Nossa rede

Espaço Mulher

Dicas infalíveis para evitar e tratar acnes em pele negra

Publicado

dia

Não sabe mais o que fazer com as manchas de cicatriz e espinhas? Confira dicas de especialistas para lidar com o problema

As acnes são um problema recorrente em todos os tipos de pele, principalmente a acne adulta. Porém, os tratamentos para pele branca são diferentes dos da pele escura, pois a quantidade de melanina não é a mesma, entre outros fatores. Por isso, os procedimentos variam e alguns produtos usados em pele clara podem ser contra-indicados no caso de pessoas negras.

Se você tem a pele escura, sofre com as marquinhas e não sabe como acabar com as acnes sem agredir sua pele, não se preocupe! Para sanar suas dúvidas, A profissionais dermatologistas que quebram diversos mitos e trazem muitas dicas. Confira!

É verdade que a pele negra possui chances de ter mais acne e espinhas?
Sim, pois a pele negra é normalmente mais oleosa que a pele mais clara e isso causa maior propensão à acne. Porém, isso não é uma regra. “A pele negra apresenta uma maior tendência a oleosidade da face com maior proprensão ao desenvolvimento de acne e comendões (cravos) e consequentemente de manchas e marcas devido à hipercromia [pigmentação celular excessiva] pós-inflamatória das lesões”, diz Dra. Emily Alvarez, médica com especialização em Dermatologia e Medicina e Cirurgia Estética.

Os efeitos da acne são diferentes na pele negra?
De acordo com cirurgiã dermatológica Dra. Juliane Viana, a pele negra pode apresentar casos mais graves de acne, se não tratada devidamente. “Se for conduzida de forma inadequada ou se não procurar acompanhamento médico, a chance de formação de cicatrizes chamadas de queloide e hipertroficas é bastante relevante”.

As máscaras faciais podem também serem usadas em peles negras?
Procedimentos leves e não invasivos podem ser feitos sim em pele negra. “Porém, é sempre interessante consultar um dermatologista antes. Existem muitas composições atualmente e cada pele é única”, explica a especialista Juliane.

Já a profissional Emily Alvarez contra-indica o uso da máscara somente em peles sensíveis, independente da cor. “Deve-se atentar no entanto à sensibilidade da pele, evitando o uso em peles muito sensíveis. Independente da cor da pele, é recomendado um teste prévio em área pequena da face”.

O tratamento para acne em pele negra deve ser diferente? Existe algum método que deve ser evitado?
Por ser mais sensível e suscetível a manchas, a pele negra deve ter cuidado redobrado em qualquer tratamento. “Os peelings de fenol e outros abrasivos muito potentes devem ser evitados nesses pacientes”, adverte a cirurgiã dermatológica.

“Apenas não é muito recomendado o uso de produtos a base de ácido glicólico e alguns clareadores como hidroquinona”, completa Emily. “Deve-se sempre priorizar o inicio precoce de ácidos clareadores para evitar hiperpigmentação e manchas.”

Qual o maior erro que alguém de pele negra pode cometer ao tentar retirar os cravos?
Espremer cravos não deve acontecer em nenhum tipo de pele. “O ideal é realizar tratamentos que diminuam o aparecimento dos espinhas”, sugere Juliane.

“Apenas a extração das lesões com profissional capacitado e supervisionado por tratamento médico é recomendado”, finaliza a doutora Emily. “A automedicação também pode ser catastrófica, pois alguns produtos não são indicados para pele negra, assim como alguns procedimentos estéticos devido às particularidades dela”, conclui.

Comentário

Espaço Mulher

5 cuidados que você precisa ter com suas extensões de cílios

Publicado

dia

A lash designer Juliana Prata, do estúdio Make It, dá dicas para o alongamento durar mais tempo

(Puhhha/ThinkStock)

Ter cílios longos, volumosos e curvados, como de bonecas, é um desejo praticamente universal. Por isso, a procura pela máscara que nos dê esse efeito é incansável. Foi nessa busca pelos cílios perfeitos que as extensões se tornaram tão populares, mas, para mantê-las bonitas por mais tempo, é necessário tomar alguns cuidados especiais.

A especialista e lash designer do estúdio Make It, Juliana Prata, deu cinco dicas para cuidar das extensões. “São dicas de ouro, que vão garantir cílios bem cuidados por até 30 dias. E claro, não se esqueça de fazer a manutenção com o profissional regularmente”, explica a profissional.

1- Diga adeus à máscara de cílios

Se você tem o alongamento, não é necessário usar rímel. O produto pode comprometer a durabilidade da extensão, porque deixa os cílios grudados uns nos outros. Além disso, na hora de remover a máscara, o atrito pode fazer com que os fios caiam.

2- Lave todos os dias

Apesar muita gente acreditar que molhar as extensões pode prejudicar a durabilidade delas, isso é um mito. Você deve lavar os cílios todos os dias para remover a oleosidade da região e evitar a proliferação de fungos e bactérias. Para fazer a higiene adequada, use shampoo neutro ou sabonete facial e não esfregue muito.

3- Seque bem

A umidade é inimiga dos cílios. Use a toalha com cuidado, pressionando levemente e evitando o atrito. Se for necessário, use um secador de cabelo com ar frio, segurando-o na altura do umbigo, deixando o vento bater na parte de baixo dos cílios.

4- Escove todos os dias

Use uma escovinha para escovar as suas extensões algumas vezes por dia. Além de deixar os fios alinhados e no lugar, a escovação ajuda a aumentar a durabilidade.

5- Nunca aplique óleo na região

Não use produtos a base de óleos na região dos olhos, como demaquilantes bifásicos. O óleo pode fazer com que o adesivo utilizado na fixação da extensão solte. Evite!

 

Ver mais

Espaço Mulher

Melasma não tem cura, mas tem tratamento

Publicado

dia

Especialista explica como lidar com o problema, que exige cuidados diários

Cuidado com a pele (Guido Mieth/Getty Images)

Quem sofre com melasma sabe que o problema não apresenta riscos para a saúde, mas pode ter um grande impacto na autoestima. Concentradas principalmente no rosto, as manchas hiperpigmentadas também aparecem em partes do corpo que sofrem constante exposição solar, como o colo e os antebraços.

Entre as causas do problema estão alterações hormonais da gestação, o uso de anticoncepcional, a exposição demorada ao sol sem o uso de proteção adequada, a constante realização de procedimentos estéticos agressivos e até mesmo o fator genético.

“Costumo dizer que o brasileiro tem uma pele muito miscigenada geneticamente e, por isso, não sabemos muito sobre a pele brasileira e, consequentemente, sobre o que causa o melasma. Mas o fato de morarmos num país tropical, onde a incidência solar é muito alta mesmo no inverno, tem grande impacto nisso”, conta a dermatologista Dra. Daniela Leal, da Clinica Leal, de Campinas.

Ela explica que o uso de protetor solar é fundamental tanto para prevenir quanto para controlar a hiperpigmentação. “Pela manhã, aplique o produto e seja generoso: uma quantidade que remeta a uma azeitona gorda é suficiente para proteger o rosto. Os filtros solares mais aderentes e com pigmento também têm função terapêutica, além da cosmética, e protegem das luzes que causam o melasma”, orienta a profissional.

E para quem já tem?

Se o melasma já se instalou, nada de se desesperar, pois há controle e tratamento! Segundo a dermatologista, existem peelings que ajudam consideravelmente no clareamento, mas é preciso atenção: “Tudo que agride muito a pele tende a responder piorando o melasma. Seja o peeling físico, que causa agressão, inchaço e vermelhidão, até os ácidos usados em casa. Se usar ácido e, por exemplo, entrar no carro num dia de sol e arder, converse com seu médico”, comenta a médica.

Há lasers e microagulhamentos que são coadjuvantes no tratamento e também podem ser usados por não induzirem à inflamação cutânea, sendo combinados a cosméticos de acordo com a estação do ano. “É importante ressaltar apenas que melasma não se cura. Se controla. O paciente deve se tratar e alinhar expectativas com o médico”, conclui a Dra. Daniela.

 

Ver mais

Espaço Mulher

Nail arts que prometem ser tendência em 2020

Publicado

dia

Confira cinco delas para você se inspirar

(Instagram/Reprodução)

As Semanas de Moda são responsáveis por lançar várias das tendências que amamos. Nas últimas temporadas, além do vestuário, os desfiles também foram fonte de inspiração para ousar nas maquiagens e nail arts. Essas últimas inclusive estão com desenhos cada vez mais diferentes.

Confira algumas das nail arts que despontaram nas passarelas e prometem ser um sucesso em 2020:

Francesinha

Prabal Gurung

Prabal Gurung (Miss Pop Nails/Reprodução)

Khaite (Essie/Reprodução)

Um clássico! A francesinha voltou a ser tendência e promete continuar assim no próximo ano. Com a faixinha mais fina ou mais grossa, a nail art é fácil de fazer, muito delicada e discreta. Ela foi a escolhida para os desfiles de Prabal Gurung e Khaite.

Francesinha colorida

 Oscar de la Renta

Oscar de la Renta (Miss Pop/Reprodução)

Rag & Bone (Peter Ung/Reprodução)

Para dar um toque mais moderno, alguns dos desfiles, como o de Oscar de la Renta e Rag & Bone, no NYFW, usaram outras cores para as francesinhas. Além da pontinha colorida ou preta, as marcas investiram em uma base nude no lugar do branco.

Metalizada

Pyer Moss (Dominik Bindl/Getty Images)

Kith (Essie/Reprodução)

O esmalte metalizado também vai ser tendência. Se não quiser investir na unha inteira, você pode se inspirar na nail art escolhida para o desfile da marca americana Kith, em que um esmalte transparente foi complementado com apenas uma faixa vertical de esmalte prateado. O resultado é discreto, mas com uma pegada moderna.

Glitter

Christian Siriano (Essie/Reprodução)

A cobertura transparente com glitter dá um toque especial em qualquer cor de esmalte. No desfile de Christian Siriano, as modelos variaram entre bases transparentes, francesinha e verde menta. O glitter é brilhante, mas não chama tanta atenção quanto o esmalte totalmente metalizado. O resultado é muito fofo.

Formas geométricas

Jeremy Scott (Miss Pop/Reprodução)

Jeremy Scott deixou de lado as nail arts mais discretas e investiu em um design completamente diferente e colorido para seu desfile no NYFW. A base preta ganhou um novo ar com desenhos de formas geométricas de várias cores.

Ver mais

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade