  dose ou dose única. Agência Brasil

Ver mais

Brasil

Casos de coronavírus na Paraíba em 26 de julho de 2021

Publicado

dia

Paraíba tem 418.590 casos confirmados e 8.945 mortes por coronavírus. São 213 casos e 7 mortes confirmadas no boletim desta segunda-feira (26).

Todos os 223 municípios paraibanos registraram casos da doença e 222 cidades registraram óbitos — Foto: Divulgação/Ascom

A Paraíba tem 418.590 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta segunda-feira (26). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 8.945 no estado desde o início da pandemia. São 213 novos casos e mais 7 mortes na última atualização. Todos os 223 municípios paraibanos registraram casos da doença e 222 cidades registraram óbitos.

Dos 7 óbitos, três aconteceram nas últimas 24 horas. Os pacientes eram 4 homens e 3 mulheres, com idades entre 43 e 86 anos. Hipertensão foi a comorbidade mais frequente.

As mortes aconteceram nos municípios de Igaraci (1); João Pessoa (4); Patos (1) e Remígio (1).

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 31%. Na região metropolitana de João Pessoa, 26% dos leitos de UTI para adultos estão ocupados. Em Campina Grande, o mesmo setor tem taxa de 35%. No Sertão, 45% dos leitos de UTI estão ocupados.

Foi registrado no sistema de informação SI-PNI a aplicação de 2.319.986 doses. Até o momento, 1.661.272 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 658.714 completaram os esquemas vacinais. Desses, 601.080 tomaram as duas doses e 57.634 utilizaram imunizante de dose única. A Paraíba já distribuiu um total de 2.704.869 doses de vacina aos municípios.

Boletim do coronavírus na Paraíba

  • 418.590 casos
  • 8.945 mortes
  • 223 cidades com casos confirmados
  • 222 cidades com mortes registradas

 

Casos e mortes confirmadas de Covid-19 na Paraíba

Cidades Casos Mortes
João Pessoa 102209 2850
Campina Grande 40394 1053
Patos 13506 244
Guarabira 9838 146
Cajazeiras 9600 146
Cabedelo 9352 199
Santa Rita 9316 328
Bayeux 7943 246
Sousa 7140 133
São Bento 5772 67
Pombal 5734 80
Esperança 5307 85
Mamanguape 4911 79
Monteiro 4720 68
Catolé do Rocha 4608 57
Alagoa Grande 4103 70
Solânea 4045 50
Queimadas 3780 84
Sapé 3528 112
Itabaiana 3176 83
Ingá 2990 43
Itaporanga 2865 29
Conde 2775 44
Sumé 2700 40
Rio Tinto 2600 56
Pedras de Fogo 2581 56
Lagoa Seca 2548 42
Itapororoca 2418 32
Alhandra 2379 36
Belém 2335 45
Mari 2323 41
Piancó 2189 32
Santa Luzia 2167 26
Caaporã 2098 32
Boqueirão 2072 38
São José de Piranhas 2060 43
Princesa Isabel 2058 52
Alagoinha 2052 24
Picuí 2015 40
Brejo do Cruz 1904 23
Aroeiras 1856 13
Areia 1856 30
Cuité 1816 22
Coremas 1731 36
Barra de Santa Rosa 1708 12
Pitimbu 1649 21
Araçagi 1614 24
Bananeiras 1500 26
Juripiranga 1434 31
Remígio 1325 24
Paulista 1323 11
Pocinhos 1319 21
Pilar 1312 30
São João do Rio do Peixe 1311 30
Baía da Traição 1297 12
Alagoa Nova 1296 20
Massaranduba 1230 26
Cacimba de Dentro 1209 34
Soledade 1187 13
São Sebastião de Lagoa de Roça 1151 21
Cruz do Espírito Santo 1133 28
Mogeiro 1119 16
Lucena 1108 19
Água Branca 1103 13
Jacaraú 1086 31
Triunfo 1042 20
Arara 1028 29
Casserengue 1025 21
São José da Lagoa Tapada 1016 8
Itatuba 1012 19
Lagoa de Dentro 1002 9
Nova Floresta 992 16
Teixeira 988 36
Serra Branca 986 33
Juarez Távora 983 12
Tavares 981 18
Mulungu 973 20
Livramento 952 6
Aparecida 944 13
Gurinhém 942 17
Cuitegi 932 25
Cachoeira dos Índios 890 14
Conceição 876 27
Marcação 866 10
São Mamede 857 31
Juazeirinho 854 15
Salgado de São Félix 835 12
Boa Vista 829 14
Uiraúna 810 29
Caiçara 808 14
Riacho dos Cavalos 805 17
Taperoá 793 17
Juru 790 13
Puxinanã 783 7
Brejo dos Santos 760 8
Gado Bravo 744 9
Diamante 732 10
Boa Ventura 730 11
Ibiara 728 5
Fagundes 724 18
Pirpirituba 710 17
Pilõezinhos 703 12
Baraúna 691 9
Araruna 689 16
São José do Sabugi 687 7
Jericó 686 13
Desterro 682 12
Sertãozinho 662 7
Serra Redonda 646 11
Dona Inês 644 18
Serraria 634 11
Barra de Santana 619 7
Barra de São Miguel 619 7
Junco do Seridó 594 8
Caldas Brandão 593 10
Alcantil 592 6
Nova Palmeira 579 4
São Miguel de Taipu 575 11
Condado 566 10
Santa Helena 560 13
Sobrado 552 9
Serra da Raiz 551 4
Monte Horebe 546 7
Belém do Brejo do Cruz 533 5
Umbuzeiro 532 14
Bonito de Santa Fé 529 14
Cubati 525 14
Aguiar 523 5
Nazarezinho 523 18
Duas Estradas 513 16
São Vicente do Seridó 503 3
Maturéia 500 12
São José dos Ramos 499 6
Bom Sucesso 499 4
Curral de Cima 498 4
Damião 494 4
Mataraca 487 14
Manaíra 484 6
Lastro 483 4
Riachão do Bacamarte 481 0
Santa Cecília 480 4
São José de Espinharas 468 6
Santana dos Garrotes 451 10
Camalaú 449 7
Malta 448 11
São Bentinho 448 6
Igaracy 445 5
Curral Velho 444 2
Santa Cruz 442 8
Carrapateira 437 6
Tacima 435 10
Cabaceiras 429 4
São João do Cariri 427 3
Pedra Branca 417 6
Assunção 402 5
Santana de Mangueira 399 4
Caturité 399 7
Nova Olinda 395 9
Santo André 394 3
Olho d’Água 390 7
São José de Caiana 388 10
Borborema 386 13
Logradouro 386 10
Marizópolis 380 13
Imaculada 367 11
Areial 362 12
Natuba 352 7
Ouro Velho 351 2
Frei Martinho 335 6
Prata 334 5
Pedro Régis 330 7
São Domingos 327 2
Cuité de Mamanguape 325 15
Catingueira 319 11
Montadas 318 6
Olivedos 300 4
Pedra Lavrada 296 1
Bernardino Batista 290 1
Sossêgo 290 3
Poço de José de Moura 285 3
Riachão do Poço 285 6
Vieirópolis 279 5
Congo 270 13
Caraúbas 269 6
Mãe d’Água 262 8
São Sebastião do Umbuzeiro 254 5
Cacimbas 246 8
Emas 244 5
Parari 243 2
Pilões 240 9
Santa Teresinha 239 13
Algodão de Jandaíra 235 1
Capim 234 10
São José de Princesa 227 1
Poço Dantas 226 4
Matinhas 224 7
Serra Grande 222 6
São João do Tigre 211 5
Areia de Baraúnas 209 4
Cajazeirinhas 207 1
Gurjão 207 7
Riachão 205 5
São Francisco 199 4
Vista Serrana 190 6
Lagoa 188 3
São Domingos do Cariri 185 5
Bom Jesus 183 3
São José do Brejo do Cruz 181 1
Salgadinho 176 1
Amparo 170 4
Riacho de Santo Antônio 153 4
Zabelê 147 1
Passagem 145 2
São José do Bonfim 135 6
Santa Inês 130 7
Várzea 128 1
Tenório 124 2
Mato Grosso 121 1
São José dos Cordeiros 112 6
Coxixola 109 4
Joca Claudino 109 2
Quixabá 97 2
Cacimba de Areia 55 4
Total 418377 8938
Ver mais

Brasil

MS registra 271 casos novos e mais 16 mortes por Covid-19

Publicado

dia

Mato Grosso do Sul confirmou nesta segunda-feira (26), 271 casos novos e mais 16 mortes provocadas por Covid-19. O estado atingiu 352.580 infectados desde o início da pandemia e 8.853 óbitos, segundo dados do último boletim epidemiológico.

Conforme os dados, a ocupação global de leitos de UTI por microrregiões está com uma taxa acima de 56%. Em Campo Grande chegou a marca de 83%. Em Dourados, 70%. Já na cidade de Três Lagoas, a taxa de ocupação de leitos é de 58% e em Corumbá, 56%.

O secretário de saúde, Geraldo Resende, em coletiva nesta segunda-feira, informou que a taxa de contágio está em 0.86% e pontuou a necessidade de manter todos os cuidados referente as normas de biossegurança.

Resende ainda reforçou ainda que o afrouxamento dos cuidados necessários que evitam a proliferação do coronavírus, pode contribuir para que pessoas que ainda não completaram o ciclo vacinal e que ainda não foram vacinadas, sejam contaminadas.

Mais doses para MS

Conforme a SES, nesta terça-feira (27.7) chegará ao estado um lote com 54.500 doses de vacina contra Covid-19, sendo 13.100 de AstraZeneca e 41.400 de CoronaVac. As vacinas estão previstas para chegarem às 17h35, no Aeroporto Internacional de Campo Grande.

Na quarta-feira (28), Mato Grosso do Sul irá receber mais um lote com 31.250 da AstraZeneca que chega em voo as 09h05 e as 17h35, do mesmo dia, a previsão é que o estado receba mais um carregamento com mais 26.910 doses da Vacina da Pfizer – ambos os lotes estão previstos para chegarem também no no Aeroporto Internacional de Campo Grande.

Além dos registros confirmados, o estado tem 7.087 casos suspeitos. Em análise nos laboratórios estão 653 amostras de testes e os municípios possuem 6.434 notificações em aberto.

Em contrapartida, já se recuperaram da doença em Mato Grosso do Sul, 332.038 pessoas.

Segundo a secretaria estadual de Saúde (SES), o estado tem 8.130 casos ativos da doença. Em isolamento domiciliar estão 7.479 pessoas e 651 estão hospitalizadas. Em leitos clínicos estão internados 286 pacientes e em unidades de terapia intensiva (UTIs) 365.

Ver mais

Brasil

Salvador segue com aplicação da segunda dose contra Covid-19 na terça-feira; 1ª dose segue suspensa

Publicado

dia

Todos os pontos de imunização, entre drives e fixos, funcionarão exclusivamente, das 8h às 16h, para o fechamento do esquema vacinal das pessoas que já tomaram a primeira aplicação.

Salvador segue com vacinação da segunda dose contra Covid-19 na terça-feira; 1ª dose segue suspensa — Foto: Bruno Concha/Secom.

Salvador vai continuar com o mutirão de aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 na terça-feira (27). De acordo com a prefeitura, todos os pontos de imunização, entre drives e fixos, funcionarão exclusivamente, das 8h às 16h, para o fechamento do esquema vacinal das pessoas que já tomaram a primeira dose.

As pessoas que estão com a data de reforço da vacina Oxford programada para até o dia 7 de agosto já podem procurar os pontos de imunização para receber a vacina. No caso da CoronaVac, a imunização abrange aqueles que tiverem a data marcada no cartão de vacinação até o dia 27 de julho.

Segundo a prefeitura, a vacinação com a primeira dose para o público habilitado segue suspensa. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) aguarda o envio de um novo lote de imunizantes por parte do governo federal para retomar esta estratégia.

Na manhã desta segunda-feira (26), o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, anunciou a chegada de 613.060 doses de vacina contra a Covid-19. Divididos entre primeira e segunda aplicações, os imunizantes devem começar a chegar a partir das 7h20 de terça-feira (27).

2ª DOSE OXFORD – 8h às 16h

Drives: Universidade Federal da Bahia – Campus Ondina, Shopping da Bahia, FBDC Brotas, Faculdade Universo (Avenida ACM), Shopping Bela Vista, Universidade Católica (Pituaçu), Vila Militar (Dendezeiros), Parque de Exposições (Paralela) e Arena Fonte Nova (Nazaré).

Pontos fixos: USF Vale do Matatu, FBDC Brotas, USF Santa Luzia, USF Fernando Filgueiras (Cabula VI), USF Resgate, USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos II), USF Vista Alegre, USF Plataforma, USF Colinas de Periperi, USF Cajazeiras X, Universidade Católica (Pituaçu), USF Pirajá, Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), Parque de Exposições (Paralela), UBS Ramiro de Azevedo (Campo de Pólvora) e USF Vila Nova de Pituaçu.

2ª DOSE CORONAVAC – 8h às 16h

Drives: Barradão (Canabrava), 5º Centro de Saúde (Barris), Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos), Centro de Convenções de Salvador (Boca do Rio) e FBDC Cabula.

Pontos fixos: Barradão (Canabrava), 5º Centro de Saúde (Barris), USF Federação, USF Curralinho, USF Cajazeiras V e Nelson Piauhy Dourado (Águas Claras).

Ver mais

Brasil

Cidade de São Paulo começa hoje vacinação para pessoas com 30 anos

Publicado

dia

Por

Prefeitura estima que 154 mil pessoas sejam imunizadas

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A partir de hoje (23) podem se vacinar contra o coronavírus, na cidade de São Paulo, as pessoas a partir de 30 anos de idade. A prefeitura estima que 154 mil pessoas sejam imunizadas nessa etapa da campanha. 

Na terça-feira (27) e na quarta-feira (28) será aberta a vacinação contra a covid-19 para as pessoas com 29 anos. Na sexta-feira (30) será a vez de quem tem 28 anos. No primeiro grupo, a prefeitura prevê a imunização de 143,8 mil pessoas e no segundo, de 145,5 mil residentes da capital paulista.

No sábado (24) e na segunda-feira (26), haverá repescagem do público de 30 a 34 anos.

Para se vacinar, é preciso apresentar um comprovante de endereço na capital paulista (em meio físico ou digital), assim como documentos que comprovem o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). Também é recomendado que seja feito o pré-cadastro na página Vacina Já.

A lista dos pontos de vacinação pode ser vista na página do Vacina Sampa.

Até a quinta-feira (22), foram aplicadas 9,4 mil doses de vacinas contra o coronavírus na capital paulista, sendo 306,7 mil de doses únicas ou segunda dose. Agência Brasil

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade
Publicidade

Viu isso?