Salvo em

Doria inaugura espaço provisório para comerciantes do Mercado de Santo Amaro

Prefeitura de SP criou galpão para que permissionários que perderam boxes em incêndio do mês passado voltem a trabalhar. Prédio original ainda não tem prazo para ser reconstruído.

A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta terça-feira (10) um galpão provisório para que permissionários do Mercado Municipal de Santo Amaro, que pegou fogo no último dia 25 de setembro, voltem a trabalhar enquanto o prédio original, na Zona Sul da cidade, é reconstruído.

A gestão Doria interditou o centro comercial depois que o incêndio destruiu metade dele. A reconstrução do espaço, porém, sequer começou a ser estudada. A Prefeitura diz que ainda espera um laudo do Corpo de Bombeiros para saber se é possível aproveitar o que restou da estrutura de 6,5 mil m².

Ao todo, 24 comerciantes perderam seus boxes com as chamas. O acidente levou alguns deles às lágrimas. Vinte destes permissionários já foram realocados no novo local – um galpão montado no estacionamento do próprio mercado. Os outros quatro são donos de restaurantes e serão instalados posteriormente.

A construção do mercado provisório começou dois dias após o incêndio. De acordo com a Prefeitura, mais uma vez nenhum centavo saiu dos cofres públicos para tanto. Tudo foi doado e montado pela iniciativa privada.

O galpão, de 900 m² e avaliado em aproximadamente R$ 145 mil, foi emprestado por três meses (prorrogáveis por mais outros três) por uma empresa do ramo. Os boxes dos comerciantes e os sanitários, por sua vez, ficaram a cargo de uma companhia especializada em contêineres. No fim das contas, a Prefeitura estima ter economizado cerca de R$ 345 mil com as doações.

Incêndio atingiu Mercado de Santo Amaro em setembro (Foto: TV Globo/Reprodução)

Incêndio atingiu Mercado de Santo Amaro em setembro (Foto: TV Globo/Reprodução)

Deixe seu comentário

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*