Nossa rede

Aconteceu

Polícia investiga causas de acidente na BR-080, que matou cinco pessoas

Publicado

dia

Acidente entre Palio e Classic, perto de Padre Bernardo, resulta na morte de dois adultos e três crianças. Uma das vítimas estava grávida de sete meses. Embriaguez ao volante, falta de cadeirinha infantil e ultrapassagem desatenta podem ter motivado tragédia 

O Classic prata envolvido no acidente ficou irreconhecível após o impacto: tragédia ao sair de uma festa realizada em chácara de Taboquinha
(foto: Augusto Fernandes/Esp. CB/D.A Press)

A Polícia Civil de Goiás investiga se a batida frontal entre dois carros na BR-080, que terminou com cinco mortos, resultou de um acidente ou de um crime de homicídio culposo (sem intenção de matar). A ocorrência, registrada na Central de Flagrantes de Águas Lindas (GO), será remetida à delegacia de Padre Bernardo (GO). O acidente entre um Palio e um Classic aconteceu na madrugada de ontem, na BR-080, na altura do Km 20, na região conhecida como Taboquinha. Para a Polícia Rodoviária Federal (PRF), embriaguez ao volante, falta de cadeirinha para crianças e ultrapassagem desatenta podem ter motivado a batida.

O acidente destruiu duas famílias, ambas de Ceilândia. No Palio, o motorista Bruno dos Santos Silva, 31 anos, e a mulher, Renata Rocha dos Santos, 25, morreram na hora. Ela estava grávida de sete meses. Além deles, perderam a vida dois filhos do casal: Stefany Vitoria Rocha Silva, 3, e Mikael Rocha Silva, 5. A criança mais velha, de 7, sobreviveu. Ela está internada no Hospital de Base do DF com suspeita de ter quebrado as duas pernas.

No Classic, seguiam o condutor José Adriano Ribeiro Lemos, 36, e a companheira, Cristina Xavier do Nascimento, 40. No banco de trás, havia duas sobrinhas. Uma delas, Marina Gabriella de Oliveira Xavier, 9, não resistiu. A outra, identificada como Manoela Sofia Xavier, 5, foi lançada para fora do veículo e está internada no Hospital de Base do DF, assim como Cristina. Ontem à tarde, ela passava por cirurgia. José Adriano segue no Hospital Regional de Taguatinga (HRT).

 

A família do Classic saía de uma festa na chácara do casal, em Taboquinha. Policial militar e amigo de José Adriano, Genésio Machado, 44, não acredita que ele tenha responsabilidade no acidente. “Ele dirige muito bem, até porque transporta estudantes como motorista de van escolar. Nunca colocava as pessoas que estavam com ele em risco. No acidente, ele não invadiu a pista contrária”, ressaltou. Professora da Escola Classe 511 de Samambaia, Cristina dá aulas de alfabetização para o 1º ano do ensino fundamental. “Todos na escola estão sabendo da notícia e orando para que ela se recupere o quanto antes”, ressaltou o professor Francisco das Chagas Viana, 40, amigo de Cristina.

Segundo o delegado plantonista da Central de Flagrantes de Águas Lindas Ricardo Pereira, a ocorrência foi registrada como acidente de trânsito, mas apenas o investigador de Padre Bernardo (GO) poderá constatar se há crime vinculado. “Como resultou em morte, pode ser considerado um homicídio culposo de trânsito, mas só a investigação poderá desvendar isso e saber as circunstâncias do caso”, ressaltou.
Ricardo reforçou que, no homicídio culposo, poderão estar vinculadas as hipóteses de imprudência, negligência ou imperícia do motorista. “Quem fará essas análises será o delegado da área, que precisará confirmar outros elementos, como se os condutores estavam sob efeito de bebida alcoólica ou não”, explicou. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Formosa e liberados ontem. Até o fechamento desta edição, ainda não havia informações de velório e enterro.

Risco

Segundo a assessoria de Comunicação da PRF, o condutor do Palio trafegava em direção ao DF, quando fez uma ultrapassagem em local permitido. A corporação acrescentou que, de acordo com uma testemunha, o motorista estaria em um bar antes da batida. A equipe de socorro também constatou que o motorista do Classic aparentava sinais de ter bebido. “Nesse acidente, temos a embriaguez ao volante e o transporte de crianças sem o dispositivo de segurança, infrações que sempre ressaltamos nas saídas e retornos de feriados. Se elas estivessem em acento de elevação, o desfecho poderia ser outro”, ressaltou a chefe de Comunicação da PRF, Tatiane Kawamura.

Nas redes sociais, internautas ressaltaram que a BR-080 é perigosa, com pouco respeito ao limite de velocidade de 60km/h. Um comentário no Facebook aponta que o trecho do acidente é mal sinalizado, não tem acostamento e há muito movimento de carretas, que usam a rodovia para acessar a Belém—Brasília. “Por ali, tem muita imprudência, que, na minha opinião, é a maior causa de acidentes. Tem gente que quer andar a 200km/h, tem outros que querem andar a 30, 40km/h. Os que andam muito querem ultrapassar, os que andam pouco dificultam ultrapassar”, escreveu.

Tatiane Kawamura reconheceu que o ponto da batida dificulta a fiscalização, pois a responsabilidade pela região é o mesmo posto da PRF em Ceilândia. “Por isso, não é sempre que os policiais conseguem se deslocar até a BR-080”, alegou. Segundo ela, em relação à velocidade, só há como constatar por radar. “Tem um radar móvel no posto da BR-070, que os policiais têm a flexibilidade de levá-lo. Não há como fazer notificação por velocidade sem o aparelho”, disse. Sobre a ausência de acostamento, a chefe de Comunicação da corporação comentou que a solicitação precisa ser feita ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

 

» As vítimas

 

Renata Rocha Santos

Tinha 25 anos

Era casada com Bruno Silva

Estava grávida e tinha outros três filhos, de 3, 5 e 7 anos

Morava em Ceilândia

 

 

Bruno dos Santos Silva

Tinha 31 anos

Era casado com Renata Rocha

Tinha três filhos, de 3, 5 e 7 anos, e a mulher estava grávida

Era natural de Santa Rita, na Paraíba, e morava em Ceilândia

 

Stefany Vitoria Rocha Silva 

Tinha 3 anos

Era filha de Renata e Bruno

 

Mikael Rocha Silva

Tinha 5 anos

Era filho de Renata e Bruno

 

Marina Gabriella de Oliveira Xavier

Tinha 9 anos

Filha de Diêgo Ródiney Paes de Oliveira e Andreia do

Nascimento Xavier.

Comentário

Aconteceu

Candidato no concurso da PM morre após passar mal em teste de corrida no DF

Publicado

dia

Um candidato ao concurso da Polícia Militar do Distrito Federal passou mal durante o teste de aptidão física e morreu na madrugada desta quinta-feira (20). Leonardo da Silva Oliveira, de 31 anos, sentiu dores durante a prova de corrida, foi atendido no local e encaminhado ao Hospital Regional de Taguatinga ainda com vida, mas não resistiu.

A prova foi realizada na tarde desta quarta-feira (19), no Sesi de Taguatinga. Um vídeo (veja acima) mostra Leonardo caído no chão enquanto socorristas fazem o atendimento. Eles tentam massagem cardíaca por vários minutos.

A PM informou que o candidato a uma vaga de praça já havia feito os testes de flexão abdominal e barra fixa. No teste de corrida, no entanto, ele não conseguiu finalizar a avaliação e caiu na pista. “Enfermeiros, socorristas e o médico que estavam no local fizeram todos os procedimentos exigidos”, disse a corporação, por meio de nota.

“A partir deste momento, o socorrista aferiu que o candidato estava com ausência de pulso e iniciou o RCP [procedimento de reanimação cardiopulmonar]”.

A prova de corrida envolve um percurso de 2,4 km, com duração de 12 minutos. Após esta etapa, o candidato ainda deve nadar 50 metros em até 1 minuto para ser aprovado no teste físico.

Ao G1, a banca informou que não vai rever os testes de aptidão nem vai suspender os prazos. “As atividades do concurso público continuam de acordo com o cronograma estabelecido com a PMDF e divulgado em edital.”

Quartel-general da PM-DF — Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

O que mais dizem a banca e a PM

A banca do concurso, o instituto Iades, informou que lamenta a morte e que está aguardando informações sobre a causa do falecimento. O exame faz parte da seleção de 2.024 novos praças para a Polícia Militar do Distrito Federal.

“Esclarecemos que, para a realização dos testes de aptidão física, todos os candidatos são obrigados a apresentar atestado médico que comprovem estarem aptos para a realização dos exercícios específicos para o concurso público”, disse a banca.

Segundo o Iades, Leonardo apresentou atestado médico. A banca, ao ser questionada se ele apresentava histórico de problemas de saúde, afirmou que “não há registro com relação a isto”.

A PM também lamentou a morte. “A Polícia Militar do Distrito Federal presta condolências aos familiares e amigos em nome de todos que integram esta instituição bicentenária que Leonardo pretendia integrar.”

Fonte: G1 DF.

Ver mais

Aconteceu

Conceição Sampaio foi a única Parlamentar Amazonense a ir contra o presidente Michel Temer.

Publicado

dia

Conceição Sampaio

A deputada federal Conceição Sampaio foi a única parlamentar do Estado de Amazonas a votar pela continuidade do processo de cassação do presidente Temer (PMDB).

Em entrevista ao Portal A Crítica, a deputada foi enfática ao afirmar que  votou  contra o relatório por questões de coerência.

“Estou em uma casa que é representativa, e penso que nossos mandatos eletivos precisam está pautados justamente naquilo que a sociedade quer que você faça dentro do poder legislativo. Tenho respeito pela população do Estado do Amazonas que confiou o seu voto a mim.”

Denúncia

A Procuradoria Geral da República apresentou a acusação contra Temer por corrupção passiva que, se fosse recebida pelo STF, levaria o presidente a virar réu e, assim, ser afastado do cargo por 180 dias. No entanto, apesar do aprofundamento da crise política a partir da revelação da delação da JBS, em maio deste ano, o governo conseguiu barrar o processo. Se a denúncia fosse aprovada na Câmara, o rito processual seria o mesmo que gerou impeachment, da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), no ano passado.

Conceição diz que no governo Dilma, também, foi contrária às medidas que afetavam diretamente a população.

“Fui contra a reforma trabalhista (MPs 664 e 665) do governo Dilma, que alteraram o acesso às pensões, benefícios do INSS, auxílio-desemprego. Fui contra a terceirização e fui a favor do impeachment, no ano passado. Eu avalio todas as questões com muito cuidado. Priorizo, independentemente de questões partidárias, o bem e respeito ao povo brasileiro e, por isso, prefiro seguir o meu mandato com coerência”, avaliou.

A deputada do Amazonas considerara ainda,  que Michel Temer não está acima da Lei e , como todo brasileiro, deve ser investigado quando há suspeita de ter cometido um crime.

 

 

Ver mais

Aconteceu

Ladrão invade casa, luta com moradores e vai parar no hospital

Publicado

dia

Bandido arrombou o portão da residência e tentava furtar um carro quando foi surpreendido pelos moradores

Foto: Myke Sena/Jornal de Brasília.

Um homem de 30 anos foi preso na madrugada desta terça-feira (18) depois de arrombar um portão eletrônico e invadir uma casa, em Taguatinga. O criminoso chegou ao local por volta da 1h. Depois de atacar o portão, arrombou um carro na garagem para tentar furtar.

Enquanto agia, o ladrão foi surpreendido pelos moradores e entrou em luta corporal com eles. Durante a briga, segundo a Polícia Militar, o suspeito caiu no chão e bateu a cabeça. Ele foi imobilizado com uma corda até a chegada da PM. O bandido foi encontrado machucado e precisou ser levado ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC).

Ele foi submetido a uma tomografia para avaliar a situação após a queda, conforme orientação do setor de cirurgia do hospital. Depois de medicado e liberado, o preso será levado à 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Centro) para as providências cabíveis.

Fonte: Jornal de Brasília
Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade