Salvo em

Trio faz seguranças de clube no DF reféns e explode caixas eletrônicos

Assaltantes renderem quatro vigilantes, sendo que um foi amarrado. Homens estavam armados e explodiram dois caixas eletrônicos, segundo Polícia Militar.

Local onde caixas eletrônicos foram explodidos dentro de clube na Asa Sul, em Brasília (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Local onde caixas eletrônicos foram explodidos dentro de clube na Asa Sul, em Brasília (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Três homens fizeram os seguranças de um clube na Asa Sul, em Brasília, reféns na madrugada desta quinta-feira (5) para saquear caixas eletrônicos. Segundo a Polícia Militar, os suspeitos estavam armados e usaram explosivos para tentar abrir os compartimentos de dinheiro. A quantia levada não havia sido calculada até a publicação desta reportagem.

O roubo aconteceu por volta de 3h15 dentro do Clube Naval, no Setor de Clubes Sul, quando os vigilantes foram rendidos pelo trio. Uma das vítimas chegou a ser amarrada, segundo a PM. Além do dinheiro retirado dos caixas, os assaltantes também levaram objetos de valor dos seguranças, como as carteiras.

Homem do Bope, da Polícia Militar, faz varredura em área onde caixas eletrônicos foram explididos no DF (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Homem do Bope, da Polícia Militar, faz varredura em área onde caixas eletrônicos foram explididos no DF (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Ainda de acordo com a polícia, o crime durou cerca de 40 minutos e, próximo ao local, uma equipe que fazia patrulhamento de rotina não percebeu a ação. Os vigilantes também não conseguiram identificar a placa do carro estacionado do lado de fora do clube que deu cobertura aos criminosos.

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi deslocado para o clube por volta das 6h para fazer uma varredura e avaliar o quanto foi levado dos caixas eletrônicos. O Bope também usou o robô anti-bombas para indetificar a presença de algum material explosivo.

A investigação dos suspeitos é responsabilidade da Polícia Civil, que deve fazer a perícia no local em busca de provas e pode solicitar imagens das câmeras de segurança – se houver.

Robô anti-bombas da Polícia Militar faz varredura em clube onde caixas eletrônicos foram explodidos no DF (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Robô anti-bombas da Polícia Militar faz varredura em clube onde caixas eletrônicos foram explodidos no DF (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Deixe seu comentário

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*