Nossa rede

Brasil

PIS-Pasep 2020-2021: pagamento do abono salarial é antecipado para fevereiro; veja novo calendário

Publicado

dia

Quem nasceu nos meses de março a junho ou tem número final de inscrição entre 6 e 9 receberá o benefício no dia 11 de fevereiro.

PIS-Pasep 2020-2021: calendário de pagamento do abono salarial é antecipado para fevereiro — Foto: Reprodução

 

O calendário de pagamentos dos últimos lotes do abono salarial PIS-Pasep 2020-2021 será antecipado para fevereiro, de acordo com nova resolução publicada nesta sexta-feira (5) no Diário Oficial da União.

Com a mudança, os recursos estarão disponíveis no dia 11 de fevereiro para trabalhadores nascidos entre março a junho ou com número final de inscrição entre 6 e 9.

Pelo calendário anterior, os nascidos em maio e junho ou com número final de inscrição 8 e 9 receberiam apenas em 17 de março.

O valor do abono varia de R$ 92 a R$ 1.100, dependendo do período trabalhado formalmente em 2019. Quem nasceu nos meses de julho a fevereiro ou tem número final de inscrição entre 0 e 5 começaram a receber o benefício ainda no ano de 2020.

Novo calendário de pagamento do PIS

PIS-Pasep 2020-2021: calendário de pagamento do abono salarial é antecipado para fevereiro — Foto: Reprodução

Para os trabalhadores que não são correntistas da Caixa, o dinheiro é depositado em poupança social digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem.

De acordo com a nova resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), os trabalhadores que forem correntistas da Caixa, receberão o crédito do PIS em conta a partir de 9 de fevereiro. No caso do Pasep, os servidores que forem correntistas do Banco do Brasil receberão o depósito em conta também a partir de 9 de fevereiro.

Como informou o Blog do Valdo Cruz, o governo decidiu antecipar os pagamentos do abono salarial diante do aumento no número de casos de Covid-19 neste início de ano.

Novo calendário de pagamento do Pasep

O PIS é destinado aos trabalhadores do setor privado e é pago na Caixa Econômica Federal. Já o Pasep é pago para servidores públicos por meio do Banco do Brasil. O calendário de recebimento leva em consideração o mês de nascimento, para trabalhadores da iniciativa privada, e o número final da inscrição, para servidores públicos.

Os recurso ficarão à disposição dos trabalhadores até 30 de junho de 2021, prazo final para o recebimento. A Caixa prevê disponibilizar cerca de R$ 15,8 bilhões para mais de 20,5 milhões de beneficiários do PIS até o final do calendário do exercício 2020/2021.

Qual o valor e quem tem direito?

Com o aumento do salário mínimo em janeiro, o valor do abono salarial varia de R$ 92 a R$ 1.100, de acordo com a quantidade de meses trabalhados durante o ano-base 2019. Só receberá o valor total quem trabalhou os 12 meses de 2019.

Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2019. É preciso ainda estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Para saber se tem direito e como sacar

Para sacar o abono do PIS, o trabalhador que possuir Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Se não tiver o Cartão do Cidadão, pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação.

Informações sobre o PIS também podem ser obtidas pelo telefone 0800-726-02-07 da Caixa. O trabalhador pode fazer uma consulta ainda no site www.caixa.gov.br/PIS, em Consultar Pagamento. Para isso, é preciso ter o número do NIS (PIS/Pasep) em mãos.

Os servidores públicos que têm direito ao Pasep precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, precisam procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil.

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Brasil

SP decreta lockdown hoje, dizem prefeitos; saiba o que deve funcionar

Publicado

dia

Por

Quarentena foi debatida nesta terça com gestores municipais, que abraçaram a ideia; só serviços essenciais devem funcionar pelos próximos 15 dias

Parentes de pacientes internados ou em atendimento domiciliar, em sua maioria portadores da doença coronavírus (COVID-19), se reúnem para compra de oxigênio e envase de botijões em empresa privada em Manaus, Brasil, dia 18 de janeiro de 2021. (Bruno Kelly/Reuters)

Diante do colapso na saúde em cidades do interior de São Paulo, como Araraquara, Campinas e Bauru, o governador João Doria (PSDB) deve anunciar nesta quarta-feira, dia 3, um lockdown para todo o estado. A princípio, a ideia é que o fechamento da economia dure duas semanas.

Doria discutiu a necessidade de medidas mais duras na terça-feira, dia 2, em uma reunião virtual com 616 prefeitos. Patrica Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico do governo paulista, João Gabbardo, chefe do centro de combate ao  coronavírus em São Paulo e Marco Vignoli, secretário de Desenvolvimento Regional, também participaram.

Segundo relatos dos prefeitos, Gabbardo afirmou que, caso não sejam tomadas medidas mais duras, em 11 dias o sistema hospitalar do estado pode entrar em colapso, em vista do que já ocorreu no Rio Grande Sul, Santa Catarina, Paraná e outras 16 unidades da federação, onde a taxa de ocupação de leitos de UTI já passou de 90% e, nos casos mais críticos, bateu a marca dos 100%. No estado de São Paulo, a ocupação de leitos de UTI está em 73,2%, mas alguns hospitais já atingiram a capacidade total.

“A intenção é evitar um cenário parecido com o de Manaus, com falta de insumos e hospitais sem condição de atender novos pacientes nas unidades de terapia intensiva”, diz Luiz Fernando Machado (PSDB), prefeito de Jundiaí. Machado abriu a reunião na tarde de terça e foi escolhido para explicar, durante o encontro com os gestores municipais, por que considera a a quaretena uma medida essencial neste momento. “Queremos evitar um caos na saúde no estado”, afirma.

Com o aval dos municípios, só os serviços considerados essenciais, como supermercados, farmácias e postos de gasolina, devem funcionar nos próximos 15 dias. Doria deve anunciar nesta quarta a data de início da quarentena. Também deve ser detalhado o posicionamento em relação às atividades escolares, que não foi divulgado na terça durante a reunião com os prefeitos.

“Com os hospitais operando no limite e o aumento no número de casos da Covid-19, praticamente todos os gestores municipais defendem uma ampliação das restrições”, diz Orlando Morando (PMDB), prefeito de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

Desde o início do ano, a comunidade científica vem alertando sobre a necessidade de medidas mais duras para conter o avanço da contaminação pelo coronavírus no país. Nesta terça, o número de mortos pela covid chegou a 1.726, um recorde.

A nova variante, que surgiu em Manaus, é um dos maiores motivos de preocupação. “Hoje, estamos entrando de cabeça no sistema no colapso de saúde pelo atraso na vacinação e da demora em adotar lockdowns”, disseo doutor em microbiologia e divulgador científico, Atila Iamarino.

Em Porto Alegre, o hospital particular Moinho dos Ventos, que já atingiu sua capacidade de máxima de atendimento na UTI, decidiu comprar um contêiner para colocar os mortos — o necretório está lotado. O Rio Grande do Sul não tem mais vagas de UTI disponíveis. Mais de 2.820 portadores do coronavírus estão internados em 2.818 leitos, incluindo hospitais públicos e privados.

Os centros de saúde da capital paulista também estão chegando no limite máximo de ocupação. Hospitais particulares como o Einstein e Oswaldo Cruz já não tem mais vagas de UTI. O Sírio Libanês se encontra perto da lotação máxima. Entre os centros de saúde públicos, a Santa Casa e o Emílio Ribas, considerado uma referência no tratamento de doenças infecciosas, também alcançaram 100% da ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva. “A situação é muito preocupante em várias cidades”, diz Machado.

 

 

Ver mais

Brasil

Aeroporto de Brasília instala nova câmera termográfica no desembarque

Publicado

dia

Por

O sistema, que também detecta a utilização de máscaras, tem objetivo de aprimorar a segurança do terminal e o controle de viajantes que chegam à capital federal

O equipamento é capaz de checar a temperatura de 30 pessoas ao mesmo tempo – (crédito: Divulgação/Aeroporto de Brasília)

Os passageiros que desembarcarem no Aeroporto de Brasília em voos domésticos agora terão a temperatura medida por uma solução termográfica automatizada instalada na saída do desembarque doméstico do terminal. A aferição da temperatura no desembarque era feita manualmente pelos bombeiros de aeródromo.

A checagem da temperatura é uma barreira sanitária que a Inframerica estabeleceu em parceria com o Governo do Distrito Federal para evitar o aumento do contágio do coronavírus na capital do país. Com a instalação do novo equipamento, a concessionária agiliza o procedimento de desembarque e possibilita mais conforto para os passageiros.

A instalação foi feita pela empresa Johnson Controls, especialista em tornar os espaços mais inteligentes e que auxilia a Inframerica na implementação de processos inovadores para a retomada dos voos.

O dispositivo, que também detecta a utilização de máscaras, tem a capacidade de processar as informações de 30 passageiros ao mesmo tempo. O usuário poderá conferir a sua temperatura em uma tela presente no local. Os dados são enviados automaticamente ao Centro de Controle Operacional da concessionária.

Além disso, se um indivíduo for identificado com temperatura acima do normal (37ºC), a sala de controle é acionada imediatamente por meio de alarme. A pessoa será submetida a uma nova checagem com um termômetro clínico. Se for comprovada a temperatura elevada, será recomendado que se dirija ao Posto Médico do terminal aéreo. Caso seja necessário, o passageiro será encaminhado a um hospital de referência do Distrito Federal para a realização de exames.

O Aeroporto de Brasília foi o primeiro terminal aéreo brasileiro a instalar esse tipo de câmera e a oferecer esse tipo de serviço no país. Desde maio, todos os passageiros que embarcam no terminal brasiliense têm a temperatura aferida e a ação é acompanhada de perto por um bombeiro civil da concessionária.

A solução termográfica e o alerta quanto ao uso de máscaras são ferramentas que a concessionária disponibiliza aos passageiros para garantir ainda mais tranquilidade na hora de voar, seja partindo ou chegando a Brasília.

Outras ações do Aeroporto de Brasília para garantir a retomada das operações incluem o distanciamento em filas, mesas e cadeiras, disponibilização de álcool em gel, higienização do terminal com produtos sanitários utilizados para desinfecção de UTIs e informativos. É possível checar todas as medidas aqui.

Por conta destas ações que a concessionária vem adotando, o terminal foi reconhecido internacionalmente pelo Conselho Internacional de Aeroportos (Airports Council International – ACI), que credenciou o aeroporto brasiliense com a Airport Health Accreditation (AHA), certificação de boas práticas em medidas sanitárias.

Ver mais

Brasil

Prouni: inscrição na lista de espera termina hoje, veja como fazer

Publicado

dia

Por

O resultado da lista de espera está previsto para o dia 5 de março, e as matrículas deverão ser feitas no período de 8 a 12 de março

Prouni: o Programa Universidade para Todos oferece, nessa edição, 162 mil bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todas as unidades federativas (Site do Prouni/Reprodução)

Termina hoje (2) o prazo para inscrição na lista de espera por bolsas de estudo do Programa Universidade para Todos (Prouni).

O resultado da lista de espera está previsto para o dia 5 de março, e as matrículas deverão ser feitas no período de 8 a 12 de março.

O Ministério da Educação alerta que, ao contrário do que ocorre na segunda chamada, a inscrição na lista de espera não é automática. É, portanto, necessário que a inscrição seja feita pelos candidatos que participaram do processo seletivo Prouni 2021. Essas vagas não serão abertas a novos inscritos.

O Prouni oferece, nessa edição, 162 mil bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todas as unidades federativas. Segundo o Ministério da Educação, desse total, 52.839 bolsas são para cursos na modalidade de educação a distância.

Os cursos disponíveis na lista de espera variam em cada edição. Como os resultados da espera vão sendo divulgados aos poucos, conforme a disponibilidade de vagas, o interessado deve acessar o sistema todos os dias, até o encerramento do período, para ver se foi contemplado.

O Ministério da Educação não envia mensagens informando sobre a aprovação. Caso seja pré-aprovado, o candidato também deve ficar atento ao prazo para a apresentar documentação exigida como comprovantes de renda, identificação pessoal, endereço e escolaridade.

O Prouni é o programa do governo federal que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior. Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

É necessário também que o estudante tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa e, nesse caso, não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos.

É preciso que o candidato tenha feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio, tenha alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não tenha tirado zero na redação. Excepcionalmente neste ano os estudantes serão selecionados de acordo com as notas do Enem de 2019, uma vez que as provas do Enem 2020 foram adiadas em razão da pandemia de covid-19.

As inscrições devem ser feitas com número e senha do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na página de inscrição do programa.

Ver mais

Brasil

Iguatemi reduz horário de funcionamento de shopping por causa da pandemia

Publicado

dia

Por

Para reduzir riscos de contaminação pela covid-19, e em linha com recomendação do governador João Doria, rede de shopping centers mudou horário de funcionamento de suas unidades

Para reduzir riscos de contaminação pela covid-19, e em linha com recomendação do governador João Doria, rede de shopping centers mudou horário de funcionamento de suas unidades (Nacho Doce/Reuters)

Em razão da recomendação feita pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), como forma de reduzir a disseminação da covid-19, a Iguatemi Empresa de Shopping Centers informou que os shoppings Iguatemi São Paulo, JK Iguatemi, Pátio Higienópolis, Market Place (São Paulo/SP), Iguatemi Alphaville(Barueri/SP), Iguatemi Campinas, Shopping Galleria (Campinas/SP), Iguatemi Rio Preto (São José do Rio Preto/SP) e Iguatemi Esplanada (Sorocaba/SP) funcionarão, temporariamente, em horário reduzido de segunda-feira à sábado, das 12h às 20h e aos domingos e feriados, lojas das 14h às 20h.

Algumas operações específicas e essenciais para o bem-estar das pessoas poderão funcionar em horários alternativos.

Outros shopping centers no interior paulista, assim como em outros Estados, também terão seus horários de funcionamento reduzidos. Entre eles estão o Iguatemi Ribeirão Preto (Ribeirão Preto/SP), o Iguatemi Porto Alegre (Porto Alegre/RS) e Praia de Belas Shopping Center (Porto Alegre/RS).

Já o I Fashion Outlet Novo Hamburgo (Novo Hamburgo/RS) e o I Fashion Outlet Santa Catarina (Tijucas/SC), ficarão fechados entre os dias 27 de fevereiro e 7 de março. A empresa informa que essas medidas têm como objetivo garantir a segurança e a saúde de todos os clientes, lojistas, colaboradores e fornecedores.

Ver mais

Brasil

Juíza suspende aulas presenciais em escolas públicas e privadas do RS

Publicado

dia

Por

Decisão vale enquanto estiver em vigor a bandeira preta no decreto do Distanciamento Controlado. Aulas de ensino infantil e dos 1º e 2º anos do ensino fundamental estavam autorizadas no estado.

Decisão suspende retomada das aulas no RS — Foto: Reprodução/RBS TV

A 1ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre suspendeu a retomada das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas do Rio Grande do Sul. A decisão foi proferida na noites deste domingo (28) pela juíza Rada Maria Metzger Kepes Zaman.

A suspensão vale enquanto estiver em vigor a bandeira preta, no decreto de Distanciamento Controlado. No sistema do governo estadual, as aulas de educação infantil e dos 1º e 2º anos do ensino fundamental poderiam ocorrer em modo presencial mesmo com o risco altíssimo de disseminação do coronavírus.

O governo do RS afirmou, nesta segunda-feira (1), que vai recorrer da decisão e que a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) está trabalhando no recurso.

Na avaliação da magistrada, a postura do Executivo estadual é contraditória.

“Contraditoriamente, no pior período da pandemia no Estado, o Poder Público pretende a reabertura das escolas para as aulas presencias para a educação infantil e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental”, disse.

No pedido de antecipação de tutela, a juíza Rada Maria Metzger Kepes Zaman ainda citou o agravamento da pandemia no RS, mencionando a ocupação de leitos e o aumento no número de casos de Covid-19.

“Os números são completamente alarmantes e a previsão dos profissionais de saúde não é de diminuição dos contaminados em um futuro próximo, mas o agravamento desses números por todo o Estado”, escreveu.

O processo foi movido pelo CPERS Sindicato, que representa os professores da rede pública estadual, e pela Associação Mães e Pais pela Democracia contra o governo do estado.

Na sexta-feira, o Tribunal de Justiça já havia impedido a retomada de aulas presenciais na rede municipal de Porto Alegre, após recurso da prefeitura da Capital solicitando pela reabertura das escolas.

Ver mais

Brasil

Postos de vacinação drive-thru em SP têm filas de espera nesta segunda; dois novos pontos serão abertos na terça

Publicado

dia

Por

Centenas de carros aguardavam para imunizar familiares nos pontos montados em Interlagos, na Zona Sul, e no Estádio do Pacaembu, na Zona Oeste. Pontos no Estádio do Morumbi e no Memorial da América Latina começam operar na terça (2). Ao todo, capital terá oito locais em que é possível vacinar sem descer do carro.

Fila no posto de vacinação drive-thru em Interlagos, na Zona Sul de SP — Foto: Reprodução/TV Globo

Os postos de vacinação no sistema drive-thru voltaram a registrar longas filas na manhã desta segunda-feira (1°).

Centenas de carros aguardavam para imunizar familiares nos pontos montados em Interlagos, na Zona Sul, e no Estádio do Pacaembu, na Zona Oeste.

Na terça (2), outros dois pontos serão abertos. Um deles no estádio do Morumbi, na Zona Sul da capital, e outro no Memorial da América Latina, na Zona Oeste.

A imunização de idosos entre 80 e 84 anos na capital paulista começou no último sábado (27) nesses locais e nas AMAs e foi marcada por congestionamento e espera.

Nesta segunda (1°), foi ampliada para as 486 Unidades Básicas de Saúde da cidade.

Algumas unidades, como a UBS da Vila Romana, na Zona Oeste, e de Santo Amaro e Campo Grande, ambas na Zona Sul, também registraram filas e espera à porta.

Unidade Básica de Saúde tem fila de espera para vacinação  — Foto: Philipe Guedes/TV Globo

Unidade Básica de Saúde tem fila de espera para vacinação — Foto: Philipe Guedes/TV Globo

 

Por conta da alta demanda, a gestão municipal decidiu estender a vacinação para o domingo (28), que não estava previsto, e incluiu um novo ponto na Zona Oeste.

Além dos idosos, profissionais de saúde autônomos com mais de 55 anos poderão receber a primeira dose da vacina a partir desta segunda (1°).

Locais

É possível localizar as Unidades Básicas de Saúde da capital pelo site: buscasaude.prefeitura.gov.br.

Abaixo, veja os endereços dos pontos no sistema drive-thru.

Veja o endereço dos pontos drive-thru de vacinação:

  • Praça Charles Muller – Estádio do Pacaembu (Zona Oeste);
  • Arena Corinthians (Zona Leste);
  • Autódromo de Interlagos (Zona Sul) – Rua Jacinto Júlio – Portão 9 – KRF;
  • Centro de Exposições do Anhembi (Zona Norte) – Rua Olavo Fontoura – Portão 38;
  • Igreja Boas Novas, na Vila Prudente (Zona Leste) – Rua Marechal Malet, 611 – Parque da Vila Prudente;
  • Clube Hebraica (Zona Oeste) – esquina da da Rua Angelina Maffei Vita com Rua Ibiapinopolis

Filas

A capital paulista vacinou aproximadamente 32 mil idosos contra a Covid-19 neste sábado, primeiro dia da imunização voltada para a faixa etária entre 80 e 84 anos.

Longas filas de carros se formaram durante o dia em locais como o Pacaembu onde a espera chegou a levar horas.

Calendário de vacinação

Pelo cronograma inicial do governo do estado, o público dessa faixa etária receberia a primeira dose da vacina contra a doença a partir da próxima segunda-feira (1°), mas a data foi antecipada nesta sexta (26) em todo o estado.

Segundo o governo de São Paulo, a imunização para pessoas de 77 a 79 anos está prevista para começar na próxima quarta-feira (3). As vacinas serão aplicadas pelos municípios, de acordo com a logística de cada uma das 645 cidades paulistas.

O governo de SP afirma que cerca de 563 mil pessoas entre 80 e 84 anos e outras 430 mil pessoas que estão na faixa de 77 a 79 anos serão vacinadas.

Calendário de vacinação contra a Covid-19 no estado de São Paulo. — Foto: Reprodução/TV Globo

Calendário de vacinação contra a Covid-19 no estado de São Paulo. — Foto: Reprodução/TV Globo

 

Ver mais

Hoje é

quarta-feira, 3 de março de 2021

Publicidade

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?