Nossa rede

Brasília

Casal que matou mãe e filho na Rodoviária se entrega à polícia

Publicado

dia

Marido e mulher alegam legítima defesa para justificar o assassinato de mãe e filho na Rodoviária do Entorno, no centro de Brasília

foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)

O casal acusado de assassinar mãe e filho na Rodoviária do Entorno, na área central de Brasília, quarta-feira, se entregou à polícia na tarde desta segunda-feira (9/7). Presos preventivamente, Henrique Monteiro Gonçalves, 33 anos, e a mulher, Geovana dos Santos, 32, vão responder por duplo homicídio e por tentativa de homicídio. Ele é apontado como autor dos disparos. Ela, a responsável por ajudar na fuga e esconder a arma dro crime. Ambos alegam legítima defesa e afirmam ter perdido a arma usada no crime. O casal estava escondido em São Sebastião.

Responsável pelo caso, o delegado Rogério Henrique Oliveira, chefe da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central), duvida da versão do casal. “Pelo que apuramos até o momento, não se trata de um crime de legítima defesa. Acreditamos que a arma esteja escondida em algum local. Apesar da prisão, continuaremos escutando testemunhas e, sobretudo, a vítima que sobreviveu”, afirma Oliveira. O prazo para finalizar o inquérito é de 10 dias.

Henrique e Geovana têm ficha criminal. Há um mandado de prisão em aberto contra Henrique, por roubo qualificado cometido com arma de fogo e corrupção de menores, em 2007, no Distrito Federal. Ele foi condenado em 2015 e era considerado foragido pela Justiça do DF desde então. Geovana responde a três processos por lesão corporal, registrados em 2014, 2016 e 2018.

Briga antiga

O mais recente, de 25 de junho, estaria vinculado ao crime na Rodoviária do Entorno. Geovana teria tentado ferir Wellington com uma faca, após uma discussão com Pâmela Vieira de Sá, 22, mulher de Wellington. Ele, a mãe e irmã registraram um boletim de ocorrência denunciando lesão corporal, ameaça e lesão recíproca. Briga surgida por causa da disputa por ponto de venda ambulante do terminal que recebe os ônibus do Entorno, em Brasília. Desde então, Wellington passou a andar com um facão, o mesmo encontrado ao lado do corpo dele. Pâmela está no nono mês de gravidez.

O crime aconteceu por volta das 14h40 de quarta-feira. Maria Célia Rodrigues dos Santos, 38 anos, e Wellington Rodrigues Santos da Silva, 22, levaram um tiro no coração. Morreram no local. Baleada no abdômen, Kerolyn Ketlen Moreira, 19, ficou internada no Hospital de Base, onde passou por uma cirurgia. O estado dela é estável. Kerolyn é filha de Maria Célia e irmã de Wellington. Os três trabalhavam como ambulantes na região central de Brasília vendendo doces e salgados. Moravam em Planaltina de Goiás, assim como os acusados.

Para os investigadores, o crime de quarta-feira foi premeditado e motivado por uma rixa antiga entre os envolvidos, motivada pela disputa de ponto de venda ambulante no terminal que recebe os ônibus do Entorno, ao lado da Rodoviária do Plano Piloto. O delegado Rogério Oliveira diz que Wellington não teria tentado usar a arma para agredir o autor do crime. As investigações também não citam qualquer envolvimento dele com tráfico ou uso de drogas.

    Comentário

    Política BSB

    Ibaneis vai submeter a ministro de Bolsonaro três nomes para Saúde

    Publicado

    dia

    Núbia Welerson Vieira,Carlos Fernando e Adriano Guimarães Ibiapina são os mais cotados para assumir a pasta no DF, segundo o emedebista

    Rafaela Felicciano/Metrópoles

    O governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) disse nesta sexta-feira (16/11) que tem pelo menos três nomes para a pasta da Saúde. Eles serão levados ao futuro ministro da área de Jair Bolsonaro (PSL). No time de especialistas do emedebista cotados para assumir o cargo está a superintendente do Instituto de Cardiologia do DF (ICDF), Núbia Welerson Vieira.

    Ela é cardiologista e teve o nome referendado pelo ex-secretário de Saúde de São Paulo, David Uip. Uip atuou por quatro anos e sete meses na gestão de Márcio França (PSB). Ao deixar o cargo, voltou para a área acadêmica.

    O segundo nome é o de Carlos Fernando, vice-presidente do Sindicato dos Médicos do DF (SindMédico). Na função desde 2013, ele assumiu interinamente o comando da entidade, em junho de 2018, enquanto Gutemberg Fialho concorria a uma vaga de deputado distrital. Com o término do pleito eleitoral, Gutemberg retornou ao comando da entidade representativa.

    Referendado pelo ex-secretário de Saúde do DF, o médico de carreira Adriano Guimarães Ibiapina é o terceiro nome cotado. Ele atuou por quase 10 anos no Hospital Regional da Asa Norte e é querido pela categoria. “Quero no cargo alguém que trabalhe em sintonia fina com o Ministério da Saúde, que é de onde saem os recursos”, disse o governador eleito.

    Equipe de transição
    Os nomes que comporão a lista de Ibaneis devem fazer parte da equipe de transição. O grupo vai avaliar os problemas na saúde pública da capital do país e será oficializado na segunda-feira (19/11).  No que depender do emedebista, contará com a coordenação de Jofran Frejat (PR). O governador eleito confirmou ao Metrópoles que o convite oficial ao ex-secretário de Saúde se dará nos próximos dias.

    Nomes confirmados no grupo de trabalho da saúde:

    secretário-executivo do Ministério da Saúde, Adeilson Loureiro Cavalcante;
    deputado distrital eleito Jorge Vianna (Podemos), representante dos técnicos de enfermagem;
    vice-presidente do Sindicato dos Médicos (SindMédico-DF), Carlos Fernando;
    superintendente do ICDF, Núbia Welerson Vieira.

    Ver mais

    Política BSB

    Equipe de Ibaneis cria site para população mandar sugestões

    Publicado

    dia

    No portal, os moradores da capital poderão reclamar sobre várias áreas do Distrito Federal

    Arquivo/Metrópoles

    O governo de transição do futuro chefe do Executivo local, Ibaneis Rocha (MDB), criou um site para que a população do Distrito Federal envie sugestões. Em cinco linhas, os moradores da capital poderão reclamar sobre diversos temas, como acessibilidade, creches, cultura, educação, saúde, segurança, transporte e mobilidade, entre outros.

    Para enviar uma opinião, basta colocar o nome, e-mail, cidade, assunto e a sugestão por meio do endereço www.governodetransicaodf.com.br. No portal também será possível acompanhar as atividades desempenhadas pela equipe, no entanto, essa opção ainda não está disponível.

    Ver mais

    Notícias DF

    Homem é preso no DF vendendo duas araras em caixa de papelão

    Publicado

    dia

    Homem detido disse que os animais estavam em poder de um suspeito que fugiu com a chegada da polícia

    BPMA/PMDFPoliciais do Batalhão Ambiental (BPMA) prenderam, nesta quinta-feira (15/11), um homem que comercializava duas araras às margens da BR-040. As aves silvestres estavam em uma caixa de papelão. Segundo o suspeito, os animais eram de um outro homem, que fugiu com a chegada dos militares. Elas seriam entregues a um terceiro.

    O BPMA recebeu a denúncia de um possível comércio de aves silvestres próximo ao Monumento Solarium, às margens da BR-040. Ao avistar os policiais, um dos homens entrou em um matagal e conseguiu fugir. O outro acabou abordado e informou que os bichos eram do fugitivo. As aves foram recolhidas e o homem, autuado.

    Ver mais
    Publicidade

    Escolha o assunto

    Publicidade