Salvo em

Doria anuncia programa para recapear vias de São Paulo a partir de novembro

Programa prevê novo asfalto em vias de todas as regiões da cidade, totalizando 3 milhões de metros quadrados. Veja lista de avenidas que serão recapeadas.

Prefeitura da capital anuncia mais uma etapa do programa Asfalto Novo

Prefeitura da capital anuncia mais uma etapa do programa Asfalto Novo

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta terça-feira (10) o lançamento do programa Asfalto Novo, com previsão de investir R$ 350 milhões em 3 milhões de metros quadrados de asfalto para o recapeamento das principais vias de São Paulo.

Segundo o prefeito João Doria (PSDB), as obras começam 10 de novembro e devem durar até 30 de abril de 2018, “se tudo correr bem, porque não depende só de nós”, segundo o tucano.

“Vai depender das condições climáticas, já tem que tem que ser dias sem chuva, ou de depender de nenhuma interferência de ordem jurídica, que às vezes surgem sem a gente ter sequer expectativas”, afirmou Doria. A licitação para a contratação das empresas está em andamento.

Buraco em rua na Lapa, Zona Oesde de SP (Foto: Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Buraco em rua na Lapa, Zona Oesde de SP (Foto: Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Dos R$ 350 milhões, R$ 210 milhões são provenientes do fundo de multas, já que uma decisão do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) passou a autorizar o uso do dinheiro das multas para asfalto em novembro de 2016. Outros R$ 100 milhões serão pagos pela prefeitura e R$ 40 milhões aplicados pela SPTrans no recapeamento de corredores de ônibus.

“As avenidas são nossa prioridade nas 32 prefeituras regionais e que estavam com o asfalto mais deteriorado”, disse Doria, salientando que a maioria dos trabalhos será à noite e que a população terá que tolerar certo barulho. O asfalto comprado pela Prefeitura terá que durar 8 anos, segundo o prefeito. “Algum pequeno ruído existirá. Não há como ter progresso em silêncio”, disse.

Entre as avenidas priorizadas estão:

Centro:

  • Avenida Paulista;

Zona Norte:

  • Elísio Teixeira;
  • Engenheiro Caetano Álvares;
  • Zona Sul
  • Jorge João Saad;
  • Nazaré;
  • Interlagos;
  • Estrada de Pirajussara;

Zona Leste

  • Doutor Assis Ribeiro;
  • Marechal Tito;
  • Engenheiro Feijó Bittencourt;
  • Doutor Francisco Mesquita;
  • Aricanduva;
  • Mateo Bei;
  • Afonso Sampaio;
  • Souza;
  • Estrada de Poá;

Zona Oeste

  • Heitor Antônio Eiras Garcia;
  • Nove de Julho.

Segundo a prefeitura, 22 empresas participaram da licitação. O vice-prefeito e secretário das prefeituras regionais, Bruno Covas, disse que elas concorreram por 11 lotes, que representam agrupamento das prefeituras regionais e que cada empresa poderá ganhar no máximo dois lotes.

Doria comemorou o fato de as empresas terem aceitado que a Prefeitura não irá pagar o adicional noturno aos funcionários contratados. “Isso representou uma redução de 27,5% no nosso custo”, afirmou. Segundo Bruno Covas, a Prefeitura pagará o valor acordado às empresas contratadas e elas aceitaram a condição prevista no edital.

Bruno Covas descartou responsabilidade da administração pública sobre a falta de pagamento das empresas para os funcionários. “Isso não existe, eu tenho conhecimento jurídico”, afirmou.

Concessionárias

Segundo Doria, empresas a serviço da Sabesp irão pagar mais R$ 60 milhões por 400 mil metros quadrados de asfalto devido ao fato de quebrarem as vias públicas para obras.

O prefeito defendeu que, a partir de agora, este tipo de obra nas ruas só será feito com aval da administração pública. “Elas contribuíram muito para a situação do asfalto da cidade e é o preço que estão pagando para a recuperação”, disse.

Doria ameaçou ainda tomar medidas judiciais para impedir que concessionárias de água, gás e eletricidade façam buracos indiscriminados nas ruas. “E se não tiverem disciplina para seguirem a orientação da Prefeitura, esburacando a cidade outra vez, a Prefeitura usará todos os seus recursos, inclusive judiciais, para impedir que isso aconteça”, defendeu.

Deixe seu comentário

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*