Nossa rede

Aconteceu

Homem é preso suspeito de morder orelha de cachorro e tentar enforcar animal com cinto, no DF

Publicado

dia

Segundo testemunhas, caso ocorreu dentro de ônibus; crime é investigado como maus-tratos. Filhote, chamada Safira, recebeu ração após resgate e foi entregue para cuidadora.

 

Cadela Safira, resgatada após dono ser preso por maus-tratos, no DF — Foto: PCDF/Divulgação

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu em flagrante, nesta terça-feira (17), um homem suspeito de maus-tratos contra animais. Segundo testemunhas, o passageiro de um ônibus, de 27 anos, mordeu a orelha do cachorro que levava e, depois, tentou enforcar o cão com um cinto e colocá-lo dentro de uma mochila.

O motorista do transporte coletivo e a cobradora ouviram o choro do animal e após intervir na situação, chamaram os policiais civis que estavam de plantão na 16º Delegacia de Polícia (Planaltina).

Cadela Safira, resgatada após dono ser preso por maus-tratos, no DF — Foto: PCDF/Divulgação

Cadela Safira, resgatada após dono ser preso por maus-tratos, no DF — Foto: PCDF/Divulgação.

O animal estava debilitado, segundo os investigadores, e, após a ocorrência policial ser registrada, o filhote, uma fêmea chamada Safira, recebeu ração e água. “Ele [suspeito] entrou com o cachorro na mochila, e passageiros viram ele morder antes de subir no ônibus”, disse o delegado Diogo Cavalcante.

O suspeito, que não teve o nome divulgado, foi indiciado na lei de crimes ambientais e, se condenado, pode pegar até cinco anos de prisão. Não cabe fiança.

Maus-tratos

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do DF, de de janeiro a junho deste ano foram registradas 197 ocorrências de maus-tratos contra animais. No mesmo período do ano passado, eram 164 casos.

No Disque Denúncia da Polícia Civil, até março, foram 1.038 denúncias envolvendo negligência, crueldade ou descuido contra animais. O crime é o segundo maior registrado no canal. No ano passado, foram 64 denúncias registradas por dia.

Legislação

Em setembro de 2020, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou, sem vetos, a lei que estabelece pena de dois a cinco anos de reclusão para quem praticar atos de abuso, maus-tratos ou violência contra cães e gatos.

No Distrito Federal, a principal norma que pune a prática de maus-tratos a animais é a lei distrital nº 4.060 de 2007. A legislação lista 26 práticas de maus-tratos, como atos de abuso ou crueldade em qualquer animal, manter animais em lugares anti-higiênicos, obrigá-los a trabalhos excessivos, golpear, ferir ou mutilar os animais domésticos, abandonar animal doente, ferido, extenuado ou mutilado e promover lutas entre animais da mesma espécie.

Desde 2020, uma série de leis sobre o assunto foi sancionada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), como a que tornou mais rígida as punições contra agressores de animais, definindo, por exemplo, o infrator como responsável pelas despesas médico-veterinárias necessárias na recuperação do animal agredido, inclusive em casos de atropelamentos.

Em janeiro de 2021, foi sancionada a lei que proibiu manter animais presos em correntes ou assemelhados que prejudiquem sua saúde e seu bem-estar. Em fevereiro, passou a valer a norma que obriga condomínios a comunicar maus-tratos a animais.

Aconteceu

Incêndio atinge área de cachoeira, ponto turístico de Pirenópolis (GO)

Publicado

dia

Por

As chamas começaram no domingo (12/9) e foram controladas nessa terça-feira (14/9) pelo Corpo de Bombeiros. Não se sabe o que provocou o incêndio nem o tamanho da área devastada

Bombeiros de Goiás avaliam o dano provocado – (crédito: CBMGO/Divulgação)

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) atendeu a ocorrência de um incêndio próximo a cachoeira Rota dos Dragões em Pirenópolis. O fogo, que não se sabe ainda a origem, começou no domingo (12/9), mas foi controlado nessa terça-feira (14/9). Segundo a CBMGO, não foi preciso fazer bloqueio aos pontos turísticos da região.

Em nota, as Cachoeiras dos Dragões informou que o local está fechado para visitantes devido às queimadas provocadas na região e afirmou que os animais e a vegetação sofreram muito com o incêndio. “As chamas causaram prejuízos ao meio ambiente, o que é muito triste, porque é uma área muito rica em fauna e flora, mas não atingiu as estruturas construídas”, destacou o texto.

O fogo foi controlado com a ajuda de donos das casas da região. Não se sabe qual o total da área devastada. De acordo com a CBMGO, a maioria dos incêndios são causados por fogueiras ou são criminosos, causados por proprietários de áreas rurais. “Os donos costumam colocar fogo na vegetação para transformar a área em pastagem”, explicou.

Ver mais

Aconteceu

Criança vítima de afogamento no Paranoá é reanimada pelos Bombeiros

Publicado

dia

Por

Uma criança de 3 anos foi salva pelos bombeiros após se afogar e ter uma parada cardiorrespiratória na tarde desta terça-feira (14/9)

(crédito: CBMDF/Divulgação)

Uma criança de 3 anos precisou ser reanimada, nesta terça-feira (14/9), pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) após se afogar em piscina e ter uma parada cardiorespiratória.

Segundo relatos dos familiares, o menino chegou a ficar entre 3 a 5 minutos submerso na piscina da família.

Ao chegar no local, os bombeiros imediatamente começaram o protocolo de reanimação cardiopulmonar. A criança, após os primeiros atendimentos, reagiu depois de cerca de cinco minutos e foi levada por uma viatura de resgate do CBMDF ao Hospital Regional do Paranoá.

O caso ocorreu no Condomínio Entre Lagos, do Paranoá. O CBMDF atendeu a ocorrência às 16h02 desta terça-feira (14/9), com uma viatura e três militares.

Ver mais

Aconteceu

Homem estupra filha de 7 anos quando ela dormia e diz que confundiu com mulher

Publicado

dia

Por

Ele alega que estava sob efeito de álcool e cocaína quando praticou o ato

(crédito: reprodução )

Um homem de 38 anos foi preso nesse sábado (11/9) suspeito de estuprar a própria filha, de 7 anos, no Bairro Paulo VI, Região Nordeste de Belo Horizonte.

Segundo a Polícia Militar, o crime foi denunciado pela mãe. Ela contou aos policiais que, na sexta-feira (10/9), deixou a vítima junto com a irmã mais velha na casa do pai, onde elas passariam o fim de semana.

No sábado de manhã, a mulher foi surpreendida com uma ligação da filha mais velha, que chorava muito e pedia para que a mãe fosse buscá-las. Questionada sobre o que havia acontecido, a menina disse que a irmã havia lhe contado que o pai abusou dela.

Segundo os relatos da criança, o suspeito tirou o short dela e cometeu o crime sexual.

A mulher então acionou a PM. Confrontado com os fatos relatados pelas meninas, o pai, a princípio, negou o crime. Depois, admitiu ter praticado os atos libidinosos sob efeito de álcool e cocaína.

O homem alegou que, entorpecido, confundiu a filha de 7 anos com uma mulher com quem havia saído na noite de sexta (10/9). Em dado momento, porém, ele diz ter recobrado a consciência e voltado a dormir.

O pai foi encaminhado à Delegacia de Plantão Especializada em Atendimento à Mulher, Criança, Adolescente e Vítimas de Intolerâncias (DEMID), no Centro da capital, e deve responder por estupro de vulnerável.

Estupro de vulnerável

O art. 217A do Código Penal define o crime de estupro de vulnerável: “ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos”, ainda que a vítima afirme que houve consentimento. Conforme a legislação, nessa faixa etária, o adolescente ainda não tem a maturidade necessária para consentir.

O texto contempla vítimas maiores de 14 anos que, “por enfermidade ou deficiência mental, não têm o necessário discernimento para a prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não podem oferecer resistência”. Pessoas que estão dormindo ou alcoolizadas também estão incluídas neste grupo.

A pena para o crime varia de 8 a 15 anos de reclusão.

 

Ver mais

Aconteceu

Ao menos sete pessoas ficam feridas em acidente entre ônibus e caminhão

Publicado

dia

Por

Na manhã desta segunda-feira (13/9), um ônibus vindo da Bahia bateu na traseira de um caminhão na BR 060 e deixou, pelo menos, sete feridos

(crédito: CBMDF/Divulgação)

 

Um acidente entre um ônibus de viagem e um caminhão carregado de baterias resultou em sete pessoas feridas na manhã desta segunda-feira (13/9). Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) o ônibus teria batido na traseira do caminhão na BR 060, no KM 15, área de Goiás.

Devido à colisão, uma das faixas segue interditada. De acordo com a Polícia Federal Rodoviária, o ônibus tinha 43 passageiros e vinha de Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, com destino a Goiânia, Goiás.

Ao todo, sete pessoas foram levadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), CBMDF e Concessionária Triunfo. As vítimas foram encaminhadas para Anápolis (GO), Alexânia (GO), Gama e Ceilândia. Três, segundo a polícia, estavam em estado grave.

A PRF continua no local prestando atendimento.

Ver mais

Aconteceu

Ciclista é atropelado no Parque da Cidade na manhã desta segunda (13/9)

Publicado

dia

Por

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, uma pessoa sofreu um acidente enquanto andava de bicicleta no parque

Agentes do Detran acionaram o socorro do bombeiros e a vítima foi levada ao hospital – (crédito: Divulgação/Samu)

 

 

Na manhã desta segunda-feira (13/9), um ciclista, não identificado até o momento, sofreu um acidente no Parque da Cidade e precisou ser transportado para o hospital por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), o acidente aconteceu por volta das 7h42.

Consciente, a pessoa não apresentou estado grave no local do acidente. O Serviço de Operações do Corpo de Bombeiros confirmou a informação. Quando os militares chegaram ao local, o ciclista estava na ambulância sendo encaminhado ao hospital mais próximo.

Aguarde mais informações.

Perigo no Parque

Há dois meses, no dia 7 de agosto, um acidente de trânsito deixou uma mulher ferida no centro de Brasília, após uma batida entre carro e moto por volta das 16h30, em frente ao edifício comercial Brasil 21, próximo ao Parque da Cidade.

De acordo com a Polícia Militar, o condutor do carro, ao fazer uma curva para acessar a via S1, atingiu a motociclista. Segundo o motorista, a mulher estava no ponto cego.

Além disso, no início do ano uma criança de 11 anos foi atropelada na Via S2, em frente ao Estacionamento 13 do Parque da Cidade. Quando os bombeiros chegaram, o menino estava dentro de uma viatura de agentes do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran). Os agentes solicitaram o socorro e prestaram o primeiro atendimento à criança. O acidente ocorreu dia 22 de maio.

Segundo o Corpo dos Bombeiros, o menino estava consciente, orientado e estável, apenas com um pequeno corte na boca. Ele foi encaminhado para fazer exames no Hospital de Base do DF.

 

Ver mais

Aconteceu

Homem é preso escondido em loja depois de furtar mais de 40 celulares em Caraguatatuba

Publicado

dia

Por

Suspeito contou para a polícia que veio de Brasília (DF) somente para praticar o crime e receberia R$ 32 mil pelo furto.

Os produtos foram devolvidos para o estabelecimento — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Um homem de 21 anos foi preso depois de furtar mais de 40 celulares e outros eletrônicos na madrugada desta sexta-feira (10) em Caraguatatuba. Ele estava escondido em um depósito de bebidas.

De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu em um hipermercado no Jardim Britânia. O suspeito invadiu o local e levou mais de 40 celulares, tablet e um notebook. O sistema de segurança do estabelecimento acionou a polícia, que foi até o local.

Os policiais fizeram buscas e encontraram o homem escondido com uma mochila no depósito de bebidas do hipermercado. A equipe revistou a mochila e encontrou os eletrônicos roubados. Ele também tinha ferramentas que foram usadas para invadir o local.

O suspeito confessou o crime e disse que foi contratado para fazer o furto. Ele é morador de Brasília (DF) e receberia R$ 32 mil apenas para furtar os eletrônicos na cidade.

Ele foi preso em flagrante e levado para a delegacia, onde será indiciado por furto qualificado. O crime tem pena de um a cinco anos de prisão. Os eletrônicos foram devolvidos a um representante do hipermercado.

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade
Publicidade

Viu isso?