Nossa rede

Aconteceu

Polícia Civil do DF investiga caso de morador de rua queimado vivo

Publicado

dia

Vítima foi levada com queimaduras na perna pelo SAMU para o Hospital Regional da Asa Norte

A vítima foi levada com queimaduras na perna pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o Hospital Regional da Asa Norte (HRAN).

O hospital notificou a 5ª delegacia da Asa Norte. A delegacia ainda está em diligência, buscando dados e informações sobre o caso.

A Secretaria de Saúde do DF explicou à Agência Brasil que não pode divulgar, amparada pela lei, o estado de saúde de pacientes internados na rede hospitalar que sejam vítimas de crimes ou investigação policial.

Comentário

Aconteceu

Caseiro suspeito de assassinar professor do DF é preso em Goiás

Publicado

dia

Homem foi localizado em menos de 48 horas após o crime. Segundo a polícia, ele fugiu com o carro da vítima

O caseiro Antônio Barbosa de Alencar foi preso por agentes da Polícia Civil de Cristalina (GO), Entorno do DF, na madrugada desta quinta-feira (19/7).

Ele é suspeito de matar o advogado e professor da rede pública de ensino do Distrito Federal Rubens Guedes Memória, 55 anos. Segundo informações da PCGO, o homem estava em Jataí (GO).

O corpo do professor foi encontrado em sua fazenda, em Cristalina, por volta das 19h de segunda (16). Estava sem parte da orelha e com a perna quebrada, sinais de que pode ter sido torturado antes de ser assassinado.

A polícia goiana trabalha com a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte), já que o autor fugiu com o carro do professor. O veículo também foi localizado.

Conforme relatos de testemunhas aos investigadores, desde a morte de Rubens, o caseiro não havia sido mais visto no local. O corpo do professor foi encontrado ensanguentado à margem da BR-040. Ao lado, um machado e uma pedra. A estrada dá acesso à casa da vítima e do funcionário da fazenda.

 

Ver mais

Aconteceu

Após matar ex-mulher, foragido liga para mãe da vítima exigindo ficar com filhas

Publicado

dia

Funcionária do Ministério dos Direitos Humanos foi morta a facadas na frente das filhas. Stefanno Jesus de Amorim é procurado pela Polícia Civil.

Stefanno Jesus de Amorim, de 21 anos, matou ex-mulher a facadas em Santa Maria, no Distrito Federal (Foto: Facebook/Reprodução)

O homem que está foragido suspeito de assassinar a funcionária do Ministério dos Direitos Humanos Janaína Romão Lucio, de 30 anos, ligou para o telefone fixo da família da vítima nesta segunda-feira (16), dois dias depois de cometer o crime.

Stefanno Jesus de Amorim, de 21 anos, conversou com a irmã de Janaína. Ele disse que queria ficar com as filhas e, em seguida, desligou. O telefonema foi feito a cobrar, pouco depois das 10h. A equipe da TV Globo estava no local no momento.

Assustada, a família ligou imediatamente para a polícia. Primeiro, no número 190, foi informada que deveria procurar a delegacia. A irmã de Janaína telefonou então para a 33ª DP, que investiga o caso.

Até a última atualização desta reportagem, Stefanno não havia sido preso.

O crime

Janaína foi esfaqueada cinco vezes, no peito e nas costas, e chegou a ser transportada pelo Samu ao Hospital Regional de Santa Maria, mas não resistiu aos ferimentos. O crime ocorreu por volta das 18h deste sábado (14).

Janaína Romão Lucio, de 30 anos, foi morta a facadas pelo ex-marido em Santa Maria, no Distrito Federal (Foto: Arquivo pessoal)

A faca utilizada para matar Janaína foi deixada no local e apreendida pela equipe de perícia da Polícia Civil.

De acordo com delegado-chefe da 33ª DP, Alberto Rodrigues, há informações de que Janaína “já havia registrado duas ocorrências de violência doméstica” contra o ex-companheiro. O caso está sendo investigado como feminicídio.

O enterro de Janaína está marcado para as 15h30 desta segunda-feira, no Cemitério do Gama.

Direitos Humanos

No Ministério dos Direitos Humanos, Janaína trabalhava como terceirizada na Coordenação-geral dos Direitos da População em Situação de Rua, que monitora, coordena e avalia políticas de atenção a este segmento social.

Segundo funcionários da pasta, ela era “uma moça jovem, alegre e tranquila”.

Stefanno Jesus de Amorim, ex-marido de Janaína Romão, comenta em publicação da mulher no Facebook (Foto: Facebook/Reprodução)

A última vez em que ela foi vista pelos colegas de trabalho foi na festa junina da autarquia, nesta sexta-feira (13). Na ocasião, ele levou as duas filhas. “Todo mundo ficou chocado [com o crime]”, disse uma funcionária.

Em nota de pesar publicada no site da pasta, o ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha, afirma que “repudia com veemência a violência contra as mulheres” e que está em contato com a Secretaria de Segurança Pública do DF para “acompanhar de perto as investigações do assassinato de Janaína.”

Fonte: G1 DF.

Ver mais

Aconteceu

Idoso de 74 anos é morto a tiros em rua do Recanto das Emas, no DF

Publicado

dia

Vítima foi encontrada com duas perfurações no peito. Caso é investigado pela 27ª DP.

Local onde idoso foi vítima de latrocínio no Recanto das Emas, no DF (Foto: TV Globo/Reprodução)

Um idoso de 74 anos foi encontrado morto, por volta das 4h desta segunda-feira (16), na quadra 803 do Recanto das Emas, no Distrito Federal.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima, Francisco Rodrigues Alves, foi atingida por dois tiros no peito e não resistiu aos ferimentos. Ele tinha acabado de sair para trabalhar e vestia terno e luvas quando morreu.

Local onde crime ocorreu, no Recanto das Emas (Foto: Mara Puljiz/TV Globo)

O local ficou aos cuidados da Polícia Militar. O corpo foi retirado por volta das 7h30.

Até a última atualização desta reportagem, não havia informações sobre possíveis suspeitos nem a dinâmica do assassinato. O caso é investigado pela 27ª DP.

Local onde idoso foi vítima de latrocínio no Recanto das Emas, no DF (Foto: TV Globo/Reprodução)

Fonte: G1 DF

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade