Nossa rede

Brasília

Frente Parlamentar da Educação pede prioridade para vacinação de professores

Publicado

dia

O grupo também cobrou atenção ao processo de reabertura das escolas, que passaram a maior parte de 2020 fechadas

Professores: ainda não há data para aplicar doses em profissionais do ensino. “Seria importante colocar os professores no grupo 2, dada a emergência para a reabertura das escolas” (Governo do Estado de SP/Divulgação)

A Frente Parlamentar Mista da Educação pediu prioridade na vacinação de professores em audiência com o ministro da Educação Milton Ribeiro, nesta quinta-feira, 4. O grupo também cobrou atenção ao processo de reabertura das escolas, que passaram a maior parte de 2020 fechadas.

Secretário-geral da Frente, o deputado federal Professor Israel Batista (PV-DF) também criticou o foco do governo federal no “homeschooling” (ensino em casa), um dos 35 itens da lista de propostas apresentadas pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso.

“A pauta de prioridades apresentada pelo presidente da República nos frustrou um pouco. A grande prioridade tem de ser a volta às aulas”, afirma Batista.

A Frente tem 301 deputados e 38 senadores. “O ‘homeschooling’ atinge sete ou oito mil famílias e temos cerca de 48 milhões de alunos (da educação básica) no País.”

Segundo ele, pautas como formação docente, ensino híbrido e a construção do Sistema Nacional de Educação – que estabelece normas para a cooperação entre União, Estados e municípios – são mais urgentes.

Para Batista, o Legislativo tem assumido protagonismo em debates do setor, sobretudo na votação em 2020 do Fundeb, principal fundo para o financiamento do ensino básico do País, que teve pouco envolvimento da gestão Bolsonaro. “Temos trabalhado desde o início para evitar que o Congresso fique só na discussão ideológica”, diz o deputado.

Sobre a vacinação de professores, o Ministério da Saúde coloca a categoria no grupo quatro de prioridades, após idosos, profissionais de saúde, indígenas e pessoas com doenças crônicas.

Ainda não há data para aplicar doses em profissionais do ensino. “Seria importante colocar os professores no grupo 2, dada a emergência para a reabertura das escolas”, defende Batista. Nas contas do governo federal, são 2,3 milhões de docentes do ensino básico e superior.

A imunização da categoria tem sido defendida por gestores, como forma de ampliar a retomada das aulas presenciais. Entre os que já defenderam a prioridade aos profissionais do setor, estão os prefeitos de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), e do Recife, João Campos (PSB).

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), prometeu esta semana acionar o Supremo Tribunal Federal para antecipar a aplicação de doses em docentes. O número limitado de doses, porém, é um entrave para acelerar a campanha nacional.

Especialistas em Educação reivindicam a prioridade dos professores na fila de vacinação, mas dizem que a aplicação de doses não deve ser uma condição para a volta às aulas. Entre os argumentos de médicos e educadores para a volta às escolas estão evidências científicas sobre a segurança do retorno com protocolos sanitários e o baixo risco de infecção entre os mais novos.

Uma parte dos especialistas em saúde, porém, está preocupada com a reabertura de colégios em meio à alta de infecções e o avanço de mutações do vírus.

Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Comentar

Brasília

Governador participa da primeira reunião da nova diretoria da Fecomércio

Publicado

dia

Por

Durante a conferência, foram destacadas as ações do GDF em prol dos empresários

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, participou, nesta terça-feira (28), da primeira reunião da nova diretoria da Fecomércio-DF, que tomou posse no último dia 22. A conferência contou com uma apresentação do líder do Executivo destacando as ações do Governo do Distrito Federal para incentivar o empresariado local. Além disso, Ibaneis Rocha respondeu a questionamentos dos integrantes da federação sobre o setor empresarial.

“A moeda do empresário é a credibilidade. A confiança de que tudo que ele vai investir vai ter retorno. Essa é a grande moeda que nós temos que oferecer, enquanto governo”Governador Ibaneis Rocha

A reunião foi aberta pelo presidente da Fecomércio, José Aparecido Freire, que iniciou dando as boas-vindas à nova diretoria e agradecendo a presença do governador, pela segunda vez no encontro. “Obrigado ao senhor por nunca deixar de atender o nosso convite. Quero agradecer ao senhor pela presença em nossa posse, que mostrou a força do empresariado no DF”, afirmou.

Ibaneis Rocha começou a fala na reunião elencando o trabalho do GDF para manter elevada a confiança dos empresários mesmo em meio à pandemia de covid-19. “A moeda do empresário é a credibilidade. A confiança de que tudo que ele vai investir vai ter retorno. Essa é a grande moeda que nós temos que oferecer, enquanto governo”, disse.

“Não estamos atrás de tributações elevadas, muito pelo contrário, desde o primeiro momento estamos diminuindo cargas tributárias”, acrescentou. Ibaneis Rocha citou o pacote de medidas lançado no ano passado pela Secretaria de Economia em parceria com outras pastas para aquecer a economia do DF e atender o empresariado durante a crise.

Ibaneis Rocha destacou ações do GDF para incentivar o empresariado local e respondeu questões dos integrantes da Fecomércio | Foto: Kleber Lima/ Divulgação Fecomércio

Além das medidas econômicas, o governo estimulou o setor empresarial ao investir na infraestrutura da cidade. A exemplo de grandes obras como o Túnel de Taguatinga, as reformas da W3 Sul, do Setor Hospitalar Sul, do centro de Taguatinga e do Setor Comercial Sul, a construção dos viadutos do Recanto das Emas, do Setor Policial e do Sudoeste e a duplicação da DF-140.

“Tiramos da prancheta muitos projetos que estavam parados há anos, como foi citado pelo presidente José Aparecido, como o Túnel de Taguatinga. São mais de 20 anos de espera. Uma obra que não só vai revitalizar o centro de Taguatinga, mas vai criar uma nova via produtiva para o DF”, destacou.

“Brasília hoje tem uma visão e uma perspectiva de que está em crescimento. Todos os locais que você anda têm grandes obras de infraestrutura que estão fazendo com que a cidade se modernize”, completou o governador.

Para Ibaneis Rocha, a duplicação da DF-140, além de resolver o problema do trânsito do Jardim Botânico, vai estimular os setores imobiliário, de comércio e de bens e serviços. “Ali, talvez, seja o último grande polo de desenvolvimento habitacional e de serviços que nós temos no DF. Uma região extremamente valorizada e que vai se valorizar cada vez mais com a duplicação da DF-140 e a construção dos viadutos de saída do Jardim Botânico”, falou.

“O que quero resumir é dizer que Brasília está em franco desenvolvimento e a prova maior disso é quando você abre um jornal e vê que mesmo num período pós-pandemia, onde muitos se resguardam em investimentos, os empresários do DF voltaram a investir e investir pesado”, afirmou Ibaneis.

“Estamos tendo mês a mês a diminuição dos índices de desemprego da nossa cidade. Isso nos alegra muito, porque mostra que o empresariado está com o nível de segurança elevado. Contratando, reabrindo”, acrescentou.

O presidente da Fecomércio, José Aparecido Freire, agradeceu ao governador por participar pela segunda vez em uma posse da entidade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dúvidas e sugestões

Após a explanação, o governador respondeu aos questionamentos dos empresários sobre temas como a atualização da Lei de Uso e Ocupação do Solo (Luos), a necessidade de estacionamentos na cidade e a extensão de atividades de saúde para o Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), além de elogios em relação a ações como a reforma da W3, que, segundo os empresários, reviveu o comércio da área, e o início das obras no Setor Comercial Sul.

O presidente da Fecomércio aproveitou a oportunidade para sugerir um novo programa ao GDF, a exemplo de iniciativas de sucesso como o Cartão Material Escolar e Cartão Gás. “Sugiro fazer um estudo sobre o Cartão Medicamento. Poderíamos credenciar 1,5 mil farmácias, o que desoneraria essas críticas para o governo”, propôs.

 

Ver mais

Brasília

GDF ganha reforço de 96 novos servidores públicos

Publicado

dia

Por

Cerimônia no Palácio do Buriti marcou a posse de 35 funcionários do SLU e a assinatura do decreto de nomeação de 61 concursados das secretarias de Desenvolvimento Social; de Justiça e Cidadania; e da Mulher

O Governo do Distrito Federal receberá o reforço de 96 servidores públicos. Novos funcionários do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) tomaram posse no cargo nesta terça-feira (28). Em cerimônia realizada no Palácio do Buriti, o governador Ibaneis Rocha também assinou os decretos de nomeação dos aprovados nos concursos públicos das secretarias de Desenvolvimento Social; de Justiça e Cidadania; e da Mulher.

“Quero parabenizar todos os servidores e dizer que confiamos muito em cada um de vocês”, afirmou o governador. “Vamos continuar trabalhando para valorizar o funcionário público e fornecer à população do Distrito Federal o melhor atendimento possível”.

Durante a cerimônia de posse e de nomeação , o governador Ibaneis Rocha afirmou que o GDF continuará “trabalhando para valorizar o funcionário público e fornecer à população do Distrito Federal o melhor atendimento possível” | Foto: Renato Alves / Agência Brasília

Ibaneis Rocha aproveitou a cerimônia para celebrar o bom resultado do trabalho em assistência social no DF. “Nossos programas ajudam milhares de pessoas a superarem situações de dificuldade. Cuidar da área social é uma das principais missões de um governo”.

Durante seu discurso, o presidente do SLU, Silvio de Morais Vieira, relembrou que o certame de 2019 foi o primeiro realizado em 30 anos. “Demos posse para 50 profissionais no ano do concurso e, agora, damos posse para mais 35”, comentou. “Preciso agradecer por todo apoio e carinho que o governador tem tido com a nossa categoria”.

“O governador tem dado prioridade para o tema. Pegamos a pasta com pouco mais de 1.100 servidores e, em dois anos, nomeamos quase 1 mil novos funcionários públicos. Tudo voltado para melhorar o atendimento da população”Mayara Noronha Rocha, secretária de Desenvolvimento Social

Foram nomeados profissionais de administração (3), biologia (1), jornalismo (2), relações públicas (2), economia (2), informática (1), modernização da gestão das atividades de resíduos sólidos (3), engenharia de produção (2), engenharia ambiental (9), engenharia civil (9) e engenharia de segurança do trabalho (1). Com as novas posses, o SLU conta agora com 860 servidores efetivos. Desses, 105 foram nomeados nesta gestão.

Recém-empossada, a engenheira civil Ana Sofia Jucá, 31 anos, estava emocionada na cerimônia – foram noites em claro em busca do sonho de trabalhar no SLU. “Eu já trabalhava com gestão de resíduos. Então, quando saiu o edital do concurso, eu comecei a estudar imediatamente”, contou. “Estou muito animada”.

Decretos de nomeação

Além da posse dos 35 novos funcionários do SLU, o governador Ibaneis Rocha assinou o decreto de nomeação de outros 61 servidores públicos. Só para a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), foram chamados 39 colaboradores para os cargos de agente social (18), direito e legislação (4), psicologia (10) e serviço social (7).

Para a secretária da Sedes, Mayara Noronha Rocha, a pandemia trouxe maior necessidade de se dedicar às políticas de assistência social. “O governador tem dado prioridade para o tema”, garantiu. “Pegamos a pasta com pouco mais de 1.100 servidores e, em dois anos, nomeamos quase 1 mil novos funcionários públicos. Tudo voltado para melhorar o atendimento da população”.

“É um momento de felicidade para todos vocês, mas também para o governo, que em meio a todos esses descompassos da pandemia conseguiu manter a nomeação de servidores”Jaime Santana, secretário de Justiça e Cidadania

A Secretaria da Mulher (SMDF) ganhará nove servidores novos para os cargos de agente social (6), direito e legislação (1), pedagogia (1) e serviço social (1). Durante a cerimônia, a secretária Vandercy Camargos ressaltou o papel do funcionário público como elo entre o Estado e a sociedade. E celebrou o aumento de colaboradores da pasta.

“Em 2019, começamos com apenas 96 servidores. Tivemos um incremento, contando com as nomeações de hoje, de 87%”, contabilizou Vandercy. “Isso faz com que possamos, cada vez mais, efetivar nossas políticas públicas”.

Já a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) teve o decreto de nomeação de 13 novos funcionários assinado, entre agentes sociais (8), educadores sociais (3) e psicólogos (2). O secretário Jaime Santana apontou que os servidores chegam ao GDF em uma gestão cuja missão principal é cuidar de pessoas.

“É um momento de felicidade para todos vocês, mas também para o governo, que em meio a todos esses descompassos da pandemia conseguiu manter a nomeação de servidores”, afirmou. “Só na Secretaria de Justiça, foram mais de 900 funcionários nomeados de 2019 até agora”.

Assistência social como prioridade

A deputada federal Flávia Arruda parabenizou os concursados por não desistirem de seus sonhos. “Essa vitória é um esforço de cada um de vocês e de um governo que tem sensibilidade para melhorar a assistência social”, celebrou.

Para a também deputada federal Celina Leão, as políticas assistencialistas representavam um dos principais desafios desta gestão. “Houve uma verdadeira revolução na Secretaria de Desenvolvimento Social”, observou. “O Programa Prato Cheio, por exemplo, atendia apenas oito mil famílias. No mês que vem, passará a atender 60 mil”.

O deputado distrital Rafael Prudente citou o importante papel social dos novos servidores. “Fiz questão de vir hoje por conta do papel que cada um desses funcionários vai desempenhar”, disse o presidente da Câmara Legislativa. “O pessoal do SLU deixa nossa cidade cada dia mais organizada, o pessoal da Sejus cuida de quem perde seus entes queridos e daqueles cujos parentes estão envolvidos com drogas e o pessoal da Sedes garante um alimento na mesa da população carente”.

Ver mais

Brasília

Novo edital vai contratar mais 30 médicos temporários

Publicado

dia

Por

Processo seletivo, em fase de elaboração pela Secretaria de Saúde, tem o objetivo de ampliar o atendimento à atenção primária

Com a meta de reforçar a Estratégia de Saúde da Família (ESF), a Secretaria de Saúde (SES) prepara edital para contratar temporariamente 30 médicos dessa especialidade. O anúncio foi feito, nesta segunda-feira (27), pela gestora da pasta, Lucilene Florêncio, em encontro com jornalistas.

Em encontro com jornalistas, a secretária Lucilene Florêncio anunciou novo certame para a contratação de médicos temporários | Fotos: Tony Winston/Agência Saúde

O objetivo é que os novos profissionais ampliem o atendimento à população na atenção primária à saúde. “Nós temos uma estrutura da Estratégia de Saúde da Família que tem que ser reforçada. A contratação de médicos fará com que aumente a cobertura”, ressaltou a secretária.

De acordo com o subsecretário de Gestão de Pessoas, Evillásio Ramos, o processo seletivo está em fase de elaboração e passa por procedimentos administrativos. “A previsão é que nos próximos dias o edital tenha encaminhamento”, sinalizou.

Os principais temas tratados no encontro foram cobertura vacinal da população, estruturas das unidades de saúde e os recursos humanos na rede de saúde. Sobre a vacinação, a secretária explicou que é preciso conscientizar a população da importância de se imunizar. “É necessário resgatar a cultura da vacinação no Brasil; a vacina é a arma que nós temos, e não podemos retroceder”.

A secretária lembrou que hoje a população do DF pode escolher o imunizante: “Temos 350 mil doses de vacinas e 700 mil testes para que a gente vença esse vírus”.

Quem ainda precisar completar o esquema vacinal pode ir a 122 salas de imunização espalhadas pelo DF. Na segunda-feira, mais três postos noturnos foram abertos para ampliar as possibilidades de o brasiliense se vacinar, o que totaliza 17 pontos com o funcionamento das 19h às 22h.

A secretária Lucilene Florêncio também destacou que a vacina contra a influenza já está disponível para a população. A SES conta com um estoque de mais de 500 mil doses do imunizante em 111 unidades básicas de saúde (UBSs) do Distrito Federal. A única restrição é ter mais de seis meses de idade.

Em relação ao reforço de pessoal, a secretária ressaltou a realização de concurso pelo governo, no último domingo (26), a fim de contratar mais 230 médicos em 47 especialidades, além de 101 enfermeiros e 50 cirurgiões-dentistas.

A gestora da Saúde foi questionada sobre a possibilidade de aparecimento do vírus Monkeypox na região, doença popularmente conhecida como varíola do macaco. Ela explicou que, até o momento, não há casos confirmados da doença.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Ver mais

Brasília

Sessenta vagas de emprego para repositor de mercadoria nesta terça (28)

Publicado

dia

Por

Ao todo, são 158 oportunidades em diversas funções disponíveis nas agências do trabalhador do Distrito Federal

Quem está em busca de emprego poderá se candidatar às vagas disponíveis nas agências do trabalhador nesta terça-feira (28). Ao todo, são 158 oportunidades para funções distintas com salários que variam de R$ 606 a R$ 3 mil.

Destas, 60 são para o cargo de repositor de mercadoria em Águas Claras. Para concorrer, é necessário ter o ensino médio completo. A remuneração é de R$ 1.355. Outra oportunidade é para representante comercial. São 10 chances para Taguatinga, com salário de R$ 1,5 mil. Há duas exigências: experiência comprovada e ensino médio completo.

Entre outras vagas, há cinco para pessoas com deficiência para o cargo de frentista. As oportunidades são no Guará e têm salários de R$ 1.358. A escolaridade exigida é o ensino médio completo. Candidatos que ainda estão estudando no ensino superior podem concorrer ao cargo de recepcionista, na Asa Sul. Remuneração de R$ 606.

Todas as vagas oferecem benefícios além do salário. Os interessados podem cadastrar o currículo no aplicativo Sine Fácil ou, ainda, ir a uma das 14 agências do trabalhador, das 8h às 17h, durante a semana. Mesmo que nenhuma das vagas do dia seja atraente ao candidato, ele pode se cadastrar para oportunidades futuras, já que o sistema cruza dados dos concorrentes com o perfil que as empresas procuram.

Empregadores que desejarem ofertar vagas ou, ainda, utilizar o espaço das agências do trabalhador para as entrevistas, podem se cadastrar pessoalmente nas unidades e pelo aplicativo Sine Fácil. Também é possível solicitar atendimento pelo e-mail gcv@setrab.df.gov.br. Há, também, o Canal do Empregador, no site da Secretaria de Trabalho.

Ver mais

Brasília

DF ganha mais três novos pontos de vacinação noturna

Publicado

dia

Por

As unidades básicas de saúde em Brazlândia, Planaltina e Sobradinho terão funcionamento das 19h às 22h também para testagem. Elas se somam aos 14 postos em atividade neste período

Mais três pontos de vacinação noturna contra a covid-19 começam a funcionar a partir desta segunda-feira (27). Além dos 14 já em funcionamento, as unidades básicas de saúde (UBS) 4 de Planaltina, 1 de Sobradinho e 1 de Brazlândia também estarão abertas das 19h às 22h. A estratégia é mais um esforço para garantir a cobertura vacinal de 100% da população. As unidades terão ainda testagem.

“Faz parte do apelo para que toda a população procure as UBS para testar e vacinar. É o único caminho para quebrarmos a cadeia de transmissão do coronavírus. E as vacinas têm de estar nos braços e não na geladeira”, destaca a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio.

A orientação, de acordo com a pasta, é reforçar a testagem em pessoas sintomáticas para que sejam isoladas. “A previsão era de que fossem dois postos de vacinação hoje, mas conseguimos fazer todos os esforços para implantar os três”, afirma a secretária.

Estratégia é mais um esforço para garantir a cobertura vacinal de 100% da população | Foto: Tony Winston/Agência Saúde-DF

Para a UBS de Brazlândia, foram designados nove servidores, sendo quatro para fazer a testagem e cinco disponíveis para a vacinação. Na de Planaltina, serão 12 servidores e na UBS de Sobradinho, dez servidores.

Dos três novos locais para vacinação, dois estão na região Norte. A superintendente da região, Sabrina Gadelha, reforça que os novos pontos vão ampliar a taxa de cobertura vacinal. “Esses pontos de vacinação na área Norte vão atender a população que trabalha durante o dia e às vezes não consegue se dirigir às UBS no horário de funcionamento.”

“Faz parte do apelo para que toda a população procure as UBS para testar e vacinar. É o único caminho para quebrarmos a cadeia de transmissão do coronavírus. E as vacinas têm de estar nos braços e não na geladeira”Lucilene Florêncio, secretária de Saúde

Segundo o coordenador da Atenção Primária, Fernando Erick Damasceno, a vacinação ainda é a principal estratégia de contenção eficiente e comprovada. “A vacina é importante para todas as idades, mas para as pessoas acima de 40 anos, é essencial a adesão à dose de reforço”, ressalta.

No cronograma de funcionamento noturno, a Secretaria de Saúde disponibiliza duas unidades no Plano Piloto, quatro em Ceilândia, além de unidades no Paranoá, Brazlândia, Planaltina, Sobradinho, São Sebastião, Águas Claras, Taguatinga, Vicente Pires, Gama e Santa Maria. Para atender em horário estendido, as equipes de saúde foram reorganizadas e receberam reforço da Atenção Secundária e complemento de horas por meio de trabalho por período determinado (TPD).

Os pontos de vacinação são atualizados diariamente neste link.

Confira quais são as unidades abertas de 19h às 22h a partir desta segunda-feira (27):

UBS 1 Asa Sul
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: SGAS 612
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 2 Asa Norte
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: EQN 114/115
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 1 Sobradinho
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: Quadra 14 – Área Especial 22/23
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 4 Planaltina
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: Quadra 2 – Rua A – Estância Nova Planaltina
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 1 Paranoá
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: Quadra 21 Conjunto 15 Área Especial
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 1 São Sebastião
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: Centro de Múltiplas Atividades
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 1 Guará
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: QI 6 Área Especial Lote A
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac e Janssen

UBS 1 Águas Claras (Areal)
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: QS 5 Lote 24 Av. Areal
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 1 Vicente Pires
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: Rua 4C Chácara 12 – Colônia Agrícola Samambaia
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 5 Taguatinga
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: Setor D Sul Área Especial 23
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 3 Ceilândia
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: QNM 15 Lote D Área Especial 15
Disponíveis imunizantes AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 5 Ceilândia
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: QNM 16 Lote F Área Especial 16
Disponíveis imunizantes AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 7 Ceilândia
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: QNO 10 Área Especial 10
Disponíveis imunizantes AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 12 Ceilândia
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: EQNQ 3/4
Disponíveis imunizantes AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 1 Brazlândia
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: EQ 6/8 Setor Norte – Área Especial 3
Disponíveis imunizantes AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 3 Gama
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: EQ 3/5 Setor Leste Gama-DF
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

UBS 1 Santa Maria
Horário de vacinação: das 19h às 22h – Segunda a sexta-feira (dias úteis)
Endereço: QR 207/307 Conjunto T
Disponíveis vacinas AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer-BioNTech

*Com informações da Secretaria de Saúde do DF

Ver mais

Brasília

Armações de aço do túnel são fabricadas no próprio canteiro de obras

Publicado

dia

Por

Oficina de corte e dobra de vergalhões conta com até 50 operários para transformar 2 mil toneladas de aço

Toda a armação de aço usada no Túnel de Taguatinga é produzida ali mesmo, em uma oficina de corte e dobra montada no próprio canteiro de obras. É lá que vergalhões são moldados em formatos e tamanhos variados para dar mais força às paredes e lajes da construção.

Para trabalhar como armador é preciso fazer curso de operador de máquinas | Fotos: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

O concreto é o material mais usado na engenharia civil em todo mundo. Mas, sozinho, ele não é capaz de oferecer a solidez necessária para erguer grandes edificações.

Apesar de aceitar bem os esforços de compressão, a mistura de cimento, água, pedra e areia possui baixa resistência à tração. Daí a importância de incluir barras de aço na construção.

A estrutura do concreto armado é projetada por engenheiros especializados – partem desses profissionais as características que cada peça de aço deve ter para compor paredes, lajes e vigas. “Precisamos seguir as especificações direitinho, medir cada vergalhão de forma precisa”, conta o armador José Reinaldo Santos. “Se a armação ficar maior ou menor do que deveria, é trabalho perdido”.

O cuidado não fica apenas por conta das medidas. O maquinário de corte e dobra exige atenção redobrada dos operários para evitar qualquer acidente. Tanto que para trabalhar como armador é preciso fazer curso de operador de máquinas.

De acordo com o engenheiro civil Everaldo Barros, cerca de 50 armadores trabalham nas fases 2 e 3 do túnel, trecho que vai desde a Avenida Comercial de Taguatinga até o futuro viaduto do BRT. “Os profissionais se revezam entre a oficina e a montagem das estruturas já prontas”, afirma. “Só nessa extensão, são usadas cerca de duas mil toneladas de aço”.

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?