Nossa rede

Notícias DF

“Fundão Eleitoral” manterá desequilíbrio na campanha do DF em 2018

Publicado

dia

Eleições no Distrito Federal e no resto do Brasil continuarão concentrando recursos nas mãos de partidos maiores

Foto: Daniel Ferreira/Metrópoles

Foto: Daniel Ferreira/Metrópoles

Uma das principais novidades da reforma política, o recém-criado “Fundão Eleitoral” pouco mudará as condições de disputa pelo poder na capital da República. No Distrito Federal, os partidos já se preparam para uma eleição com as mesmas características do último pleito: a concentração de dinheiro nas maiores legendas.

Como as novas regras levam em conta a composição da Câmara dos Deputados, as maiores siglas receberão fatias maiores do bolo, estimado em R$ 1,7 bilhão. No entanto, há uma peculiaridade: cada uma definirá quanto repassará às filiais nos estados. No caso do DF, são oito as que compõem a bancada: PMDB, PT, PSDB, DEM, PSD, Pros, PR e SD.

Segundo as normas aprovadas na semana passada, 48% do dinheiro do Fundão Eleitoral serão reservados aos partidos de acordo com percentual de votos na última eleição para a Câmara. Outros 35% serão distribuídos levando em conta o tamanho das bancadas na Casa. Por fim, a representação no Senado até o dia 10 de agosto vai ser critério para repartir 15% da verba — nesse caso, são apenas duas as siglas de parlamentares do DF: PPS, com Cristovam Buarque; e PMDB, com Hélio José, uma vez que Reguffe está sem agremiação.

Metade do fundo deverá ser encaminhada para as campanhas a presidente, senador e governador. Os aspirantes a deputado federal terão acesso a 30% dos recursos. Receberão 20% aqueles que tentarem cadeiras de deputado estadual e distrital. Não há previsão de distribuição por estado e essa questão deverá ser decidida de acordo com os estatutos de partidos — ou seja, a bel-prazer dos dirigentes.

Os recursos do Fundão Eleitoral virão dos cofres públicos. A manobra foi a solução encontrada pelos políticos para contornar a proibição de financiamento empresarial, vetado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Enquanto o contribuinte paga a conta, os partidos no DF estão com a calculadora na mão. Especialmente os nanicos, que anteveem uma nova disputa desigual: 2% do fundo serão divididos igualmente entre as 35 agremiações com estatutos registrados até agora.

A opinião dos políticos
Presidente do PT-DF, a deputada federal Erika Kokay considera justos os valores e a distribuição de recursos. A parlamentar culpa as doações de campanha feitas por empresas como responsáveis por boa parte dos escândalos de corrupção envolvendo partidos políticos.

“Quando se tem financiamento ligado a quem tem poder econômico, cria-se um parlamento vinculado a esses interesses. Essa realidade dificulta a participação de entes que deveriam ter mais representação, como mulheres, negros, indígenas e outros que não estão ligados a grupos econômicos. Com financiamento público, você tem maior transparência”, acredita.

Para o presidente regional do PPS, Francisco Andrade, a reforma favoreceu as grandes legendas, e a sigla dele terá que “manter os pés no chão”. “Vamos nos preparar para uma campanha com poucos recursos, como já ocorria em anos eleitorais anteriores. Ainda assim, acho que o diferencial nesta eleição será a rejeição da população aos partidos que estão envolvidos em escândalos”, opina.

Já o deputado distrital Robério Negreiros (PSDB) acredita que as novas regras vão afetar tanto as grandes quanto as pequenas legendas. “Os recursos estão mais escassos para todos. Os nanicos, contudo, serão mais prejudicados. Aqueles que recebem mais dinheiro vão ter chances melhores”, avalia.

Entre os partidos de menor expressão, o PSOL é um dos que serão afetados. A sigla, que sempre se manifestou favorável ao financiamento público de campanha, acredita que a reforma eleitoral apenas preservou a realidade atual.

“Tudo foi aprovado para manter grandes partidos e aqueles que estão no poder por mais alguns anos. As mudanças não trazem nada de bom para agremiações ideológicas, como nós, o PCB, o PSTU e a Rede, por exemplo. Por outro lado, o dinheiro de campanhas vindo do Estado evita a prostituição generalizada causada pelas doações de empresas. O que nós estamos estupefatos é o valor aprovado. É muito dinheiro”, critica Toninho do PSOL, presidente da sigla no DF.

“Corrupção não acaba”
Mesmo com as mudanças nas leis, o advogado eleitoral Bruno Martins acredita que ainda haverá formas de burlar o pleito. Para o especialista, velhos esquemas poderão se repetir. “Não acredito em uma coibição da prática de corrupção. Sempre defendi que fossem permitidas doações de pessoas jurídicas, mas seria necessário criar requisitos para que isso ocorresse”, argumenta.

O advogado também questiona a falta de critérios na divisão dos recursos dentro dos partidos. “Será que haverá distribuição de forma igualitária aos candidatos? Uma das principais reclamações das regras anteriores era a falta de transparência. Infelizmente, as mudanças não alteraram essa realidade.”

 Fonte: Metrópoles
Comentário

Brasília

Torcedores celebram vitória do Brasil e estendem comemoração nos bares

Publicado

dia

Brasilienses que chegaram aos bares e restaurantes antes das 9h pretendem continuar com as celebrações até o fim do dia

José Osmar, Sandro Braga e Arthur Weiber no bar: movimento superou expectativas(foto: Isabela Nóbrega/Esp. CB/D.A Press)

Com uma vitória apertada, garantida somente nos acréscimos, a Seleção Brasileira fez com que os torcedores deixassem de lado o arrependimento por terem acordado cedo nesta sexta-feira (22/6). O jogo contra a Costa Rica começou às 9h, mas, às 7h, os espectadores já se reuniam em bares e restaurantes do Distrito Federal para acompanhar a partida. Os dois gols marcados após os 45 minutos do segundo tempo animaram os brasilienses e garantiram a continuidade das comemorações no início do fim de semana.

A servidora pública Ângela Paiva, 34 anos, e a psicóloga Natália Jansen, 32, ficaram animadas com o resultado do jogo. “Na primeira partida do Brasil, chegamos aqui no final. Nesta, viemos cedo para acompanhar. Agora, estamos esperando alguns amigos, que moram no Rio de Janeiro e também vão curtir a tarde musical daqui”, conta Ângela. Natália acrescentou que a comida, a música, o atendimento e o público estavam excelentes durante todo o dia. “Gostei daqui porque os frequentadores são bonitos. Achei uma ótima opção para quem está solteiro”, recomendou a psicóloga.

O analista de sistemas Sandro Braga, 46, é cliente antigo do estabelecimento: “Gosto de assistir aqui porque é animado, tem vários telões e o local é arejado. Cheguei em cima da hora e, ainda assim, consegui um bom lugar. Só queria ver o jogo das 15h, mas preciso trabalhar. Apesar disso, no fim do expediente, eu voltarei”, acrescentou.
Para Arthur Weiber, proprietário do bar, o jogo superou as expectativas. “Por ser às 9h, eu não esperava que o movimento fosse tão bom. Para o próximo, já temos cerca de 100 ingressos vendidos. A expectativa é de que as comemorações sejam melhores que as de hoje, que foram bem animadas”, afirma.

Hora-extra durante a semana

O servidor público Regis Folia, 43, conta que, para garantir a folga de hoje, teve de fazer hora-extra durante a semana. Ele assistiu ao jogo em um bar no Setor de Indústrias Gráficas (SIG) e considerou o café da manhã no estabelecimento um diferencial. “O pessoal aqui estava bastante animado, torci muito com meus amigos e pretendo acompanhar todos os jogos seguintes.”
Chef de cozinha do bar, Jorge Siqueira lembrou que, há uma semana, a equipe estava nos preparativos para fazer um café da manhã, algo incomum na casa, que abre às 11h. “Fizemos um coffee-break com bolo, salgados, cachorro-quente. Depois, servimos o almoço”, detalhou.
Ver mais

Brasília

Metrô-DF é condenado a indenizar em R$ 10 mil passageira que caiu em estação

Publicado

dia

Justiça entendeu que companhia deve zelar por segurança de passageiros; cabe recurso.

O Metrô do Distrito Federal foi condenado a indenizar uma passageira que caiu na escada de uma estação por causa da falta de manutenção dos equipamentos. A Justiça determinou que ela receba R$ 575,15 por dano material – valor referente aos gatos com despesas médicas – e R$ 10 mil por danos morais. Cabe recurso.

Ao G1, o Metrô-DF informou que, até a publicação desta reportagem, ainda não havia sido notificado.

O caso ocorreu em fevereiro. À Justiça, a autora da ação contou que, após passar pelas catracas da estação de Águas Claras, escorregou – ao descer os degraus da escada – em uma poça de água causada por uma goteira no teto. Ela afirmou ainda que torceu o tornozelo e sofreu luxações e escoriações.

Viagem adiada

A mulher disse que, diante do ocorrido, precisou ir ao hospital e adiar uma viagem em que organizaria o casamento da filha. Ela também afirmou que os degraus estavam quebrados e não tinha qualquer sinalização no momento do acidente.

Já o Metrô informou que a lavagem do piso é uma prática corriqueira e que, no período da queda, não houve registro de aberturas de serviços para goteiras. A existência das placas de aviso de piso molhado foi objeto de divergência entre a autora da ação e a empresa.

A juíza responsável pela decisão, Ana Maria Ferreira da Silva, entendeu que, nesse caso, o Estado não cumpriu com a responsabilidade civil:

“É dever do prestador de serviço público garantir e velar pela segurança dos usuários. Com maior razão em local onde há escadas e se tem a prática corriqueira de passagem corrida pela população para alcançar os vagões nos horários”.

Ver mais

Brasília

Veja o que abre e o que fecha nesta sexta-feira, dia de jogo do Brasil

Publicado

dia

A Seleção Brasileia enfrenta a Costa Rica, às 9h, pela Copa do Mundo da Rússia. Torcedores se encontram em bares e restaurantes para acompanhar a partida

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

Nesta manhã de sexta-feira (22/6), todos os brasileiros estão com os olhos voltados para o jogo do Brasil contra a Costa Rica, em São Petersburgo, na Copa do Mundo da Rússia. Para acompanhar a torcida verde-amarelo, bares, restaurantes e cafés estarão abertos por toda a cidade durante o dia. A maioria deles, inclusive, anteciparam o horário de funcionamento para às 8h, antes da partida.

Veja abaixo a lista com alguns estabelecimentos que oferecem serviços especiais para os torcedores canarinhos. Confira:

SIG

Primeiro (Quadra 8)
Abre a partir das 8h, com café da manhã para quem chegar entre 8h até 9h. No cardápio, há previsão de pães, pão de queijo, leite, café, chás e sucos. O valor é R$ 30 por pessoa.

Piratas (Quadra 6)
Abre às 8h. Haverá feijoada no almoço, logo após a partida, e apresentação de bandas no intervalo e depois do jogo, assim como DJs. Ingresso: R$ 40, com direito a feijoada e cover da banda.

Stadt Bar & Music (Quadra 6)
Abre às 8h, com café da manhã alemão. No cardápio, haverá salsichão, ovos mexidos com queijo e mini-pães. Ainda não há especificação de valores. Logo após a partida, o almoço será antecipado.

SUDOESTE

Pães e Vinhos (Quadra 103)
Buffet de café da manhã com ovos mexidos, sanduíches, croissant, salada de frutas, quiches e salgados. Valor: R$ 46,90 por pessoa.

Serpentina Bar e Restaurante (Quadra 301)
Abre às 8h30 e vai adiantar o almoço para começar a ser servido a partir das 10h. O valor do buffet completo com churrasco é R$ 22,90, à vontade.

Espaço Sudoeste (Quadra 101 — Sudoeste)
Abre às 7h e vai oferecer café da manhã colonial, por R$ 29,90.

GUARÁ 1

Ceará Carne de Sol (QE 4)
Abre às 8h30 para transmitir o jogo. O cardápio será servido e antecipado, conforme pedido dos clientes.

ASA SUL

Libanus (206 Sul)
O bar abre mais cedo, a partir das 8h, para transmitir o jogo. As comidas do cardápio serão servidas conforme os pedidos dos clientes.

Versão Brasileira (204 Sul)
Abre às 8h, com o serviço do cardápio de drinks e petiscos. A partir das 11h, começam a ser servidos pratos de almoço à lá carte. Será servido ainda café Belini, das 8h às 9h, para os torcedores que chegarem entre esse horário.

Miau que mia (304 Sul)
O bar abre às 8h45 para transmitir o jogo. O cardápio começa a ser servido pela manhã, conforme pedido dos clientes.

ASA NORTE

Beirute (107 Norte)
Abre às 8h para transmissão do jogo. O cardápio e as opções de petiscos começarão a ser servidos pela manhã, conforme pedido dos clientes.

Delta Bar (706/707 Norte)
Abre às 8h para transmissão do jogo. Haverá um cardápio de almoço com quatro pratos executivos. O valor varia de R$ 18 a R$ 23.

TAGUATINGA

Spetaria Bar e Restaurante (QNB 17, Lote 1, Loja 4, Taguatinga)
O jogo de sexta-feira será transmitido pelo Restaurante Spetaria. A casa cobra R$ 10 pela entrada.

SETOR BANCÁRIO SUL

Outro Calaf (Quadra 5/6)
A casa vai abrir a partir das 9h para transmissão do jogo e servirá feijoada a partir das 11h, por R$ 59,90 o quilo.

ÁGUAS CLARAS

Five Sport Bar (Rua Copaíba, DF Plaza)
A casa vai abrir a partir das 8h para transmitir o jogo. A opção pelas comidas será à lá carte.

LAGO SUL

BierFass Choperia e Restaurante (Pontão)
Café da manhã a partir das 8h30. No menu constam pães, queijos, embutidos frutas, sucos, bolos, quitutes juninos, ovos, leite, café, chá, iogurte e granola, tapioca e omelete. Valor: R$ 28 por pessoa.

Fausto & Manoel e Manzuá (Pontão)
Abre mais cedo para a transmissão da partida. Nos menus, chope, drinques e petiscos brasileiros.

SETOR DE CLUBES SUL

Oliver (Trecho Clube de Golfe de Brasília)
Café da manhã a partir das 8h. Serão dois espaços. O primeiro, que dá direito ao acesso da área temática com shows durante o intervalo, custa R$ 60. A outra área é de open food. Nesse espaço será oferecido um brunch com bolos e doces, além de pães de baixa fermentação, tapiocas fritas na hora, ceviche, saladas e frutas. O custo é de R$ 120 por pessoa, mais 10%.

PLANALTINA

Sun Beer Sports Bar
Abrirá mais cedo, às 9h, e transmitirá o jogo em telões.

O que abre e o que fecha

SERVIÇOS

Caesb
O expediente vai das 14h às 18h. A Central 115 funcionará normalmente e as equipes de manutenção trabalharão com escalas de plantão.

CEB
Os serviços de emergência funcionam normalmente, 24 horas, pelo telefone 116. As agências de atendimento da CEB funcionam das 14h às 18h, bem como os serviços administrativos da empresa.

Detran
Postos de atendimento funcionam das 14h às 18h.

DFTrans
Os ônibus seguirão a tabela normal, inclusive com os usuais reforços em horários de pico. Além disso, das 12h às 14h, os coletivos vão circular com o mesmo reforço de frota usado durante o período mais movimentado da manhã.

Hemocentro
O atendimento será das 14h às 18h.

Metrô
Vai operar com 15 trens e três reservas nos terminais pela manhã. A partir das 12h até as 14h, aumentará para 20 o número de trens em circulação. No início da tarde, das 14h às 16h45, funcionará com 15 trens. Não haverá alteração no horário de pico, das 16h45 às 19h45 — o serviço contará com 24 trens.

Polícia Civil
O expediente administrativo ocorrerá a partir das 14h. No entanto, continuarão em funcionamento 24 horas as delegacias que funcionam como Centrais de Flagrante, além das Delegacias da Criança e do Adolescente e Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam).

Procon
Abre para atendimento do público a partir das 14h.

Secretaria de Saúde
Os serviços contínuos e ininterruptos vão manter funcionamento integral, como emergências hospitalares, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Centros de Atenção Psicossocial III (CAPS III) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Já as Unidades Básicas de Saúde e os ambulatórios não abrirão no turno em que ocorrer o jogo. No outro turno, funcionam normalmente. Farmácias Alto Custo também param no turno do jogo e abrem depois.

Corpo de Bombeiros
Atendimento administrativo vai funcionar a partir das 14h. Contudo, o socorro se mantém sem alterações, 24 horas por dia, acionado por meio do número 193.

Comércio
Lojas de shoppings e de rua vão abrir as portas a partir das 12h.

LAZER

Casa do Cantador
Estará fechada pela manhã. O local reabre às 14h.

Cine Brasília
Não haverá exibição de filme pela manhã, como já ocorre todas as semanas. A exibição de filmes ocorre às 14h30.

Jardim Zoológico
Funciona normalmente e fará a transmissão. Das 8h30 às 17h. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada). Entrada gratuita para menores de 5 anos e pessoas com deficiência.

Jardim Botânico
Abre das 14h às 17h. O local não abre pela manhã. Ingressos: R$ 5. Crianças até 12 anos, idosos a partir de 60 anos e pessoas com deficiência não pagam.

Museu Nacional
Fechado pela manhã. Reabre a partir das 14h.

Parque Nacional de Brasília (Água Mineral)
Funcionamento normal, das 8h às 16h. Ingressos: R$ 13.

SHOPPINGS

Taguatinga Shopping
Lojas abertas das 12h às 22h, e a praça de alimentação, das 10h às 22h.

Brasília Shopping
Lojas abertas das 12h às 22h, assim como lazer e praça de alimentação.

Conjunto Nacional
Lojas e praça de alimentação abrem a partir das 12h.

Iguatemi
Lojas abertas das 12h às 22h, assim como lazer e praça de alimentação, que podem ou não abrir antes.

ParkShopping
Lojas abertas das 12h às 22h, assim como lazer e praça de alimentação.

BANCOS

Haverá horário diferenciado para o atendimento ao público nas agências bancárias nos dias de jogos da Seleção. Amanhã, o atendimento será das 8h30 às 10h30 e das 14h às 16h.

SERVIÇO PÚBLICO

GDF e Executivo federal
Os servidores do governo local e federal vão trabalhar a partir das 14h. As horas não trabalhadas deverão ser compensada até o fim de outubro.

Câmara Legislativa
O expediente será das 13h às 19h.

Legislativo Federal
O expediente começará as 14h. Caberá aos titulares assegurar os serviços essenciais.

Judiciário
Os servidores do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF) trabalham das 13h30 às 19h.

    Ver mais
    Publicidade

    Escolha o assunto

    Publicidade