Nossa rede

Aconteceu

Com projeção 3D na Esplanada, iluminação de Natal em Brasília vai custar R$ 2,2 milhões

Publicado

dia

Decoração de Natal em Brasília — Foto: Reprodução/TV Globo

A iluminação de Natal deste ano na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, vai envolver também a projeção de vídeos em 2D e 3D.

Além das tradicionais luzes de LED, os vídeos serão projetados na Biblioteca Nacional, no Palácio do Itamaraty e no Teatro Nacional, com direito a efeitos sonoros.

As projeções duram dez minutos, entre 19h e 23h, a cada meia hora. Já as luzes vão ficar acesas até 25 de dezembro, das 18h30 até 5h.

O custo total dessas decorações será de R$ 2,2 milhões, de acordo com o governo do Distrito Federal.Iluminação de Natal na Esplanada — Foto: Reprodução/TV Globo

Iluminação de Natal na Esplanada — Foto: Reprodução/TV Globo

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Aconteceu

Jovem de 25 anos é morto a tiros em Taguatinga, no DF

Publicado

dia

Por

Suspeito chegou em carro e atirou contra vítima, que morreu no local. Crime é investigado como homicídio.

fachada da 17ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga — Foto: Google/Reprodução

Um jovem de 25 anos foi morto a tiros, na noite deste domingo (29), em Taguatinga, no Distrito Federal. Segundo a investigação, um homem armado chegou em um carro, desceu em um veículo e atirou contra a vítima, que morreu no local.

O crime ocorreu por volta das 20h, na QNH 10. A Polícia Militar foi chamada e isolou a área. De acordo com o boletim de ocorrência, “havia várias cápsulas de arma de fogo deflagradas”.

O nome da vítima e a motivação do crime não foram divulgadas. O caso é investigado pela 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Norte) como homicídio.

Até a publicação desta reportagem, a Polícia Civil tentava identificar o suspeito. Ele estava acompanhado de um comparsa, que dirigia o carro. Os dois fugiram logo após o crime.

Ver mais

Aconteceu

Suspeito de roubo no DF bate em carro durante fuga e, no hospital, testa positivo para Covid-19

Publicado

dia

Por

Dupla assaltava paradas de ônibus quando foi abordada por policiais. Caso aconteceu em Santa Maria, na madrugada desta sexta-feira (27).

Suspeito de roubo bateu em carro durante fuga, no DF — Foto: PMDF/Divulgação

Policiais militares prenderam, na madrugada desta sexta-feira (27), dois homens suspeitos de roubar paradas de ônibus em Santa Maria, no Distrito Federal. Os criminosos tentaram fugir mas se envolveram em um acidente e ficaram feridos. No hospital, um deles testou positivo para a Covid-19.

De acordo com informações da PM, testemunhas abordaram uma equipe da corporação e informaram sobre um assalto em andamento na região. Os militares foram ao local e viram dois homens em uma motocicleta, cometendo o crime.

Ao serem abordados pelos policiais, os criminosos tentaram fugir. Porém, o suspeito que conduzia a motocicleta bateu em um carro e foi arrastado pelo veículo. Inconsciente e com várias lesões, ele foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao Hospital Regional de Santa Maria (HRSM).

Na unidade de saúde, o suspeito testou positivo para o novo coronavírus e foi levado para área de isolamento, onde ficou sob escolta da Polícia Civil. O outro homem investigado foi levado à 20ª Delegacia de Polícia, no Gama.

O motorista do veículo foi apresentado como testemunha e para registro do acidente de trânsito.

Queda nos casos de violência

De acordo com um levantamento divulgado pela Secretaria de Segurança Pública do DF, entre janeiro e outubro deste ano, os homicídios tiveram redução de 6,78% na capital em comparação com 2019, passando de 339 para 316 casos.

Em contrapartida, a quantidade de latrocínios – roubo seguido de morte – cresceu. Nos dez primeiros meses do ano passado, o DF teve 21 latrocínios. Em 2020, o número de crimes dessa natureza passou para 24, ou seja, houve aumento de 14,2%.

Os casos de lesão corporal seguida de morte também apresentaram queda. No ano passado, foram quatro vítimas desse crime e, em 2020, três: uma redução de 25%.

De acordo com a SSP, esses delitos fazem parte dos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI). A pasta informa que, ao todo, em outubro, foram 36 vítimas relacionadas a esse tipo de ocorrência, o menor número no mesmo mês dos últimos 21 anos.

Ver mais

Aconteceu

Após mãe e companheira que esquartejaram menino serem condenadas a 129 anos, avô de Rhuan desabafa: ‘Foi feita Justiça’

Publicado

dia

Por

Mãe do garoto foi sentenciada a 65 anos de prisão e a companheira dela pegou 64 anos. Corpo de Rhuan Maycon foi achado dentro de mala no Distrito Federal no ano passado. Avô diz que lembra do neto todos os dias e que não perdoa o que a dupla fez com a criança.

‘Feita Justiça’, diz avô após mãe e companheira que esquartejaram menino serem condenadas a 129 anos — Foto: Arquivo da família.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Após mais de um ano e cinco meses, a espera por Justiça pela morte brutal do neto chegou ao fim. É o que diz o senhor Francisco das Chagas, mais conhecido como Chaguinha, avô do menino Rhuan Maycon, de 9 anos, que foi assassinado em 2019.

O Tribunal do Júri de Samambaia, no Distrito Federal, condenou Rosana Auri da Silva Cândido e Kacyla Priscyla Santiago Damasceno Pessoa pelo assassinato da criança. O julgamento ocorreu nessa quarta-feira (25).

O corpo da criança foi encontrado na madrugada do dia 1º junho do ano passado, esquartejado, dentro de uma mala (veja mais abaixo). A dupla foi sentenciada pelos crimes de homicídio qualificado, lesão corporal gravíssima, tortura, ocultação e destruição de cadáver e fraude processual.

As penas foram fixadas em:

  • Rosana Auri da Silva Cândido, mãe do menino: 65 anos de reclusão e 8 meses e 10 dias de detenção
  • Kacyla Priscyla Santiago Damasceno Pessoa, companheira de Rosana: 64 anos de reclusão, além de 8 meses e 10 dias de detenção

Mesmo de longe, o avô do menino conta que acompanhou o julgamento das duas e que ficou satisfeito com o resultado do júri. Para ele, nada vai trazer a alegria de ter o neto em seus braços novamente, mas o fato de as duas acusadas pagarem pelo que fizeram ao menino já conforta o coração.“Para mim, ficou bom, achei que foi justo, apesar de que elas não vão passar esse tempo todo na cadeia. Foi feita Justiça, graças a Deus, tem gente que mata e pega menos tempo que isso. Hoje está como se tivesse acontecido agora esse crime, porque voltou tudo de novo, relembrei tudo, as pessoas ficam ligando para saber. É muito difícil, lembro dele todos os dias da minha vida e nunca vou esquecer. Mas, Deus dá o conforto pra gente seguir”, disse Chaguinha.

Questionado se tinha alguma chance de perdoar as duas mulheres, o avô do menino foi enfático: “Quem perdoa é Deus, eu não tenho esse poder. O que ela fez com meu neto destruiu toda família, a mais afetada, sem dúvida, deve ser ela [mãe de Rhuan].”

Mãe e companheira que esquartejaram menino foram condenadas a 129 anos de prisão — Foto: Divulgação PC/DF

Mãe e companheira que esquartejaram menino foram condenadas a 129 anos de prisão — Foto: Divulgação PC/DF

Julgamento

Segundo informações divulgadas pelo Ministério Público do DF (MPDFT), “durante o julgamento, Kácyla ficou em silêncio e assumiu a execução de todos os crimes, afirmando não haver nenhuma participação da companheira”.

No entanto, os jurados acataram na íntegra a denúncia do MP. Para o júri, as acusadas premeditaram o assassinato.

De acordo com a acusação, a dupla planejou como executar e destruir o corpo da criança. Na noite do crime, diz o MP, Rosana e Kacyla esperaram Rhuan dormir para cumprir o plano. A denúncia afirma que a mãe desferiu o primeiro golpe no peito da criança, que acordou com o ataque.

Já Kacyla teria segurado o menino para que a companheira desferisse os outros golpes. Segundo o Ministério Público, por fim, a mãe decepou a cabeça do filho ainda com vida.

A denúncia diz ainda que, após o assassinato, a dupla esquartejou, perfurou os olhos e dissecou a pele do rosto do menino. De acordo com o MP, as acusadas também tentaram incinerar partes do corpo em uma churrasqueira com o intuito de destruir o cadáver e dificultar o seu reconhecimento.

Como o plano inicial não deu certo, elas colocaram partes do cadáver em uma mala e duas mochilas. Rosana jogou a mala em um bueiro próximo à residência onde ocorreu o crime. Em seguida, moradores da região desconfiaram da atitude da mulher e acionaram a polícia.

Prisão

A mãe, Rosana Cândido, e a companheira dela, Kacyla Pryscila, foram presas na casa onde moravam com a criança e ainda com a filha de Kacyla, uma menina de 8 anos.

Em depoimento à polícia, Rosana contou que”sentia ódio e nenhum amor pela criança”. Segundo o Ministério Público do DF, a mãe de Rhuan arquitetou o crime por odiar a família do pai dele.

“Rosana nutria sentimento de ódio em relação à família paterna da vítima. Kacyla conhecia os motivos da companheira e aderiu a eles”, diz a denúncia.

 

Rhuan Maycon tinha quatro anos quando saiu do Acre com a mãe, segundo avô  — Foto: Arquivo da família

Rhuan Maycon tinha quatro anos quando saiu do Acre com a mãe, segundo avô — Foto: Arquivo da família

Ver mais

Aconteceu

Trabalhadores da CEB convocam greve para 1º de dezembro

Publicado

dia

Por

A iniciativa tem como objetivo de cobrar posicionamento da empresa sobre condição dos trabalhadores a partir da privatização, com leilão previsto para 4 de dezembro

Na manhã desta quarta-feira (25/11) trabalhadores da CEB realizaram ato contra a privatização da empresa em frente à CLDF – (crédito: Reprodução/André Gouveia)

Os trabalhadores da Companhia Energética de Brasília (CEB) anunciaram greve para 1º de dezembro (25/11), após uma assembleia realizada pelo Sindicato dos Urbanitários no DF (STIU-DF). O objetivo é cobrar posicionamento da empresa sobre as condições dos trabalhadores.

“Desde que se iniciou o encaminhamento para o leilão, não houve nenhuma proposta pela empresa aos trabalhadores. Estamos em um contexto em que todos os empregos estão ameaçados”, declarou o porta-voz João Carlos Dias. “Claro que se a empresa chamar para negociar e discutir sobre o data-base vamos reconsiderar. O objetivo não é fazer greve”, acrescentou.

Na manhã desta quarta-feira (25/11) o sindicato também realizou um ato contra a privatização da empresa em frente à Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). De acordo com os organizadores cerca de 350 pessoas participaram do movimento.

“O objetivo principal e a bandeira unificada de todas as entidades que participaram do ato é que existe uma lei específica para a privatização. A CEB está sendo vendida sem o crivo do parlamento local”, explica João Carlos. Com isso, o sindicato pede a suspensão imediata do leilão até que o Judiciário se posicione de forma definitiva.

O sindicato convoca para o dia 2 de dezembro outro ato em defesa da CEB pública. O leilão da (CEB) está marcado para 4 de dezembro. O comunicado para o processo de desestatização foi publicado em 6 de novembro no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), e o valor mínimo para as propostas ficou definido em R$ 1,4 bilhão.

Ver mais

Aconteceu

Acidente em rodovia no interior de São Paulo deixa ao menos 41 mortos

Publicado

dia

Por

Ônibus, que transportava trabalhadores de uma empresa têxtil, colidiu com o caminhão pouco antes das 7h em uma rodovia próxima à cidade de Taguaí

Grave acidente entre um ônibus e um caminhão provocou ao menos 40 mortes e deixou outras 12 pessoas gravemente feridas na manhã desta quarta-feira (25), na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, entre Taguaí e Taquarituba, na região de Avaré, no interior de São Paulo. 25/11/2020 (ADEMILSON TICO/FUTURA PRESS/Estadão Conteúdo)

A colisão entre um caminhão e um ônibus nesta quarta-feira, 25, no interior de São Paulo, deixou pelo menos 41 mortos e dez feridos — aponta o último balanço da Polícia Militar (PM).

O ônibus, que transportava trabalhadores de uma empresa têxtil, colidiu com o caminhão pouco antes das 7h em uma rodovia próxima à cidade de Taguaí, a 344 quilômetros da capital, informou a PM.

As causas do acidente ainda não foram determinadas, enquanto as operações de resgate às vítimas continuam.

A PM informou que 37 pessoas morreram no local. Outras 14 foram resgatadas com vida, mas, destas, quatro faleceram nos hospitais. Nove dos feridos se encontram em estado grave.

Dezenas de bombeiros e policiais continuavam no local depois do meio-dia, executando as operações de resgate.

A imprensa local informa que havia pelo menos 53 passageiros no ônibus. O motorista do caminhão foi resgatado com vida.

Os feridos foram levados para hospitais de Taguaí, assim como para as cidades de Fartura e Taquarituba.

“É o maior acidente do ano” nas estradas de São Paulo, afirmou o tenente da Polícia Militar Alexandre Guedes, citado pela CNN Brasil.

A hipótese inicial é que o motorista do ônibus perdeu o controle do veículo.

O ônibus saiu de Taquarituba e seguia para Fartura, no sul do estado, perto da fronteira com o Paraná.

Autoridades de trânsito do Brasil estimam que de 2015 a 2019 morreu uma média de 30.000 pessoas por ano em acidentes de trânsito no país.

Ver mais

Aconteceu

Pai de santo esfaqueia adolescente em terreiro e culpa pombagira

Publicado

dia

Por

O homem foi preso em flagrante e autuado por tentativa de homicídio. A 26ª DP investiga os fatos

(crédito: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)

Um pai de santo foi preso por esfaquear um adolescente em Samambaia. Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o homem alegou estar sob influência de uma entidade conhecida como Pombagira Sete Rosas. O caso foi registrado neste domingo (22) por volta das 17h30.

Em 15 de novembro, a entidade, por meio do pai de santo, teria informado a uma das frequentadoras do centro de que havia um ‘trabalho’ sendo feito contra ela e pediu para que ela voltasse na semana seguinte para saber quem era o responsável.

Como pedido, a mulher retornou, no domingo (22/11), e o pai de santo, supostamente incorporando a entidade, indicou um menino de 15 anos como o autor do ‘trabalho’. Ao ser confrontado, o adolescente negou, pediu provas e os dois começaram a discutir.

Com a afronta, o pai de santo teria se irritado, sacado uma faca e partido para cima do menino. Durante a briga, o religioso acertou o pescoço da vítima. A sogra do adolescente, que estava presente no local, interferiu para afastar os dois. A Polícia Militar foi chamada e o pai de santo preso em flagrante.

O suspeitoe outro integrante do centro, que teria fornecido a faca ao pai de santo, foram levados para a 26ªDP (Samambaia Norte). O pai de santo foi autuado por tentativa de homicídio e preso em flagrante.

Segundo fontes policiais, o menino não corre risco de vida e não precisou ser internado em nenhum hospital, pois o corte teria sido superficial.

 

 

Ver mais

Hoje é

terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Publicidade

Disponível nosso App

Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?