Nossa rede

Aconteceu

Bombeiros fazem buscas por jovem que desapareceu no Rio das Mortes em Barbacena

Publicado

dia

Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Comentar

Aconteceu

Explosão após uso de álcool deixa mulher com 35% do corpo queimado, no DF

Publicado

dia

Por

Acidente ocorreu no Itapoã quando vítima abastecia ‘rechaud’ com líquido. Ela foi levada para Hospital da Asa Norte (Hran) com queimaduras de primeiro e segundo grau.

Ambulâncias do Corpo de Bombeiros do DF — Foto: CBMDF/Divulgação

Uma mulher teve 35% do corpo queimado após encher um “rechaud” — recipiente usado para manter comida quente — com álcool e o utensílio explodir. O acidente ocorreu na noite de sábado (6), na região do Itapoã, no Distrito Federal.

O Corpo de Bombeiros chegou ao local e encontrou a mulher com queimaduras de primeiro e segundo grau por todo o corpo. Ela foi levada ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran) consciente e orientada.

Ver mais

Aconteceu

PF descobre verdadeira identidade de ‘Colômbia’, suspeito de chefiar quadrilha de pesca ilegal no AM

Publicado

dia

Por

Identidade do suspeito foi confirmada durante operação da PF deflagrada, neste sábado (6), contra pesca ilegal no AM.

“Colômbria” foi preso e levado a Manaus. — Foto: Rede Amazônica.

O homem conhecido como Colômbia” foi identificado pela Polícia Federal (PF) como Ruben Dario da Silva Villar, de nacionalidade colombiana. Ele está preso desde junho, e é suspeito de chefiar uma quadrilha de pesca ilegal na reserva indígena Vale do Javari, no Amazonas, localizada próxima à região onde o indigenista Bruno Araújo e o jornalista inglês Dom Phillips foram assassinados.

Segundo a PF, a real identidade de “Colômbia”, que a princípio havia sido detido em flagrante por apresentar documentações falsas, foi confirmada durante uma operação deflagrada em Atalaia do Norte (distante 1.136 quilômetros de Manaus), neste sábado (6), contra a pesca ilegal na terra indígena.

As investigações apontaram fortes indícios de que “Colômbia” é líder e financiador de uma associação criminosa armada especializada na prática da pesca ilegal no Vale do Javari. Além disso, ele também seria o responsável por comercializar grande quantidade de pescado que era exportado para países vizinhos.

Durante a operação, foram cumpridos sete mandados de prisão preventiva, sendo dois em nome do próprio “Colômbia” e de Amarildo Costa de Oliveira, conhecido como “Pelado”, acusado de matar Bruno e Dom. Os dois já estão presos desde junho.

Ainda de acordo com a PF, foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão. Entre os presos estão três familiares de Amarildo envolvidos com a ocultação dos corpos das vítimas, sendo um deles um filho de “Pelado”.

Pesca ilegal e assassinatos

As investigação sobre a pesca ilegal na região iniciaram em paralelo à apuração dos assassinatos de Bruno e Dom. Conforme a PF, Bruno era alvo da quadrilha e foi morto porque combatia a pesca ilegal no Vale do Javari. Dom morreu porque estava junto com ele.

Além de Amarildo, outros dois suspeitos do crime estão presos em Manaus: Jeferson da Silva Lima, conhecido como “Pelado da Dinha”, e Oseney da Costa de Oliveira, o “Dos Santos”, irmão de Amarildo.

Ver mais

Aconteceu

Adolescente filha de vítima de feminicídio é morta a tiros no ES e ex-namorado é preso suspeito do crime

Publicado

dia

Por

Crime foi na tarde desta sexta-feira (5), em Linhares, no Norte do Espírito Santo. Suspeito de 18 anos foi preso pela Polícia Civil cinco horas após o assassinato.

Ana Clara Amorim de 14 anos foi morta a tiros no ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Uma adolescente de 14 anos, que perdeu a mãe em 2009 vítima de feminicídio, foi morta a tiros na tarde desta sexta-feira (4), em Linhares, no Norte do Espírito Santo.

Ana Clara Amorim foi assassinada no meio da rua, no bairro Interlagos e o suspeito do crime, de acordo com a Polícia Civil, é o ex-namorado dela, Joelson Silva de Souza de 18 anos.

Joelson foi preso cinco horas após o crime, durante uma operação no bairro Bebedouro, também em Linhares.

“Montamos uma força tarefa com três viaturas e mais de 10 policiais e através das indicações da comunidade conseguimos localizar e prender Joelson”, informou o delegado Fabrício Lucindo.

Familiares de Ana Clara disseram que ela e Joelson moravam juntos há cerca de um ano e meio e o relacionamento deles era conturbado.

“Ela já tinha largado ele e ele tinha feito ameaça que ia voltar. Voltou mesmo. Não sei quantos tiros deu nela e eu quero justiça. Ninguém lá de casa aceitava o relacionamento”, disse uma familiar da vítima que pediu para ser identificada.

 

Joelson Silva de Souza de 18 anos foi preso suspeito de matar a ex-namorada, Ana Clara Amorim de 14 anos no ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Joelson Silva de Souza de 18 anos foi preso suspeito de matar a ex-namorada, Ana Clara Amorim de 14 anos no ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Joelson foi encaminhado à Delegacia Regional de Linhares. A Polícia Civil informou que ele foi autuado em flagrante por feminicídio e encaminhado na manhã deste sábado (6) à Penitenciária Regional de Linhares.

Além de feminicídio, ele também pode responder pelo crime de estupro de vulnerável, já que o relacionamento com Ana Clara começou quando ela tinha menos de 14 anos.

Até a última atualização deste texto, a reportagem não havia obtido contato com o preso ou a defesa dele.

Ver mais

Aconteceu

Adolescente denuncia irmão por estupro e pai por assédio após ele pedir fotos dela de calcinha, em Anápolis; veja mensagens

Publicado

dia

Por

Pai confessou que pediu as imagens e irmão disse que relação sexual teria sido consensual com a menina de 14 anos. Eles não foram presos por falta de provas, segundo a polícia.

Polícia investiga pai e irmão de menina de 14 anos por abuso e assédio sexual

Uma adolescente de 14 anos procurou a Polícia Civil, na quinta-feira (4), para denunciar o próprio pai por assédio sexual após ele pedir fotos dela de calcinha, em Anápolis, a 55km de Goiânia. Ela também relatou que o irmão a estuprou na noite anterior, quando ela foi dormir na casa dele, segundo a corporação.

Os nomes do pai, de 43 anos, e do irmão, de 20, não foram divulgados pela polícia. Por isso, o g1 não localizou a defesa para se manifestar até a última atualização desta reportagem.

Em depoimento, o pai admitiu que conversou com a filha por aplicativo de mensagem e pediu fotos dela só de calcinha. O irmão alegou que o estupro foi, na verdade, uma relação consensual. Eles não foram presos por falta de provas, segundo a Polícia Civil.

Ver mais

Aconteceu

Empresário sofre parada cardiorrespiratória e morre aos 65 anos após plástica no rosto em MS

Publicado

dia

Por

Paulo Roberto Hans morreu aos 65 anos — Foto: Redes Sociais

O empresário, Paulo Roberto Hans, de 65 anos, morreu após sofrer uma parada cardiorrespiratória, um dia depois de realizar uma cirurgia plástica no rosto em uma clínica especializada, no bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande.

Segundo o registro policial, o empresário deu entrada no hospital para realizar um procedimento estético no rosto, na tarde de quinta-feira (4). Após a cirurgia, Paulo foi transferido para um apartamento e ficou internado até o início da tarde de quinta-feira (7), quando teve alta médica.

Ao chegar em casa, Paulo teria dito que estava com tontura e sofreu parada cardiorrespiratória. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou a vítima para um hospital particular de Campo Grande.

Segundo o boletim de ocorrência, foram realizadas manobras de ressuscitação por mais 35 minutos, mas a vítima não resistiu. A morte do empresário foi constatada às 15h35.

O caso foi registrado por familiar da vítima na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Cepol como morte a esclarecer.

Despedida

Amigos e familiares de Paulo Roberto usaram as redes sociais para lamentar a morte do empresário: “Obrigada por todos os ensinamentos para a vida ! Aprendi muito com você. Tenho gratidão por sua amizade, que Deus te receba de braços abertos 🙏 Descanse em Paz !”, escreveu uma amigo.

Ver mais

Aconteceu

Polícia investiga morte de marido de diplomata alemão no Rio; belga tinha lesões na cabeça

Publicado

dia

Por

Walter Henri Maximillen Biot morava em Ipanema. O caso foi registrado na 14ª DP (Leblon).

Identidade do belga Walter Henri Maximilien Biot — Foto: Reprodução

 

A Polícia Civil do RJ investiga a morte de um belga, marido de um diplomata alemão, na Zona Sul do Rio, na noite desta sexta-feira (5).

Segundo o viúvo, Uwe Herbert Hahn, lotado no Consulado da Alemanha no Rio, Walter Henri Maximilien Biot sofreu um mal súbito por volta das 20h e caiu.

Uwe disse também que o companheiro “tomava pastilhas para dormir” e “bebia muito”.

O Samu foi chamado para socorrer Walter, mas o médico encontrou o belga já em parada cardiorrespiratória e com lesões no corpo — em especial, uma na cabeça e outra nas nádegas — e não atestou a causa da morte.

O corpo, então, foi levado para o IML.

Belga morava em Ipanema — Foto: Reprodução

Belga morava em Ipanema — Foto: Reprodução

O caso foi registrado na 14ª DP (Leblon). A perícia da Polícia Civil foi ao apartamento neste sábado para buscar pistas.

O casal estava junto havia 20 anos, morava em uma cobertura em Ipanema e tinha passaporte diplomático. Walter faria 53 anos no próximo sábado.

Polícia em Ipanema, para investigar morte de belga — Foto: TV Globo

Polícia em Ipanema, para investigar morte de belga — Foto: TV Globo

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade

Viu isso?