Nossa rede

Espaço Mulher

Ácido salicílico: tudo sobre essa substância importante no tratamento da acne

Publicado

dia

ISTOCK

Infelizmente, o excesso de oleosidade e a acne não são exclusividade dos adolescentes. Para ajudar no controle da oleosidade na pele, uma das mais substâncias mais recomendadas pelos dermatologistas é o ácido salicílico.

Entenda o que é, quais os seus benefícios, produtos recomendados e tire todas as suas dúvidas com uma dermatologista que é fera no assunto. Confira!

O que é ácido salicílico

De acordo com a dermatologista Simone Veloso (CRM: 52.55218-1), o ácido salicílico é um beta-hidroxi-ácido como diversas propriedades, entre elas a esfoliante, a antimicrobiana, a sebo-reguladora e anti-inflamatória.
Tem grande utilidade no tratamento de doenças que causam o aumento da espessura da pele, também chamada de hiperqueratose, e em condições de descamação, como a ictiose, dermatite seborreica, psoríase e acne.

Ácido salicílico para acne

ISTOCK

A dermatologista explica que a substância apresenta um bom poder esfoliativo, além da capacidade de penetração nos poros, o que ajuda na remoção da camada queratinizada, conferindo um efeito que inibe a formação de cravos. Suas propriedades anti-inflamatória e sebo-reguladora também ajudam a regular o quadro.

Benefícios do ácido salicílico

Sem dúvidas, são vários os benefícios são para a pele. O maior de todos os benefícios é a questão da ação irritante, que é muito menor nele do que em outros ácidos. Veja, abaixo, outros benefícios!

  • Ação anti-idade: é um ótimo ingrediente para estimular a renovação celular, o que confere à pele um aspecto mais uniforme e homogêneo, suavizando as linhas de expressão mais superficiais e amenizando algumas alterações de pigmentação, como as manchas solares, por exemplo.
  • No tratamento de dermatoses crônicas: por diminuir a espessura da pele, facilita a penetração de outros ativos.
  • Dermatite seborreica e couro cabeludo (caspa): além da esfoliação da pele, que diminui a descamação da face e/ou couro cabeludo, também ajuda no controle da oleosidade e no surgimento da dermatite.

São muitos os benefícios, não é mesmo? Caso você tenha algum problema relacionado à acne, envelhecimento e dermatite, não deixe de procurar o seu dermatologista para que ele possa receitar a dose necessária para o seu caso.

Dermatologista esclarece dúvidas sobre ácido salicílico

ISTOCK

A dermatologista Simone Veloso ainda nos esclareceu algumas das dúvidas mais comuns a respeito desse assunto. Dê uma olhada!

Como funciona o ácido salicílico? Devido ao seu efeito esfoliante, bacteriostático, fungicida, antimicrobiano e anti-inflamatório, torna-se efetivo contra cravos e lesões inflamatórias da acne. Seu diferencial no tratamento da acne é a sua característica lipofílica, melhorando a sua penetração na glândula sebácea. Age como esfoliante e atua na renovação das células, melhorando o aspecto da pele envelhecida.

Há contraindicações ao ácido salicílico? Sem dúvida alguma, como todos os medicamentos e substâncias químicas, ele também pode desencadear uma série de efeitos adversos. O seu uso é contraindicado em pessoas alérgicas à substância, uma vez que pode levar a complicações. O ácido também não deve ser usado em crianças menores de 2 anos de idade, em gestantes ou em mulheres que estão amamentando.

Ácido salicílico clareia a pele? Como proporciona a descamação da camada mais externa da pele, o resultado é uma superfície mais uniforme e homogênea.

Qual a melhor maneira de usar o ácido salicílico? A substância continua em vigor com as tradicionais indicações e outras novas, com um bom perfil de eficácia e segurança. No entanto, é recomendável que não se automedique e consulte o seu médico para que ele determine o melhor tratamento para o seu caso.

Tirou as suas dúvidas? Caso ainda tenha mais dúvidas para tirar, não hesite em consultar o seu dermatologista. Nada de sair fazendo as coisas por conta própria.

Onde comprar produtos com ácido salicílico

Existem, no mercado, diversos produtos compostos com esse princípio ativo. Confira alguns que selecionamos:

ISTOCK

  1. Sabonete de limpeza Clearskin esfoliante com ácido salicílico, na Americanas.com
  2. Sabonete ácido salicílico 10% AcPeel, na Clean Face Skin
  3. Gel secativo antiacne com ácido salicílico Miligrama
  4. Gel secativo antiacne com ácido salicílico Dermo Manipulações
  5. Ácido Retinoico 10% creme + Ácido salicílico 10% + Sabonete, na Clean Face Skin
  6. Ácido salicílico 5% creme – Peeling profissional diário, no Mercado Livre

Comentário

Espaço Mulher

5 cuidados que você precisa ter com suas extensões de cílios

Publicado

dia

A lash designer Juliana Prata, do estúdio Make It, dá dicas para o alongamento durar mais tempo

(Puhhha/ThinkStock)

Ter cílios longos, volumosos e curvados, como de bonecas, é um desejo praticamente universal. Por isso, a procura pela máscara que nos dê esse efeito é incansável. Foi nessa busca pelos cílios perfeitos que as extensões se tornaram tão populares, mas, para mantê-las bonitas por mais tempo, é necessário tomar alguns cuidados especiais.

A especialista e lash designer do estúdio Make It, Juliana Prata, deu cinco dicas para cuidar das extensões. “São dicas de ouro, que vão garantir cílios bem cuidados por até 30 dias. E claro, não se esqueça de fazer a manutenção com o profissional regularmente”, explica a profissional.

1- Diga adeus à máscara de cílios

Se você tem o alongamento, não é necessário usar rímel. O produto pode comprometer a durabilidade da extensão, porque deixa os cílios grudados uns nos outros. Além disso, na hora de remover a máscara, o atrito pode fazer com que os fios caiam.

2- Lave todos os dias

Apesar muita gente acreditar que molhar as extensões pode prejudicar a durabilidade delas, isso é um mito. Você deve lavar os cílios todos os dias para remover a oleosidade da região e evitar a proliferação de fungos e bactérias. Para fazer a higiene adequada, use shampoo neutro ou sabonete facial e não esfregue muito.

3- Seque bem

A umidade é inimiga dos cílios. Use a toalha com cuidado, pressionando levemente e evitando o atrito. Se for necessário, use um secador de cabelo com ar frio, segurando-o na altura do umbigo, deixando o vento bater na parte de baixo dos cílios.

4- Escove todos os dias

Use uma escovinha para escovar as suas extensões algumas vezes por dia. Além de deixar os fios alinhados e no lugar, a escovação ajuda a aumentar a durabilidade.

5- Nunca aplique óleo na região

Não use produtos a base de óleos na região dos olhos, como demaquilantes bifásicos. O óleo pode fazer com que o adesivo utilizado na fixação da extensão solte. Evite!

 

Ver mais

Espaço Mulher

Melasma não tem cura, mas tem tratamento

Publicado

dia

Especialista explica como lidar com o problema, que exige cuidados diários

Cuidado com a pele (Guido Mieth/Getty Images)

Quem sofre com melasma sabe que o problema não apresenta riscos para a saúde, mas pode ter um grande impacto na autoestima. Concentradas principalmente no rosto, as manchas hiperpigmentadas também aparecem em partes do corpo que sofrem constante exposição solar, como o colo e os antebraços.

Entre as causas do problema estão alterações hormonais da gestação, o uso de anticoncepcional, a exposição demorada ao sol sem o uso de proteção adequada, a constante realização de procedimentos estéticos agressivos e até mesmo o fator genético.

“Costumo dizer que o brasileiro tem uma pele muito miscigenada geneticamente e, por isso, não sabemos muito sobre a pele brasileira e, consequentemente, sobre o que causa o melasma. Mas o fato de morarmos num país tropical, onde a incidência solar é muito alta mesmo no inverno, tem grande impacto nisso”, conta a dermatologista Dra. Daniela Leal, da Clinica Leal, de Campinas.

Ela explica que o uso de protetor solar é fundamental tanto para prevenir quanto para controlar a hiperpigmentação. “Pela manhã, aplique o produto e seja generoso: uma quantidade que remeta a uma azeitona gorda é suficiente para proteger o rosto. Os filtros solares mais aderentes e com pigmento também têm função terapêutica, além da cosmética, e protegem das luzes que causam o melasma”, orienta a profissional.

E para quem já tem?

Se o melasma já se instalou, nada de se desesperar, pois há controle e tratamento! Segundo a dermatologista, existem peelings que ajudam consideravelmente no clareamento, mas é preciso atenção: “Tudo que agride muito a pele tende a responder piorando o melasma. Seja o peeling físico, que causa agressão, inchaço e vermelhidão, até os ácidos usados em casa. Se usar ácido e, por exemplo, entrar no carro num dia de sol e arder, converse com seu médico”, comenta a médica.

Há lasers e microagulhamentos que são coadjuvantes no tratamento e também podem ser usados por não induzirem à inflamação cutânea, sendo combinados a cosméticos de acordo com a estação do ano. “É importante ressaltar apenas que melasma não se cura. Se controla. O paciente deve se tratar e alinhar expectativas com o médico”, conclui a Dra. Daniela.

 

Ver mais

Espaço Mulher

Nail arts que prometem ser tendência em 2020

Publicado

dia

Confira cinco delas para você se inspirar

(Instagram/Reprodução)

As Semanas de Moda são responsáveis por lançar várias das tendências que amamos. Nas últimas temporadas, além do vestuário, os desfiles também foram fonte de inspiração para ousar nas maquiagens e nail arts. Essas últimas inclusive estão com desenhos cada vez mais diferentes.

Confira algumas das nail arts que despontaram nas passarelas e prometem ser um sucesso em 2020:

Francesinha

Prabal Gurung

Prabal Gurung (Miss Pop Nails/Reprodução)

Khaite (Essie/Reprodução)

Um clássico! A francesinha voltou a ser tendência e promete continuar assim no próximo ano. Com a faixinha mais fina ou mais grossa, a nail art é fácil de fazer, muito delicada e discreta. Ela foi a escolhida para os desfiles de Prabal Gurung e Khaite.

Francesinha colorida

 Oscar de la Renta

Oscar de la Renta (Miss Pop/Reprodução)

Rag & Bone (Peter Ung/Reprodução)

Para dar um toque mais moderno, alguns dos desfiles, como o de Oscar de la Renta e Rag & Bone, no NYFW, usaram outras cores para as francesinhas. Além da pontinha colorida ou preta, as marcas investiram em uma base nude no lugar do branco.

Metalizada

Pyer Moss (Dominik Bindl/Getty Images)

Kith (Essie/Reprodução)

O esmalte metalizado também vai ser tendência. Se não quiser investir na unha inteira, você pode se inspirar na nail art escolhida para o desfile da marca americana Kith, em que um esmalte transparente foi complementado com apenas uma faixa vertical de esmalte prateado. O resultado é discreto, mas com uma pegada moderna.

Glitter

Christian Siriano (Essie/Reprodução)

A cobertura transparente com glitter dá um toque especial em qualquer cor de esmalte. No desfile de Christian Siriano, as modelos variaram entre bases transparentes, francesinha e verde menta. O glitter é brilhante, mas não chama tanta atenção quanto o esmalte totalmente metalizado. O resultado é muito fofo.

Formas geométricas

Jeremy Scott (Miss Pop/Reprodução)

Jeremy Scott deixou de lado as nail arts mais discretas e investiu em um design completamente diferente e colorido para seu desfile no NYFW. A base preta ganhou um novo ar com desenhos de formas geométricas de várias cores.

Ver mais

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade