Nossa rede

Brasil

MBL entra em negociação para levar Alckmin ao novo partido União Brasil

Publicado

dia

Conversa envolve lançamento de nome do grupo ao Senado, em vez de ao governo

O Movimento Brasil Livre (MBL), que esteve por trás das manifestações pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff em 2016, virou parte da negociação para tentar levar o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin ao União Brasil.

Uma das propostas que Alckmin tem avaliado envolve se filiar à legenda que vai ser formar com a fusão de DEM e PSL para concorrer mais uma vez ao governo paulista. Nesse arranjo, ele teria em sua chapa, como candidato ao Senado, um nome indicado pelo MBL.

O ex-governador também pondera se filiar ao PSD e mantém conversas com seu ex-vice, Márcio França (PSB). De saída do PSDB, Alckmin tem dito que não tem pressa para definir seu futuro partidário e que busca uma coalização capaz de lhe dar fundo eleitoral e tempo de TV. Na última pesquisa Datafolha, divulgada em setembro, ele apareceu em primeiro lugar, com 26% das intenções de voto.

A articulação entre Alckmin, União Brasil e MBL vem sendo costurada pelo deputado federal Júnior Bozzella, vice-presidente nacional do PSL e comandante do partido em São Paulo. Na terça-feira passada, ele se reuniu com Alckmin e o deputado estadual Arthur Do Val, hoje no Patriota e integrante do MBL.
Bozzella tenta convencer Do Val a desistir de seu plano de concorrer ao Palácio dos Bandeirantes em 2022, para apoiar Alckmin. Como contrapartida, Do Val seria lançado à Câmara dos Deputados pelo União Brasil, e o MBL teria o direito de indicar também o nome da chapa ao Senado. Além do próprio Do Val, também cotado para o Senado, outro político sondado é o deputado estadual Heni Ozi Cukier, hoje no Novo.

Planos diferentes

Embora o MBL tenha se abrigado no diretório municipal do Patriota no ano passado justamente para lançar do Val a prefeito de São Paulo, algumas de suas lideranças estão filiadas nos dois partidos que devem se fundir no União Brasil.

Dois exemplos são o deputado federal Kim Kataguiri (DEM) e o vereador paulistano Rubinho Nunes (PSL), expulso do Patriota por criticar a filiação de Flávio Bolsonaro à legenda, em maio.

A princípio, a proposta de apoio a Alckmin vai contra os planos do MBL para 2022, que envolviam o lançamento de Do Val ao governo paulista. O deputado estadual vem de um quinto lugar na disputa pela prefeitura de São Paulo, quando, mesmo em um partido pequeno, conquistou 520 mil votos (9,78% do total).

Ainda assim, integrantes do MBL dizem que avaliam a oferta feita pelo União Brasil. Já Do Val afirma descartar trocar a disputa ao governo de São Paulo pela Câmara dos Deputados:

— Fui lá conversar com ele. Não existiu uma proposta formal. E eu também não acho que isso daria liga. Não daria liga, não. (O Alckmin) não encaixa (no plano do MBL para 2022) — afirmou o parlamentar.

Convencer o MBL a entrar na chapa não é o único entrave aos planos de Bozzella para as eleições de 2022. Embora ele diga que assegurou o comando do diretório paulista do União Brasil, ainda precisa lidar com a pressão do comando do DEM no estado.

O grupo, ligado ao presidente da Câmara Municipal de São Paulo, Milton Leite, defende que o novo partido entre na aliança do vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB), possível rival de Alckmin na disputa pelo governo do estado.

— Começo a enxergar um palanque interessante, com União Brasil, Podemos, o MBL. A candidatura do Arthur a federal daria consistência. Mas isso é uma especulação ainda — disse Bozzella ao GLOBO.

Brasil

Polícia Federal investiga superfaturamento em licitação do Inep

Publicado

dia

Por

Ação mira contratação de empresa para realizar o Enem

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (7) a Operação Bancarrota, decorrente de investigação realizada em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU), que também participa das buscas. A ação investiga licitação para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de 2010 a 2018.

De acordo com a CGU, uma auditoria realizada em 2019 revelou irregularidades nos contratos assinados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) com uma empresa responsável pela impressão dos exames, incluindo as provas do Enem.

Segundo a PF, de 2010 a 2018 o Inep contratou para realização do Enem, sem observar as normas de inexigência de licitação, empresa que recebeu um total de R$ 728.645.383,37 dos cofres públicos neste período.

Além disso, acrescentou a PF, apurou-se o envolvimento de servidores do Inep com diretores da empresa, bem como com companhias de consultoria subcontratadas pela multinacional.

Segundo a CGU, as investigações revelaram a atuação de diretores e servidores do instituto com consultores das gráficas contratadas, no direcionamento da contratação das empresas para impressão das provas.

Em 2019, a empresa entrou com pedido de falência, o que levou o Inep a realizar novo pregão eletrônico, resultando na contratação de empresa classificada em terceiro lugar no certame, após a desclassificação das duas primeiras.

Enriquecimento ilícito

Segundo a PF, os contratos sob investigação totalizaram um pagamento às empresas de R$ 880 milhões, desde 2010. Deste montante, estima-se que cerca de R$ 130 milhões foram superfaturados para fins de comissionamento da organização criminosa, que seria composta por empresários, funcionários das empresas envolvidas e servidores públicos.

A PF diz ainda que as investigações apontam para um enriquecimento ilícito de R$ 5 milhões de servidores do Inep suspeitos de participação no esquema criminoso. Os envolvidos são suspeitos do cometimento dos crimes de organização criminosa, corrupção ativa e passiva, crimes da lei de licitações e lavagem de dinheiro, com penas que ultrapassam 20 anos de reclusão.

Diligências

São cumpridos 41 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro, além de ter sido determinado pela Justiça Federal o sequestro de R$ 130 milhões das empresas e pessoas físicas envolvidas. Foram destacados 127 policiais federais e 13 auditores da CGU para o cumprimento das diligências.

A Agência Brasil entrou em contato com o Inep e aguarda retorno.

Matéria alterada às 9h41 para acréscimo de informações

Ver mais

Brasil

Réveillon no Rio: Paes recua e defende a queima de fogos em Copacabana

Publicado

dia

Por

Nesta quarta-feira, 8, Prefeitura do Rio e governo do Estado vão analisar a questão e dar respostas mais concretas sobre a virada de ano

Queima de fogos na praia de Copacabana, Réveillon Rio 2019 (Gabriel Monteiro/secom/Agência Brasil)

Depois de anunciar no fim de semana que o réveillon de Copacabana estava cancelado, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), anunciou na noite de segunda-feira (6) que se reuniu com o governador Cláudio Castro (PL) e solicitou que ao menos parte dos festejos possa ser realizada. A ideia de Paes é manter a queima de fogos na orla de Copacabana e em outros pontos do Rio.

“Estive agora à noite com o governador Claudio Castro. Pedi que levasse a seu comitê científico a possibilidade de realizarmos ao menos os fogos em Copacabana e em alguns pontos centrais da cidade. @danielsoranz irá conduzir as negociações acerca do que é possível ser feito”, escreveu o prefeito no Twitter, citando na mensagem o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

Nesta quarta-feira, 8, uma reunião entre representantes da Prefeitura do Rio e do governo do Estado deverá analisar a questão e dar respostas mais concretas sobre a virada de ano.

O anúncio de Paes de que a queima de fogos poderá ocorrer gerou muitas reclamações e provocou ironias entre os que seguem o prefeito na rede social. “Só pra entender, Dudu. O contrato da prefeitura com a covid-19 veda a participação do vírus em aglomerações com pirotecnia, ou puxar o saco dos gringos nos hotéis da praia é bem mais importante que a saúde do povão amontoado?”, indagou um.

Houve também quem defendesse o eventual recuo. “Faz os fogos no Cristo, na Igreja da Penha e no Pão de Açúcar. Assim, de quase toda a cidade os fogos poderão ser vistos!”, sugeriu outro.

Ver mais

Brasil

Avenida Paulista comemora 130 anos com atividades culturais até domingo

Publicado

dia

Por

A avenida Paulista, uma das vias mais conhecidas de São Paulo, completa 130 anos amanhã (8). Diversas atividades presenciais e on-line estão programadas em instituições culturais na avenida

Avenida Paulista completa 130 anos amanhã (8), com diversas atividades culturais. (wsfurlan/Getty Images)

Em comemoração aos 130 anos da avenida Paulista, a partir de amanhã (8) as instituições da Paulista Cultural promoverão comemorações online e presenciais nas sete instituições: Casa das Rosas, Centro Cultural Fiesp, IMS Paulista, Itaú Cultural, Japan House São Paulo, MASP e Sesc Avenida Paulista. Confira a programação que acontece até domingo (12).

IMS Paulista Avenida Paulista:
130 anos de história no acervo do IMS. Palestra on-line com Andrea Ronqui. Para celebrar os 130 anos da avenida Paulista, vamos falar sobre a história de sua criação, sobre as mudanças que a transformaram na avenida que conhecemos hoje e sobre alguns episódios importantes durante esse período. De zona residencial da burguesia em ascensão a centro financeiro, comercial, cultural e cívico, hoje a Paulista atrai todos os tipos de pessoas para as mais variadas atividades. Conhecer melhor a trajetória da avenida pode se transformar numa prática de cidadania: mergulhar no passado para preparar o futuro, pois o processo de constante mudança não acaba em 2021.

Quando: 8/12 das 18h às 19h30 Evento online sem necessidade de inscrição prévia Transmissão ao vivo pelo YouTube do IMS e Facebook do IMS Classificação indicativa: livre Grátis

Itaú Cultural
Ocupação Benjamim de Oliveira: Exposição presencial em cartaz, a Ocupação Benjamim de Oliveira mergulha no universo do circo no Brasil entre os séculos 19 e 20 a partir da história de Benjamim de Oliveira. Nascido em Pará de Minas (MG), filho de uma mulher escravizada com o capataz da fazenda, ele fugiu de casa aos 12 anos com uma trupe de circo e tornou-se um dos homens mais importantes para o desenvolvimento e a modernização desta arte no Brasil. Fortaleceu a introdução da linguagem teatral no circo, e, ainda, atuou em filmes e gravou discos. A mostra reúne cerca de 120 peças, entre jornais da época, fotografias, objetos circenses originais, livros, documentos e fonogramas de músicas.

Visitação presencial: até 27.2.2022 Horário: de terça a domingo, das 11h às 19h. Endereço: Av. Paulista, 149. Classificação indicativa: livre Grátis

Sesc Avenida Paulista
CHAMA: Monumento virtual de luto, uma chama eterna e ininterrupta em memória aos mortos, que permanecerá acesa durante um ano. A CHAMA está instalada fisicamente no Sesc Avenida Paulista e, também, é transmitida ao vivo por meio do site: ‘A Extinção É Para Sempre’. Nesta obra, a participação do público será fundamental. Pessoas de diversas partes do mundo são convidadas a se inscrever no site para compartilhar sua própria Chama, compondo um chamado internacional ao luto, à pausa e à dignificação de cada perda.

Visitação presencial: Até 25.5.2022 Horário: de terça a sexta, das 10h às 21h30. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30 Endereço: Av. Paulista, 119 Visitação on-line: de segunda a domingo, 24 horas por dia, em: aextincaoeparasempre.sescsp.org.br Classificação indicativa: livre Grátis

Sesc Avenida Paulista
Alerta de Spoiler! A Intervenção Literária presencial tem um pacote cheio de história na Biblioteca do Sesc Avenida Paulista. Quem entra no espaço, dá de cara com as sacolinhas de papel pardo do “Alerta de Spoiler”, aquela brincadeira em que você pega um livro emprestado sem saber qual é. A única pista é um bilhete pendurado em cada pacote com o spoiler da obra. Nessa temporada, os livros foram indicados por cinco convidados como Silvero Pereira, Dona Jacira, Chico Felitti, Katú Mirim e Letícia Rodrigues.

Retirada dos livros: até 30.12.2021 Horário: de terça a sexta, das 10h às 21h30. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30. Endereço: Av. Paulista, 119 Classificação indicativa: 16 anos. Grátis

Sesc Avenida Paulista
Troco um Causo por um Conto Intervenção Literária presencial O escritor Daniel Viana propõe uma troca poética com o público. Ouve depoimentos reais das pessoas e transforma, de imediato, em um conto ou poesia datilografada em guardanapos coloridos. O resultado criativo, inspirado no causo contado, é oferecido ao contador da história. Uma oportunidade para o público narrar as passagens da vida para que o poeta as transforme em poesias.

Horário: quarta, sábado e domingo, das 14h às 17h. Endereço: Av. Paulista, 119 Classificação indicativa: livre. Grátis

Sesc Avenida Paulista
Gira Pássaro Intervenção Artística presencial Intervenção artística que une textos poéticos, elementos da cultura popular, fauna e flora brasileiras. Os visitantes poderão acionar uma roleta que indicará uma espécie de pássaro que “trará a sua sorte” na forma de uma palavra-pista. Propondo-se a construção poética de pequenos textos e troca de saberes e afetos. Com Projeto Matilha.

Horário: quarta, sábado e domingo, das 11h às 13h. Atividade presencial Endereço: Av. Paulista, 119 Classificação indicativa: livre Grátis. Acesso mediante agendamento pelo app Credencial Sesc SP ou em sescsp.org.br.

Sesc Avenida Paulista
Plante Poema Intervenção Artística presencial Intervenção artística na qual o público é convidado a criar um texto poético, que será “plantado” em um canteiro coletivo. O participante poderá levar um texto escolhido a partir de temas sugeridos ou de acordo com suas emoções, além de ser presenteado com um ramo, semente ou muda, acompanhado de uma indicação poética das propriedades das plantas oferecidas. Com Projeto Matilha.

Horário: quarta, sábado e domingo, das 15h às 17h. Atividade presencial Endereço: Av. Paulista, 119 Classificação indicativa: livre Grátis. Acesso mediante agendamento pelo app Credencial Sesc SP ou em sescsp.org.br.

Centro Cultural Fiesp
Era Uma Vez o Moderno [1910-1944] A exposição é uma parceria do Centro Cultural Fiesp (CCF) e o Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (IEB/USP). A mostra reúne diários, cartas, manuscritos, fotos e obras dos artistas e intelectuais, que fizeram parte das iniciativas em torno da implantação de uma arte moderna no Brasil. Com mais de 300 obras e documentos, a mostra fará o público revisitar três décadas dessa história e, em especial, conhecer as produções dos autores e pensadores que participaram da Semana de Arte Moderna, em 1922.

Visitação presencial: de 10.12.2021 até 29.5.2022 Horário: de quarta a domingo, das 11h às 20h. Endereço: Av. Paulista, 1313. Classificação indicativa: livre. Grátis

Itaú Cultural
Tunga: conjunções magnéticas Exposição presencial Com aproximadamente 300 obras, a exposição, que abre para o público às 11h, do dia 11, tem curadoria de Paulo Venancio Filho e celebra a produção artística de Tunga (1952-2016), figura emblemática das artes visuais do país. A diversidade de suportes, como desenhos, esculturas, objetos, instalações, vídeos e performances revela os múltiplos interesses de Tunga, que percorria diferentes áreas do conhecimento, como literatura, matemática, arte e filosofia. O artista explorou materiais como ímãs, vidro, feltro, borracha, dentes e ossos. Além do Itaú Cultural, a mostra estende-se para o espaço do Instituto Tomie Ohtake, que exibe duas obras de grandes dimensões.

Visitação presencial: de 11 de dezembro 2021 a 10 de abril de 2022 Horário: de terça a domingo, das 11h às 19h. Endereço: Av. Paulista, 149 Classificação indicativa: 12 anos Grátis Instituto Tomie Ohtake: Av. Faria Lima 201 – Complexo Aché Cultural. Entrada pela Rua Coropés, 88, Pinheiros, São Paulo.

Japan House São Paulo
Bingo da JHSP. Brincadeira infantil presencial. Como parte das comemorações do aniversário da Avenida Paulista, a Japan House São Paulo promoverá um bingo presencial, no qual as crianças terão a oportunidade de conhecer e se familiarizar com palavras, objetos e conceitos da cultura japonesa de forma lúdica e divertida. Desenvolvida pela equipe do Educativo da instituição, a atividade presencial conta com o apoio da Pilot Pen.

Horários: 11h, 14h30 e 16h30 Duração: 50 minutos cada sessão Atividade presencial Senhas disponíveis para retirada na recepção 1h antes de cada atividade (vagas limitadas) Endereço: Av. Paulista, 52 Classificação indicativa: livre. Grátis

Casa das Rosas
Presepe: História de Natal Sarau presencial e on-line Esta apresentação proporcionará um sarau natalino a partir de contos, poemas e canções. Guimarães Rosa, Mário de Andrade, Mário Quintana e Manuel Bandeira passeiam pelo presépio de acordes e palavras deste natal brasileiro. Nesta atividade, o grupo Canto Livro será formado por Jean Garfunkel (voz e violão), Pratinha Saraiva (flauta e bandolim) e a Juliana Rizzo (voz e narração).

Horário: das 14h às 15h. Evento presencial no Jardim do Museu sem necessidade de inscrição prévia Endereço: Av. Paulista, 37 A atividade também será transmitida pelo canal de YouTube da Casa das Rosas Classificação indicativa: livre. Grátis

MASP
Oficina da Comuna. Atividade presencial. Inspirada pela estética dos burgos medievais e paisagens da cidade de São Paulo, a oficina ministrada pelo coletivo Revistacomando propõe um exercício de criação a partir de um jogo de matrizes xilográficas, unindo elementos das cidades modernas e antigas. Os participantes irão compor sua própria comuna (termo utilizado na Idade Média para as cidades que conquistaram a emancipação do seu território), utilizando um conjunto de peças modulares que possibilitam uma infinidade de cenários na impressão de xilogravuras – elas poderão ser levadas para casa ao final da atividade.

Horário: das 10h30 às 16h30. Oficina presencial: é necessário retirar uma pulseira de identificação na recepção do MASP, atividade por ordem de chegada. Endereço: Av. Paulista, 1578 Classificação indicativa: livre. Grátis. O MASP terá entrada gratuita durante todo o domingo, 12.12, das 10h às 18h (entrada até às 17h30) mediante agendamento online pelo link masp.org.br/ingressos.

Ver mais

Brasil

Bolsonaro libera Prouni para alunos de escolas privadas sem bolsa

Publicado

dia

Por

A medida também inclui alteração na reserva de cotas destinadas a negros, povos indígenas e pessoas com deficiência, cujo percentual será considerado de forma isolada

Prouni: a MP também prevê a inclusão de penalidade de suspensão imposta para quem descumpre as obrigações assumidas no termo de adesão (Foto/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro assinou, nessa segunda-feira (6), medida provisória (MP) que altera o Programa Universidade para Todos (Prouni), que concede bolsas de estudo integrais e parciais em faculdades particulares. 

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, a medida busca ampliar o acesso a estudantes egressos do ensino médio privado que fizeram o curso com bolsas parciais. Na seleção, também está incluída a possibilidade de dispensa de apresentação do documento que comprovem a renda familiar e a situação de pessoas com deficiência, quando as informações estiverem disponíveis em bancos de dados de órgãos do governo.

Além disso, houve alteração na reserva de cotas destinadas a negros, povos indígenas e pessoas com deficiência. Com a medida, o percentual de pretos, pardos ou indígenas e pessoas com deficiência será considerado de forma isolada, e não mais em conjunto.

A MP também prevê a inclusão de penalidade de suspensão imposta para quem descumpre as obrigações assumidas no termo de adesão e a readmissão da mantenedora da universidade punida com a desvinculação.

Segundo o órgão, as alterações têm o objetivo de “ampliar as políticas de inclusão na educação superior, diminuindo a ociosidade na ocupação de vagas antes disponibilizadas, e promover o incremento de mecanismos de controle e integridade e a desburocratização”.

Ver mais

Brasil

Homem é enforcado e esfaqueado dentro de ônibus

Publicado

dia

Por

Segundo testemunhas do crime, em Contagem, suspeito teria agido por vingança: ‘Vou te matar porque você matou meu irmão’, gritava ele, enquanto golpeava vítima

Segundo testemunhas do crime, em Contagem, suspeito teria agido por vingança: ‘Vou te matar porque você matou meu irmão’, gritava ele, enquanto golpeava vítima

A Polícia Militar procura o criminoso que tentou matar um homem de 42 anos na noite deste domingo (5/12), dentro de um ônibus em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. A vítima foi internada em estado grave. A PM suspeita de que o crime tenha sido motivado por vingança

Segundo o registro policial, o Wanderson Pereira voltava com a namorada da casa do irmão, no Bairro Tupã, onde havia passado o fim de semana. Os dois estavam no coletivo da linha 302-D (Tupã/Estação Metrô Eldorado). A certa altura, um rapaz de cavanhaque, pele clara, bermuda estampada e blusa vermelha também embarcou.

Conforme relato do motorista, o suspeito pulou a catraca e se sentou atrás do casal. Pouco depois, enforcou Wanderson com uma espécie de fio, gritando: “Você matou meu irmão. Vou te matar porque você matou meu irmão”. Em seguida, desferiu 7 facadas nele. Ao ver a vítima caída, o autor então fugiu a pé rumo à LMG-808.

Wanderson foi socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal de Contagem. O quadro dele é grave. O suspeito ainda não foi localizado.

De acordo com a PM, o ônibus é equipado com câmeras de segurança, mas a corporação ainda não obteve acesso às imagens, já que a empresa responsável pelo monitoramento não mantém funcionários trabalhando aos domingos.

Ver mais

Brasil

Banco do Brasil renegociação de dívidas Cartão de Crédito cheque especial

Publicado

dia

Por

Carga chegou nesta segunda-feira a São Paulo

© Divulgação UPS

O país recebeu mais 1,5 milhão de doses do imunizante da Pfizer, que chegaram nesta segunda-feira (6) no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

De acordo com o Ministério da Saúde, a distribuição será feita de maneira proporcional e igualitária, depois de acordo entre União, estados e municípios.

Nos últimos cinco dias, o Brasil recebeu mais de 10 milhões de doses do imunizante produzido pelo laboratório. Dos mais de 310 milhões de doses aplicadas em todo o país, cerca de 153 milhões são da Pfizer.

O contrato em andamento com a farmacêutica prevê a entrega de 100 milhões de doses. Ao desembarcarem, os imunizantes passam por um processo de checagem de qualidade. Conheça as etapas aqui.

Por Agência Brasil

 

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?