Nossa rede

Brasília

Casal que matou mãe e filho na Rodoviária se entrega à polícia

Publicado

dia

Marido e mulher alegam legítima defesa para justificar o assassinato de mãe e filho na Rodoviária do Entorno, no centro de Brasília

foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)

O casal acusado de assassinar mãe e filho na Rodoviária do Entorno, na área central de Brasília, quarta-feira, se entregou à polícia na tarde desta segunda-feira (9/7). Presos preventivamente, Henrique Monteiro Gonçalves, 33 anos, e a mulher, Geovana dos Santos, 32, vão responder por duplo homicídio e por tentativa de homicídio. Ele é apontado como autor dos disparos. Ela, a responsável por ajudar na fuga e esconder a arma dro crime. Ambos alegam legítima defesa e afirmam ter perdido a arma usada no crime. O casal estava escondido em São Sebastião.

Responsável pelo caso, o delegado Rogério Henrique Oliveira, chefe da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central), duvida da versão do casal. “Pelo que apuramos até o momento, não se trata de um crime de legítima defesa. Acreditamos que a arma esteja escondida em algum local. Apesar da prisão, continuaremos escutando testemunhas e, sobretudo, a vítima que sobreviveu”, afirma Oliveira. O prazo para finalizar o inquérito é de 10 dias.

Henrique e Geovana têm ficha criminal. Há um mandado de prisão em aberto contra Henrique, por roubo qualificado cometido com arma de fogo e corrupção de menores, em 2007, no Distrito Federal. Ele foi condenado em 2015 e era considerado foragido pela Justiça do DF desde então. Geovana responde a três processos por lesão corporal, registrados em 2014, 2016 e 2018.

Briga antiga

O mais recente, de 25 de junho, estaria vinculado ao crime na Rodoviária do Entorno. Geovana teria tentado ferir Wellington com uma faca, após uma discussão com Pâmela Vieira de Sá, 22, mulher de Wellington. Ele, a mãe e irmã registraram um boletim de ocorrência denunciando lesão corporal, ameaça e lesão recíproca. Briga surgida por causa da disputa por ponto de venda ambulante do terminal que recebe os ônibus do Entorno, em Brasília. Desde então, Wellington passou a andar com um facão, o mesmo encontrado ao lado do corpo dele. Pâmela está no nono mês de gravidez.

O crime aconteceu por volta das 14h40 de quarta-feira. Maria Célia Rodrigues dos Santos, 38 anos, e Wellington Rodrigues Santos da Silva, 22, levaram um tiro no coração. Morreram no local. Baleada no abdômen, Kerolyn Ketlen Moreira, 19, ficou internada no Hospital de Base, onde passou por uma cirurgia. O estado dela é estável. Kerolyn é filha de Maria Célia e irmã de Wellington. Os três trabalhavam como ambulantes na região central de Brasília vendendo doces e salgados. Moravam em Planaltina de Goiás, assim como os acusados.

Para os investigadores, o crime de quarta-feira foi premeditado e motivado por uma rixa antiga entre os envolvidos, motivada pela disputa de ponto de venda ambulante no terminal que recebe os ônibus do Entorno, ao lado da Rodoviária do Plano Piloto. O delegado Rogério Oliveira diz que Wellington não teria tentado usar a arma para agredir o autor do crime. As investigações também não citam qualquer envolvimento dele com tráfico ou uso de drogas.

    Comentário

    Política BSB

    Alberto Fraga: “Se o Frejat desistir, vou disputar a vaga ao governo”

    Publicado

    dia

    Até então pré-candidato ao Senado pela coalizão encabeçada por Jofran Frejat (PR) ao Governo do Distrito Federal (GDF), o deputado federal Alberto Fraga (DEM) afirmou à coluna nesta segunda-feira (16/7) que pretende ser o novo cabeça da chapa caso o ex-secretário de Saúde mantenha a decisão de desistir da corrida pelos votos a governador do DF.

    “Se o Frejat desistir, também vou disputar a vaga para o governo. Fechamos um acordo com ele, pois era o mais bem colocado nas pesquisas. Caso ele realmente saia do páreo, as negociações voltam ao início”, declarou o democrata.

    O impasse sobre a possível desistência de Frejat abalou o cenário político na última sexta-feira (13). O preferido dos brasilienses para ocupar o Palácio do Buriti, segundo recentes pesquisas, chegou a afirmar que “não venderia a alma ao diabo”, em referência às pressões sofridas por aliados da chapa.

    Fonte: Caio Barbieri/Metrópoles

     

    Ver mais

    Brasília

    CPI da Pedofilia no DF apreende PCs em suposta agência que explorava menores

    Publicado

    dia

    Pendrives, celular e remédio tarja preta também foram retidos. Pelo menos três jovens com idades entre 14 e 18 anos eram aliciadas no local, diz deputado.

    Deputado Rodrigo Delmasso (PRB) (direita) e delegado Rodrigo Haendel em entrevista coletiva (Foto: Ananda Moura/CLDF/Divulgação)

    Operação deflagrada nesta segunda-feira (16) pela CPI da Pedofilia da Câmara Legislativa do Distrito Federal, com autorização da Justiça, apreendeu eletrônicos em uma suposta agência de aliciamento e exploração sexual de adolescentes.

    Segundo a comissão, pelo menos três jovens com idades a partir dos 14 anos eram abusadas no local. Durante a apreensão, em um endereço da Asa Norte, as equipes encontraram uma jovem de 18 anos, que disse estar sendo mantida ali há cerca de um mês.

    Os policiais civis que cumpriram os mandados também apreenderam computadores, pendrives, celulares, um HD externo, uma câmera fotográfica e DVDs de filmes pornôs.

    Caixas de ritalina – um remédio tarja preta recomendado para déficit de atenção, e usado sem prescrição como estimulante, para afastar o sono – também foram apreendidas.

    Eletrônicos apreendidos em suposto local de prostituição infantil na Asa Norte (Foto: Silvio Abdon/CLDF/Reprodução)

    Denúncia à CPI

    Dos três mandados de prisão autorizados pela Justiça, dois não puderam ser cumpridos nesta segunda. Responsável pela operação, intitulada Crisálida, o delegado Haendel Fonseca diz que a ação foi atrapalhada por uma “movimentação dos envolvidos em dois casos”.

    O local na Asa Norte foi monitorado durante o último fim de semana. De acordo com os investigadores, a denúncia anônima foi formulada diretamente à CPI da Pedofilia. O material apreendido será periciado, e não há prazo para que novas medidas sejam tomadas. Nesta segunda, nenhum suspeito foi preso.

    Presidente da CPI na Câmara Legislativa, o distrital Rodrigo Delmasso (PRB) afirmou que as denúncias apontam a existência de um esquema de aliciamento e prostituição infantil. “Eles oferecem programas sexuais com meninas que vêm, geralmente, de áreas de baixa renda do DF e Entorno”, disse.

    A CPI foi aberta em maio de 2016. Segundo Delmasso, a primeira fase fez um levantamento do sistema de proteção a crianças e adolescentes no DF. Em seguida, o Tribunal de Contas fez auditoria no Fundo de Direitos da Criança. A investigação, segundo o parlamentar, começou agora – dois anos após a abertura dos trabalhos.

    Fonte: G1 DF.

    Ver mais

    Brasília

    Novos ônibus na EPTG são obrigados a ter porta no lado esquerdo

    Publicado

    dia

    Medida foi publicada no Diário Oficial do DF. Paradas no canteiro central estão prontas desde 2011, mas não são utilizadas.

    Parada de ônibus inutilizada na EPTG está pronta desde 2011 (Foto: TV Globo/Reprodução)

    O governo do Distrito Federal determinou, nesta segunda-feira (16), que todas as empresas de ônibus que operam na Estrada Parque Taguatinga (EPTG) serão obrigadas a comprar veículos com portas dos dois lados. A medida fará com que as paradas construídas no meio da rodovia comecem a ser utilizadas.

    A portaria foi publicada no Diário Oficial do DF. A Secretaria de Mobilidade do DF informou  que a expectativa é de que os novos ônibus comecem a operar na região em 2019.

    Publicação no Diário Oficial do DF obriga compra de ônibus com portas nas duas laterais (Foto: Rerpdoução)

    Hoje, a maior parte do transporte público na região divide espaço com os carros de passeio nas faixas da direita.

    As faixas exclusivas são utilizadas apenas por ônibus expressos, que saem de Ceilândia e Taguatinga em direção ao Plano Piloto, sem fazer nenhuma parada ao longo da via.

    Sete anos depois…

    É a primeira vez que esta medida é tomada, após sete anos da inauguração dos corredores exclusivos da EPTG. Neste período, a frota de ônibus da capital foi renovada, mas as empresas não eram obrigadas a comprar modelos com portas dos dois lados.

    A ausência de porta no lado esquerdo dos ônibus do DF impede a utilização proposta pelo governo para a faixa da esquerda da via – a porta localizada no lado do motorista é necessária para o uso das 15 paradas construídas no canteiro central.

    Segundo a Secretaria de Mobilidade do DF, 68 ônibus expressos passam pela faixa exclusiva de segunda a sexta-feira. São feitas, por dia, 98 viagens no sentido Taguatinga–Plano Piloto – em média, quatro por hora.

    “Devido às avaliações feitas no sistema, a renovação da frota das empresas deve continuar, mas, a partir de agora, qualquer ônibus que venha a ser adquirido deve ter portas em ambos os lados”, informou a secretaria, por meio de nota.

    Fonte: G1 DF.

    Ver mais
    Publicidade

    Escolha o assunto

    Publicidade