Nossa rede

Aconteceu

Homem cai de parapente no Lago Paranoá durante curso de treinamento para emergências

Publicado

dia

Segundo testemunhas, vítima estava a cerca de 60 metros de altura do solo. Homem sofreu traumatismo craniano e foi internado em estado grave.

Corpo de Bombeiros resgata homem que caiu de parapente no Lago Paranoá — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Um homem caiu de um parapente, no Lago Paranoá, em Brasília, durante um curso para lidar com situações de emergência em voos com o equipamento. O acidente aconteceu na tarde deste domingo (26), próximo à Concha Acústica.

Segundo o Corpo de Bombeiros, Fábio Stallivieri, de 46 anos, sofreu traumatismo craniano e foi encaminhado ao Hospital de Base, em estado grave. Testemunhas disseram aos militares que a vítima caiu de uma altura de, aproximadamente, 60 metros após perder o controle do equipamento.

A namorada de Fábio disse aos bombeiros que ele tinha prática com parapente. Ela estava no local no momento do acidente.

Corpo de Bombeiros resgata homem que caiu de parapente no Lago Paranoá — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Corpo de Bombeiros resgata homem que caiu de parapente no Lago Paranoá — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação.

Ainda de acordo com a corporação, a vítima foi socorrida pelos próprios instrutores, em uma embarcação particular, e levada ao Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros, que fica às margens do lago.

Devido ao impacto da queda, o homem precisou ser entubado e encaminhado para o hospital em um helicóptero.

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Aconteceu

Polícia localiza caminhonete furtada com 1,2 tonelada de maconha e prende motorista em MS

Publicado

dia

A PRF descobriu que o veículo possuía placas falsas e havia sido furtado no mês de julho em Campo Grande.

Caminhonete apreendida com maconha em MS — Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu 1.243 Kg de maconha na manhã desta segunda-feira (10), em Guia Lopes da Laguna, a 233 km de Campo Grande.

A apreensão ocorreu durante uma blitz. A polícia deu ordem de parada para o motorista de uma caminhonete. Ele não respeitou e fugiu em alta velocidade. Houve perseguição.

O homem abandonou o veículo e entrou em meio a um matagal, mas foi localizado e preso em flagrante. Além da droga, foi encontrado um rádio comunicador na caminhonete.

O agentes descobriram que o veículo possuía placas falsas e havia sido furtado no mês de julho em Campo Grande.

O homem informou à polícia que carregava a maconha de Bela Vista (MS) com destino à Campo Grande. Ele foi encaminhado até a Polícia Civil de Guia Lopes da Laguna (MS), onde prestou depoimento.

Ver mais

Aconteceu

Irmão é morto pelo cunhado ao tentar defender irmã de agressões durante almoço em família em MT

Publicado

dia

Suspeito ficou ciúmes da mulher que estava dançando com o irmão durante a confraternização de Dia dos Pais.

Morilio de Lima morreu na frente da casa da família — Foto: Cáceres Notícias/Reprodução

Um homem de 40 anos morreu ao ser esfaqueado pelo cunhado quando tentava defender a irmã de agressões no Bairro Luz do Sol, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, nesse domingo (9).

Morilio de Lima levou golpes de faca na região do pescoço e abdômen.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito estava com a mulher, de 28 anos, em um almoço de família em comemoração ao Dia dos Pais.

Durante a confraternização, o homem teria ficado com ciúmes da mulher por estar dançando com o irmão dela e disse que iria embora.

No entanto, segundo relatos da mulher à polícia, o marido dela voltou na casa e a chamou. Em seguida, ele começou a deferir golpes de faca nela.

Para tentar defender a irmã, Morilio interferiu na briga e também esfaqueado e morreu antes do socorro chegar.

A mulher ficou com ferimentos e foi encaminhada para o Hospital de Cáceres. Já o suspeito fugiu logo após o crime.

A Polícia Civil informou que está investigando o caso.

Ver mais

Aconteceu

Quatro pessoas são presas após PM encontrar drogas no velocípede de criança

Publicado

dia

Suspeitos foram presos por tráfico de drogas e a avó da criança foi chamada para buscá-la na delegacia. Caso foi registrado em Araguaína, no norte do Tocantins.

Droga estava escondida no velocípede de criança — Foto: PM/Divulgação

Três homens e uma mulher foram presos pela Polícia Militar em Araguaína, no norte do Tocantins, na noite deste domingo (9), suspeitos de tráfico. Durante a abordagem os militares encontraram drogas escondidas no triciclo de uma criança de dois anos que estava com o grupo.

As prisões aconteceram após uma mulher ligar para a polícia informando que tinha sido vítima de um assalto no setor Pampulha e teve o celular levado por criminosos. Os militares foram até o local e pegaram as características dos suspeitos.

Os PMs começaram a fazer buscas pela região e avistaram três homens, além de uma mulher empurrando uma criança no velocípede. Dois suspeitos apresentavam as mesmas características informadas pela vítima do roubo.

Celular, dinheiro, drogas e objetos encontrados com suspeitos — Foto: PM/Divulgação

Celular, dinheiro, drogas e objetos encontrados com suspeitos — Foto: PM/Divulgação.

Ainda conforme a PM, durante a abordagem foram encontrados papelotes de drogas com um suspeito um dos suspeitos. Com a mulher foi encontrada uma faca e um celular.

Os militares também resolveram verificar o velocípede, onde entraram vários papelotes de maconha e cocaína em uma pequena caixa de papelão escondida. No local também foi encontrada uma quantia em dinheiro.

Os suspeitos foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil junto com os objetos apreendidos. A criança de dois anos também foi levada para a delegacia, mas a avó materna dela foi ao local para ficar responsável por ela.

 

Ver mais

Aconteceu

Motorista de aplicativo reage a suposta tentativa de assalto e mata suspeito a facada, no DF

Publicado

dia

Condutor disse que conseguiu tomar faca do ladrão durante abordagem no Recanto das Emas, na madrugada desta quinta-feira (6). Polícia Civil investiga.

Polícia Militar acompanha apuração sobre suposto assalto a motorista de aplicativo, no Recanto das Emas — Foto: TV Globo/Reprodução

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga uma tentativa de assalto que acabou com a morte do suspeito na madrugada desta quinta-feira (6). Um motorista de aplicativo informou à corporação que reagiu à abordagem do ladrão, que se passou por passageiro.

O caso ocorreu por volta de 1h30. O motorista disse à reportagem que o homem embarcou em Santo Antônio do Descoberto, região do Entorno do DF, e anunciou o assalto próximo ao Condomínio Água Quente, no Recanto das Emas. Segundo o condutor, o suspeito desligou o carro ainda em movimento e tomou o celular dele.

O assaltante tinha duas facas na cintura, segundo a vítima, e ao tentar pegar uma delas, deixou cair. O motorista, então, tomou a faca e atingiu o suspeito no tórax, ainda dentro do carro.

Polícia Militar acompanha apuração sobre suposto assalto a motorista de aplicativo, no Recanto das Emas — Foto: TV Globo/Reprodução

Polícia Militar acompanha apuração sobre suposto assalto a motorista de aplicativo, no Recanto das Emas — Foto: TV Globo/Reprodução.

Ferido, o homem desceu do veículo e, em seguida, fugiu para uma área de matagal, ainda com o celular roubado na mão, segundo a versão da vítima. O motorista disse ainda que não tentou pegar o aparelho de volta e se dirigiu imediatamente à delegacia mais próxima, a 27ª DP, no Recanto das Emas.

O caso é investigado pela Polícia Civil como como homicídio e roubo. Após a comunicação do crime, os policiais voltaram ao local do crime, acompanhados da vítima, quando então encontraram o homem esfaqueado, já morto, caído em na região de vegetação próximo ao local em que teria abordado o motorista.

Ver mais

Aconteceu

PF apreende R$ 90 mil em endereço ligado a Alexandre Baldy, secretário de Transportes de SP

Publicado

dia

Quantia estava em dois cofres no Lago Sul;  Busca faz parte de operação que investiga irregularidades nas secretarias de Saúde do RJ e SP.

Alexandre Baldy, quando era ministro de Temer — Foto: Neto Talmeli/Prefeitura de Uberaba

A Polícia Federal apreendeu, na manhã desta quinta-feira (6), R$ 90 mil que estavam guardados em dois cofres de uma casa no Lago Sul – área nobre de Brasília . O dinheiro é atribuído ao secretário estadual de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy.

O secretário foi preso temporariamente por suspeita de fraudes na Saúde do Rio de Janeiro e de São Paulo. Os mandados de prisão, busca e apreensão foram expedidos pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do RJ.

Além do DF e de São Paulo, policiais também cumpriram mandados em Petrópolis (RJ) e Goiânia (GO). Ao todo, três pessoas foram presas, entre elas o pesquisador da Fiocruz, Guilherme Franco Netto.

O secretário é apontado por atos suspeitos antes de assumir a pasta em São Paulo. Ele já atuou como deputado federal por Goiás e ministro das Cidades no governo do ex-presidente Michel Temer.

De acordo com as investigações, Baldy usou da influência dos dois últimos cargos para intermediar contratos, sobre os quais ganharia um percentual.

Operação Dardanários

Dinheiro apreendido na casa de um dos alvos da Operação Dardanários — Foto: Reprodução/TV Globo

Dinheiro apreendido na casa de um dos alvos da Operação Dardanários — Foto: Reprodução/TV Globo

A operação desta quinta é chamada de “Dardanários”, que significa “agentes de negócios”. A PF afirma que identificou “conluio entre empresários e agentes públicos, que tinham por finalidade contratações dirigidas”.

A TV Globo apurou que, entre os contratos investigados, estão o de Organizações Sociais (OSs) com o Hospital de Urgência da Região Sudoeste Dr. Albanir Faleiros Machado (Hurso), em Goiás; com a Junta Comercial Goiana e com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa/Fiocruz).

Se condenados, os suspeitos podem responder pelos crimes de corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A apuração é um desdobramento das investigações realizadas no âmbito das operações Fatura Exposta, Calicute e SOS, que apuram irregularidades envolvendo contratos do governo do Rio de Janeiro.

Ver mais

Aconteceu

Motorista com sinais de embriaguez atropela e mata dois garis em rodovia no DF

Publicado

dia

Vítimas pedalavam na BR-020 e morreram no local; condutor do veículo está preso. Caso foi registrado como homicídio culposo.

 

Bicicleta de profissional do SLU nas margens da BR-020 após atropelamento, no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

Um motorista com sinais de embriaguez atropelou dois profissionais do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) que pedalavam na BR-020, no Distrito Federal, na madrugada desta quinta-feira (6). Ilda Barbosa de Sousa, de 52 anos, e um homem identificado apenas como Anísio, de 50 anos, morreram na hora.

As vítimas foram atropeladas por volta de 0h30, na altura do quilômetro 12, em Sobradinho, sentido Planaltina. Quando a equipe de socorro chegou ao local, o carro do motorista, Josué Alexandro Reis, 40 anos, estava tombado às margens da rodovia.

Marcas de pneus e pedaços das bicicletas foram encontrados ao longo de 20 metros da pista. Os detalhes foram analisados pela perícia e devem ser usados na investigação.

O suspeito foi encaminhado para a 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho), onde permanece detido. O caso foi registrado como homicídio culposo – quando não há intenção de matar. A audiência de custódia deve definir se cabe fiança.

Carro de motorista com sinais de embriaguez nas margens da BR-020 após atropelamento, no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

Carro de motorista com sinais de embriaguez nas margens da BR-020 após atropelamento, no DF — Foto: TV Globo/Reprodução.

 

Sinais de embriaguez

Testemunhas relataram à Polícia Civil que após o atropelamento, tiraram o condutor do veículo. Ele apresentava sinais de embriaguez.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o concutor recusou atendimento por parte da equipe médica, apesar de estar com diversos ferimentos.

Outro caso

Nesta quarta (5), a Justiça do Distrito Federal mandou soltar Antonisio Araujo da Silva, de 43 anos. Ele foi preso em flagrante, na última segunda-feira (3), após atropelar e matar Felipe Alves da Silva, de 24 anos, em Planaltina – o jovem trocava um pneu do carro quando foi atingido.

Com o impacto, carro de Felipe Alves, de 24 anos, foi arremessado contra poste de iluminação no DF — Foto: Corpo de Bombeiros do DF/Divulgação

Com o impacto, carro de Felipe Alves, de 24 anos, foi arremessado contra poste de iluminação no DF — Foto: Corpo de Bombeiros do DF/Divulgação

Segundo a Polícia Militar, no momento do acidente, Antonisio Araujo estava bêbado. O teste do bafômetro apontou 0,66 miligramas de álcool por litro de ar expelido (entenda abaixo).

A juíza Lorena Alves Ocampos, que concedeu a liberdade provisória, citou na decisão que o motorista “nunca se envolveu com a prática de qualquer infração penal, sendo primário e de bons antecedentes.” A magistrada determinou ainda que não fosse paga fiança.

“O Ministério Público, titular da ação penal se manifestou pela concessão da liberdade provisória, entendendo não ser necessária a decretação da prisão preventiva, mas somente a aplicação de medidas que realmente vinculem o autor do fato aos atos posteriores do processo”, disse a juíza.

Ver mais

Hoje é

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Publicidade

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?