Nossa rede

Espaço Mulher

3 passos certeiros para cuidar da pele e do cabelo no inverno

Publicado

dia

Na temporada fria, não tem escapatória! É preciso aumentar a dose de hidratantes no corpo e reforçar a proteção dos fios

A combinação de temperaturas mais baixas, umidade do ar reduzida e vento frio transforma o inverno numa verdadeira armadilha para a beleza e a pele é o órgão que mais sente as mudanças climáticas. O cabelo, por sua vez, acaba ressecando pelo excesso do uso de secador e pela ação da água mais quente no banho.

A combinação de temperaturas mais baixas, umidade do ar reduzida e vento frio transforma o inverno numa verdadeira armadilha para a beleza e a pele é o órgão que mais sente as mudanças climáticas. O cabelo, por sua vez, acaba ressecando pelo excesso do uso de secador e pela ação da água mais quente no banho.

Mas não precisa se desesperar. Com 4 passos simples – e os produtos certos – você vai desfilar ainda mais linda no inverno!

Passo 1 – Hidrate, hidrate, hidrate!

O corpo precisa ser hidratado, pelo menos, uma vez ao dia – melhor ainda se for logo após uma ducha. Mas lembre-se: banho muito quente é inimigo da hidratação porque retira a camada manto-lipídica do corpo, ou seja, a barreira hidratante composta de lipídios e água, que recobre toda a derme e a protege dos danos externos, deixando-a ainda mais vulnerável aos efeitos do inverno.

Então, durante uma ducha rápida e morna, escolha um sabonete líquido com ingredientes hidratantes. Uma alternativa bem interessante é a linha Nutrição Protetora da JOHNSON’S®, que contempla o sabonete líquido e o hidratante para o corpo.

O uso associado do sabonete líquido e do hidratante, que são à base de mel e extrato de linhaça, proporciona a nutrição perfeita para uma pele bonita e vibrante, combatendo o ressecamento e a opacidade. A fórmula contém ainda glicerina vegetal hidratante e vitaminas antioxidantes (E e Pro-Vitamin B-5).

Já para quem sofre muito com o ressecamento, outra opção bastante eficiente é o duo sabonete líquido e hidratante AVEENO® Skin Relief, indicado para pele extra-seca e delicada, pois alivia e hidrata a cútis. Além disso, garante uma perfumação incrível, graças a combinação de ingredientes, disponível nas versões camomila e coco nutritivo.

(Aveeno/Divulgação)

Os produtos ainda apresentam uma linha de cuidados corporais com a exclusiva tecnologia ACTIVE NATURALS®, com ingredientes extraídos da natureza que ajudam a preservar os cinco elementos vitais encontrados em uma pele saudável – proteínas, antioxidantes, vitaminas, enzimas e lipídios.

Passo 2: Dê uma atenção especial para suas mãos e pés

Outro erro recorrente no inverno é não reforçar a hidratação nas partes mais delicadas do corpo, sobretudo mãos e pés – além de joelhos e cotovelos. As extremidades do nosso corpo estão mais expostas e requerem um cuidado especial. Além disso, as glândulas sebáceas – estruturas responsáveis por produzir sebo, conteúdo de origem lipídica que evita a perda excessiva de água e o ressecamento da pele – estão ausentes na palma das mãos e na planta dos pés. No inverno, os joelhos e os cotovelos tendem a desidratar, a espessar e a rachar com mais facilidade. Isso pode ocorrer pois estas áreas estão em constante movimento e precisam de maior elasticidade, enquanto, por outro lado, apresentam um menor número de glândulas sebáceas em relação ao rosto e ao couro cabeludo, as quais podem não ser suficientes na manutenção da hidratação natural da pele.

Para esse momento, NEUTROGENA® tem a linha Norwegian, fórmula norueguesa que promove hidratação profunda para pés e mãos – há, também opção para o corpo. O segredo está no alto poder hidratante e emoliente dos ativos presentes. O Norwegian Formula – Hidratante para Pés Ressecados e Pés Secos, por exemplo, tem como principais ativos a glicerina (retém água quando aplicada na pele, hidratando-a), o D-Pantenol ou pró-vitamina B5 (tem efeito protetor contra a irritação da pele e auxilia na manutenção da barreira cutânea) e a alantoína (atua na regeneração dos tecidos e é hidratante), entre outros.

(Neutrogena/Divulgação)

Enquanto isso, o hidratante Norwegian Formula para as Mãos possui alta concentração de glicerina — uma pequena quantidade deixa as mãos mais macias e suaves logo após a primeira aplicação.

Completando a linha, o Norwegian Formula – Hidratante para o Corpo tem base catiônica, ou seja, emulsionantes com cargas elétricas positivas, e é feito à base de glicerina, que aparece combinada a emolientes e dimeticone, fazendo dele um superindicado para peles seca e extra-seca.

Passo 3: É hora de cuidar dos fios!

(Getty Images/Getty Images)

A regra do banho rápido e com temperatura moderada é tão ou até mais importante para os fios. É que a água quente, somada ao uso mais frequente de secador, deixa o cabelo mais frágil, favorecendo o surgimento de frizz. A situação piora se houver química. Sem contar que o inverno também aumenta a produção de caspa.

Para resolver tais problemas, vale optar por shampoos e condicionadores com poder hidratante. Na hora do enxágue, preste atenção para não deixar nenhum resíduo de produtos no cabelo, sobretudo na raiz. Outra dica de ouro é tentar deixar os fios secarem ao natural, sem recorrer ao secador.

Escolher os produtos adequados faz toda a diferença na saúde dos fios. A OGX®, marca de hair care da Johnson & Johnson, disponibiliza cinco linhas de shampoos e condicionadores com fórmulas que trazem ativos naturais e exóticos.

Argan Oil of Morroco, indicada para fios danificados, restaura e hidrata, graças à fórmula exótica com óleo de argan diretamente do Oriente Médio. A Brazilian Keratin Smooth, perfeita para cabelo com frizz e poroso, é enriquecida com óleo de coco, queratina, avocado e manteiga de cacau, que ajudam a amaciar e fortalecer fios cacheados ou ondulados. A Coconut Milk nutre e hidrata, graças à fórmula com nutrientes do coco e clara de ovos, que ajudam a deixar fios (secos e sem brilho) bastante hidratados, brilhantes e macios.

A linha Biotin & Collagen engrossa e dá volume e textura ao cabelo fino e sem volume, por causa da fórmula com biotina, rica em vitamina B7, colágeno e proteína de trigo hidrolisada, que ajudam a dar volume e textura a qualquer tipo de fio. Por último, a Keratin Oil fortalece e protege fios frágeis e quebradiços, por causa da fórmula com queratina (que aumenta a elasticidade) e óleo de argan (ajuda a proteger contra pontas duplas e reduzir os quebradiços). Agora, é só escolher os produtos que mais combinem com você e arrasar na nova rotina de beleza 😉

(OGX/Divulgação)

Comentário

Espaço Mulher

Sandálias sucesso nos anos 90 estão de volta

Publicado

dia

Ícones de sua época, as plataformas de borracha prometem retornar com tudo!

Já sabemos que a moda é cíclica. Basta olhar para as passarelas de qualquer semana de moda e ver o retorno de tendências que bombaram em décadas passadas. E foi entrando nessa onda de rememorar sucessos, que a marca Steve Madden trouxe de volta suas famosas sandálias plataformas de borracha.

A partir de uma parceria com a Urban Outfitters, as sandálias queridinhas dos anos 90 retornam em edição limitada, com duas opções de modelo. As versões em estilo “chinelo de dedo” custam 70 dólares (cerca de R$ 276) e estão disponíveis nas cores rosa chiclete, amarelo neon e preta. Já os modelos de tira reta saem por 60 dólares o par (aproximadamente R$ 236) e podem ser encontrados nas cores preto, laranja e prateado.

“Desde o princípio, as plataformas têm sido tudo para nós”, disse Madden no anúncio oficial. “Então percebemos que agora era o melhor momento para reinventar esses modelos.”

 (@stevemadden/Instagram)

 (@stevemadden/Instagram)

 (@stevemadden/Instagram)

 

 (@sisiliapiring/Instagram)

 

Ver mais

Espaço Mulher

As 5 dúvidas mais comuns sobre cuidado das unhas

Publicado

dia

Alongamentos estragam a unha? Esmaltes escuros a enfraquecem? Saiba alguns mitos e verdades

Cuidar das unhas se tornou uma das principais rotinas da beleza feminina. Cada vez mais surgem tendências e novas colorações de esmaltes. Mas, além de acompanhar as novidades, é também essencial entender um pouco mais sobre a saúde das suas unhas.

Para saber quais são os mitos e verdades na área das unhas, a equipe de CLAUDIA conversou com as manicures Jay e Diana, especialistas do Espaço Soul, em São Paulo. Confira:

 (Amir Mukhtar/Getty Images)

Alongamentos estragam a unha?

MITO: Com a manutenção, cuidados corretos e não alergia aos componentes do processo, o alongamento não estraga as unhas naturais. Porém é importante cuidar e hidratar as unhas.

Alongamento em fibra de vidro é melhor do que o de gel?

MITO: Não necessariamente. Existem diversos tipos de alongamentos, como de acrílico, fibra de vidro, gel e tips. Você deve escolher o seu pensando no que irá se adaptar melhor à sua rotina e o que está dentro do seu orçamento.

Um fator que cria um diferencial entre os diferentes tipos é a troca de cor. O alongamento com fibra de vidro é resistente e tem a vantagem de suportar a acetona, facilitando a troca de esmalte em casa. Já o de gel é um pouco mais barato, porém corrói mais facilmente com acetona.

 (PeopleImages/Getty Images)

Tirar as cutículas com frequência prejudica as unhas?

VERDADE: “A cutícula é mesmo a proteção das unhas. Por isso, o ideal é sempre retirá-las superficialmente, mantendo um formato bonito sem prejudicá-las”, afirma Jay.

Uma dica para quem se incomoda com o rápido crescimento das peles é praticar uma rotina de cuidados cujo o principal foco é a hidratação. Os produtos que podem ser utilizados são as manteigas e os óleos específicos para as cutículas.

 (debbiehelbing/Getty Images)

Lavar muita louça prejudica as unhas?

VERDADE: O contato em excesso com a água pode estragar sua manicure. Isso porque a unha é feita de várias camadas de queratina (proteína) e a penetração excessiva de água pode deixar as camadas amolecidas.

Uma dica para evitar os problemas é usar luvas ao manipular produtos, aplicar hidratantes de mão e cutículas e reaplicar a top cot periodicamente.

 (mikroman6/Getty Images)

Esmalte escuro enfraquece as unhas?

MITO: A cor do esmalte não interfere na saúde das unhas. O que é verdade é que é interessante deixar as unhas sem esmalte de vez em quando, já que o excesso de produto pode deixá-las amareladas.

 

 

Ver mais

Espaço Mulher

Toxina botulínica pode ser usada em rugas, cicatrizes e diminuição de suor

Publicado

dia

Ela vendo sendo utilizada há 30 anos para tratar rugas de expressão, melhorando o envelhecimento cutâneo

A toxina botulínica vendo sendo utilizada há 30 anos para tratar rugas de expressão, melhorando o envelhecimento cutâneo. A toxina botulínica neutraliza a ação da acetilcolina, que é um neuromodulador e relaxa a musculatura diminuindo a força das rugas de expressão. A aplicação é feita de forma superficial sem efeitos colaterais importantes.

A toxina botulínica também é usada para o tratamento da hiperidrose e, quando aplicada nas axilas, diminui a quantidade de suor por sete a oito meses.

No 14º World Congress of Cosmetic Dermatology – Lima 2019, foi enfatizado o potencial da toxina botulínica para o tratamento de alterações dermatológicas como rugas de expressão, excesso de suor, rosácea, hidrosadenite, desidrose, herpes simples, cicatrizes hipertróficas e queloides.

No caso de qualquer trauma na pele, como um corte cirúrgico, a toxina pode ser utilizada ao redor do mesmo para evitar a tensão excessiva no local. Além disso, a toxina botulínica pode ser aplicada nas cicatrizes espessas, vermelhas e doloridas, que são chamadas hipertróficas. A toxina botulínica pode ser injetada com agulhas delicadas dentro da cicatriz para diminuir a inflamação e a fibrose e, dessa forma, melhorar a aparência da mesma. São utilizadas cerca de 1 a 2 unidades de toxina botulínica para cada centímetro quadrado da cicatriz. Os resultados aparecem por volta de 15 dias após esta aplicação.

Esse tratamento pode ser realizado a cada 15 dias, de duas a quatro sessões para diminuir o tamanho das cicatrizes hipertróficas e também para o tratamento de queloides. A injeção da toxina botulínica nas cicatrizes é ligeiramente dolorosa.

O mecanismo de ação envolvido no tratamento das cicatrizes com toxina botulínica ainda não é totalmente esclarecido. A ação dessa substância é bastante ampla e age em receptores neuro-hormonais, modulando a inflamação. Também há referências de melhora do eritema da rosácea quando tratada com toxina botulínica.

A equipe da dra. Denise Steiner publicou um trabalho utilizando 10 unidades de cada lado do rosto de toxina botulínica para tratamento do flushing, com melhora significativa.

Enumeramos mais uma utilização interessante do uso da toxina botulínica para tratamento de cicatrizes hipertróficas e queloides.

Ver mais
Publicidade

Escolha o assunto

Publicidade