Nossa rede

Aconteceu

Morre gerente de mercado baleado na cabeça durante assalto no DF

Publicado

dia

Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal, Gustavo Moreira ficou nervoso e não conseguiu tirar a aliança do dedo

Gustavo Moreira Ricardo, 18 anos, morreu nessa quarta-feira (10/10) no Instituto Hospital de Base (IHB). Ele estava internado desde a última segunda-feira (8) quando foi baleado na cabeça durante um assalto no supermercado onde trabalhava, em Samambaia.

Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal, ele “ficou nervoso e não conseguiu tirar a aliança do dedo” durante o assalto. Os suspeitos ainda obrigaram o rapaz a deitar no chão. Ele teve sua corrente de ouro arrancada do pescoço. Outros funcionários do estabelecimento tiveram os celulares e pertences pessoais roubados e o dinheiro em espécie dos caixas também foi levado.

O crime ocorreu por volta das 9h30. Gustavo foi levado em estado grave pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros ao hospital. A bala ficou alojada na cabeça do jovem.

Região perigosa
A 26ª Delegacia de Polícia, em Samambaia, investiga o caso. O delegado plantonista Reginaldo Alves Araújo classificou a região como “o centro do crime de Samambaia”. Segundo ele, Gustavo é genro do proprietário do estabelecimento assaltado e trabalhava como gerente..

Os criminosos fugiram de bicicleta do local do crime, levando dois celulares e R$ 100. Ainda de acordo com o delegado, o rapaz “não esboçou qualquer reação que provocasse a resposta dos assaltantes”.

Aos policiais, o proprietário afirmou que irá mudar da região. “Nos disse que a área é muito perigosa e a família está toda nervosa com o caso”, explicou o delegado. A polícia está à caça de três menores suspeitos do crime. Imagens de câmeras próximas ao mercado registraram a fuga do trio.

Vizinha do supermercado, Maria Natividade, de 69 anos, afirmou á reportagem que o sentimento é de insegurança na região: “Para dormir aqui, só Deus na causa. De noite é impossível de se sentir seguro. Dormimos com um olho aberto, sempre atentos”.

Ela conta que a neta ouviu o disparo que atingiu o rapaz e imediatamente saiu correndo para parte de trás da residência.

Fonte: Metrópoles

Comentário

Aconteceu

PM é morto com tiro acidental de fuzil disparado por colega em Sorocaba

Publicado

dia

Projétil perfurou o colete à prova de balas e atingiu o tórax do policial – que foi levado ao Hospital Regional de Sorocaba, mas não resistiu

Sorocaba – O sargento da Polícia Militar (PM) Luiz Antônio Faria, de 46 anos, morreu ao ser baleado com um tiro de fuzil por um colega da corporação, na noite desta quinta-feira, 18, em Sorocaba, cidade interior de São Paulo. De acordo com o comando da PM, o disparo foi acidental, durante o atendimento a uma ocorrência. O projétil perfurou o colete à prova de balas e atingiu o tórax do policial – que foi levado ao Hospital Regional de Sorocaba, mas não resistiu.

O policial era lotado na Companhia de Força Tática do 7º Batalhão da Polícia Militar, em Sorocaba. A equipe foi mobilizada após uma denúncia anônima sobre a presença de supostos criminosos armados numa chácara do bairro Inhayba, na zona leste da cidade. Segundo a PM, foi organizado um cerco à área, mas a denúncia não se confirmou. Durante a varredura na chácara, em um dos cômodos, o sargento foi alvejado por um disparo de outro policial.

Ainda segundo a PM, foi aberto procedimento pela Polícia Judiciária Militar para apurar “todos os fatos desse triste episódio”. O comandante do 7º Batalhão, tenente-coronel Carlos Alexandre Mello, divulgou nota de solidariedade aos familiares e amigos do policial.

“O comandante lamenta, com muito pesar, a fatalidade que acabou por ceifar a vida de um profissional extremamente competente que sempre atuou na defesa da sociedade sorocabana”, diz a nota. O sargento era casado e tinha uma filha. O sepultamento será às 10h deste sábado, 20, no cemitério Memorial Park, em Sorocaba.

Ver mais

Aconteceu

Em briga de trânsito, motorista de van detona carro no DF. Veja vídeo

Publicado

dia

De acordo com a Polícia Militar, confusão teria sido motivada por disputa de passageiros. Discussão ocorreu em plena W3 Norte, à luz do dia

REPRODUÇÃO

Um homem que estava em transporte pirata quebrou o carro de um motorista de aplicativo nessa terça-feira (16/10), na W3 Norte. O ataque de fúria foi gravado por testemunhas.

Nas imagens, é possível ver o momento em que o condutor sai da van com uma barra de ferro e bate no carro danificando a lataria e os vidros.

De acordo com a Polícia Militar, a confusão teria começado porque o motorista pegou passageiras na quadra 503 Norte, irritando o pirateiro.

O condutor do transporte pirata teria batido no carro do motorista de aplicativo, que ameaçou jogar pedra contra os passageiros. Todos foram levados à delegacia para prestar esclarecimentos. Ninguém foi preso.

 

Fonte: Metrópoles
Ver mais

Aconteceu

Atropelamentos matam 65 animais por semana nas rodovias do DF

Publicado

dia

O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) recolheu 1.580 animais atropelados nas rodovias do Distrito Federal no primeiro semestre de 2018. Em média, são 65 vítimas por semana.

O número representa 138 mortes a mais do que no mesmo período do ano passado, quando 1.442 animais perderam a vida – um aumento de 9,6%.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental, esse tipo de acidente é mais comum em áreas com matas e rios. Nessas regiões, animais silvestres costumam atravessar o asfalto para buscar alimento. “Nessas áreas mais escuras, sem iluminação, atenção redobrada”, recomenda o capitão Cristiano Rocha.

Também há risco para os motoristas. O eletricista Oliver de Andrade, por exemplo, foi internado depois de desviar de um cachorro. “Até deslocou meu joelho. Eu vinha a mais ou menos 80 km/h em uma moto. Quando fui desviar dele, acabei caindo”, conta.

Quem cuida?

Quando o animal morre, ele é retirado da pista pelo SLU. Quando o animal resiste ao acidente, é levado para o Hospital Veterinário da Universidade de Brasília ou para o zoológico.

Em casos recentes registrados pela PM Ambiental, um carro atropelou um lobo-guará que tentava atravessar a DF-001 na altura de Recanto das Emas no último domingo (14). Na noite de segunda-feira (15), outro motorista bateu em uma vaca que atravessava a DF-140, em São Sebastião.

Motorista é atendido após atropelar vaca na DF-140 — Foto: TV Globo/Reprodução

Fonte: G1 DF.

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade