Nossa rede

Tecnologia

Assistente virtual do Facebook chega ao Brasil

Publicado

dia

O Facebook liberou nesta terça-feira, 10, a assistente M, lançada no início do ano nos EUA. O recurso será incorporado ao aplicativo do Messenger, funcionando de uma forma bastante similar à Google Assistente no Allo.

A assistente utiliza inteligência artificial para interpretar a conversa entre duas pessoas pelo aplicativo para oferecer sugestões relevantes. Um exemplo dado pelo Facebook é que, se alguém perguntar onde você está, o recurso imediatamente oferece um botão para você compartilhar sua localização em tempo real.

Reprodução

Como utiliza técnicas de aprendizagem de máquina, a M tende a ficar mais precisa e personalizada conforme o tempo, oferecendo sugestões que se adequem mais aos gostos dos usuários.

Quem não gosta da possibilidade de uma assistente virtual se intrometendo em seus assuntos tem a opção de ignorar a M ou simplesmente desligá-la completamente nas configurações do Messenger.

A distribuição acontecerá para os celulares com Android e iOS a partir desta terça-feira, 10, e deve chegar aos poucos para todos os usuários nessas plataformas.

Veja a lista de recursos divulgada pelo Facebook

  • Enviar stickers: M compartilha sugestões de stickers divertidos para suas interações cotidianas como “obrigado” ou “tchau”.
  • As sugestões da M aparecem quando é reconhecida uma intenção na conversa, e inicialmente incluirá as seguintes ações:
  • Enviar stickers: M compartilha sugestões de stickers divertidos para suas interações cotidianas como “obrigado” ou “tchau”.
  • Criar uma enquete (somente em conversas em grupo) – Com dificuldade para tomar decisões em um grupo? M permite que você crie uma enquete sobre qualquer tema nos grupos de conversa.
  • Enviar mensagens de aniversário – Se a pessoa com quem você está conversando individualmente no Messenger estiver fazendo aniversário, M vai sugerir uma mensagem de aniversário – um sticker, cartão, mensagem ou vídeo com o tema Aniversário.
  • Fazer uma chamada por voz ou vídeo – Se as pessoas estiverem conversando entre si ou em um grupo e expressam a vontade de fazer uma ligação, M irá sugerir uma conversa por áudio ou vídeo no Messenger. Dessa maneira, por exemplo, se alguém diz “quer me ligar?” M irá fazer uma sugestão.

Comentário

Tecnologia

Patente da Samsung mostra tela sem bordas com ‘buraco’ para a câmera

Publicado

dia

Reprodução

A onda dos smartphones com bordas reduzidas dominou o mercado internacional, com cada empresa apostando em uma estratégia diferente para expandir o tamanho do display e acomodar câmera frontal e outros sensores no menor espaço possível.

A solução da Apple, por exemplo, foi deixar uma “franja” no topo do smartphone onde fica o TrueDepth, conjunto de sensores que inclui a câmera de selfies e o scanner facial da empresa. Já a sua principal rival, a Samsung, tem uma ideia diferente.

Uma patente registrada pela empresa e descoberta pela imprensa alemã mostra que a Samsung ao menos cogitou em algum momento construir um smartphone sem bordas e nem espaço visível para os sensores frontais. Todos eles ficariam sob o display.

Além disso, a patente descreve um “buraco” na tela que permitiria que a câmera frontal enxergasse. Assim, o conteúdo do painel AMOLED poderia ser exibido ao redor desses buracos, desperdiçando um espaço menor.

Mas por enquanto, como ressalta o 9to5Mac, a proposta não passa de um registro de patente que pode nunca ser transformado em um smartphone de verdade. Ainda assim, não deixa de ser uma abordagem diferente para a tendência de “telas infinitas” do mercado.

Continue Vendo

Tecnologia

Google corrige falha no Chromecast que derrubava redes Wi-Fi

Publicado

dia

(Foto: reprodução)

O Google liberou uma correção para uma falha que faz com que dispositivos como o Chromecast e o Google Home travem o funcionamento de roteadores Wi-Fi. De acordo com a empresa, “pessoas com um celular Android e um dispositivo Cast (como um Chromecast ou Google Home) na mesma rede Wi-Fi podem enfrentar esse problema.”

A correção foi liberada através do Play Services, e o Google recomenda que usuários de Android também reiniciem o dispositivo e verifiquem se o roteador Wi-Fi está com a versão mais recente do firmware instalada.

O erro é relatado por usuários dos dispositivos Cast há alguns meses, e foi recentemente detalhado por engenheiros da TP-Link. Ele afetava dispositivos da própria TP-Link, além de Asus, LinkSys, Netgear e Synology.

A falha acontecia na hora de transmitir dados para esses dispositivos a partir de um smartphone Android, que acaba enviando uma quantidade muito maior de tráfego, interrompendo o funcionamento de redes Wi-Fi. O usuário precisava reiniciar o roteador manualmente para voltar a usar a rede.

Continue Vendo

Tecnologia

Xiaomi admite erro com aplicativo obsoleto do WhatsApp

Publicado

dia

(Foto: Reprodução)

Na semana passada, os usuários da Xiaomi tiveram problemas com o WhatsApp. Conforme relata o GSM Arena, ao abrir o aplicativo, o usuário se deparava com uma mensagem informando que a versão do app se tornou obsoleta e orientava a pessoa a baixar uma nova versão na Play Store.

Porém, ao tentar baixar o aplicativo novamente, a sistema informava que elejá estava na versão mais atual. Assim que o problema foi relatado, o WhatsApp informou que não era um erro do aplicativo e agora, a fabricante chinesa admitiu que a falha é do seu sistema.

Aparentemente, a empresa enviou uma versão beta do APK do WhatsApp para a loja de aplicativos Mi App Store, mas como o serviço da Xiaomi atualiza automaticamente os aplicativos, os usuários que estavam com a versão beta instalada não conseguiram mais usar o app.

A listagem da Play Store já conta com uma versão recente do WhatsApp e, caso alguém ainda tenha problemas, a orientação é de que atualize o aplicativo ou reinstale.

Continue Vendo

Tecnologia

Alcatel mostra celular com 2GB de RAM que custa o equivalente a R$ 100

Publicado

dia

(Foto: divulgação / Alcatel)

A Alcatel anunciou recentemente o celular Verso, um dispositivo de entrada que tem o preço baixo como seu principal diferencial. O celular, que por enquanto só pode ser comprado pela loja cricket Wireless, custa US$ 30, o que equivale a cerca de R$ 95 na conversão direta.

Por esse preço, como seria de se esperar, as configurações do celular não são exatamente de ponta; mas elas devem ser suficientes para casos de uso mais simples. O Verso tem um processador Snapdragon 210 quad-core com clock máximo de 1,1 GHz, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento – esse espaço pode ser expandido com cartões microSD de até 128 GB.

Com relação a câmeras, o aparelho tem uma de 5 MP na traseira e uma frontal de 2 MP. Sua tela mede 5 polegadas de diagonal e tem resolução de 854 por 480 pixels, o que é menor que HD – mas esse é um dos sacrifícios necessários para o celular ser mais barato. A bateria do aparelho, por sua vez, tem capaciade de 2.050 mAh – segundo a Alcatel, ela garante 12 horas contínuas de ligações.

Não há informação sobre a versão do Android que o Verso utilizará; é possível que ele venha já de fábrica com o Android 8.0 Oreo, por tratar-se de um dispositivo recém-anunciado. E como o Android Authority nota, os 2 GB de RAM do aparelho devem ser suficientes para que ele execute a maioria das tarefas cotidianas dos usuários sem grandes problemas – afinal, o iPhone 7 também tem 2 GB de RAM.

 

Continue Vendo

Tecnologia

Playstation 4 Pro chega ao Brasil no dia 19 de fevereiro por R$ 3.000

Publicado

dia

(Foto: Divulgação)

A Sony anunciou hoje, por meio do blog brasileiro oficial do Playstation, a data e o preço de chegada de seu novo console por aqui. De acordo com a empresa, ele estará disponível nas lojas brasileiras a partir do dia 19 de fevereiro por R$ 2.999 – mas, segundo a Sony, já é possível adquirir o console em pré-venda por meio de suas lojas parceiras.

O Playstation 4 Pro é basicamente uma versão melhorada do Playstation 4. Ele tem um processador e uma placa de vídeo mais potentes, o que lhe permite renderizar jogos em resoluções até 4K e com tecnologia HDR de elevada amplitude de cores. Nos jogos que não se aproveitam dessas tecnologias, o console ainda consegue oferecer uma taxa de quadros por segundo maior e mais estável.

Quem tiver o plano do Netflix que disponibiliza filmes e séries em 4K também poderá usar o console para assistir a eles nessa resolução. Por outro lado, a taxa superior de quadros também poderá ser aproveitada por quem não tiver uma TV com resolução 4K ou tecnologia HDR, segundo a Sony. O console também vem com um HD com 1 TB de capacidade para gravar os jogos do usuário.

Esse anúncio da Sony vem com um pouco de atraso: a empresa havia prometido lançar no Brasil tanto o PS4 Pro quanto o Playstation VR (seu dispositivo de realidade virtual) até o fim de 2017. Os óculos de realidade virtual da empresa foram lançados oficialmente por aqui em dezembro, mas só agora a Sony se pronunciou sobre o console.

Dentre os jogos que já têm suporte para as novidades do Playstation 4 Pro estão Final Fantasy XV, Gran Turismo Sport, God of War, Horizon: Zero Dawn, Uncharted 4 e Call of Duty: WWII. Vale notar, no entanto, que alguns deles não serão renderizados nativamente em 4K, mas serão exibidos nessa resolução por meio de “upscaling”. O principal concorrente do PS4 Pro, o Xbox One X, já está disponível no Brasil.

Continue Vendo

Tecnologia

YouTube muda exigências para monetização de canais após polêmicas

Publicado

dia

(Foto: Pexels)

A partir de agora, quem quiser ganhar dinheiro do YouTube exibindo anúncios em seus vídeos deve ter ao menos 1.000 inscritos e um total de 4.000 horas de visualizações acumuladas nos últimos 12 meses. A mudança não vale para quem ganha só pelo AdSense.

Até hoje, a exigência era apenas a de que os canais tivessem 10 mil ou mais visualizações únicas. Com a mudança, o YouTube admite que vai ficar mais difícil para que canais menores ganhem dinheiro com suas produções, mas o objetivo, segundo a empresa, é outro.

As novas regras, disse o YouTube, “vão permitir que possamos melhorar significativamente nossa habilidade de identificar os criadores que contribuem positivamente para a comunidade e vai nos ajudar a direcionar mais receita com anúncios para eles (e para longe dos atores ruins)”.

Além disso, as novas exigências “vão nos ajudar a evitar que vídeos potencialmente inapropriados sejam monetizados, o que prejudica a receita de todos”. As mudanças valem para todos os canais que quiserem participar do programa de parceiros do YouTube a partir desta quarta-feira, 17, e para os que já são participantes a partir de 20 de fevereiro.

A mudança parece ser uma resposta do YouTube a uma sequência de polêmicas envolvendo canais famosos na plataforma. No ano passado, o sueco Felix Kjellberg (conhecido como PewDiePie), dono do maior canal do YouTube, perdeu parcerias com o Google e outros anunciantes após fazer piadas com o nazismo em alguns vídeos.

Já neste ano, a polêmica mais recente foi com o youtuber Logan Paul, que filmou o cadáver de uma possível vítima de suicídio em um de seus vídeos. O YouTube levou uma semana para responder à polêmica, tomando a atitude de cortar Paul de seu programa de monetização preferencial, o Google Preferred.

Continue Vendo
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade