Nossa rede

Aconteceu

Homem foragido há 19 anos após matar ex-mulher é finalmente preso

Publicado

dia

O homem é acusado de matar a ex-companheira e foi encontrado na cidade de Indianópolis, em ação conjunta das polícias militar e civil de Minas e Bahia

(crédito: Prefeitura de Indianópolis/Divulgação)

 

Foragido há 19 anos da Justiça do Estado da Bahia, um homem foi preso em Indianópolis, no Triângulo Mineiro, pela Polícia Militar (PM). Ele é acusado de matar uma ex-compaheira na cidade baiana de Monte Santo.

O preso, que tem 69 anos, foi encontrado em casa e não reagiu à abordagem policial. A ação teve, além da PM, participação de investigadores de Araguari e da Polícia Civil da Bahia.

O preso é aposentado, tem 9 filhos e os familiares dele conheciam o histórico de violência. Ele alega que cometeu o crime, esfaqueando a ex-mulher em 2002, em legítima defesa.

Ele responderá pelo crime de assassinato sem a qualificadora de feminicídio, uma vez que a lei não existia à época e não pode ser retroagida contra um réu.

O idoso está à disposição da Justiça e pode levado para Monte Santo (BA) a qualquer momento.

Aconteceu

PRF flagra cinco motoristas dirigindo após ingerir bebida alcoólica

Publicado

dia

Por

Quatro prisões ocorreram nesta madrugada, na BR 070, em Águas Lindas-GO. A outra aconteceu na noite de sábado (27/11) depois que o condutor causou um acidente na BR-251

(crédito: Divulgação/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu cinco condutores que dirigiam sob efeito de álcool nas últimas 24 horas. A madrugada foi movimentada, principalmente na BR-070 localizada em Águas Lindas de Goiás. Dos cinco, quatro motoristas foram detidos na região.

Um homem de 34 anos conduzia um Peugeot 307 quando foi abordado pelos agentes. O teste do bafômetro apontou níveis de embriaguez. Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido para a delegacia da Polícia Civil de Águas Lindas-GO.

No mesmo local, outro motorista de 36 anos, também foi preso quando o resultado do bafômetro registrou níveis acima do permitido. O homem dirigia um veículo de modelo Celta e, durante a abordagem, apresentou sinais de embriaguez. Além da prisão, o veículo estava com o licenciamento vencido e foi recolhido ao pátio da PRF.

Durante a fiscalização, os policiais rodoviários prenderam mais dois motoristas. Um homem, de 36 anos, que dirigia um Gol, soprou o bafômetro e o resultado foi 0,68 mg/L. O outro, um motorista de 55 anos, dirigia uma camionete Saveiro. O resultado do teste foi de 0,68 mg/L. Vale ressaltar que o limite para o teste é de 0,05mg/L. Ambos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Águas Lindas-GO.

Colisão

A quinta e última prisão aconteceu depois que o motorista de um Ford Fiesta bateu na traseira de uma moto na BR-251 (Rodovia Júlio Garcia). O resultado do teste de etilômetro acusou 0,79 mg/L.

O carro foi recolhido ao pátio da Polícia Rodoviária Federal e o motorista conduzido para a Polícia Civil. O motociclista precisou ser encaminhado ao hospital com fraturas múltiplas.

*Com informações da PRF

 

Ver mais

Aconteceu

Justiça do DF condena casal que comemorou em hotel após esquartejar e jogar corpo de amigo em bueiro

Publicado

dia

Por

Rômulo Ricardo Rodrigues de Andrade e Gabrielle Rodrigues Santos foram sentenciados a mais de 20 anos de prisão pelo assassinato de Kinssiger Lopes Cabral.

 

Rômulo Ricardo Rodrigues de Andrade e Gabrielle Rodrigues Santos foram sentenciados a mais de 20 anos de prisão pelo assassinato de Kinssiger Lopes Cabral. G1 tenta contato com defesa dos réus.

O Tribunal do Júri de Samambaia, no Distrito Federal, condenou a mais de 20 anos de prisão casal acusado de matar e esquartejar Kinssiger Lopes Cabral, de 44 anos. Partes do corpo da vítima foram encontradas dentro de um bueiro, em maio deste ano.

De acordo com o processo, Rômulo Ricardo Rodrigues de Andrade e Gabrielle Rodrigues Santos moravam com Kissiger em Samambaia. Após uma discussão, o casal executou a vítima com um facão, a esquartejou, queimou partes do cadáver e jogou o corpo em um bueiro.

Rômulo foi condenado a 25 anos de prisão por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e fraude processual. Gabrielle recebeu sentença de 22 anos de prisão por ocultação de cadáver e fraude processual. Os dois vão cumprir regime fechado.

O processo narra ainda que os suspeitos limparam a cena do crime, apagaram vestígios do sangue da vítima, queimaram o sofá da residência e transportaram o corpo em um carrinho (veja foto acima). O objetivo deles era impedir ou dificultar a investigação, segundo informações do Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT).

Gravidade

 

A decisão é desta quarta-feira (24). Na sentença, o juiz Fabrício Castagna Lunardi disse que o crime foi premeditado e que os réus planejaram a morte da vítima. Segundo o magistrado, Rômulo e Gabrielle doparam o homem antes de matá-lo.

“As circunstâncias do crime são graves, visto a relação de amizade e confiança entre os acusados e a vítima, que moravam na mesma residência, sendo essa circunstância relatada nos depoimentos das testemunhas sigilosas”, disse o juiz em um trecho da decisão.

 

Além disso, o magistrado considerou que “não há provas de que o comportamento da vítima tenha contribuído para a prática do delito”. Outro ponto levado em consideração por Fabrício ao decidir a sentença, foi de que Rômulo tem antecedentes criminais, como uma condenação por homicídio tentado.

Ver mais

Aconteceu

Dupla que rendeu e roubou motorista na Asa Sul é presa em operação da PCDF

Publicado

dia

Por

Em 14 de outubro, os suspeitos abordaram um homem que estava encostado no veículo e anunciaram o assalto. Os dois levaram o veículo, mas foram presos preventivamente na Vila Telebrasília

(crédito: Divulgação/PCDF)

Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (26/11), policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) desencadearam a operação Onis e prenderam dois jovens, de 24 e 18 anos, acusados de roubarem um carro utilizando arma de fogo na Quadra 211.

O crime aconteceu em 14 de outubro na Asa Sul. Na ocasião, a dupla armada, mediante violência abordou o motorista de um Siena e anunciou o assalto. “A vítima estacionou o carro na 211 Sul, desceu, ficou encostado ao lado do veículo, quando os autores chegaram”, explicou o delegado-adjunto da 1ª DP, Maurício Iacozzilli.

Após as investigações, os policiais identificaram os suspeitos e solicitaram à Justiça as prisões preventivas. Na manhã desta sexta-feira, os dois foram presos na Vila Telebrasília e o carro da vítima foi recuperado.

Presos, os suspeitos confessaram o roubo. Caso sejam condenados, os dois podem pegar de 7 a 15 anos de prisão.

Ver mais

Aconteceu

Teto de escola pública do DF desaba após chuvas e estudantes voltam a ter aulas remotas

Publicado

dia

Por

Escola Classe Córrego do Meio, em Planaltina, atende cerca de 90 alunos. No momento do incidente, apenas vigilante estava no local e não se feriu; g1 aguarda posicionamento da Secretaria de Educação.

Teto da Escola Classe Córrego do Meio, no Núcleo Rural de Planaltina, desaba após chuvas no DF — Foto: Arquivo pessoal

O teto da Escola Classe Córrego do Meio, no Núcleo Rural de Planaltina, desabou após a chuva que atingiu o Distrito Federal na noite da última terça-feira (23). Segundo o diretor do colégio público, João Batista Filho, as aulas presenciais precisaram ser interrompidas, e os alunos vão ficar no ensino remoto até a conclusão da reforma do telhado.

No momento do incidente, por volta das 18h, havia apenas um vigilante no local, que não se feriu.

Tetos da Escola Classe Córrego do Meio, no Núcleo Rural de Planaltina, desaba após chuvas no DF — Foto: Arquivo pessoal

Tetos da Escola Classe Córrego do Meio, no Núcleo Rural de Planaltina, desaba após chuvas no DF — Foto: Arquivo pessoal

Ainda segundo o diretor, a limpeza das salas de aula começaram nesta sexta-feira (26), para que as obras de reparo iniciem na próxima segunda (29). No entanto, a previsão para que a escola fique pronta é de, no mínimo, 30 dias, pois as telhas não são fabricadas no Distrito Federal.

“Devido às obras de reparo e pelo prazo de entrega das telhas, os alunos vão ficar no ensino remoto até o final do ano letivo, provavelmente”, diz o diretor.

A Escola Classe Córrego do Meio atende cerca de 90 alunos da educação infantil e das séries iniciais do ensino fundamental. O ano letivo de 2021 vai até o dia 23 de dezembro.

Teto da Escola Classe Córrego do Meio, no Núcleo Rural de Planaltina, desaba após chuvas no DF — Foto: Arquivo pessoal

Teto da Escola Classe Córrego do Meio, no Núcleo Rural de Planaltina, desaba após chuvas no DF — Foto: Arquivo pessoal

Aulas presenciais

As aulas totalmente presenciais na rede pública de ensino do Distrito Federal foram retomadas no dia 3 de novembro. Antes da volta presencial de forma integral, os estudantes do ensino público retornaram às aulas presenciais de forma escalonada, no modelo híbrido, em agosto deste ano, após quase um ano e meio de atividades suspensas.

Na ocasião, a Secretaria de Educação determinou que as escolas adotassem medidas de segurança contra o novo coronavírus, como uso de máscaras e distanciamento entre as mesas. O retorno foi viabilizado após a vacinação em massa dos profissionais da educação.

Já nas escolas particulares do Distrito Federal, as atividades presenciais voltaram em setembro do ano passado, seguindo protocolos sanitários de prevenção contra a Covid-19.

 

Ver mais

Aconteceu

Metrô-DF: Lentidão no percurso e desconforto aos usuários.

Publicado

dia

Por

Problema ocorreu na Estação Feira por volta das 22h40, desta quinta-feira (25/11). A companhia responsável garante que a paralisação durou 2 minutos e que houve substituição do mesmo

Foto: Tony Winston / Arquivo Agência Brasília

Os brasilienses que utilizam o serviço da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) enfrentaram transtornos durante o trajeto realizado na noite desta quinta-feira (25/11). Por volta das 22h40, um trem precisou ser evacuado na Estação Feira, no Guará.

Segundo relato de usuários, responsáveis pela empresa pediram que todos os passageiros descessem e aguardassem outro trem. No percurso teve lentidão, mas “não houve pane e o sistema não ficou parado. O problema durou somente 2 minutos”, garante o metrô.

Por meio de nota a companhia informou que houve falha na tração, e o veículo foi recolhido para manutenção e outro trem foi colocado em linha para substituir.

“O Metrô-DF informa que não houve pane e o sistema não ficou parado. Um trem apresentou uma falha de tração e precisou ser evacuado na Estação Feira. A ocorrência foi às 22h50 e durou 2 minutos. No percurso dele houve lentidão, o que deve ter sido sentido pelos passageiros. O trem foi recolhido para manutenção e outro foi colocado em linha para substituir”, diz o Metrô-DF.

Não é novidade

Em setembro, o governador Ibaneis Rocha (MDB) defendeu a concessão do metrô após descarrilamento. À época, um trem do metrô do Distrito Federal saiu dos trilhos por volta das 20h, de uma segunda-feira (13/9), próximo à Estação Central.

O vagão foi evacuado e a estação foi isolada. O trecho entre os pontos Central e Galeria está fechado e os trens estão circulando até a Estação Galeria. Não houve feridos. Tanto os usuários quanto o piloto do trem ficaram abalados.

A Estação Central precisou ficar fechada até o dia seguinte, terça-feira (14/9). De acordo com a Companhia do Metropolitano do DF (Metrô), equipes estiveram no local para restabelecer a operação no trecho afetado. A empresa informou que realiza manutenções periódicas nos trilhos.

Ver mais

Aconteceu

Homem é assassinado após ser filmado beijando criança em barco em MS

Publicado

dia

Por

Morte ocorreu horas depois de ele deixar a delegacia. Caso ocorreu em Itaquiraí na terça-feira.

 

Rosinaldo de Andrade Messias foi encontrado morto na noite de terça-feira (Foto: Reprodução/Tá Na Mídia Naviraí)

Um homem de 41 anos foi morto a tiros dentro de casa, na noite de terça-feira (23), em Itaquiraí (MS) após um vídeo em que ele beija uma criança de seis anos vir a público. De acordo com a polícia, a ocorrência envolve dois crimes, sendo estupro de vulnerável e assassinato.

O vídeo foi gravado no domingo (21), durante um passeio de barco no rio Paraná. As imagens mostram que o homem beija a criança na boca. Na sequência, olha sorrindo para filmagem e dá outro beijo, desta vez na cabeça da criança, que estava sem a parte de cima da roupa.

Conforme o Supremo Tribunal Federal (STF), “beijo lascivo” em criança pode ser considerado ato libidinoso para fins de tipificação do crime de estupro de vulnerável. Caso a mãe seja julgada com cúmplice, a pena de reclusão varia de 8 a 15 anos.

Segundo informações da polícia, a mãe da criança foi quem postou o vídeo nas redes sociais, mas o excluiu depois de ser alertada por colegas.

Eduardo Lucena, delegado responsável pelo caso, disse que o material ganhou repercussão em Itaquiraí na terça-feira (23), quando a Polícia Civil iniciou as investigações e acionou o Conselho Tutelar.

“Conseguimos o endereço do homem e fomos atrás dos envolvidos. Interrogamos ele, que admitiu o beijo, mas alegou que não abusou da criança. Como não houve flagrante, ele foi interrogado e liberado para retornar para casa. Ainda na terça, após o interrogatório, entramos com pedido de prisão preventiva deste homem. Porém, à noite, ele foi morto”, detalha Lucena.

O delegado que investiga o caso também afirmou que o homem tinha um relacionamento com a mãe da criança há pouco mais de quatro meses.

A menina, junto com outras duas crianças – filha e irmã da mãe que gravou o vídeo – foram acolhidas pelo Conselho Tutelar, em Itaquiraí. As três menores de idade ficarão abrigadas em uma instituição até decisão judicial.

Mãe pode ter sido conivente, diz polícia

A polícia confirmou que a mãe da criança, de 6 anos, foi quem filmou um homem beijando a menor. A investigação apura em até que ponto a mãe da menor foi conivente com a situação.

“Após a morte do autor, as investigações em relação a ele são concluídas, em razão da morte. Porém a investigação continua para apurar até que ponto a mãe foi conivente com essa situação. A mulher nega o envolvimento, nega que tenha percebido que isso aconteceu [o beijo]”, diz Eduardo Lucena, delegado que investiga o caso.

Depois da repercussão do vídeo, a mãe da criança divulgou inúmeros áudios nas redes sociais confirmando a autoria do material. A polícia confirmou que os mensagens foram gravadas pela mulher.

“Eu que gravei. Olhei bem no vídeo e vi. Não tenho medo de ir para cadeia não. Se nós estamos errados, vamos assumir. Mostro o vídeo completo para delegado e juiz. Eu não tenho medo disso não”, diz a mãe da menor em um dos áudios.

Investigação

A Polícia Civil do MS em Itaquiraí está investigando o assassinato do homem e tem dois suspeitos, cujo nome e relação com a vítima não foram divulgados.

Em relação do abuso sofrido pela criança, a polícia investiga a participação da mãe, já que foi ela quem gravou o homem beijando a menor. Em depoimento, a mãe da menina confirmou que é autora do vídeo.

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?