Nossa rede

Tecnologia

Estudo conclui que atualizar o iOS não causa lentidão em iPhones

Publicado

dia

É um fato que a Apple faz um trabalho exemplar de atualizar seus celulares, mantendo-os com a versão mais recente do iOS por pelo menos quatro anos, enquanto aparelhos Android têm sorte se receberem suporte por dois anos. No entanto, a prática gera algumas questões: será que a atualização do iOS causa lentidão proposital no celular antigo para incentivar a compra de novos aparelhos?

De acordo com a Futuremark, que desenvolve ferramentas de benchmark para análise de desempenho, essa crença não tem fundamentos técnicos. A afirmação se baseia em uma amostragem de 100 mil testes em sua plataforma executados entre abril de 2016 e setembro de 2017, com iPhones variando entre os modelos 5s e o iPhone 7, rodando versões do iOS 9, 10 e 11.

De acordo com a empresa, a análise de desempenho dos celulares mostra que não houve variação em relação a performance tanto em termos de GPU quanto de processador.

Reprodução

“O desempenho da GPU do iPhone 5s se manteve consistente do iOS 9 para o iOS 11, com pequenas variações que se encontram nos níveis normais. Claramente as atualizações do iOS não causaram um efeito significativo no desempenho”, conclui a Futuremark.

Já nos iPhones posteriores (6, 6s e 7) o poder da GPU também se manteve estável, mas a capacidade do processador viu uma ligeira queda. “Um usuário dificilmente perceberia essa pequena diferença no uso cotidiano”, aponta o estudo.

Reprodução

Isso, no entanto, não significa que você não pode sentir o celular mais lento com o tempo; o estudo só mostra que os componentes não são “sufocados” para que o usuário compre um smartphone novo. A tendência é que os aparelhos antigos apresentem, sim, lentidão, mas por outros motivos.

Quando um novo celular top de linha como o iPhone é lançado, aplicativos são atualizados. Eles tendem a ficar mais pesados para acompanhar a evolução das capacidades técnicas do que há de melhor naquele momento. No entanto, quem tem um iPhone antigo acaba recebendo a mesma atualização, mas sem o mesmo poder para acompanhar as necessidades do app. O resultado é lentidão.

Há ainda o componente psicológico. O lançamento de um novo iOS também vem acompanhado do lançamento de um novo iPhone, mais rápido, mais potente, com câmera superior e uma série de novidades que fazem o celular antigo parecer ultrapassado. Isso pode afetar a percepção do usuário sobre o produto que ele tem em mãos.

Comentário

Tecnologia

Samsung perde espaço em um dos mercados mais disputados do mundo

Publicado

dia

Reprodução

A Samsung é uma das maiores fabricantes de smartphones do mundo, porém, a empresa perdeu espaço em um dos mercados mais disputados: a China. O país é o mercado de telefones inteligentes mais exclusivo do mundo, pois com mais de 1 bilhão de possíveis consumidores, uma companhia pode ser líder de vendas globais sem nem precisar ir além das fronteiras chinesas.

Segundo os últimos dados divulgados pela Kantar Worldpanel, os cinco principais fornecedores de smartphone do país são Huawei, Xiaomi, Apple, Vivo e Oppo – juntas elas comandam 91% do mercado. Até pouco tempo atrás, a Samsung fazia parte desse seleto grupo, mas agora, a companhia conta com uma participação de 2,2% do marketshare.

Além disso, os dados mostram que as empresas usam uma estratégia de expansão diferente do normal, que seria priorizar as grandes cidades. O Oppo e a Vivo, por exemplo, investiram nas áreas rurais do país, onde o consumidor ainda não tem acesso à internet. Já a Xiaomi domina o mercado de compra online, enquanto a Huawei se concentra nas áreas urbanas. Já a Apple se consolidou como uma marca de luxo.

Continue Vendo

Tecnologia

Bitcoin bate novo recorde e passa a valer mais de R$ 46 mil

Publicado

dia

(Foto: Pexels)

Apenas uma semana após bater sua marca histórica de US$ 10 mil, e perder US$ 2.000 em questão de horas, o valor da bitcoin voltou a bater recordes nesta quarta-feira, 6. A criptomoeda começou o dia valendo mais de US$ 12 mil, ou R$ 46 mil na cotação de alguns mercados brasileiros.

O cálculo foi feito pelo CoinDesk, site que acompanha a variação de preço da moeda em tempo real. A valorização também fez com que toda a bitcoin do mundo passasse a valer mais de US$ 200 bilhões pela primeira vez. Em uma semana, o crescimento foi de quase 9%.

Ao todo, o valor da bitcoin cresceu mais de 900% somente em 2017. O crescimento é tanto que os gêmeos Winklevoss, que ficaram famosos por terem tido a ideia original do Facebook “roubada” por Mark Zuckerberg, entraram nesta semana para o seleto grupo de pessoas que se tornaram bilionárias graças ao investimento em bitcoin.

Vale lembrar, porém, o risco de bolha em torno do mercado da criptomoeda, alertado por diversos analistas e especialistas em finanças. Na semana passada, horas após bater seu último recorde, o preço da bitcoin despenceu 20% repentinamente.

O fato serviu como um lembrete que já é bem conhecido por quem lida com ações: nada sobe para sempre. Mesmo ativos em clara tendência de alta veem movimentos de correção; quando há uma alta explosiva como as que a bitcoin tem visto recentemente, a tendência é que a correção também seja bruta. Quanto tempo falta até que a bolha da bitcoin estoure para valer, porém, ninguém sabe.

Continue Vendo

Tecnologia

Novos carros da GM ganharão loja virtual integrada ao painel

Publicado

dia

(Foto: Divulgação / GM)

A famosa montadora norte-americana General Motors anunciou nesta semana seus planos de competir pela atenção do motorista contra os smartphones. A empresa pretende colocar um shopping virtual diretamente no painel de seus novos carros.

Chamado de Marketplace, esse sistema de lojas virtuais está sendo desenvolvido pela GM junto com a IBM. O sistema será incluído por meio de uma atualização OTA em 1,9 milhão de carros ano 2017 e veículos mais novos também.

Segundo a GM, mais de 4 milhões de carros das marcas Chevrolet, Buick, GMC e Cadillac receberão a novidade até o fim de 2018. Por enquanto, porém, a ideia se restringe ao mercado norte-americano. A montadora também vai receber uma parte do dinheiro gasto em compras pelo painel.

Um porta-voz da GM disse à agência Reuters que o plano é permitir que os motoristas comprem comida, combustível e aluguem quartos de hotel sem precisar usar o smartphone enquanto estão ao volante. Shell, Exxon Mobil, TGI Fridays, Starbucks, Dunkin’ Donuts e Applebee‘s são alguns dos comércios que farão parte do Marketplace da GM na estreia.

Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Continue Vendo

Tecnologia

iOS 11 já chegou a 59% dos dispositivos da Apple

Publicado

dia

(Foto: Reprodução)

A Apple divulgou nesta semana os números atualizados de adoção da versão mais recente do seu sistema operacional móvel, o iOS 11. O software já está em 59% dos iPhones e iPads do mundo.

A última medição foi divulgada há um mês, quando a adoção estava em 52%. O levantamento também mostra que 33% dos dispositivos ainda estão rodando iOS 10, enquanto 8% estão em versões mais antigas do sistema.

O iOS 11 começou a ser liberado em 18 de setembro e viu alguns problemas no meio do caminho. Desde o lançamento da primeira versão, a Apple já lançou duas novas iterações, o iOS 11.1 e, mais, recentemente, o iOS 11.2.

O iOS 11.1, além de trazer novos emojis e correções de bugs, também consertou o gerenciamento de bateria da primeira versão, que estava esgotando iPhones em tempo recorde. Já o iOS 11.2 teve seu lançamento adiantado para corrigir falhas graves, mas também trouxe mais bugs ao sistema.

De qualquer maneira, o ritmo de adoção do iOS 11 é muito mais veloz que o do principal rival, o Android. Como comparação, a versão 8.0 Oreo do sistema operacional do Google ainda nem chegou a 1% de adoção, mas nesta semana já recebeu um update, o Android 8.1 Oreo.

Continue Vendo

Tecnologia

Google lança a versão 8.1 do Android; conheça as novidades

Publicado

dia

(Foto: Divulgação/Google)

O Android Oreo recebeu sua primeira atualização nesta terça-feira, 5, com o lançamento da versão 8.1 do sistema. A nova versão começou a ser distribuída para celulares Pixel 2, Pixel 2 XL, Pixel, Pixel XL, Nexus 5x e Nexus 6p, além do tablet Pixel C. Outras fabricantes também receberam o código-fonte da nova versão para poderem preparar seus próprios modelos para o sistema.

O novo sistema traz uma série de pequenas mudanças que estéticas, com as novidades de interface introduzidas no Pixel 2 chegando aos modelos de 2016, como a barra de buscas do Google migrando para baixo, próximo aos botões de navegação do sistema, e um novo widget no topo substituindo a pílula do Google.

Nos bastidores, uma das mudanças importantes foi a introdução de uma nova API para execução de tecnologia de aprendizado de máquina dentro do celular, utilizando hardware dedicado para isso ou descarregando a função no processador do aparelho. O Pixel 2, por enquanto, é o único aparelho a sair de fábrica com hardware dedicado para a função, o Pixel Visual Core, mas é possível que outros modelos adotem medidas similar a partir do ano que vem.

Outras melhorias pequenas também chegam, como um indicador ao lado do ícone de Bluetooth que mostra o nível de bateria do dispositivo conectado ao celular. Ao pressionar o botão de desligar, o usuário verá um novo tipo de alerta lateral, logo ao lado do botão, perguntando se ele prefere desligar o celular ou reiniciá-lo.

Uma outra mudança está em dois emojis que viralizaram recentemente. O emoji do cheeseburger com o queijo sob a carne e a caneca de cerveja preenchida pela metade mas com o colarinho flutuando magicamente no topo do copo deixaram usuários confusos, e o Google tratou de resolver isso nesta nova versão.

Continue Vendo

Tecnologia

Google lança app que ajuda a liberar espaço no celular

Publicado

dia

O Files Go também auxilia o usuário a localizar rapidamente arquivos no smartphone

O Google lançou nesta terça-feira o Files Go, aplicativo que ajuda os usuários a gerenciar arquivos do smartphone. Segundo a empresa, é possível economizar até 1 GB de espaço de armazenamento no primeiro mês com o uso da ferramenta.

O Files Go sugere ao usuário o que excluir, desde aplicativos não usados, arquivos grandes ou duplicados até memes e vídeos em baixa resolução.

Além disso, a ferramenta também auxilia o usuário a localizar rapidamente arquivos no smartphone. O Files Go usa filtros inteligentes para organizar automaticamente imagens, vídeos, aplicativos e documentos.

O aplicativo também permite a transferência de arquivos entre smartphones mesmo sem acesso à internet. Há também a possibilidade de usar o Files Go para fazer backup dos arquivos em armazenamentos de nuvem.

O Files Go funciona em todos os smartphones que executam o Android 5.0 (Lollipop) ou superior – o aplicativo ocupa cerca de 6 MB de espaço.

Continue Vendo
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade