Nossa rede

Brasília

PF faz operação contra esquema de fraudes em instituto de previdência; há mandados em 6 estados e no DF

Publicado

dia

Presos da Operação Abismo em Pernambuco são levados para a sede da Polícia Federal, no Cais do Apolo, região central do Recife, nesta sexta-feira (19) — Foto: Thamires Oliveira/G1

A Polícia Federal em Pernambuco desencadeou uma operação contra um esquema de fraudes em um instituto de previdência dos servidores de um município da Região Metropolitana do Recife, nesta sexta-feira (19). Segundo a PF, houve uma mudança na carteira de investimento do instituto a mando do prefeito, o que coloca em risco o pagamento futuro de aposentadorias.

Foram emitidos 22 mandados de prisão, sendo dez preventivas e outras 12 temporárias, e outros 42 de busca e apreensão para a Operação Abismo. Até as 9h30, a PF não havia confirmado quantas pessoas foram presas, mas informou que um político foi preso. O nome não foi divulgado.

Os mandados foram para Pernambuco e também Rio de Janeiro, São Paulo, Paraíba, Distrito Federal, Goiás e Santa Catarina.

As investigações começaram em março deste ano e apontam que mais de R$ 90 milhões do instituto, que estavam investidos em instituições sólidas, foram transferidos para fundos compostos por ativos “podres” – ou seja, sem lastro e com grande probabilidade de inadimplência futura, de acordo com a PF.

Os investigadores encontraram indícios de que a alteração na carteira de investimentos do Instituto de Previdência foi feita a mando do prefeito do município em razão do oferecimento de vantagem indevida.

Carro da Polícia Federal chegando à sede durante a Operação Abismo, contra fraude em instituto previdenciário, nesta sexta-feira (19) — Foto: Thamires Oliveira/G1

Segundo a Polícia Federal, os mandados de prisão são para empresários, lobistas, advogados, políticos, religiosos e outras pessoas que participariam do esquema criminoso. As medidas foram determinadas pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, que ainda autorizou o sequestro e bloqueio de bens e valores depositados em contas em nome dos investigados.

Os nomes não foram divulgados devido ao sigilo das investigações, informou a PF. Entre os crimes atribuidos aos envolvidos estão lavagem de dinheiro, associação criminosa, crimes financeiros, corrupção ativa e passiva, cujas penas ultrapassam os 30 anos de reclusão.

Os presos em Pernambuco devem ser levados até a sede da Polícia Federal, no Recife, onde são interrogados e logo em seguida encaminhados para os respectivos sistemas prisionais. Os presos de outros estados devem ficar reclusos em sistemas prisionais de seus estados, onde ficam à disposição do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

Equipe da Polícia Federal esteve em prédio na Avenida Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, nesta sexta-feira (19), dentro da Operação Abismo — Foto: Clarissa Góes/TV Globo

Mandados

Para Pernambuco, foram emitidos 18 mandados de busca e apreensão, dois de prisão temporária e quatro de prisão privisória nos municípios do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, e Salgueiro, no Sertão.

Em São Paulo, os mandados doram emitdos para Jundiaí e Guariba, sendo dez de busca, um de prisão temporária e outros cinco de prisão provisória. No Rio de Janeiro, os dez de busca e apreensão são para capital e há ainda seis de prisão temporária e um de prisão provisória.

Fonte: G1

Comentário

Política BSB

Enteado de Duda Mendonça dá as cartas na comunicação de Zema

Publicado

dia

Todo pedido de informação passa por André Cabral

Romeu Zema: chefe na comunicação é enteado de Duda Mendonça (Assembleia Legislativa de MG/Divulgação)

Enteado de Duda Mendonça, o jornalista André Cabral assumiu o posto máximo na comunicação de Romeu Zema.

Todos os pedidos passam, obrigatoriamente, pelo seu crivo.

Cabral é filho de Aline Waxman Mendonça, mulher de Duda.

Ele já trabalhou, inclusive, para a empresa do casal, a Duda Propaganda. E, em 2010, integrou a equipe de comunicação da campanha de Hélio Costa (MDB) Patrus Ananias (PT) ao governo mineiro.

Duda tem forte histórico com o PT. Em 2002, foi responsável pela vitoriosa campanha de Lula à presidência.

Em 2005, ele confessou à CPI dos Correios ter recebido R$ 10,5 milhões pela campanha à eleição de Lula via caixa 2.

Em 2017, Duda envolveu-se em novo escândalo.

Num acordo de delação premiada, revelou irregularidades em relação às gráficas que prestaram serviço para a chapa Dilma-Temer na campanha eleitoral de 2014. Fonte: Portal Veja

 

 

Ver mais

Política BSB

Ex-professor da FGV é nomeado presidente do Inep, responsável pelo Enem

Publicado

dia

Marcus Vinicius Rodrigues é doutor em engenharia de produção e atuou como gestor da Fundação Getúlio Vargas para os países de língua estrangeira por 15 anos

O professor da FGV Marcus Vinicius Rodrigues foi nomeado como presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pelo ENEM (FGV/Youtube)

O ex-professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Marcus Vinicius Rodrigues foi nomeado, nesta terça-feria, 22, como presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Ele substitui Maria Inês Fini, que ocupava o cargo desde 2016.

Rodrigues é doutor em engenharia da produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestre em administração de empresas pela federal de Minas Gerais e engenheiro eletricista pela federal do Ceará, segundo seu perfil no Linkedin. Ele atuou durante 15 anos na FGV como gestor para os países de língua portuguesa.

A nomeação foi publicada na edição desta terça-feira do Diário Oficial da União e assinada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O novo presidente do Inep, órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC), será responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e pelo Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Enccja).

O governo já havia anunciado que Maria Inês não permaneceria no cargo. O seu nome chegou a ser cotado para chefiar o MEC, mas a última prova do Enem, que era de responsabilidade dela, desagradou o presidente Jair Bolsonaro. Fonte: Portal Veja

Ver mais

Política BSB

Ex-médico de FHC recebe passaporte diplomático de Bolsonaro

Publicado

dia

É também médico do atual presidente

O presidente Bolsonaro gesticula com a caneta que usou para assinar o decreto presidencial que flexibiliza a posse de armas de fogo, no Palácio do Planalto, em Brasília – 15/01/2019 (Evaristo Sa/AFP)

O médico Ricardo Peixoto Camarinha recebeu passaporte diplomático de Jair Bolsonaro. Camarinha é tenente-coronel médico da Aeronáutica e prestou serviços ao ex-presidente FHC.

Ele é o responsável pela saúde do atual presidente em seu gabinete. Fonte: Portal Veja

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade