Nossa rede

Aconteceu

PCDF deflagra operação contra grupo que forjava acidentes para receber o seguro

Publicado

dia

Nesta segunda fase da Operação Navio Fantasma, a Polícia Civil cumpriu o mandado de apreensão de uma lancha que teria sido incendiada pelo grupo

(crédito: PCDF/Divulgação)

Na tarde da última sexta-feira (16/4), a Polícia Civil deflagrou a segunda fase da Operação Navio Fantasma, que investiga um grupo criminosa que forjou acidentes automobilísticos para receber o valor do seguro. Nessa etapa, a Coordenação de Repressão a Crimes Patrimoniais (Corpatri), por meio da Divisão de Repressão a Roubos e Furtos (DRF) apreendeu uma lancha, de 29 pés, em um clube do Setor de Clubes Esportivos Sul (SCES).

Segundo as apurações, nos últimos dois anos, o grupo investigado forjou cinco acidentes automobilísticos. No total, foram destruídos dez veículos, dois em cada situação. Os casos forjados ocorreram no SCES e na rodovia DF-140, próximo ao Complexo da Papuda, sempre na madrugada. Em todo as colisões propositais houve choque proposital da coluna central, dano estrutural que conduz necessariamente à perda total do veículo. Entre os veículos destruídos estão três BMWs, uma Porsche e um Chrysler.

De acordo com a polícia, o grupo adquiria veículos importados de difícil comercialização, contratava seguros novos, com valor de indenização correspondente à Tabela Fipe, em seguida causava a colisão proposital dos veículos, que sofrem perda total. Depois, o condutor que contratou o seguro assume a culpa pelo acidente, para viabilizar o pagamento dos danos do outro veículo envolvido no acidente, cujo condutor também integra a associação criminosa. Por fim, ocorre o recebimento dos valores do seguro, baseados na Tabela Fipe, que são superiores aos valores de aquisição dos veículos.

Para dificultar a investigação, os registros dos acidentes eram feitos na Delegacia Eletrônica e os criminosos se revezavam na condição de condutor, segurado – contratante -, terceiro envolvido e recebedor da indenização. Com o mesmo objetivo, o grupo criminoso também criou cinco empresas de fachada, em nome das quais eram registrados os veículos.

Especializado na simulação de acidentes automobilísticos, o grupo inovou em 2019 e incendiou uma embarcação de cinquenta pés, obtendo vantagem indevida de R$ 750 mil. A embarcação foi incendiada em 11 de dezembro, por volta de 20h, às margens do Lago Corumbá, em Caldas Novas (GO).

Em 28 de setembro de 2020, a DRF/CORPATRI deflagrou a primeira etapa da operação e cumpriu 12 mandados de busca e apreensão na residência e empresas das pessoas que integravam a organização criminosa. As investigações continuaram e levaram os investigadores até a oficina de um clube localizado Setor de Clubes Esportivos Sul, onde estavam os motores e as rabetas da lancha incendiada.

Os motores e rabetas da lancha foram apreendidos e periciados. Também passou pela perícia o casco da lancha queimada, que foi localizado em Caldas Novas (GO).

A continuidade das investigações também apontou que outra lancha foi incendiada pelo grupo criminoso, na cidade de Abadiânia (GO), em 27 de fevereiro de 2019. Após o sinistro simulado, os criminosos receberam R$ 200 mil a título de indenização.

Segundo se apurou, o motor da segunda lancha incendiada foi retirado e colocado na lancha apreendida na manhã de hoje. A medida de busca e apreensão foi determinada pela Segunda Vara Criminal de Brasília e visa à realização de perícia na embarcação. Desde o início, a investigação conta com o apoio das empresas seguradoras e Marinha do Brasil.

Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Comentar

Aconteceu

Jovem é indiciado por divulgar vídeo de sexo com ex-namorada para amigos no DF

Publicado

dia

Por

Material apreendido em operação contra divulgação de vídeo de sexo sem consentimento da vítima no DF — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um jovem de 20 anos foi indiciado pela Polícia Civil do Distrito Federal por divulgar um vídeo de sexo que fez com a ex-namorada, sem consentimento da vítima, de 19 anos. Segundo a corporação, o suspeito compartilhou as imagens com amigos em comum dele e da jovem.

Na manhã desta quarta-feira (22), investigadores cumpriram mandados de busca e apreensão contra três investigados: o ex-namorado e dois amigos, também de 20 anos. Os agentes apreenderam celulares e um computador dos envolvidos.

A investigação é da 38ª Delegacia de Polícia, em Vicente Pires. Segundo a corporação, o rapaz divulgou o vídeo após o fim do relacionamento de quatro anos com a vítima. O material foi enviado por meio de um aplicativo de mensagens.

Nesta quarta, os policiais encontraram as imagens no celular do suspeito. Um dos amigos dele, que estava com um cigarro de maconha e também foi detido por posse de drogas para consumo pessoal, confessou em depoimento ter recebido o vídeo do ex-namorado da jovem.

O rapaz foi indiciado pelo crime de divulgação de cena de sexo sem o consentimento da vítima. A pena prevista é de 1 a 5 anos de prisão, podendo ser aumentada de um a dois terços pelo fato de o suspeito ter mantido relação íntima de afeto com a jovem.

O delegado João Ataliba Neto, responsável pelas investigações, afirma que “o material apreendido foi encaminhado para a perícia e, caso se comprove que os amigos também compartilharam o vídeo de sexo do casal, eles responderão pelo mesmo crime do autor”.

Ver mais

Aconteceu

Delegado trata como acidente caso de menino de 2 anos que ligou o carro do pai e matou prima atropelada em MT

Publicado

dia

Por

Veículo atingiu a prima dele que estava sentada em uma cadeira na frente do automóvel. Polícia aguarda laudo e apura responsabilidade das pessoas que estavam no local.

Polícia Civil ouviu investiga o caso do menino de 2 anos que ligou o carro do pai dele e acabou causando o atropelamento da prima dele, de 3 anos, em uma fazenda em Serra Nova Dourada (MT) — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso

A Polícia Civil ouviu testemunhas e investiga o caso do menino de 2 anos que ligou o carro do pai dele e acabou causando o atropelamento da prima dele, de 3 anos, em uma fazenda em Serra Nova Dourada (MT). A menina foi socorrida, mas morreu.

Para o delegado responsável pela investigação, Sérgio Luis Henrique de Almeida, o caso é tratado, inicialmente, como um acidente. Todas as pessoas que estavam na casa já prestaram depoimento à Polícia Civil.

“Todos disseram que a criança havia entrado no veículo sozinha, a chave estava na ignição e ele ligou. A princípio foi um acidente, mas estamos aguardando laudos e vamos ver a responsabilidade das pessoas que estavam na casa”, declarou o delegado.

Foto mostra como a cadeira onde a menina estava ficou depois de ser atingida pelo carro que criança de 2 anos ligou — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso

Foto mostra como a cadeira onde a menina estava ficou depois de ser atingida pelo carro que criança de 2 anos ligou — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso

De acordo com a Polícia Militar, a criança foi socorrida, mas já chegou sem vida ao hospital da cidade. O menino que teria causado o acidente não se feriu.

O pai do menino disse à PM, que parou o veículo, um Fiat Strada, perto da área da casa para calibrar o pneu. Ele se afastou para pegar alguns equipamentos e o filho dele teria entrado sozinho no veículo e dado a partida.

Carro estava na área, atropelou a criança e atingiu um trator — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso

Carro estava na área, atropelou a criança e atingiu um trator — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso

O carro atingiu a prima dele que estava sentada em uma cadeira na frente do automóvel. Ainda, o carro atingiu um trator no quintal da residência.

A menina foi socorrida às pressas pela família. Ela sofreu ferimentos graves na cabeça e nos ombros e não resistiu.

Ver mais

Aconteceu

SP: PF faz operação contra fraude na montagem de hospitais de campanha

Publicado

dia

Por

Estão sendo cumpridos 14 mandados de busca e apreensão em 5 cidades

© Polícia Federal / Operação Tempo Real

A Polícia Federal (PF) realiza hoje (21) uma operação para investigar fraudes na montagem de hospitais de campanha em Paulínia, no interior paulista. Estão sendo cumpridos 14 mandados de busca e apreensão em Campinas, Sumaré, São José do Rio Preto e São Paulo, além do próprio município onde teriam sido praticadas as irregularidades. Há ainda ações em curso em Santa Catarina, em Florianópolis e Biguaçu.

Segundo a PF, houve uma tentativa de fraude na contratação de uma empresa para a montagem de dois hospitais de campanha durante a pandemia de covid-19, entre abril e maio de 2020, com um valor total de R$ 4 milhões.

As investigações começaram a partir da abordagem de um caminhão suspeito de ter carga roubada. Essa ação revelou uma série de indícios de irregularidades na licitação aberta para selecionar a empresa para a montagem dos hospitais temporários.

Ainda segundo a polícia, as fraudes foram impedidas a partir da descoberta do caso pelas autoridades. Agência Brasil

 

Ver mais

Aconteceu

PCDF investiga contratos de superfaturamento na Secretaria de Turismo

Publicado

dia

Por

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão em endereços vinculados às residências dos agentes públicos envolvidos, na sede das pessoas jurídicas e de seus sócios e na própria Setur-DF

(crédito: Divulgação/PCDF)

A Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF) foi alvo, na manhã desta terça-feira (21/9), de uma operação da Polícia Civil do DF (PCDF) que investiga suposto superfaturamento em contratações feitas pela pasta. Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão em endereços vinculados à pasta, no DF e Goiás. Entre esses endereços, estão incluídas as residências dos agentes públicos envolvidos, a sede das pessoas jurídicas e de seus sócios e a própria Setur-DF.

A investigação teve início em maio, com base em uma denúncia anônima de que o crime estaria ocorrendo por meio da alteração da metragem dos locais de execução de serviços na secretaria e da compra de bens por valor consideravelmente superior àquele já utilizado em compras anteriores do próprio órgão. De acordo com a PCDF, as buscas visam a obtenção de elementos probatórios “que irão subsidiar ou reforçar as investigações em andamento.”

Nos casos analisados, a corporação identificou indícios de que a área fixada como base para a realização de serviço de lavagem e desinfecção nos centros de atendimento ao turista variou cerca de 273% acima do tamanho real. Em outro procedimento, as investigações estabelecem fortes suspeitas de variação superior a 2000% no contrato celebrado no ano de 2020, tomando-se por base contratação similar celebrada em 2019.

De acordo com a PCDF, trata-se da contratação de serviço de controle de vetores e pragas urbanas, compreendendo, dedetização, desinsetização, desratização, descupinização e controle e manejo de pombos. “Saliente-se que neste ponto, além da adulteração realizada em relação à metragem do local em que seria prestado o serviço, chamou atenção o valor total pago”, ressaltou a corporação, em nota.

A operação, denominada El Dorado, foi coordenada pela Delegacia de Repressão à Corrupção (DRCOR/DECOR).

O outro lado

Procurada pela equipe de reportagem do Correio a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, disse que está em viagem oficial para Pernambuco, mas que já providenciou o imediato retorno para Brasília, para esclarecer o que for necessário. Confira na íntegra:

“Fui surpreendida por essa operação da PCDF. Mas quero também estar a frente dessa investigação para atender integralmente às determinações judiciais. Estou em viagem oficial ao Estado de Pernambuco mas já providenciei meu imediato retorno . Assim que eu desembarcar em Brasília , estarei inteiramente a disposição para esclarecer o que for necessário”.

Ver mais

Aconteceu

Motociclista morre em acidente na Epia Sul na manhã desta segunda

Publicado

dia

Por

Leonardo Teófilo, 28 anos, foi atendido pelo CBMDF, mas não resistiu. O acidente aconteceu na altura da quadra 8, no Park Way

(crédito: Divulgação/CBMDF)

Na manhã desta segunda-feira (20/9), um motociclista, 28 anos, morreu após acidente na altura da quadra 8, do Park Way, na Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia Sul). A vítima, identificada pelo Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF) como Leonardo Teófilo, conduzia uma Yamaha Fazer 150, preta. Ele chegou a ser socorrido pelos bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros, o socorro ocorreu por volta das 6h20, mas quando os militares chegaram ao local do acidente, o motociclista não apresentava sinais vitais e teve o óbito confirmado. Oito militares em duas viaturas atuaram no socorro.

Durante o atendimento, a via teve uma das faixas interditadas e permaneceu aos cuidados da Polícia Militar do DF (PMDF).

O local foi periciado pela Polícia Civil e a ocorrência foi registrada na 11ª DP. Ainda não há informações sobre a dinâmica do acidente.

Aguarde mais atualizações.

Ver mais

Aconteceu

Funcionário do Hospital de Campanha do Gama é preso por furto de morfina

Publicado

dia

Por

Integrantes da equipe da unidade de saúde informaram caso à Polícia Militar, e um dos denunciantes mostrou filmagens que comprovaram o delito. O suspeito, que trabalhava no hospital de campanha, confessou o crime à PM

Imagens registradas pelas câmeras de segurança do local atestaram o furto – (crédito: PMDF/Divulgação)

Um homem foi preso nesta quinta-feira (16/9), acusado de furtar diversas ampolas de morfina do Hospital de Campanha do Gama. As informações sobre a ação chegou à Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) por parte da equipe da unidade de saúde. No local, um dos denunciantes mostrou filmagens que comprovaram o delito, cometido por um dos funcionários.

Em contato com os militares, o suspeito confessou o crime. Ele disse que, ao perceber a presença da PMDF, descartou as ampolas do medicamento no vaso sanitário. Porém, com auxílio dos funcionários do hospital, foi possível recuperar os insumos. O homem e o material furtado foram levados à delegacia, para registro de ocorrência.

Em 8 de abril, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu um casal que aplicava golpes em farmácias para obter comprimidos de tarja preta, como a morfina. A 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho 2) chegou à dupla após um acidente de trânsito com vítima, na DF-420, via próxima à região.

 

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade
Publicidade

Viu isso?