Nossa rede

Aconteceu

Seca é um problema do passado?

Publicado

dia

Enquanto a ONU afirma que a maior parte da água usada no planeta vai para a irrigação, pesquisadores estão desenvolvendo uma série de ideias para fazer render mais a água utilizada na agricultura.

 Nas últimas semanas, muitos se empolgaram com um produto que afirmam ter potencial para superar o desafio global de se cultivar em condições áridas.

 Denominado “Chuva Sólida”, ele é um pó capaz de absorver enormes quantidades de água e ir liberando o líquido aos poucos, para que as plantas possam sobreviver em meio a uma seca.

 Um litro de água pode ser absorvido por apenas 10 gramas do material, que é um tipo de polímero absorvente orginalmente criado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês).

 Nos anos 1970, o USDA desenvolveu um produto superabsorvente feito de um tipo de goma. Ele foi usado principalmente na fabricação de fraldas.

Mas um engenheiro químico mexicano chamado Sérgio Jesus Rico Velasco via no produto um potencial que ia além de deixar bebês sequinhos.

 Ele então desenvolveu e patenteou uma versão diferente da fórmula, que pode ser misturada com o solo para reter a água.

 O engenheiro vem vendendo a “Chuva Sólida” no México há cerca de 10 anos. Sua empresa afirma que o governo mexicano testou o produto e concluiu que a colheita poderia ser ampliada em 300% quando ele era misturado ao solo.

 Segundo Edwin González, vice-presidente da empresa Chuva Sólida, o produto agora vem atraindo um interesse cada vez maior, já que crescem os temores por falta de água.

 “Ele funciona encapsulando água e pode durar 8 a 10 anos no solo, dependendo da qualidade da água. Se você usar água pura, ele dura mais.”

A empresa recomenda usar cerca de 50 quilos do produto por hectare (10 mil metros quadrados), mas essa quantia custa cerca de US$ 1.500 (o equivalente a R$ 3.500).

 Segundo Gonzalez, a “Chuva Sólida” é natural e não prejudica o solo, mesmo após ser usada por vários anos. Ele afirma que o produto não é tóxico e que, ao se desintegrar, o pó se torna parte das plantas.

No entanto, nem todos estão convencidos de que a “Chuva Sólida” é uma solução válida para o problema da seca.

 A professora Linda Chalker-Scott, da Universidade do Estado de Washington, afirma que esses produtos não são novidade. “E não há evidência científica que sugira que eles armazenem água por um ano.”, disse ela à BBC.

 “Outro problema prático é que esse gel pode também causar problemas. Isso porque à medida que eles secam, ele vai sugando a água ao redor dele mais vigoorosamente. E assim ele desvia a água que iria para a raiz das plantas.”

 Segundo ela, usar adubo de lascas de madeira produz o mesmo efeito e é significantemente mais barato.

 González, no entanto, tem uma opinião diferente: “Os outros concorrentes não duram três ou quatro anos. Os únicos que duram tanto são os que usam sódio em suas formulas, mas eles não absorvem tanto.”

 Apesar do fato de que a ciência ainda não estar totalmente confiante nos benefícios de produtos como esse, González afirma que sua empresa recebeu milhares de pedidos vindos de locais áridos, inluindo Índia e Austrália. Ele também recebeu encomendas da Grã-Bretanha, onde secas não chegam a ser um problema.

Aconteceu

Após morte de ex-diretor, CEF 410 Norte inicia aulas com pais apreensivos

Publicado

dia

Laudo da Polícia Civil indica que o professor Odailton Charles de Albuquerque Silva, 50 anos, possa ter sido envenenado na escola

Preocupados, dezenas de pais acompanharam os filhos no volta às aulas e permaneceram em frente à unidade até ter um pronunciamento
(foto: Walder Galvao/CB/D.A Press)

Centenas de alunos do Centro de Ensino Fundamental (CEF) 410 da Asa Norte voltaram às aulas na manhã desta segunda-feira (10/2). O ex-diretor da unidade de ensino Odailton Charles de Albuquerque Silva, 50 anos, morreu após ter sido envenenado. A Polícia Civil investiga se o crime aconteceu dentro da escola e se foi cometido por um colega de trabalho da vítima.

O clima na unidade de ensino é de apreensão. Preocupados, dezenas de pais acompanharam os filhos no volta às aulas e permaneceram em frente à unidade até ter um pronunciamento. Às aulas estavam marcadas para começar às 7h30 e às 7h45 um funcionário da escola anunciou que os responsáveis poderiam entrar junto com os filhos.

Por volta das 8h, os pais começaram a deixar a unidade e as aulas tiveram início. Um dos pais, que preferiu não identificar, reclamou que faltam informações. “Não sabemos se a escola passou por alguma vistoria. Até agora, não tivemos nenhuma reunião para tratar do assunto. A verdadeira preocupação precisa ser com as crianças”, afirmou.

 

 

Ver mais

Aconteceu

Polícia Civil prende grupo especializado em furto de carros no DF e Entorno

Publicado

dia

A Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri) cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão no Gama, Santa Maria, Novo Gama, Valparaíso de Goiás e Luziânia

De acordo com as investigações, o grupo é responsável pela subtração de pelo menos 35 veículos em um período de aproximadamente um ano
(foto: Divulgação/PCDF)

A Polícia Civil prendeu um grupo acusado de integrar uma organização criminosa especializada em furto de veículos, adulteração de sinais identificadores, desmonte de venda. Na manhã desta segunda-feira (10/2), a Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri) cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão no Gama, Santa Maria, Novo Gama, Valparaíso de Goiás e Luziânia.

De acordo com as investigações, o grupo é responsável pela subtração de pelo menos 35 veículos em um período de aproximadamente um ano. Os furtos aconteciam em diversas regiões do DF e, em seguida, eram levados para os municípios do Entorno. Lá, a quadrilha adulterava os sinais identificadores e comercializavam os carros e peças.
As investigações possibilitaram a identificação de pelo menos oito integrantes da organização criminosa, com idades entre 21 e 56 anos. Cada um desempenhava uma ou várias tarefas no esquema. Os suspeitos têm antecedentes criminais por crimes contra o patrimônio, como: furto, receptação, roubo e adulteração de veículos, além de associação criminosa.
Ver mais

Aconteceu

Acidente de trânsito deixa quatro pessoas feridas na BR-080

Publicado

dia

Dois veículos bateram de frente na rodovia, próximo a Brazlândia, deixando três mulheres e um homem feridos

Após a colisão, um dos carros parou no canteiro da rodovia e o outro em uma das faixas da da via, que precisou ser bloqueada
(foto: Divulgação/CBMDF)

Um acidente de trânsito deixou quatro pessoas feridas na BR-080, na manhã desta segunda-feira (10/2). Dois veículos bateram de frente na rodovia, próximo a Brazlândia. As vítimas, entre elas três mulheres e um homem, foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros no local.
A condutora do Fiat Pálio vermelho, 22 anos, foi transportada pela corporação para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC), com suspeita de fratura no braço direito. Ela estava sozinha no veículo.
No Fiat Pálio Weekend cinza estavam três pessoas. O condutor, 51, e um passageira, 45, precisaram ser transportados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A terceira ocupante do veículo, 28, foi encaminhada para o HRC, com suspeita de fratura na perna esquerda. Todas as vítimas estavam conscientes, orientadas e estáveis.
Após a colisão, um dos carros parou no canteiro da rodovia e o outro em uma das faixas da da via, que precisou ser bloqueada. O Corpo de Bombeiros sinalizou a rodovia e criou um desvio para a passagem dos veículos pelo acostamento. A via ficou ao cuidados da Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Ver mais

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade